Geração Net - Liderança e Formação Espiritual

604 visualizações

Publicada em

Série de Palestras para líderes de Jovens, Desbravadores e Aventureiros

Publicada em: Espiritual
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
604
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Geração Net - Liderança e Formação Espiritual

  1. 1. l_ 4 -~__A_. J @À «q *v Í , r , S í w QE 7:2 31cm : m: V : imail : um «v v, v^v, v'~vAv__¡. ¡'Hifi j. , pá. l . _R(g;
  2. 2. ( Por Geovanio Melros ) Ser / Iãer vai além de delegar tarefas. Não é 'um trabalho fácil, mas é mu/ to compensador
  3. 3. 't= '(-. *;~. ¡-:1i< -. wfTrdlllf-W? 'rzwnhzàríz : í›. “1_~1'l°| n=? *-I '*""'À-' Tem cuidado / '° de ti mesmo e da doutrina. _ Continua nestes deveres; por que, fazendo assim, salvarás tanto a ti *z I. _ví71«_ *à x_ mesmo como aos teus ouvintes" s_ f? V (1 Timóteo 4: 16).
  4. 4. ¡virízai-Ii-c» = ~ O dicionário define o líder como aque- le que comanda (uma organização) e con- duz (um homem). Porém, liderar é muito mais que isso. Liderar é exercer uma influ- ência que inspira e leva os homens à ação, conseguindo deles o máximo de coopera- ção e o mínimo de oposição.
  5. 5. vmmm: "dani iii: :i: :iiivzii : higiçi: x 4 f: ix"? : lili lili ll-Íílll, ;w it) *ill l lãl; R: :i: i i1:: ri Íizijic «ci , l*-i= l7ÍllrÍli i: :i- hmawm~imruaiximhi ¡ivli , Í lzlklt, W ; izlVLçqir vii; ciililibl' ai* ; iláivivis -. r wmmik? ugmwm'
  6. 6. _i! i_f¡: 'éli! l.l¡'= i -llluiulc Veja alguns princípios básicos de um líder cristão: 1. Tem iniciativa: não depende de outras pessoas para correr atrás de objetivos; 2. Encontra soluções: ele não vê problemas, e sim, desafios; 3. Mostra o caminho: tem uma boa visão do que deve ser feito e sabe como fazê-Io. Se não tem conhecimento suficiente sobre algo, tenta obté-Io; 4. É envolvente: dirige e usa todos os talentos e recursos do grupo dejovens, de forma que todos possam participar; 5. É responsável: sabe como delegartarefas. i ; iii ; ii e As responsabilidades do líder são: 1. Dirigirjuvenis ejovens à Cristo e fortalece-los na fé cristã; 2. Despertar o interesse dejuvenis ejovens pelas atividades da igreja; 3. Prover oportunidades para quejuvenis e jovens tenham uma vida plena. E dever do diretor de clube ou sociedade dejovens ensinar um cristianismo alegre. Também deve ensinar a não se envergonharem de suas crenças e a terem a certeza do perdão divino.
  7. 7. VLMHHFW? íwiiiihieãis ; gain qilhl iii lutar V' "iãri-_M ¡ A A, ›~i"<. _i-juÍ”. . xi *MQ/ j . . . i "' " Llíli: 1. : :clílíí i: : if-J: f: ai' : ic faze: ; tz-Lie Zl*'= ›4“: '5:: ~:i'it; ;i1 Ti 17: lg“âíí'ii, lí, íirà 'Yi I ' ínif: *rclfit? 'lí›, l“: i'iaãíA I*)': ': 1J| f""lí1~"Íi: '. If*': if, ..i“. Il ''° I . 75x' ' . r - ¡ u a'. ' '~'_^. r.i¡t¡_ g ›v g'- l l. 'gs', '; "ll. “V” iv. .s . Lu . ,5lmJ en. »« . L: a 42» . .ia. 'ulmw -_- ç~ ! A nat¡ c. .. t¡ 151113¡ *v'i. ¡;, ;f_~_ ”_ t; - A'
  8. 8. wüzai-ii-w = ~ -. '|i"i'. v fítsinfiai-. .isríie -süiiifiilhia @li : llilzl : . íirfiinriF-Íin zwiiilríiilnl il'- Iliii Íiilur , semen -; ii-. .m-i-. i-íie_ m›. ~,. ~i-i: .iinnir= i-1i= i›i. ~i: 33a. ÂJJLRÍKu ' ' . , , m: v , _ ' , . i, . l_1i, ;i= i*f= ij c» , ._"_l~'*l¡'. * T1131:: :IHU nigiiziíiili ; ici-fkftnlgi. 'x à¡ ' É* t. ?rar 'Z'l7%”'i| ;l°"=4=l': ii›'r'Íl'. arracigniife. :nami- a 'ÍHÍWÍÇIÊI' *' f' ' 2.". jisii i: ]i_! iI= «i2;l'k c. 'iiitqtçiq a ^. .Cali fi'3i= .I: ;í, If"Íi~: i=. i:i: aj: l:i'i': Íi: i': r-. i = :x11 Ilf*'"i: ;3,2=. i., L, s , i * u 141d f. íaifilii* SÍLÚFJÍQiIKà a “. '=lglll'= ,i'z'i, n_i. l=› : a i __ % : .i: i': :-i: i:i›ê. r"i: í ; Í:l~“'= ~líâ. J; f. r"i: i«íi. _. Íi, i:4i' ^r; i›ii1;i~zii.
  9. 9. í D il' - x 3, í -- "n. L¡ _ à"u_? ~ i , ... ,.. .*. _I_ _ ¡fu; _. _'" “t 5” i - V_i1iÍ-'í'-í, líllilíil -llliiil- Existem aspectos importantes que devem fazer parte do dia a dia de um lider cristão, principalmente em relação à sua psicologia. Entre eles estão: 'r 1.¡ ! ll 1. Maturidade. 2. Conheça os outros. v' Conheça-se. ” 4. Tenha e demonstre interesse pelos outros. 5. Demonstre genuína cortesia. 6. Faça os outros se sentirem à vontade. 7. Tenha tato.
  10. 10. formação espi Teorias de liderança A Teoria dos Traços característicos do estilo de lide- rança dos séculos 18 e 19 nos ensina que os líderes são natos, não feitos. Segundo os defensores dessa teoria, as pessoas nascem com certos traços físicos que as fazem se destacar como líderes, especialmente altura, peso, aparência fisica e forma corporal. A Teoria das Circunstâncías ensina que o líder age segundo as situações, e pode ser eficiente em alguns ca- sos, mas totalmente ineficiente em outros. Segundo essa teoria, as circunstâncias fazem ou destroem o líder. ' já a Teoria das Funções ensina que a liderança consiste de certos comportamentos ou funções aue os grupos precisam realizar.
  11. 11. A liderança autocrática ou autoritária tem alta necessidade de controle ao ponto de, muitas vezes, ficar obcecado por isso. A liderança institucional faz parte daquele que a exerce pelo peso de uma instituição que o nomeou para isso, como por exemplo, um professor da Escola Sabatina, pastor, ancião, diretor de jovens, entre outras funções. 0 líder laissez-faire simplesmente ocupa uma posição e, por planejamento ou negligência, não faz nada. já a liderança paternalista envolve a pessoa que trabalha motivada por simpatias e preferências pessoais. Outro tipo de liderança é a democrática. O líder sempre ouve e dá atenção aos seus liderados. __i! i_l¡í'êli! 'l. l¡'= il -llliiii-
  12. 12. Funções gerais liíitiiiillilül(iÇOIiliOCt-*Ei 'Fellltlrà “DOSSHI imr : ri tante-. rgreralrrreriie, elas : e , terizam da , egirinte forma 1. Inicio: o lider nao espera que as coisas 4. Esclarecer e elaborar: Interpreta ideias ou aconteçam a fim de reagir, mas inicia ações sugestões, esclarece confusões, indica alternativas e dirige o grupo para alcançar os objetivos diante do grupo e fornece exemplos, prevmmemte plalleladosi 5. Resumir: agrupa ideias relacionadas umas com 2. Investigação: pede dados sobre problemas, as outras e faz um resumo das sugestões depois procura informações relevantes, pede sugestões logo apos a discussão em grupo; e ideias; 6. Testar a opinião pública: apresenta ideias em 3. Informar/ relatar: fornece dados e informações relação a apreciação do publico a fim de determinar' relevantes, expressa opiniões, da sugestões quão corretas são as conclusões do grupo, e e ideias O lider precisa compreender que deve estar alerta para ver quando e alcançado um informação significa compreensão e, assim, consenso de aprovação da maioria, melhor cooperação;
  13. 13. iulízalillii. ii -iliilií- já as funções de organização se resumem em formação da equipe e reuniões. Veja: Planejamento: função essencial para a liderança. : ' É” Ífitw Delegar: é a arte de distribuir as responsabilidades com pf. i' , -7 F p_ o seu grupo. I, 9:4; 4! a " n ~ 1 I ' L¡ = l › Oferecer condiçoes: o bom lider e aquele que oferece 'r -› _ . . . . _ J, ao seu liderado, juntamente com a delegaçao de responsa- , i í " bilidades, condições para que a tarefa seja executada; . . l Cobrar resultados: de maneira suave e branda, porém, e s V n constante, o lider deve cobrar resultados de seus liderados.
  14. 14. _ili? ":, -:iiiie; « : j: -liiililc O maior perigo para um líder cristão é racionalizar com seus erros, ou tentar justifica-los. Um líder cristão deve ser suficientemente humilde para reconhecer seus erros e saber pedir perdão quando necessário. Entre os erros do líder podem ser destacadas: ', ____'. ._ , _ . .,. .._', .', _f . . _ele o (: ._. ;z.3: , ). . r . ,.. “XDCÉÊÍ". .,. "Í'ÍC3¡ÍÍUJ , , 4, _x 2.. l r. . r c 3 t. ^= .t= *.'. . m , u . .. .'_, .-. L,, .. . . . - L. . L, .r_. .c. -ç. . -“, .' Â . aÍa. .~-- '›'~». ,~ r» lí- ÍnLÃ, -. g ! l_›. .. . J,. lí- . _,. l 4.1.. . _, ~.. _.-. suis. iii. . L. .-. pQ . , . . . . t . . r _ . . . , . 6 *. .-~ _r- i'm 'já "' 'x 7*v^'^ ^ ^-"'~^ . ›« k . . , . u , .- ~ . ... A. ,. mr. . ,. .. . m. f. . _uz 7. -. o : a. &«_'; :/. _5> CJ 'l 4 1 0 . :;. . r( . _-_. Jt.34Í. 'É; ;.Ít-. ;lí_í. ..^" , CQ . ~-. ... Ãi
  15. 15. fly-r _-___Ê¡ü -. ., *x J/ A' . / ' ' “lr” . í . z, - , , . ;FL uma , sm. . › 4 'W Êltvgtzjl, :um 'ii""n'“'ilt, 'y. r^"'llf, 'Ú J? t. , Il( 'r . ¡ . __-_, I u : vs . eiszailiigini 'A'^VAV"AV. .I'. :.Hǧ«RC Ili : fi o _ P ___ “' I ' lv . v N: : , - y* m: sia v É. .iq-fla . ;.: ... ¡-. _.. r,. _.

×