Slides paulo

238 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
238
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Slides paulo

  1. 1. A PARTICIPAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO LUZ NA COMUNIDADE NO COMBATE AO HIV-SIDA PARA O DESENVOLVIMENTO COMUNITÁRIO SUSTENTÁVEL ESTUDO DE CASO: POSTO ADMINISTRATIVO DA MUNHAVA, CIDADE DA BEIRA 1
  2. 2. OBJECTIVOS DO TRABALHO Objectivo Geral  Partindo das actividades da Associação Luz na Comunidade pretende demonstrar como a sociedade civil de uma forma organizada pode intervir em assuntos de desenvolvimento comunitário e facilitando no combate ao HIV/SIDA. 2
  3. 3. Objectivos Específicos  Analisar a relação entre as condições de vida da população com a elevada taxa de infecção com o vírus do HIV/SIDA na área de estudo.  Identificar a participação das comunidades locais afectadas e infectadas nas actividades que visam o desenvolvimento comunitário sustentável.  Apresentar as formas usadas pela Associação Luz na Comunidade com vista a reduzir a taxa de infecção por HIV/SIDA e que proporciona um desenvolvimento comunitário sustentável na comunidade da Munhava, cidade da Beira. 3
  4. 4. SITUAÇÃO - PROBLEMA  Munhava é o Posto Administrativo mais populoso da cidade da Beira. Esta concentração deve se a atracão das indústrias e motivada pela presença do porto da cidade da Beira que desenvolve actividades que liga essa região com outros países, com 104.444 habitantes.  Até 30 de Março de 2011, foram notificados 4.286 casos de HIV/SIDA, com 1.741 óbitos de infecções por VIH. Munhava é também o distrito com maior taxa de novos casos diagnosticados e notificados, durante o ano 2010. 4
  5. 5.  Questão de Partida De que forma a sociedade civil pode intervir de maneira a inverter a situação de HIV/SIDA na cidade da Beira? Esta análise é feita tomando em foque as actividades da Associação Luz na Comunidade para potenciar o Desenvolvimento Comunitário Sustentável.  Situação desejada A participação da sociedade civil com um papel activo no combate ao HIV/SIDA, escoltando forma de actuação baseada na educação dos diferentes grupos atentados do problema de HIV/SIDA para potenciar o Desenvolvimento Comunitário sustentável. 5
  6. 6. HIPÓTESES Hipótese Básica  A promoção dos direitos dos sectores mais pobres da sociedade na cidade da Beira, poderá prevenir o alastramento adicional e a mitigação do impacto do HIV/SIDA através de uma estratégia liderada pela comunidade local. Hipóteses Secundárias  A participação activa da comunidade local nas actividades alternativas de rendimento (Poupança e credito rotativo) poderá garantir a melhoria da qualidade de vida das pessoas afectadas e infectadas, na Munhava.  Uma abordagem, baseada em direitos bem orientados, poderá facilitar a inclusão de todos os grupos vulneráveis no processo de aprendizagem, de acção e de reflexão permitindo que o HIV/SIDA seja desafiado duma forma eficiente e eficaz, na Munhava. 6
  7. 7. RELEVÂNCIA DO TEMA  O tema reveste-se de extrema importância na medida em que é da actualidade, sobretudo em Moçambique, onde o governo elegeu a comunidade como sendo "o motor de desenvolvimento“. Por outro lado, esta é uma forma de contribuir com mais um instrumento para enriquecer os demais trabalhos que abordam a matéria do HIV/SIDA. 7
  8. 8. PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS Pesquisa bibliográfica Consistiu na recolha de informação a partir de obras de diferentes autores de desenvolvimento comunitário e da problemática do HIV/SIDA. Método Comparativo Histórico Com este método, fez-se uma análise documental de como as OCBs no passado participavam e como usam actualmente, do ano 2008 até 2012. 8
  9. 9. Trabalho de Campo O autor teve que se deslocar doze (12) vezes para a área de estudo, onde pôde visitar a comunidade e observar com atenção a qualidade de vida da comunidade local e analisar a influência do HIV/SIDA no desenvolvimento comunitário, entre os meses de Setembro a Outubro no periodo de estagio (8 vezes) e (4 vezes) em Dezembro de 2012. 9
  10. 10. CONCEITO DE COMUNIDADE Segundo Gusfield (1975:27), fez uma distinção entre duas formas de usar o termo comunidade. I. A noção territorial ou geográfica. II. A rede social e à qualidade das relações humanas dentro da localização. Reconhecendo esta pluralidade, Hillary (1950:9) examinou noventa e quatro definições de comunidade e na sua maioria continham três pontos coincidentes: I. Partilha de um espaço físico; II. Relações e laços comuns; III. Interacção social. 10
  11. 11. A participação comunitária ”A participação comunitária é um processo de tomadas de decisões dos indivíduos nas instituições, nos programas e nos ambientes que os afectam” (Heller, 1984:39).  Do acima exposto, a participação comunitária resulta da sua participação nos processos de decisão a favor da comunidade, com impacto na mudança social como: a qualidade de vida nos bairros, prevenção do HIV e da violência interpessoal. 11
  12. 12. Desenvolvimento Comunitário É a promoção de melhores níveis de vida para a comunidade, com a participação activa, iniciativa da comunidade e com a finalidade de assegurar a resposta activa. Envolve também actividades de desenvolvimento no distrito, levadas a cabo pelo governo ou ONG. Desenvolvimento Comunitário Sustentável É quando há resposta das necessidades do presente sem prejuízo das gerações vindouras, (ONU, 2009) . Nesse sentido, o desenvolvimento sustentável tem como objectivo a melhoria das condições de vida dos indivíduos mas preservando o meio envolvente . 12
  13. 13. HIV/SIDA Segundo MISAU (2010:22) o HIV é o vírus causador do SIDA no homem. Evidências científicas mostram que o HIV deriva de um vírus que cruzou várias espécies animais até chegar no homem. Será que importa tanto, agora, saber de onde surgiu esta doença? Não. Interessa consciencializar que a doença existe, não tem cura, mas pode ser prevenida e pode-se tratar as pessoas já infectadas para melhorar e prolongar as suas vidas. 13
  14. 14. ENQUADRAMENTO DA ASSOCIAÇÃO LUZ NA COMUNIDADE DA MUNHAVA 14
  15. 15. Associação Luz na comunidade é uma OCB nacional, oficializada no dia 14 de Agosto de 2003 e publicada no Boletim da República em 26 de Fevereiro de 2006 com a Missão de:  Consciencialização, acompanhamento prevenção do HIV/SIDA. e 15
  16. 16. ACTIVIDADES QUE A ASSOCIAÇÃO LUZ NA COMUNIDADE REALIZA NA COMUNIDADE DA MUNHAVA:  Área de Cuidado Básico Domiciliário;  Área de Formação;  Área de Apoio Psico-social às COV’s;  Área de Prevenção através da implementação de um projecto denominado ESTRADAS 16
  17. 17. Circulação de camiões na Munhava 17
  18. 18. ACTIVIDADES REALIZADAS NO PERÍODO DE ESTÁGIO NA ASSOCIAÇÃO LUZ NA COMUNIDADE COMO FORMAS DE REDUZIR A TAXA DE INFECÇÃO POR HIV/SIDA E QUE PROPORCIONA UM DESENVOLVIMENTO COMUNITÁRIO SUSTENTÁVEL      Actividades na Área de Prevenção: Encontro de Coordenação e Planificação Mensal com o Comité de Gestão; O trabalho de educação entre pares: Acções espontâneas com seus pares; Debates a partir de expressão artística; Encontros; O Teatro de Oprimido; Referência para serviços de Saúde; Actividades de educadoras de par (19.297 participantes 18 sendo 7.150 H e 3.275 M participantes pela primeira vez)
  19. 19. Participantes pela 1ª vez Homens Homens # Activi #Total partic +25 anos 15 a 24 anos Mulheres 15 a 24 anos +25 anos +25 anos 15 a 24 anos Mulheres 15 a 24 anos +25 anos Grupo a que Pertence 24 Participantes de Continuação Camionistas de longo curso 0 1710 0 0 0 1422 0 0 3132 1124 Trabalhadores do Sexo 0 0 118 925 0 0 100 935 2078 724 Clientes dos trabalhadores do Sexo 400 9 0 16 464 19 0 6 914 306 Mulheres de Baixa Renda 0 0 0 1915 0 0 0 1600 3515 1060 Jovens Fora da Escola 2582 0 44 14 1956 9 6 14 4625 1534 Homens da Comunidade 0 1456 0 0 98 1162 0 0 2716 918 Mineiros PVHS 0 19 0 965 0 10 0 233 0 199 0 673 0 27 0 174 0 2300 0 968 Outros Total 0 3001 9 4149 0 172 0 3103 0 2717 8 3293 0 133 0 2729 17 19297 4 6638 19
  20. 20.      • •  Encontros temáticos com Educadoras de par “Mulheres de alto Riscos“ Troca de Experiência com equipa do projecto Estrada de Maputo; Sessões de Actividades com o Grupo de Apoio; Iniciativas de motivação e promoção de PTV Educação técnica da comunidade da Munhava: Corte e costura nos tempos livres; Negócios Sociais Promovidos pela Associação Luz na Comunidade: Criação e Venda de Galinhas Poedeiras; Salão de Cabeleireiro; Cursos de informática; Estabelecimento de Postos de Preservativos; 20
  21. 21. PRESERVATIVOS DISTRIBUÍDOS DURANTE O PERÍODO DE ESTÁGIO (SETEMBRO E OUTUBRO) DISTRIBUIÇÃO DE PRESERVATIVOS - SETEMBRO A OUTUBRO 2012 Mecanismo de distribuição Preservativo masculino Preservativo Feminino Educadores de pares 110.000 10.000 Postos de Distribuição 90.000 4.000 38.000 3.000 238.000 17.500 Através de grupo teatral/Show estradas Total distribuído 21
  22. 22. Formação de grupos de poupança e créditos rotativos 22
  23. 23. CONCLUSÃO  Na comunidade de posto Administrativo da munhava verifica-se maior taxa de novos casos diagnosticados e notificados, durante o ano 2010, bem como no 1.º trimestre de 2011.  Há uma crescente pressão para as associações desempenharem um papel no desenvolvimento de uma sociedade competente sobre o HIV/SIDA.  Não existe a promoção de educação para um desenvolvimento sustentável através da aposta na educação técnico-profissional e da promoção de ofícios com o objectivo de desenvolver actividades profissionais futuras.  A comunidade local não participa de forma activa nas actividades, com vista a mitigação do HIV/SIDA 23
  24. 24. SUGESTÕES  Que se crie mais actividades para manter as crianças, jovens e adultos afectados e infectados pelo HIV/SIDA ocupados e que a comunidade aprenda uma actividade profissional que tenha pelo menos utilidade na sua vida quotidiana;  Que o Governo provincial juntamente com os parceiros de cooperação, conceda um empréstimo para investimento inicial na iniciativa de criação de novos projectos visando a autonomia financeira das famílias beneficiárias;  Que as organizações em particular Associação Luz na Comunidade , crie outros projectos ou actividades a partir das actividades já existente de rendimentos em execução;  Que se fortifique nos cursos comunitários (negócios sociais) contribui para a autonomia financeira das pessoas beneficiárias através da geração de rendimentos.  Que a organização em estudo expanda as suas actividades para outros bairros da cidade da Beira. 24
  25. 25. Referências Bibliográficas  ACORD. Memorandum and articles of association. Registered charity governed by Registered Charity. Tanzânia, copyright Acord editor 2003  BACKETT, Milburn, K.; WILSON, S. Understanding peer education: insights from a process evaluation. Health Education Research, Vol.15, Washington, 2000.  BRITO, I. Promoção da saúde nos jovens utilizando a educação pelos pares-Intervenção com estudantes de enfermagem e jovens enfermeiros. Enfermagem e o cidadão. Jornal da secção Regional do Centro da Ordem dos Enfermeiros, 13ªed. 2009.  CERTIDÃO, Associação Luz na comunidade, Beira-ubano-1, constituição data 7/6/2006  CORREIA, M. C. A construção do currículo no ensino de enfermagem, Luso ciência. Lúcia, ed 6ª, 2004  DIAS, S. F. Educação pelos pares: uma estratégia na promoção da saúde. Universidade Nova de Lisboa, Instituto de Higiene e Medicina Tropical, Unidade de Saúde e Desenvolvimento, Centro de Malária e Outras Doenças Tropicais, Lisboa 2006. 25
  26. 26. Obrigado 26

×