Jornal Novos horizontes - Novembro 2013

365 visualizações

Publicada em

Essa é 500ª edição do Jornal Novos Horizontes, que pertence a Paróquia Nossa Senhora do sagrado Coração e é distribuida gratuitamente todo primeiro domingo do mês após as MIssas. Parabéns a vocês!

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
365
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
27
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal Novos horizontes - Novembro 2013

  1. 1. Fundado em Janeiro de 1972 - Ano XLI Nº 500 Novembro de 2013 √ Edição Comemorativa Chegamos, neste mês de novembro de 2013, a 500 edições publicadas de nosso Jornal Novos Nosso jornal guarda a memória da paróquia Página 12 Horizontes. Amigo que nos acompanha a cada primeiro domingo do mês. Um jornal que tem por objetivo informar e anunciar o Evangelho. Com nossos leitores e paroquianos queremos compartilhar este momento de alegria.
  2. 2. NOVEMBRO DE 2013 PÁGINA 02 Editorial Monsenhor Guedes, Arquidiocese de Niterói NOVOS HORIZONTES Aprofundando a Fé! A Lembrança dos Fieis Defuntos à Luz da Ressurreição expediente O dia de Finados oferece-nos oportunidades diversas, tanto no campo das virtudes da fé e da esperança, como num profundo mergulho na nossa condição de seres transitórios, limitados no tempo e no espaço da história em curso. Debruçamos sobre a tirania da morte, mas sentindo e celebrando a magnífica suavidade da Ressurreição de Jesus. Afinal, a morte termina com o nosso peregrinar terreno e nos projeta e nos conduz à esplêndida e aguardada residência definitiva, o céu. Os limites humanos não existirão mais e nas mãos do Pai do céu serão colocados os bens que praticamos. A riqueza da Sagrada Liturgia das Santas Missas com as diversas opções de leituras e textos eucológicos utilizados em nossas igrejas e nos cemitérios, conduznos a momentos de luz e vida, embora esteja presente o desconforto da certeza de nossa transitoriedade. “A Igreja, diz-nos o Missal Romano, oferece o sacrifício eucarístico da Páscoa de Cristo pelos defuntos, a fim de que, pela comunhão de todos os membros de Cristo entre si, o que obtém para uns o socorro espiritual traga aos outros a consolação da esperança”. A força da sagrada Eucaristia invade a nossa pobre miséria e nos faz perceber e sentir que já somos vitoriosos na derrota que a morte sofreu pela morte de Jesus Cristo. No momento em que Jesus morria a poderosa morte era vencida e, naquela sepultura de Jesus, ela foi depositada e desapareceu. “A morte foi tragada pela vitória. Ó morte, onde está a tua vitória? Onde está o teu aguilhão?” (1Cor 15,55). A certeza da morte e a lembrança dos mortos presentes e colocados nas missas evocam nossas limitações humanas, mas dimensionam nossa existência na certeza de que no canteiro de nossas ações vamos semeando e cultivando a semente do Reino que já está entre nós. Quem sabe, no palco de nossas possíveis tristezas onde a poderosa morte está em cena, há de reacender, ainda com mais força, a presença do Senhor vivo e ressuscitado. Celebrar o dia de Finados na dimensão da fé e da esperança, na maturidade da caridade sem medida é um momento fecundo para se adubar com carinho o canteiro de nossa vida com as boas obras, regá-lo com nossas lágrimas, esperando que a colheita não deva, necessariamente, acontecer aqui, mas na glória do céu. Até lá! Orientador: Pe. Valentim Menezes, mSC Redatores: Aurenei Walterfang, Carlos Silveira, Carolina Belisário, Cerqueira Lima, Marli Jordão, Diácono Jatobá, Diácono João Walterfang, Ir. Gislene fdz, Sergio de Queiroz, Virgínia Lopes e Luiz Antônio. Fotografia: Anderson Lucena e Pascom Revisão: Maria Clara Fonseca Editoração e Diagramação: Bruno Tortorella Site: http://paroquianssc. wordpress.com E-mail:paroquianssc@gmail. com Anúncio:Secretaria Paroquial Administração: Rua Barão, 807 Praça Seca- Jacarepaguá- RJ Tel.: (21) 2452-5188 e 24641947 Impressão Gráfica:ZM Notícias - Tel: (21) 2669-1515 A Oração e o Sacrifício pelos mortos No 2º livro dos Macabeus (12, 39-46) lemos a passagem bíblica sobre a oração e o sacrifício pelos mortos: “O nobre Judas pediu ao povo para ficar longe do pecado. Então fizeram uma coleta individual, reuniram duas mil moedas de prata e mandaram a Jerusalém, a fim de que fosse oferecido um sacrifício pelo pecado. Ele agiu com grande retidão e nobreza, pensando na ressurreição”. Ao menos, desde a metade do século II, se sabe ser a Missa ofertável na intenção dos defuntos. Cerca do ano 140, escrevia Aristides de Atenas: “se um fiel morrer proporcione a ele a salvação celebrando a eucaristia e orando junto a seus despojos”. Assim, São Paulo, na 2ª carta a Timóteo – 1, 18 – ora a Deus pelo amigo, Onesíforo: “O Senhor lhe conceda alcançar a misericórdia do Senhor naquele dia”. Evidentemente, está suposto um estado após a morte, antes da bem -aventurança definitiva, no qual as almas possam ser auxiliadas por nossas orações e pela oferenda sacrifical da Missa. São Tomás diria o seguinte:“Não podemos merecer – propriamente falando – a salvação de ninguém, mas podemos orar nessa intenção, recorrendo à divina liberdade e misericórdia.” Também a oferta de esmolas aos pobres ou à Igreja, para o culto, está nessa linha, e é precisamente assim que se entende o costume de acender velas: trata-se de exprimir o culto a Deus e, na medida em que tal intenção estiver animada de amor e mérito, poderá indiretamente beneficiar as almas. Aproveito para parabenizar a todos que tornam o Jornal NH uma realidade. Sinto-me muito honrado em poder participar como colaborador desde jornal e, principalmente, nesta edição comemorativa. Parabéns NH! Diácono Jatobá *No dia 28 de novembro, nosso querido diácono completará 4 anos de ordenado. Que Nossa Senhora do Sagrado Coração o abençoe e o fortaleça sempre sua vocação. EXPEDIENTE PAROQUIAL Missas: Domingos: às 7h, 9h, 18h15 e 20h. Segunda-feira: Missa da Esperança, às 19h15 Quarta-feira: Missa às 19h15 e após, Terço dos Homens Quinta e sexta-feira na Matriz, às 19h15 1ª sexta-feira do mês: às 6h45 e às 19h15 Todos os sábados, às18h, Missa no Repouso Santa Maria, Rua Japurá, 555. Secretaria Paroquial:Atendimento de segunda a sexta-feira, de 8h às 20h. Sábados, das 8h às 12h.
  3. 3. NOVEMBRO DE 2013 PÁGINA 03 NOVOS HORIZONTES O Evangelho de Marcos Neste capítulo 7, 1-23 de Marcos, vemos a preocupação de Jesus com o povo faminto, que não tem o que comer, enquanto os fariseus e doutores da Lei se preocupam com os seus rituais (7, 2-4), o lavar as mãos para comer tem dúvida, preocupações diferentes em torno do alimento: Jesus ensina a partilha; os “teólogos” da época ensinam o ritual de pureza para comer. O que está por trás dessas tradições religiosas defendidas rigorosamente pelos fariseus e doutores da Lei? Recorrendo o projeto Isaías, Jesus os desmascara, mostrando que eles estão interessados em defender tradições que eles mesmos criaram, ainda que passem por cima dos mandamentos de Deus (Mc. 7, 6-13); o que Deus quer é que realizemos uma prática que produza liberdade e vida, e não ter um culto religioso que se importe com a situação dos irmãos necessitados. Anos que estamos no meio da multidão e que Jesus se dirige para ensinar uma nova forma de moralidade: “escutem todos e compreendam: O que vem de fora e entra numa pessoa, não há torna impura; as coisas que saem de dentro da pessoa é que o tornam impura. Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.” (Mc. 7, 14-16). A moralidade de Jesus, portanto, está centrada na consciência humana, que cria os projetos e dá uma direção as coisas. Ao abolir a lei, sofre a pureza e impureza que vigorava na sua época (será que ainda não vigora hoje?) e que era fundamento de uma sociedade injusta e hipócrita. Jesus quebra tabus que solidificam diferenças entre as pessoas, gerando privilégios e marginalizados, opressores e oprimidos. É a parte dessa nova moralidade que ele mesmo pouco se importava em se tornar impuro, ser causa de escândalo e gera conflito. Jesus era paciente e tolerava os erros das pessoas, mas não suportava a hipocrisia. A moralidade de Jesus é a da integridade, isto é, a pessoa ser por fora o que é por dentro, sem se identificar com máscaras que envolvem e endurecem o coração. (Continua) Marli Jordão LIXO ZERO Na cidade, ou só nas áreas públicas. H á alguns dias, o Rio de Janeiro resolveu endurecer com a população a questão do despejo de lixo nas ruas da cidade. O interessante é que a maioria das pessoas acha que jogar um pequeno resíduo no chão não tem importância, como por exemplo, um papel de bala ou mesmo uma guimba de cigarro. Essa, então, é depositada em vários lugares e as pessoas não sabem que o filtro do cigarro é constituído de um material fibroso que pode esgarçar e é de difícil decomposição. E mais uma vez nós esbarramos na questão da educação, e o que vemos hoje, é uma grande greve dos professores, nos parece que tudo está fora do lugar, ninguém se entende, e não é só na cidade, essa confusão de valores acontece em todo país, o que é certo e o que é errado? O pior é que o “Lixo Zero” acontece só nas áreas públicas, mas os resíduos em áreas privadas também são responsáveis das grandes enchentes. Os mesmo cigarros que estávamos falando, se jogados em vasos sanitários não só contribuem para os entupimentos das tubulações de ruas, como também do desperdício de grandes volu- mes de água potável com as descargas. O professor é peça fundamental nesse processo, precisamos valorizá-los. Se procurarmos mais, veremos que o termo “Lixo Zero” foi mal colocado e se fôssemos buscar outros tipos de lixo, encontraremos vários, como a poluição sonora, a poluição visual, a poluição do ar, etc. E, finalmente, a moral, ela está por toda parte. Como pagaríamos tanta multa? * Estamos colaborando com o Jornal há 7 anos, foi quando a Igreja completava seus 60 anos. Carlos Silveira e Virgínia Lopes Números do programa Lixo Zero 15 número de bairros que já receberam o programa. 50% equivale a redução de lixo recolhido no Centro da cidade, após implantação do Lixo Zero R$ 98 à R$ 3.000 Variância do valor da multa para aqueles que jogarem lixo no chão
  4. 4. NOVEMBRO DE 2013 PÁGINA 04 NOVOS HORIZONTES Espionagem Internacional nome genérico de “Tio Sam” e a nossa Presidente com seu celular, seu telefone fixo e suas correspondências violadas, desmarcou a viagem a nível de Estado que faria a Washington, exigindo do Presidente Obama desculpas pelo ocorrido. Quando tudo parecia sanado eis que os irmãozinhos do México, França e Alemanha prestam queixa ao Parlamento da União Eu- “O mundo gelou diante da absurda realidade que passou a viver nos últimos quatro meses” O que é bom para os Estados Unidos, não é bom para o Brasil. O mundo gelou diante da absurda realidade que passou a viver nos últimos quatro meses. Pindorama estava e está sendo espionada pelos donos do mundo sob o pretexto de combate ao terrorismo tupiniquim. O nosso país viu-se envolvido pelo sistema de comunicação cibernética dos nossos” irmãozinhos”, conhecidos com o ropeia e se descobre a partir daí, que o Reino Unido também possui um sistema de parceria com o dos Estados Unidos e que a Rússia em curto prazo estará no páreo das demais potências. E nós !.. Ao ler os nossos jornais fica-se sabendo que Centro da Ação Social da Paróquia Nossa Senhora do Sagrado Coração O nosso Centro Social está passando para outra etapa da sua existência, agora em interação com as Pastorais Sociais (Pastoral da Criança, Pastoral da Saúde, Pastoral da Terceira Idade, Vicentinos, Grupo Pau Brasil e Justiça e Paz) está buscando com isso maior entrosamento, para melhor atender aos nossos mais necessitados. Queremos assistir e promover. Mensalmente, já estamos realizando reuniões, nas quais, vamos discutindo os nossos objetivos e quais são as dificuldades para alcançá-los A partir do mês de novembro, passaremos a realizar palestras educativas, a primeira será realizada no dia 05 de novembro, às 19 h: 30 min. - no Céuzinho. O palestrante será Tobias, do Vicariato Oeste, que falará sobre as Pastorais Sociais e a transformação de uma realidade. Todos poderão participar e entender melhor a importância da Ação Social da Igreja. Todos os meses, o Vicariato Suburbano realiza reunião com todas as suas Pastorais e Grupos da Ação Social na Igreja de Santa Terezinha, na Rua Macabu, em Coelho Neto. Cada reunião faz parte do trabalho idealizado pelo padre Sérgio, que começou com um número reduzidíssimo de participantes; porém, agora, a presença de novos adeptos vai aumentando mês a mês. A próxima reunião será no dia 30 de novembro, às 9:00 horas. Compareça você também! O ano de 2014, será o ano da Caridade Social e o seu lançamento acontecerá na Assembleia Arquidiocesana da 5ª Semana Social, no dia 14 de dezembro, às 8:00 horas, na Igreja de Santana, no Centro da cidade. Prezado irmão e prezada irmã a messe é grande e os operários são poucos, por isso, estamos esperando e contamos com a sua colaboração. Ingressem numa Pastoral Social ou no nosso Centro Comunitário e transforme a tristeza de alguém em alegria; a sua palavra, o seu trabalho e o seu abraço podem ser a mudança de vida de muita gente. Diácono João Ananias o sistema de monitoramento das pessoas, dos estados e de tudo que ocorre nos bastidores da sociedade está sob os olhares incansáveis da cibernética. Não adianta roer as unhas, somos ainda do terceiro mundo e desde 1950 os olhares bisbilhoteiros nos controlam. Antonio Cerqueira Nota de Falecimento Faleceu no dia 20 de outubro Almir Fernandes, membro da Congregação Mariana e do ECC de nossa paróquia. Que Deus receba mais esse irmão na festa do céu que nunca se acaba e que Nossa Senhora do Sagrado Coração interceda pela paz e bem da família. *Rezemos pelos falecidos de nossa comunidade
  5. 5. NOVEMBRO DE 2013 COM A PALAVRA PÁGINA 05 NOVOS HORIZONTES A COMUNIDADE Comemorar e sempre bom, ainda mais quinhentas publicacões do nosso querido Jornal Novos Horizontes que leva todos os ensinamentos de Jesus Cristo para a comunidade, também as informacões que estão acontecendo em nossa Paróquia e vários anúncios de interesses para os paroquianos. É por isso que eu parabenizo o Jornal que continua sendo sempre uma nota dez. Yan Marques, acólito. Existem missões que são extremamente sublimes nesta vida, a de anunciar o Evangelho é uma delas. Por isso demonstro minha profunda admiração pela forma incansável, com a qual os Novos Horizontes se dedicou e dedica ao objetivo de informar e levar Cristo as pessoas. Não poderia deixar de prestar-lhes as minhas homenagens nesta edição comemorativa.Obrigada pelos 41 anos de existência e que Deus permita muitos outros. Meus Parabéns!!! Creusa Oliveira, Comunidade São Francisco de Assis. Eu e a comunidade São Paulo Apóstolo queremos parabenizar o jornal novos horizontes pelas 500 edições, sempre nos informando tudo o que acontece em nossa paróquia e nos dando vários ensinamentos para nossa caminhada até Cristo. Que Deus ilumine a todos que trabalham na elaboração desse jornal abençoado e que venham muitas edições pela frente um grande abraço. Roseli dos Santos, São Paulo Apóstolo. Ao Jornal Novos Horizontes, nossos parabéns pelas 500 edições publicadas e também pelo ótimo trabalho da equipe que durante todo esse tempo nos trouxe tanta informação referente aos eventos e ao Evangelho. Este é um dos grandes patrimônios de nossa comunidade! Mariana e Antonio - Castro/PR. Agradeço e parabenizo a todos os organizadores e editores ,ou ate mesmo aquele que de uma maneira ou de outra ajudou a levar as informações e fazendo das palavras de Deus ,uma verdadeira evangelização Claudia Pereira, paroquiana. Comunidade São Francisco de Assis celebra seu padroeiro Pertencente a Paróquia Nossa Senhora do Sagrado Coração, comunidade festeja, com bonita celebração, São Francisco de Assis. No mês de outubro, celebramos São Francisco que nos convida a contemplar os outros homens, o mundo e todas as criaturas com o olhar que Deus mesmo coloca sobre uns e outros. Ele nos ensina “a descobrir sua beleza, a admirá-la e a amá-la. A qualidade do “ser fraterno” depende da qualidade do olhar. Não se pode amar o irmão ignorando-o; não será ele amado quando olhado do alto. Francisco soube olhar os leprosos e, para além das chagas purulentas, soube ver os “irmãoscristãos”. Em nossa paróquia, nós temos a querida comunidade de São Francisco de Assis, que a exemplo de seu padroeiro, viive a simplicidade em anunciar o Evangelho, com gestos simples, mas permanentes, se faz presente junto a povo da Chacrinha. Nesta festa, lembramos de modo especial Padre Frank, que homenageou o seu Padroeiro de nome, erguendo para ele um igreja viva. Que esses dois Franciscos olhem por nós. Luiz Antonio
  6. 6. novembro DE 2013 PÁGINA 06 NOVOS HORIZONTES TEMPO PAROQUIAL A PARÓQUIA NOSSA SENHORA DO SAGRADO CORAÇÃO CELEBROU 67 ANOS DE VIDA COM UM INÉDITO NOVENÁRIO. O ANIVERSÁRIO PAROQUIAL FOI COMEMORADO COM EMOÇÃO, FÉ E UNIDADE. CENTENAS DE FIÉIS PARTICIPARAM DOS FESTEJOS. PARABÉNS PARÓQUIA! O que aconteceu? Missa solene de aniversário da paróquia. Com a igreja lotada, fiéis veneraram a imagem de Nossa Senhora do Sagrado Coração. Na mesma data, a nova imagem foi apresentada. O Coral Júlio Chevalier, de nossa paróquia, abrilhantou o novenário. Ele se apresentou nos dias 15 e 19 de outubro. Com músicas tradicionais e especialmente ensaiadas para a festa, o coro, conduzido pelo Maestro Luiz Lima, solenizaram a Santa Missa, com suas vozes. No dia 15, os professores foram responsáveis pela Eucaristia presidida por Padre Germano, mSC. Ao final, eles receberam, pelas mãos do sacerdote, uma bênção. Já no dia 19, a Missa foi celebrada por Pe.Valentim, com bênção aos estudantes. Em seguida, houve procissão das velas. O 8º dia da novena foi encerrado com música ao vivo e barraquinhas.
  7. 7. novembro DE 2013 PÁGINA 07 NOVOS HORIZONTES LEGADO JMJ Povo peregrina pelo estacionamento da Matriz durante procissão das Velas, no dia 19 de outubro. Os militares participaram da Santa Missa do 6º dia da novena, presidida por Padre Jean Aguiar, mSC. Durante a procissão de entrada, os militares comporam uma coroa de flores para a passagem da equipe celebrativa. Advogados, bancários, catequistas e profissionais da saúde também participaram do novenáario Na missa de envio da Jornada Mundial da Juventude, em Copacabana, o Papa Francisco disse aos jovens: “Ide, sem medo, para servir.” Tendo como referencia essas palavras e o próprio lema da Jornada “Ide e fazei discípulos entre todas as nações” (Mt 28,19), a antiga coordenação paroquial da JMJ resolveu propor um trabalho social, para os voluntários da JMJ, em uma das nossas Comunidades. A Comunidade escolhida foi a Santa Rosa de Lima que fica na Rua Capitão Meneses. A ideia é ir uma vez por mês na comunidade para brincar com as crianças, contar histórias, levar um pouco alegria, cultura e, é claro, um pouco de evangelização para elas. Nesse trabalho contamos com a ajuda da Pastoral da Criança que já faz um trabalho local. No último dia 26 de outubro fizemos a nosso primeiro encontro com as crianças: uma festa de dia das crianças. Embora inicialmente os voluntários da JMJ tenham sido convidados, todos que queiram participar são muito bem-vindos. Cristina Machado CAMPANHA DE DOAÇÃO O que acontecerá? Nossa paróquia tem o bonito hábito de nos 1º e 3º domingos de cada mês realizar a doação de alimentos não perecíveis e de leite para filhos de mães soropositivas, respectivamente. Em algumas missas, porém, os fiéis têm esquecido de contribuir e tem faltado, especialmente, leite. Por isso, irmão e irmã, não deixe de praticar esse gesto de amor e solidariedade ao próximo. Faça, mensalmente, sua pequena colaboração que se torna grande com a ajuda de todos. Paz e bem!
  8. 8. novembrO DE 2013 PÁGINA 08 CATECRIANDO NOVOS HORIZONTES Por: Claudia Moreira
  9. 9. novembrO DE 2013 NOVOS HORIZONTES PÁGINA 09 A HISTÓRIA CONTADA POR SEUS INTEGRANTES Após 41 anos de existência e 500 edições publicadas, Diácono Caseira, que coordenou os 25 primeiros anos do jornal, Lygia Maria, que esteve a frente por 18 anos, e Bruno Tortorella, que completará 1 ano, compartilham suas experiências e um pouco da memória dos Novos Horizontes. Com a chegada do novo pároco, padre Gilberto de Roij, nos anos 70, muitas coisas foram reestruturadas. Ele buscou apoio junto à Congregação Mariana, um grupo muito ativo e comprometido com toda a comunidade. Assim, com o estímulo e apoio do nosso novo padre, nasceu os “Novos Horizontes”: um jornal que pretendia formar e informar, circulando para envolver a vida de toda a comunidade paroquial. Primeiro, algumas cópias, máquina de escrever e carbono, mais tarde mimeógrafos manuais à álcool e, depois, no stencil do mimeógrafo à tinta na casa paroquial. Tudo isso com o patrocínio do Sr. Gonçalves, paroquiano assíduo e comerciante. Com o tempo, conseguimos a ajuda do Sr. Pedro, através do Colégio Monnerat, onde lecionei e fui diretor. Sr. Pedro acreditou no projeto e com toda a gentileza nos fazia um preço camarada e ainda trazia o jornal aqui na Praça Seca. Assim permaneceu por muito tempo, com aquele formato composto por quatro folhas ofício, lembram? Em inúmeras edições utilizei o artifício de um pseudônimo para escrever artigos, o “Águia Azul”, alguém se lembra? Bem depois formamos uma equipe, o que propiciou um crescimento e mudança do formato. Estive sempre motivado a não abandonar esta grande missão que nos foi dada. Sempre orientado pelo espírito de unidade tão importante, como testemunho de prova de que Deus nos dá força, e pela inspiração da nossa mãe Maria. VOCÊ SABIA? Às quartas e quintas-feiras a celebração da Santa Missa, em nossa Igreja Matriz, conta com a animação do Ministério de Música paroquial. Mais um incentivo para que você cultive o saudável hábito de participar da Eucaristia diariamente! Venha celebrar conosco, de segunda à sexta, às 19h15. - Você é a Lygia Maria? Pe. Fernando me pediu para convidar você para uma reunião dos Novos Horizontes, no próximo sábado. Assim, no pátio da Matriz, fui chamada pela Rita de Cássia, em 1995, para fazer parte de uma nova equipe que teria como objetivo mudar o tradicional informativo da paróquia que saía mensalmente – desde 1972 - para a nova edição tabloide, com 4 páginas, continuando a cumprir o seu bonito propósito de informar e evangelizar a Comunidade Paroquial da Praça Seca, e sempre no primeiro domingo do mês. Em dezembro de 2012, saí do jornal e, junto a mim, o Diácono Caseira, Rita de Cássia, Paulo Amaro, Sonia Caseira e Ricardo Jorge. Louvado seja Jesus Cristo pelos anos de serviço prestados ao jornal. PATROCÍNIO Quer divulgar o seu produto em nosso jornal Novos Horizontes? Então ligue para a secretaria da igreja: 24525188. Você anuncia e colabora com esta obra de evangelização! Foi com um misto de alegria, medo e responsabilidade que decidi aceitar o convite de coordenar o Jornal Novos Horizontes. Após pouco mais de um ano colaborando com a publicação de matérias, padre Valentim, apoiado pela então coordenadora, Lygia Maria, me fizeram o convite, devido minha iniciação na carreira jornalística. Desde a edição Janeiro 2013, coordeno os NH. Agradeço a Deus pela oportunidade de colaborar para que tantas pessoas possam não só receber ensinamentos à Luz do Evagenlho, como também se manterem informadas do que ocorre em nossa paróquia. São 41 anos, 500 edições, e bendigo ao Senhor por fazer parte dessa história. N.S.Sagrado Coração nos abençoe sempre! SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS Todas as primeiras sextas-feiras de cada mês, nossa paróquia tem uma vasta programação dedicada ao Sagrado Coração de Jesus: Missas- 6h45 e 19h15 Adoração Comunitária: 7h30 às 8h30 e 18h às 19h Adoração Individual: 8h30 às 16h
  10. 10. novembrO DE 2013 NOVOS HORIZONTES PÁGINA 10 DIZIMISTAS ANIVERSARIANTES DE NOVEMBRO •  ANTONIA DOS SANTOS SOUZA •  AURORA DOS SANTOS •  CLAUDIO RAFAEL B. LINHARES •  CREUSA F. DA SILVA SANTOS •  DANIEL M. CALAZANS •  ISAURA A. DE BRITO •  MARIA ANGELA M. CIELLO •  PAULO ROBERTO S. DE ANDRADE •  RITA MARIA DE ABREU AYRES •  ANGNELO M. CALADO •  DEISE CRISTINA R. ALCANTARA •  LUCIA VALENTIM A.VIEIRA •  MARGARETE M. ERVILHA •  MARIA EURIDICE DE SÁ BACCI •  ROGERIO A. DE QUEIROZ •  BETH VALTES •  MARCO AURELIO •  NOEMIA DOS SANTOS CEREIRA •  RONALDO C. PEIXOTO •  AMALIA G. VALENTE •  EDIO A. GONÇALVES •  ELIMAR B. DE MOURA PEGADO •  ELZA G. CAVALCANTI •  JUÇARA C. MARTINS •  LEONARDO B. DE OLIVEIRA •  LUCIANA MOURA •  LUCIANA S. DE MATTOS MOURA •  CECILIA DA SILVA OLIVEIRA •  MARLENE C.DOS SANTOS •  NIZETE B. DE SOUSA MARINHO •  LYA FERNANDES TEIXEIRA •  RUTH RAMOS •  ABILIO C. SOUSA •  BARBARA CHRISTINA COELHO •  DANIELA DE ALMEIDA LIMA •  EDUARDO P. B. DAS NEVES •  GEOVANE B. DE SOUZA •  GILDO JUNIOR •  JOVINO M. DA SILVA •  MORGANA K. DE LIMA GONÇALVES •  LUCIENE DA SILVA •  MARIA GOLFETTO SANTAGUEDA •  NELY F. SALINO •  PATRICIA F. DE ALMEIDA LOPES •  ROSA DAS VIRGENS L. DA SILVA •  ALESSANDRA R. ALVES •  MARIA DA PENHA M. BARBOSA •  ANA MARIA DOS SANTOS SILVA •  ANA MARIA P. BRANDÃO •  MARIA MARISA R. PEREGRINE •  MARIA TEREZA R. RIBEIRO •  NELSON ANTONIO DOS SANTOS •  ZILDA F. DA SILVA •  HERLLA A. CORDEIRO DA SILVA •  ROSANE DE SOUZA OLIVEIRA •  ANA CAROLINA S. MONTEIRO •  BENEDITA C. NOBERTO •  CARMEM JOSE S. MOREIRA •  CATIA P. ARAUJO •  CELIA REGINA DE ABREU AYRES •  CRISALIDA F. DA SILVA •  JACINTA S. DA SILVA •  MARIA CANDIDA C. DO NASCIMENTO •  MARIA DE FATIMA B. PEREIRA •  MARIA DE LOURDES A. FARIA •  DEBORA F. CURATO DAS NEVES •  CARLA DA SILVA SANTOS •  IRACEMA S. FONTES •  MARIA DO CARMO PEREIRA •  CIARA M. LINHARES •  DOUGLAS M. RIBEIRO DOS SANTOS •  EDITH F. DE OLIVEIRA •  FRANCISCO G. BANDEIRA •  MARCUS VINICIUS C. DE LIMA •  MARIA CLARA DA SILVA CASTRO •  MILTON E. CARDOSO •  THEREZA DE ABREU AYRES •  ANTONIO M. LOPES •  CARLOS HENRIQUE DE MOURA GALVES •  ELIZABETE DA SILVA S. GONÇALVES •  MARIA JOSEFINA M. LEMOS •  MARIA ZIZELDA N. LIMA •  MARLENE G. DA CUNHA •  MANOEL KLINGER M. DA CUNHA •  MARIA DAS DORES B. SILVA •  HUMBERTO F. DE ALBUQUERQUE •  PAULO EDUARDO DA SILVA NASCIMENTO •  VERONICA P. B. GOUVEIA •  ADRIANA S. DA SILVA •  ALUISIO F. DO NASCIMENTO •  HEMETERIO S. CAVALCANTE •  MARIA IZABEL DE CARVALHO MENEZES •  MATEUS S. KROPF •  RAYANE ANTONIO •  THEREZINHA DE JESUS DA SILVA ARAUJO •  ALINE S. BASTOS •  CARLOS EDUARDO VIEIRA •  DJAIR QUEIROZ •  FLAVIO T. FELIX •  IRANEIDA DE OLIVEIRA DINIZ •  MARIA MARGARIDA BARBOSA •  WILDA DA SILVA E SOUZA •  ELEONORA VECCHI •  MARIA APARECIDA S. DA SILVA •  MARIA JOSE N. GALVÃO •  MARCELO S. PACHECO •  JOSE CARLOS DE OLIVEIRA MARCONDES •  SUELI FATIMA B. BARBOSA •  CIBELE M. DA SILVA •  LUCAS F. DA SILVA PIMENTA •  REGINA MARIA DA SILVA •  ROSANGELA DA S. SOUZA •  ANA MARIA DE AMORIM LAGE •  ELIETE DA COSTA TUROLA •  JOAQUIM M. DE OLIVEIRA •  LOURDES B. SIMOES •  MARIA AVANY ARAGÃO •  ANA ELISA B. DOS SANTOS •  MANOEL JOSE S. DOS SANTOS •  ANDRE DE SOUZA FRANCISCO •  ANITA G. LOBO •  CESAR LUIZ DA COSTA •  JOÃO LUIZ B. TURETTA •  SILVIO M. ARAES •  WALDA M. LEITE DA SILVA •  CLAUDIO A. SCHNIDT •  EDSON DE ABREU MARCIANO •  LILIOSA BARBOSA LIMA •  ALCIONY T. DA SILVA DANTAS •  CLAUDIA MARCIA DOS SANTOS LIMA •  MICHELE C. POLITANO •  PAULO CESAR L. GONÇALVES •  ERCULANA DE SOUZA CANUTO •  MARIA SANTANA N. DE KIMA •  MARILENE M. DE ANDRADE COSTA •  NILSON CARLOS DA SILVA PEIXOTO •  ANA PAULA B. COELHO •  GABRIELA DOS SANTOS DE MORAIS •  LOURDES ARAUJO •  SANDRA M. RODRIGUES •  SONIA REGINA DA SILVA LIMA •  VILMA ALVES PEIXOTO JOLO Oração do Dizimista Recebei, Senhor, a minha oferta Não é uma esmola, porque não sois mendigo! Não é um auxílio, porque não precisais dele! Também não é o que sobra, que vos ofereço. Esta oferta representa minha gratidão! Pois o que tenho eu o recebi de vós. Amém. “Contribuindo com o dízimo, estamos permitindo que o Corpo de Cristo seja cada vez participado.” (1Cor 12)
  11. 11. novembrO DE 2013 PÁGINA 11 DICA CULTURAL Vinícius - 100 Anos NOVOS HORIZONTES Celulares do Rio recebem nono dígito Vinícius de Moraes completaria em 2013 um século de vida. Para marcar essa data especial, o Teatro SESI Centro apresenta a exposição Vinícius – 100 anos, uma coletânea, de cerca de 200 itens, de obras e curiosidades sobre um dos maiores artistas brasileiros de todos os tempos. Fotos de várias fases da vida do poetinha, nascido no Rio de Janeiro, vão estar presentes na mostra, além de poesias, frases, figurinos desenhados por ele e informações curiosas, como diplomas que mostram o êxito alcançado em diversas disciplinas escolares. Um texto em que Vinícius se descreve, em formato de auto-retrato, também estará exposto. De 15/10 a 7/12. De segunda a sexta das 10h às 20h, sábados, das 16h às 20h Local: Teatro Sesi - Avenida Graça Aranha, 1, Centro Outras informações: Entrada franca. Mais informações com o Teatro Sesi: (21) 2563-2506 / cultura.arte@firjan.org.br Fonte: Secretaria Municipal de Cultura COMUNIDADE GANHA NOVA IMAGEM DE NOSSA SENHORA DO SAGRADO CORAÇÃO O s números dos telefones celulares estão recebendo mais um dígito para atender à crescente demanda pelo serviço móvel no Brasil. A decisão foi aprovada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). O número 9 será acrescentado à frente dos números atuais e apenas usuários de telefonia móvel (celulares) terão de realizar as alterações. Os telefones fixos continuarão com 8 dígitos. As pessoas que quiserem ligar de qualquer telefone - seja fixo ou móvel – para celular terão de acrescentar o 9, antes do número antigo, para que a ligação seja completada. Até o fim de 2016, todo o país terá implementado mais um dígito. O Estado do Rio de Janeiro (21, 22 e 24) teve o acréscimo do número de dígitos, no último dia 27 de outubro. Durante os dez primeiros dias, isto é, até 5 de novembro, as ligações com oito dígitos serão completadas normalmente pelas operadoras. Após essa data, a ligação será interceptada por uma mensagem pedindo que o usuário refaça a chamada da maneira correta. A partir de 4 de fevereiro, quem não colocar o 9 antes do número discado, não conseguirá concluir a chamada. Fique atento! No dia 20 de outubro, durante a missa solene de aniversário de 67 anos de nossa paróquia, a comunidade foi presenteada com a bela imagem de Nossa Senhora do Sagrado Coração, em estilo barroco. Confeccionada pelo artista pernambucano, Eduardo Cavalcante, a imagem tem mais de 1,5 metro de altura e foi adquirida com doação dos fiéis. Fonte: Anatel
  12. 12. novembrO DE 2013 Crônica do Mês Só parece ser N a vida, as coisas nunca são como parecem. Mas, ser e parecer caminham de forma paralela e é só termos cuidado para não confundirmos o que parece ser com o que é real. Fazendo uma análise, percebemos que essa história vai até muito além. Podemos citar os gêmeos que, embora parecidos, são completamente diferentes. Sabemos também que as árvores, mesmo sendo da mesma espécie, nunca dão frutos iguais. Assim, como o mesmo sal, tomate e cebola fazem temperos diferentes, em mãos diferentes, a vida de uma pessoa nunca é igual a da outra. O amor de um filho nunca é igual ao amor do pai, que é capaz de dar, sem questionar, o seu coração para manter vivo seu filho. Mas, ambos se amam. Mas, na realidade, o que mais me intriga são as coisas naturais. O frio pode não estar no inver- NOVOS HORIZONTES PÁGINA 12 NOSSO JORNAL GUARDA A MEMÓRIA DA PARÓQUIA no, como o calor pode não estar mais no verão; frutos nascem fora de época, folhas caem em plena primavera, enquanto flores nascem no outono. Logo, o que parece ser não é. Conforme o dia vai amanhecendo mais cedo no verão, as noites demoram a chegar e ficam mais curtas. Poderíamos curtir nesta época o nascer do sol com tranquilidade, se não fosse o horário de verão criado pelo homem; daí, parece que você está saindo de casa às sete horas, quando, na realidade, está saindo às seis. Até fevereiro, aos domingos, as missas das 18h15 vão começar com um belo e quente sol da tarde. Mas, diferente mesmo está sendo a 500ª edição do JORNAL NOVOS HORIZONTES. Com certeza a essência é a mesma, cumprindo com fidelidade a sua missão de informar e evangelizar. Sérgio de Queiroz Em 1995 fui chamada a fazer parte Nas páginas, os acontecimentos mais sigda equipe dos Novos Horizontes nificativos de nossa comunidade paroquial Éramos seis para o novo momento: iam sendo registrados, mês a mês, com faPe. Fernando, Diácono Caseira, editor tos e fotos, como a Bênção do Papa João responsável pelos 25 primeiros anos Paulo II pelo Jubileu de Ouro da Paróquia, dos Novos Horizontes; Rita de Cássia, as missas e os festejos do Cinquentenário, da Comunicação; Fernanda Caseira, a compra do terreno da Matriz (fruto da da Liturgia e Sonia Maços Caseira, dos intercessão de Nossa Senhora do Sagrado Leigos mSC, única jornalista do grupo, e Coração), a visita de Zilda Arns à nossa eu, da Catequese e do Batismo. Do nosso Pastoral da Criança e muitos outros. dirigente espiritual recebemos uma boa Em 2008, a equipe do jornal preparou dica: sair do espaço da comunidade e a inauguração do Centro de Memória Pe. olhar também a realidade do mundo. Jerônimo Vermin, mSC, que mostra a Os primeiros números foram editados história de nossa Paróquia, através de seu numa gráfica, em Teresópolis, mas logo acervo. Lá estão guardados e encadernacomeçamos uma parceria com o Jornal dos todos os números do jornal. Testemunho de Fé que era editado na Em dezembro de 2012, saí do jornal e, junParóquia Nossa Senhora do Amparo e to a mim, o Caseira, Rita de Cássia, Paulo de Santa Maria Goretti, em Cascadura. Amaro, Sonia Caseira e Ricardo Jorge. Fernanda e eu recebiamos os artigos e lá íamos nós para uma tarde de diagramação. Pe. Carpinteiro e o diagramador Alex traziam os Novos Horizontes, na véspera do dia da entrega, e os deixavam na Casa Paroquial. Com o passar dos anos, ficamos independentes na diagramação e nosso jornal foi, aos poucos, se Louvado seja Jesus Cristo pelos anos de serviço prestados ao jornal. Assumiu a coordenação o jovem estudante de jornalismo, Bruno modificando. Tortorella que tem a mesma idade dos Novos Horizontes, em sua edição tabloide, já que os dois nasceram em 1995. É a vida em seu eterno fluir renovador. Que Deus continue derramando muitas bênçãos em toda a equipe, em seu trabalho de anunciar a Boa Nova, de manter viva a esperança cristã e de registrar a rica história da Comunidade Paroquial da Praça Seca. Lygia Maria

×