Maré Alta - Janeiro

470 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
470
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
75
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Maré Alta - Janeiro

  1. 1. Igreja, Família!“Ser Igreja, ser Família!” Nº4 Nº3 Dezembro Janeiro 20 ºANO 2011 2010 Festa da Família DE 9 A 16 DE JANEIRO“Todos os homens são chamados a fazer parte do Povode Deus” (LG 13), “para que, em Cristo, os homens cons- Festa DE NATAL CEIAS da Famíliatituam uma só família e um único povo de Deus” (AG 1). Bênção de grávidas e de Bebés na Eucaristia das 9h30, do dia 9 de Janei- ro. Eucaristia da Festa da Família no dia 16 de Janeiro, com os casais convida- dos. Oração da Família para a semana de 9 a 16 de Janeiro (em destacável no interior). Contém uma igreja para recortar, colo- car o nome dos elementos da Família e entregar na Eucaris- tia do dia 16 de Janeiro. Porque todos formamos a Igreja, a nossa Família é uma célula da Comunidade Cristã!Que neste tempo as famílias do Bunheiro, em união e interligação deumas com outras, se reconheçam como Família de Deus – a Igreja.
  2. 2. Para reflexão -4- Ser Igreja é Ser-se Família Ceias de Natal A Igreja não é outra coisa senão a "Família de Deus". Desde suas origens, O Espírito Santo, sob a forma de espírito natalício, passou uma vez mais pela o núcleo da Igreja era em geral constituído por aqueles que "com toda a casa"ceia de Natal. A alegria e a entreajuda que se fez sentir durante a preparação da se tornavam cristãos. Quando eles se convertiam, desejavam também que "toda a sua casa" fosse salva.refeição foram um bonito testemunho de fé. Enquanto adultos descascavam alhos O casal cristão é chamado a ser estrutura sustentadora de uma famíliae batatas, os mais pequeninos e alguns adolescentes pintavam um menino que se capaz de encontrar relações novas, não ditadas pela carne e o sangue, masquer visitado e recortavam estrelas sedentas de mostrarem o seu brilho. pela vida nova que Cristo confere pelo Baptismo. Isto reduz o egoísmo, e faz Registamos apenas tristeza por alguns jovens que, ano após ano, teimam em com que cresça a caridade, dom do Espírito e se realize a Igreja doméstica.não conhecer a plenitude deste Menino de Amor. O Concílio Vaticano II chama a família de Igreja Doméstica porque é no seio da família que os pais são para os filhos, pela palavra e pelo exemplo, os Carla Cruz – Zona 1 primeiros mestres da fé. "É na família que se exerce de modo privilegiado o A Ceia de Natal na zona 2 decorreu com muita animação e teve uma boa orga- sacerdócio baptismal do pai de família, da mãe, dos filhos, de todos os mem-nização. Muitas famílias juntaram-se e formaram uma só família, unidas no mesmo bros da família, na recepção dos sacramentos, na oração e acção de graças,ideal que é Cristo. Passámos um tempo da nossa noite em oração e convívio fra- no testemunho de uma vida santa, na abnegação e na caridade activa" (LG 10). O lar é assim a primeira escola de vida cristã e, "uma escola de enrique-terno. Decorreu com muito agrado e cantaram-se os parabéns a dois aniversarian- cimento humano" (GS 52). É aí que se aprende a fadiga e a alegria do traba-tes presentes, havendo direito a brinde e partilha de um delicioso bolo de anos. lho, o amor fraterno, o perdão generoso e mesmo reiterado, e sobretudo oGostei muito de participar! culto divino pela oração e oferenda de sua vida". Zona 2 É de louvar as pessoas que se disponibilizaram a sair de suas casas com o frio NOTÍCIASque fazia para se reunirem com o propósito de celebrarem o santo nascimento de - Página da Paróquia na InternetJesus. No entanto é triste que a aderência seja pouca e que haja poucas caras Pode visitar a página da Paróquia do Bunheiro emnovas, apesar dos apelos que se fazem. Mas com a fé que todos temos em Jesus www.paroquiabunheiro.blogspot.com. Com conteúdos interessan-passou-se um bom bocado de noite porque todos juntos somos Igreja. tes, motivos de reflexão e os avisos semanais à distância de um clic. Ângela Fernandes – Zona 3 - Formação Bíblica Mais uma vez viveu-se o Espírito natalício na Ceia de Natal da zona 6, onde o Está agendada para Janeiro e Fevereiro umafrio e a chuva estiveram presentes, mas apesar da adversidade, a nossa vontade de formação Bíblica ministrada pelo Pe. Franklin,estarmos juntos em comunidade não esmoreceu. É de lamentar a pouca adesão na comunidade do Bunheiro. O mote da forma- ção é uma Introdução Geral à Bíblia. Este cur-por parte das pessoas nesta acção, mas apesar disso, é de ressalvar a alegria, a so decorrerá às 3ª e 6ª feiras durante 12 sessões,partilha e o sentimento de comunidade que se fez sentir nessa noite especial, des- com início agendado para o dia 11 de Janeiro,de o preparar do bacalhau ao arrumar as coisas no final. Foi uma noite diferente, pelas 21h. Para participar é necessário inscre-onde todas as pessoas sentiram que são Comunidade – Igreja. ver-se junto dos elementos da equipa de animação, para que se Sara Silva – Zona 6 possa disponibilizar o material necessário à formação.
  3. 3. Oração da FamíliaSenhor Deus, nosso Pai,Teu Filho nasceu e cresceuno seio de uma família como as outras.Assim, ao longo de uma vida simples,Ele aprendeu, pouco a poucode Maria e José a tornar-Se adultoe a descobrir a sua missão.Por isso, Senhor, nosso Pai,nós Te pedimos que as famílias do Bunheirocresçam, sejam fortes, estáveis e vivam em harmo-nia umas com as outras,como Família de Deus.Que cada família viva o amor,pela graça do sacramento do baptismo,seja sempre mais forte do que todas as fraquezas,mais forte do que todas as crises,que, por vezes, encontramos nos nossos lares.Pai, tu que és todo Ternura,concede às famílias feridas pela doença,o luto, a divisão ou a ruptura,a coragem de continuarem a crescere a esperar em Ti,sem nunca perderem a confiança.Que cada família acolha o Teu Espíritoe, construa dia após dia, a união da Igreja.

×