AGRICULTURA
BIOLÓGICA
O MOVIMENTO SLOW E A AGRICULTURA
BIOLÓGICA
MEGATRENDS
John Naisbitt, 1982
ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS
GLOBALIZAÇÃO
GLOBALIZAÇÃO
GLOBALIZAÇÃO
GLOBALIZAÇÃO E
DIGITALIZAÇÃO
SOCIEDADE DIGITAL
URBANIZAÇÃO
URBANIZAÇÃO E
ENERGIA
GLOBALIZAÇÃO E
ENERGIA (TRANSPORTE)
GLOBALIZAÇÃO E
ENERGIA
MICRO-TRENDS
•  Agricultura vertical
•  Imitação biológica
SOCIEDADE DAS
EXPERIÊNCIAS
• Economia agrária
• Economia industrial
• Economia de serviços
• Economia de experiências
ECONOMIA DE
EXPERIÊNCIAS
As pessoas estarão disponíveis
para gastar uma fracção
significativa do seu rendimento
em experiê...
FAST
•  Velocidade
•  Viagem
•  Mobilidade
•  Desporto
•  Aventura
FAST-FOOD
SLOW
Alimentação
•  Slow
•  Local
•  Saudável
•  Contacto com a antureza
Carlo Petrini,
Bra, Itália,
1986
SLOW
•  Devagar
•  Natureza
•  Calma
•  Quietude
•  Silêncio
•  Reflexão
URGENTE VS
IMPORTANTE
EXPERIÊNCIA
A experiência não é apenas
provar,
implica um juízo,
implica a inteligência do
sentido das coisas
(busca de se...
REALIDADE
Considerando que a cauda é
uma pata, quantas patas tem
um cão?
Tem quatro, dado que o facto
de considerarmos que...
ORGANIC FARMING
is a form of agriculture that relies on techniques such as
crop rotation, green manure, compost, and biolo...
ORGANIC FARMING
ORGANIC FARMING IN
THE EU
ORGANIC FARMING IN
THE EU
ORGANIC FARMING IN
THE EU
AGRICULTURA BIOLÓGICA EM
PORTUGAL
REPARTIÇÃO DE ÁREA EM
AGRICULTURA BIOLÓGICA (2010)
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O movimento slow e a Agricultura Biológica

445 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
445
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O movimento slow e a Agricultura Biológica

  1. 1. AGRICULTURA BIOLÓGICA O MOVIMENTO SLOW E A AGRICULTURA BIOLÓGICA
  2. 2. MEGATRENDS John Naisbitt, 1982
  3. 3. ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS
  4. 4. GLOBALIZAÇÃO
  5. 5. GLOBALIZAÇÃO
  6. 6. GLOBALIZAÇÃO
  7. 7. GLOBALIZAÇÃO E DIGITALIZAÇÃO
  8. 8. SOCIEDADE DIGITAL
  9. 9. URBANIZAÇÃO
  10. 10. URBANIZAÇÃO E ENERGIA
  11. 11. GLOBALIZAÇÃO E ENERGIA (TRANSPORTE)
  12. 12. GLOBALIZAÇÃO E ENERGIA
  13. 13. MICRO-TRENDS •  Agricultura vertical •  Imitação biológica
  14. 14. SOCIEDADE DAS EXPERIÊNCIAS • Economia agrária • Economia industrial • Economia de serviços • Economia de experiências
  15. 15. ECONOMIA DE EXPERIÊNCIAS As pessoas estarão disponíveis para gastar uma fracção significativa do seu rendimento em experiências entusiasmantes Alvin Tofler, Choque do futuro, 1972
  16. 16. FAST •  Velocidade •  Viagem •  Mobilidade •  Desporto •  Aventura
  17. 17. FAST-FOOD
  18. 18. SLOW Alimentação •  Slow •  Local •  Saudável •  Contacto com a antureza Carlo Petrini, Bra, Itália, 1986
  19. 19. SLOW •  Devagar •  Natureza •  Calma •  Quietude •  Silêncio •  Reflexão
  20. 20. URGENTE VS IMPORTANTE
  21. 21. EXPERIÊNCIA A experiência não é apenas provar, implica um juízo, implica a inteligência do sentido das coisas (busca de sentido)
  22. 22. REALIDADE Considerando que a cauda é uma pata, quantas patas tem um cão? Tem quatro, dado que o facto de considerarmos que a cauda é uma pata não transforma a cauda em pata. Abraham Lincoln
  23. 23. ORGANIC FARMING is a form of agriculture that relies on techniques such as crop rotation, green manure, compost, and biological pest control. Depending on whose definition is used, organic farming uses fertilizers and pesticides (which include herbicides, insecticides and fungicides) if they are considered natural (such as bone meal from animals or pyrethrin from flowers), but it excludes or strictly limits the use of various methods (including synthetic petrochemical fertilizers and pesticides; plant growth regulators such as hormones; antibiotic use in livestock; genetically modified organisms;[1] human sewage sludge; and nanomaterials. [2]) for reasons including sustainability, openness, independence, health, and safety.
  24. 24. ORGANIC FARMING
  25. 25. ORGANIC FARMING IN THE EU
  26. 26. ORGANIC FARMING IN THE EU
  27. 27. ORGANIC FARMING IN THE EU
  28. 28. AGRICULTURA BIOLÓGICA EM PORTUGAL
  29. 29. REPARTIÇÃO DE ÁREA EM AGRICULTURA BIOLÓGICA (2010)

×