Psicologia Do Desenvolvimento Slides

272 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
272
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Psicologia Do Desenvolvimento Slides

  1. 2. <ul><li>Nem sempre a velhice é encarada de forma positiva na sociedade contemporânea. Existe um preconceito generalizado aos idosos. O idoso é visto como um como um “inútil”. A velhice é, na nossa sociedade, uma fase em que o idoso deixa de evoluir e de produzir, consideramos que perderam as suas capacidades cognitivas e emocionais, o que torna os idosos dependentes de uma sociedade que os marginaliza, que não dá valor às suas experiências de vida e que os institucionaliza em lares para idosos. </li></ul>
  2. 3. <ul><li>A visão da velhice é completamente preconceituosa até porque sendo uma visão generalizada não contempla o individuo particularmente. A velhice não é sentida por todos da mesma forma, nem atinge todos da mesma maneira, uns sentem-se velhos mais cedo do que outros independentemente da idade que têm. Este período da vida pode ser propício a que algumas capacidades entrem em regressão, mas existem muitas outras que se podem adquirir e desenvolver. Por exemplo, na aprendizagem. Desde que o conteúdo da aprendizagem seja significante para o indivíduo, o significado é rapidamente assimilado e compreendido. </li></ul>
  3. 4. <ul><ul><li>sociedade não deve aceitar a visão do senso comum face á velhice, é certo que esta última etapa de vida, traz transformações e alterações umas para melhor, e outras para pior…mas, desde que nascemos que estamos em constante desenvolvimento e a modificar-nos, são ciclos de atravessamos e que devem ser respeitados da melhor forma. </li></ul></ul>
  4. 5. <ul><ul><li>A sociedade deve promover recorrendo ás instituições próprias, uma forma de viver condigna, atribuindo-lhes novas funções sociais, tendo sempre em conta as suas limitações. Permitir que se adaptem a esta nova condição de vida. </li></ul></ul>
  5. 6. <ul><li>É fundamental o apoio das instituições, com o objectivo de garantir a segurança económica, de disponibilizar meios físicos que apoiem estes grupos, quer a nível de alimentação, de higiene, apoio psicológico, e boas condições físicas. . </li></ul>

×