Tecido conjuntivo e ósseo 2o b

2.035 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.035
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
125
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
59
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tecido conjuntivo e ósseo 2o b

  1. 1. TECIDO CONJUNTIVO
  2. 2. MORFOLOGIA DO TECIDO CONJUNTIVO
  3. 3. TECIDO CONJUNTIVOFISIOLOGIA Têm diversas funções: Preencher, estabelecer conexão entre os diversos tipos de tecidos ou órgãos; Sustentar (osso e cartilagem); Transportar substâncias (sangue); Auxiliar na defesa (glóbulos brancos).
  4. 4. CONSTITUIÇÃO É formado por diversas células: Fibroblastos; Macrófago; Mastócito; Plasmócito; Células adiposas; Fibras; Substância fundamental amorfa.
  5. 5. FIBROBLASTOS Célula ativa; Célula mais comum; São grandes; Função: Sintetizar as fibras do tecido conjuntivo e as glicoproteínas da matriz;
  6. 6. MACRÓFAGO Células de defesa; Responsável pela fagocitose e pinocitose; Possui inúmeros lisossomos;
  7. 7. MASTÓCITO Células grandes; Repleta de grânulos; Função: produzir e armazenar mediadores químicos do processo inflamatório.
  8. 8. PLASMÓCITO Poucas numerosas, porém numerosas em locais onde há penetração de bactérias (intestino e pele); Rica em RER; Função: sintetizar e secretar anticorpos e imunoglobinas;
  9. 9. CÉLULAS ADIPOSAS Função: armazenar energia sob forma de lipídeo, proteger e de amortecer;
  10. 10. FIBRAS DO TECIDO As fibras colágenas são as mais freqüentes no tecido conjuntivo e em muitos casos aparecem agrupadas formando um feixe. Estas fibras são constituídas pela proteína colágeno, que é a proteína mais abundante no corpo humano, chegando em torno de 30%. Dão resistência; As fibras reticulares são formadas por colágeno tipo III e por glicídios. Formam o arcabouço dos órgãos hematopoiéticos e também as redes em torno das células musculares e das células epiteliais de muitos órgãos, como, por exemplo, do fígado e dos rins.Ligam os tecidos aos outros; As fibras elásticas são mais finas que as fibras colágenas. Ligam-se umas as outras formando uma malha, a qual cede facilmente às trações mínimas, porém retomam sua forma inicial logo que cessam as forças deformantes. Seu componente principal é a elastina, uma proteína estrutural mais resistente que o colágeno.Dão elasticidade.
  11. 11. SUBSTÂNCIA FUNDAMENTAL AMORFA É constituída principalmente por água, polissacarídeos, proteínas, e glicoproteínas.
  12. 12. TIPOS DE TECIDOS CONJUNTIVOSTecido conjuntivo frouxo É encontrado na pele, nas mucosas, nas glândulas e em torno dos vasos sangüíneos e linfáticos, formando a fascia e a tela subcutânea. É um tecido delicado, flexível e pouco resistente à tração; Não há predominância de nenhum dos constituintes;
  13. 13. TECIDO CONJUNTIVO DENSO Predominância de fibra colágena e pouca substância fundamental amorfa; Tecido Conjuntivo Denso não modelado (fibroso): é encontrado formando as cápsulas que envolvem o fígado, o baço, o osso, a cartilagem e a parte profunda da pele (dando forma as partes do corpo). Fibras colágenas entrelaçadas; Tecido Conjuntivo Denso modelado (tendinoso): ele forma os tendões (ligação dos músculos aos ossos) e os ligamentos (ligam os ossos entre si). Fibras colágenas em feixes. Resistente porém com pouca elasticidade.
  14. 14. TECIDO CONJUNTIVO RETICULAR Tecido muito delicado e forma uma rede para sustentar as células; Abundante em Células reticulares (fibroblastos) e fibras reticulares; Encontra-se nos órgãos que formam as células do sangue (medula óssea).
  15. 15. TECIDO CONJUNTIVO ADIPOSO Abundância em células adiposas (adipócitos); Se divide em: TC Adiposo unilocular e TC Adiposo multilocular; Função: de isolante térmico, de proteção dos órgãos contra choques mecânicos e de reserva energética; Encontra-se:pele do abdomen; nádegas, axilas, coxas e nas mamas
  16. 16. TECIDO CONJUNTIVO CARTILAGINOSO Bem resistente; Dá sustentação e reveste superfícies articulares facilitando os movimentos e é fundamental para o crescimento dos ossos longos; É encontrada no nariz, nos anéis da traquéia e dos brônquios, na orelha externa (pavilhão auditivo), na epiglote e em algumas partes da laringe; Condrosblastos, células que produzem as fibras colágenas e substancia fundamental amorfa.Quando diminui a atividade se tornam condrócitos.
  17. 17. TECIDO ÓSSEO
  18. 18. FISIOLOGIA O tecido ósseo é altamente rígido e resistente e suas funções estão relacionadas à sustentação e proteção de órgãos vitais do organismo. Proporciona apoio aos músculos esqueléticos, traduzindo suas contrações em movimentos, além de ser um depósito de cálcio, fosfato e mais alguns íons, liberando-os no organismo de forma controlada.
  19. 19. TECIDO ÓSSEO
  20. 20.  Este tecido é formado por células e material extracelular calcificado, chamado de matriz óssea. A nutrição de uma das células formadoras do tecido ósseo (osteócitos) depende dos canalículos presentes na matriz, que possibilitam as trocas de íons e moléculas entre os capilares e estas células ósseas. Os ossos são recobertos na sua face interna (endósteo) e externa (periósteo) por uma camada de tecido que possui células osteogênicas.
  21. 21. MATRIZ OSSEA
  22. 22. AS CÉLULAS QUE COMPÕE O TECIDOÓSSEO SÃO: Osteócitos Ficam localizados em cavidades na matriz óssea, chamadas de lacunas, sendo que cada uma abriga apenas um osteócito. Por entre os canalículos estas células se comunicam e trocam moléculas e íons pelas junções gap (junções celulares). Possuem um formato achatado, semelhantes a amêndoas, possuem certa quantidade de retículo endoplasmático rugoso, complexo de Golgi pequeno e núcleo com cromatina condensada. São células de extrema importância na manutenção da matriz óssea.
  23. 23. OSTEÓCITOS
  24. 24.  Osteoblasto Estas células produzem a parte orgânica da matriz óssea. Possuem a capacidade de armazenar fosfato de cálcio,participando na mineralização da matriz. Encontram-se dispostas lado a lado na superfície óssea e, quando estão em alta atividade de síntese apresentam formato cuboide, com citoplasma basófilo; quando em estado de pouca atividade, tornam-se achatados e o citoplasma se torna menos basófilo. Quando esta célula passa a ficar aprisionada na matriz óssea, torna-se um osteócito.
  25. 25. OSTEOBLASTOS
  26. 26.  Osteoclasto São células gigantes, móveis, muito ramificadas, contendo inúmeros núcleos, com citoplasma granuloso, certas vezes com vacúolos, pouco basófilos nas células jovens e acidófilos nas células mais velhas. As lacunas cavadas na matriz óssea, pelos osteoclastos, recebem o nome de lacunas de Howship. Os osteoclastos apresentam prolongamentos vilosos, ao redor desta área de prolongamento existe uma zona citoplasmática, chamada zona clara que é pobre em organelas, porém rica em filamentos de actina. Esta zona é um local de adesão do Osteoclasto com a matriz óssea e cria um ambiente fechado, onde ocorre a
  27. 27. OSTEOCLASTO
  28. 28. O TECIDO ÓSSEO DIVIDE-SE EM DOIS TIPOS: Osso compacto Não possui espaço medular, mas possui canais que abrigam nervos e vasos sanguíneos, conhecidos como canais de Volkmann e canais de Havers. Presente, quase que na totalidade da diáfise de ossos longos, na periferia de ossos curtos, nos ossos chatos formando duas camadas que recebem o nome de tábuas interna e externa.
  29. 29. TECIDO ÓSSEO COMPACTO
  30. 30.  Osso esponjoso Apresenta amplos espaços medulares, formados por diversas trabéculas, conferindo ao osso, um aspecto poroso, abrigando a medula óssea. É encontrado na parte mais profunda da diáfise de ossos longos, no centro de ossos curtos e separando as tábuas interna e externa dos ossos chatos.
  31. 31. TECIDO ÓSSEO ESPONJOSO
  32. 32. EXISTE OUTRA CLASSIFICAÇÃO DOS OSSOS: Tecido ósseo primário ou imaturo É o primeiro tecido ósseo que aparece no osso, sendo substituído aos poucos por tecido ósseo lamelar. Em adultos, persiste apenas perto das suturas dos ósseos do crânio, nos alvéolos dentários e em algumas regiões de inserção dos tendões.
  33. 33. TECIDO ÓSSEO PRIMÁRIO OU IMATURO
  34. 34.  Tecido ósseo secundário ou lamelar Geralmente é encontrado nos adultos, sendo que sua característica principal reside no fato de possui fibras colágenas organizadas em lamelas, paralelas, ou dispostas de forma concêntrica ao redor dos canais e vasos, dando origem aos sistemas de Havers.
  35. 35. TECIDO ÓSSEO SECUNDÁRIO OU LAMELAR
  36. 36. ONDE É ENCONTRADO ? O sistema ou tecido ósseo é um tecido conjuntivo bem rígido, encontrado nos ossos do esqueleto das vertebradas, onde ele é o tecido mais abundante. Suas funções principais são: sustentar o corpo; permitir a realização de movimentos; proteger certos órgãos e realizar a produção de elementos celulares do sangue, além de ser calcificado.
  37. 37. INTEGRANTES Matheus 10,0 Mateus 10,0 Gustavo 8,0 Vitinho 8,0 Antônio 8,0

×