Os reptéis 1o b

1.303 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.303
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
173
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Os reptéis 1o b

  1. 1. OS REPTÉIS INVERTEBRADOS TERRESTRES
  2. 2. OS RÉPTEIS <ul><li>Os répteis (latim científico: Reptilia) constituem uma classe de animais vertebrados tetrápodes e ectotérmicos, ou seja, não possuem temperatura corporal constante. São todos amniotas (animais cujos embriões são rodeados por uma membrana amniótica), esta característica permitiu que os répteis ficassem independentes da água para reprodução. Os répteis atuais são representados por quatro ordens: </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Ordem Crocodilia - crocodilos, gaviais e jacarés: 23 espécies </li></ul><ul><li>Ordem Rhynchocephalia - tuataras (da Nova Zelândia): 2 espécies </li></ul><ul><li>Ordem Squamata - lagartos (como o camaleão) e serpentes: aproximadamente 7.600 espécies </li></ul><ul><li>Ordem Testudinata - (tartarugas, jabutis e cágados): aproximadamente 300 espécies </li></ul>
  4. 4. Os répteis estão entre os mais antigos grupos de animais terrestres do mundo. Os primeiros répteis, como são conhecidos hoje em dia, evoluíram dos anfíbios há 250 ou 300 milhões de anos atrás e proliferaram com rapidez até se transformarem numa criatura terrestre. e.
  5. 5. <ul><li>Os répteis que conhecemos hoje em dia representam um pequeno exemplo daquelas primeiras criaturas, a maioria evoluiu rapidamente em outras direções. Registros de fósseis mostram que os dinossauros e seus parentes, por exemplo, foram descendentes dos primeiros répteis, e não ao contrário. Com o tempo, vários grupos de répteis se diversificaram. Nos registros comparativos de fósseis, </li></ul><ul><li>aparecem répteis parecidos aos mamíferos. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>O termo invertebrados corresponde aos filos Porifera, Cnidaria, Ctenophora, Platyhelminthes, Nemertea, Gnasthostomulida, Rotifera, Annelida, Pogonophora, Sipuncula, Echiura, Priapulida, Pentastomida, Onycophora, Tardigrada, Arthropoda e a dois subfilos do filo dos Cordados: o Subfilo dos Urocordados e o Subfilo dos Cefalocordados. O termo invertebrados não é totalmente correto cientificamente, mas significa todos aqueles seres que não pertencem ao Subfilo dos Vertebrados, ou seja, são seres dotados de notocordio, tubo neural com posição dorsal em relação ao tubo digestivo, e fossetas branquiais ao nível da faringe. A diferença está que nos Vertebrados, o notocordio é </li></ul><ul><li>substituído ou enquadrado numa estrutura denominada coluna vertebral, daí o nome Vertebrados. A Evolução dos Invertebrados </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Sobre a origem dos animais foram estabelecidas duas teorias. </li></ul><ul><li>Uma sugere que os seres pluricelulares se formaram a partir dos seres unicelulares reunidos em colónias, tendo surgido, nessa colónia, células especializadas para realizar diferentes funções, momento em que ocorreu a passagem de unicelular a pluricelular. </li></ul>
  8. 8. Diferenças entre crocodilo e jacaré <ul><li>Para estabelecer a diferença entre um verdadeiro crocodilo e os diversos tipos de jacarés, é preciso olhar de perto, de modo que muita gente prefere ficar sem saber. Na verdade, a não ser pelo tamanho, a diferença não é muita. Possuem 30 ou 40 dentes. </li></ul>
  9. 9. Filhotes <ul><li>É na areia que as fêmeas na maioria das espécies põem seus ovos, que são mais ou menos do tamanho de ovos de gansa e são chocados pelo calor do sol. Depois de 7 a 8 </li></ul><ul><li>semanas, nascem os filhotes com 20 a 25 cm, que passam a se desenvolver rapidamente. Tempos depois, o crescimento passa num ritmo mais lento. </li></ul>

×