Enterobíase ou oxiurose
                            Transmissão: Pela ingestão
                            de ovos do verm...
Oxiurose

Quadro clínico: coceira anal, mas pode haver náuseas, vômitos, dores
abdominais, diarréia e irritabilidade..

 P...
Transmissão: Depende da presença de
                                  portador humano, eliminando ovos do

Esquistossomose...
Esquistossomose
Quadro clínico: Pode não haver nenhum sintoma. Em casos crônicos fadiga, dor
abdominal e diarréia. Agravan...
Febre tifóide
                                  Transmissão: pode
                             acontecer de forma direta o...
Febre tifóide

Quadro clinico: febre alta, podendo levar à morte.

 Profilaxia


                                         ...
Transmissão: A giárdia é
                            transmitida por contágio direto,
Giardíase                    através...
Giardíase
Quadro clinico: diarréias



 Profilaxia




   Cuidados de higiene com    Tratamento de
   a água, alimentos e ...
5a série   a importância da água potável - parte 2
5a série   a importância da água potável - parte 2
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

5a série a importância da água potável - parte 2

2.633 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.633
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
36
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
36
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

5a série a importância da água potável - parte 2

  1. 1. Enterobíase ou oxiurose Transmissão: Pela ingestão de ovos do verme em água e alimentos contaminados. Agente causador: Enterobius vermiculares, um verme pequeno, Ciclo: Os vermes adultos branco. fixam-se à parede intestinal. As fêmeas, na época da postura desprendem-se e vão às proximidades do ânus depor ovos que são eliminados no meio exteno.
  2. 2. Oxiurose Quadro clínico: coceira anal, mas pode haver náuseas, vômitos, dores abdominais, diarréia e irritabilidade.. Profilaxia: Higiene pessoal, Saneamento básico e alimentar e da casa Educação Sanitária Tratamento dos doentes
  3. 3. Transmissão: Depende da presença de portador humano, eliminando ovos do Esquistossomose verme nas fezes, da existência de hospedeiro intermediário, que é o caramujo; e do contato do homem com a água contendo cercárias de S. mansoni. Agente causador: Schistosoma mansoni. Os vermes adultos vivem dentro de pequenas veias Ciclo: O hospedeiro intermediário é o do intestino e do fígado caramujo do gênero Biomphalaria. do homem doente; Os caramujos vivem na água doce de alcançam até 12 mm de córregos, riachos, alagados, brejos, comprimento por 0,44 açudes, represas ou outros locais onde mm de diâmetro. haja pouca correnteza. Os caramujos jovens alimentam-se de vegetais em decomposição e folhas verdes. Os caramujos põem ovos, dos quais, depois de alguns dias, nascem novos caramujos que crescem e se tornam adultos.
  4. 4. Esquistossomose Quadro clínico: Pode não haver nenhum sintoma. Em casos crônicos fadiga, dor abdominal e diarréia. Agravando-se o prejuízo de órgãos como baço e fígado pode ocorrer vômitos com sangue. Profilaxia Evitar beber ou tomar banho em água Tratamento Higiene Saneament Saneament Educação contaminada dos pessoal o básico o básico sanitária por doentes. caramujos
  5. 5. Febre tifóide Transmissão: pode acontecer de forma direta ou indireta. Na forma direta um indivíduo recebe a bactéria de Agente causador: um doente. A forma indireta bactéria Salmonella está ligada a atividades em que uma pessoa sadia se typhi. infecta por objetos, água ou alimentos manipulados por portadores. As moscas domésticas também estão relacionadas com esse tipo de contágio.
  6. 6. Febre tifóide Quadro clinico: febre alta, podendo levar à morte. Profilaxia Boas Combate Notificação de casos Proteção, purificação e Ferver e condições às Saneamento à autoridade cloração da água pasteurizar leite de higiene moscas básico sanitária e isolar os doentes
  7. 7. Transmissão: A giárdia é transmitida por contágio direto, Giardíase através da água e de alimentos contaminados. Instala-se no jejuno-íleo (intestino delgado) e, frequentemente, sobe pelo canal colédoco e vai se alojar na vesícula biliar, tornando o Agente causador: tratamento bem mais difícil. Apesar do caráter agudo com que protozoário Giardia se manifesta a doença, ela tem lamblia ou Giardia alta tendência à cronicidade. A incidência é acentuadamente intestinalis maior em crianças, provavelmente porque entre estas são menores os cuidados higiênicos com as mãos, a água e os alimentos.
  8. 8. Giardíase Quadro clinico: diarréias Profilaxia Cuidados de higiene com Tratamento de a água, alimentos e mãos água Saneamento básico

×