SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 23
Baixar para ler offline
Percurso de matéria e energia que se inicia
    sempre por um produtor e termina em um
decompositor, chamamos de cadeia alimentar. Em
                outras palavras:

É uma seqüência de seres vivos, uns servindo de
      alimento a outros, sucessivamente.
FLORA

•PRODUTORES: Composto pelas plantas da margem e do fundo
da lagoa e por algas microscópicas, as quais são as maiores
responsáveis pela oxigenação do ambiente aquático e terrestre;
à esta categoria formada pelas algas microscópicas chamamos
fitoplâncton.
FAUNA

CONSUMIDORES PRIMÁRIOS :Composto por pequenos animais
flutuantes (chamados Zooplâncton), caramujos e peixes herbívoros,
todos se alimentado diretamente dos vegetais.




CONSUMIDORES SECUNDÁRIOS: São aqueles que alimentam-se do
nível anterior, ou seja, peixes carnívoros, insetos, cágados, etc.,
FAUNA

CONSUMIDORES TERCIÁRIOS: As aves aquáticas são o principal
componente desta categoria, alimentando-se dos consumidores
secundários.




DECOMPOSITORES: Esta categoria não pertence nem a fauna e
nem a flora, alimentando-se no entanto dos restos destes, e sendo
composta por fungos e bactérias.
FLORA
•Produtores: Formado por todos os componentes fotossintetizantes,
os quais produzem seu próprio alimento (autótrofos) tais como
gramíneas, ervas rasteiras, liquens, arbustos, trepadeiras e árvores;
FAUNA
Consumidores primários :São todos os herbívoros, que no caso
dos ecossistemas terrestres tratam-se de insetos, roedores, aves e
ruminantes;




Consumidores Secundários :Alimentam-se diretamente dos
consumidores primários (herbívoros). São formados principalmente
por carnívoros de pequeno porte;
Consumidores terciários: Tratam-se de consumidores de porte
maior que alimentam-se dos consumidores secundários;




  Decompositores: Aqui também como no
  caso dos ecossistemas aquáticos, esta
  categoria não pertence nem a fauna e nem
  a flora e sendo composta por fungos e
  bactérias.
 Teia ou rede alimentar é um conjunto de cadeias
     alimentares ligadas entre si, geralmente representado como um
          diagrama das relações tróficas (alimentares) entre os
          diversos organismos ou espécies de um ecossistema.

   As teias alimentares, em comparação com as cadeias, apresentam
     situações mais perto da realidade, onde cada espécie se alimenta
      em vários níveis hierárquicos diferentes e produz uma complexa
        teia de interações alimentares. Todas as cadeias alimentares
         começam com um único organismo produtor, mas uma teia
       alimentar pode ter vários produtores. A complexidade de teias
    alimentares limita o número de níveis hierárquicos, assim como na
                                   cadeia.
   As populações possuem diversas
    características próprias, mensuráveis. Uma
    delas é o tamanho populacional, que pode
    ser avaliado pela densidade, ou seja, pelo
    número de indivíduos componentes de uma
    população por unidade de área ou volume.
              Dens. Populacional = Nº de indivíduos
                                   Área ou Volume
    Por meio da análise de
     curvas de crescimento
    populacional pode-se ter
    uma noção da dinâmica
    do processo. A curva S é
        a de crescimento
     populacional padrão e
    esperada para a maioria
         das populações
    existentes na natureza.
 Caracterizada por uma fase
 inicial, de crescimento lento,
 em que ocorre um ajuste dos
 organismos ao meio de vida.
 A seguir, ocorre um rápido
      crescimento, do tipo
   exponencial, que culmina
        com uma fase de
    estabilização, na qual a
      população não mais
    apresenta crescimento.
  Pequenas oscilações em
  torno de um valor numérico
      máximo acontecem,
    permanecendo, então, a
   população num estado de
            equilíbrio.
   Uma vez instalada no
    meio, a população
    pode começar a
    aumentar.
   A fase geométrica do
    crescimento tende a
    ser ilimitada em função
    do potencial biótico da
    espécie, ou seja, a
    capacidade que
    possuem os indivíduos
    de se reproduzirem e
    de gerarem
    descendentes em
    quantidade ilimitada.
   Há, porém, barreiras
    naturais a esse crescimento
    sem fim. A disponibilidade
    de espaço e de alimentos, o
    clima e a existência de
    predatismo e parasitismo
    são fatores de resistência
    ambiental que “regulam” o
    crescimento populacional.
   Assim, o tamanho
    populacional acaba atingindo
    um valor numérico máximo
    permitido pelo ambiente, a
    chamada capacidade limite
    ou capacidade de carga. O
    gráfico seguinte ilustra todos
    esses parâmetros. A área
    hachurada é considerada
    como representativa dos
    fatores de resistência
    ambiental.
   Esse gráfico demonstra
    o cescimento
    populacional humano
    nos últimos milênios.
    Compare com um
    gráfico tradicional de
    crecimento equilibrado.
   O que podemos concluir
    a respeito?
•Endemia: é a situação em que
uma doença acomete um número
constante de indivíduos de uma
espécie ,ao longo do tempo

•Epidemia: situação onde ocorre
aumento exagerado do número
de casos de uma doença em uma
certa população , numa certa
época do ano

•Pândemia: é uma situação em
que uma epidemia ocorre
simultaneamente em vários locais
do planeta.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Fluxos de energia e ciclos de matéria
Fluxos de energia e ciclos de matériaFluxos de energia e ciclos de matéria
Fluxos de energia e ciclos de matéria
Tânia Reis
 
Aula de ecologia 01
Aula de ecologia 01Aula de ecologia 01
Aula de ecologia 01
Ilsoflavio
 
Teoria cinetica da materia
Teoria cinetica da materiaTeoria cinetica da materia
Teoria cinetica da materia
Rildo Borges
 

Mais procurados (20)

Diversidade biologica
Diversidade biologicaDiversidade biologica
Diversidade biologica
 
A célula
A célulaA célula
A célula
 
Cadeia e teias alimentares
Cadeia e teias alimentaresCadeia e teias alimentares
Cadeia e teias alimentares
 
Fatores limitantes
Fatores limitantesFatores limitantes
Fatores limitantes
 
Ecologia
Ecologia Ecologia
Ecologia
 
Aula relações ecológicas
Aula relações ecológicasAula relações ecológicas
Aula relações ecológicas
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
 
Fluxos de energia e ciclos de matéria
Fluxos de energia e ciclos de matériaFluxos de energia e ciclos de matéria
Fluxos de energia e ciclos de matéria
 
Seresvivo e não vivos
Seresvivo e não vivosSeresvivo e não vivos
Seresvivo e não vivos
 
Energias
EnergiasEnergias
Energias
 
Luz
LuzLuz
Luz
 
Fluxo de Energia
Fluxo de EnergiaFluxo de Energia
Fluxo de Energia
 
Fluxo de energia no ecossistema
Fluxo de energia no ecossistemaFluxo de energia no ecossistema
Fluxo de energia no ecossistema
 
Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos.
Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos. Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos.
Os cinco Grandes Reinos- classificação dos seres vivos.
 
Taxonomia e sistématica
Taxonomia e sistématicaTaxonomia e sistématica
Taxonomia e sistématica
 
Doenças água
Doenças águaDoenças água
Doenças água
 
Aula Biodiversidade
Aula BiodiversidadeAula Biodiversidade
Aula Biodiversidade
 
Aula de ecologia 01
Aula de ecologia 01Aula de ecologia 01
Aula de ecologia 01
 
Aula de Ciências sobre Animais Vertebrados e Invertebrados
Aula de Ciências sobre Animais Vertebrados e InvertebradosAula de Ciências sobre Animais Vertebrados e Invertebrados
Aula de Ciências sobre Animais Vertebrados e Invertebrados
 
Teoria cinetica da materia
Teoria cinetica da materiaTeoria cinetica da materia
Teoria cinetica da materia
 

Destaque

Correção da composição do teste pe de laranja lima
Correção da composição do teste  pe de laranja limaCorreção da composição do teste  pe de laranja lima
Correção da composição do teste pe de laranja lima
Miguel Monteiro
 
Cadeia alimentar
Cadeia alimentarCadeia alimentar
Cadeia alimentar
CEJALaguna
 
Cadeia alimentar lisa
Cadeia alimentar lisaCadeia alimentar lisa
Cadeia alimentar lisa
Queila Stein
 
Cadeia e rede alimentar
Cadeia e rede alimentarCadeia e rede alimentar
Cadeia e rede alimentar
marinadapieve
 
Texto dramático: "Falar Verdade a mentir"
Texto dramático: "Falar Verdade a mentir"Texto dramático: "Falar Verdade a mentir"
Texto dramático: "Falar Verdade a mentir"
inessalgado
 
O meu-pe-de-laranja-lima ficha-trabalho(1)
O meu-pe-de-laranja-lima ficha-trabalho(1)O meu-pe-de-laranja-lima ficha-trabalho(1)
O meu-pe-de-laranja-lima ficha-trabalho(1)
ziquinha
 
Cadeia e teia_alimentar_5_e_6
Cadeia e teia_alimentar_5_e_6Cadeia e teia_alimentar_5_e_6
Cadeia e teia_alimentar_5_e_6
Raffaella Lima
 

Destaque (20)

Cadeias e teias
Cadeias e teiasCadeias e teias
Cadeias e teias
 
Cadeia Alimentar
Cadeia AlimentarCadeia Alimentar
Cadeia Alimentar
 
Cadeia Alimentar para 4º ano do Ensino Fundamental
Cadeia Alimentar para 4º ano do Ensino FundamentalCadeia Alimentar para 4º ano do Ensino Fundamental
Cadeia Alimentar para 4º ano do Ensino Fundamental
 
Cadeias Alimentares
Cadeias AlimentaresCadeias Alimentares
Cadeias Alimentares
 
Atividades sobre cadeia alimentar
Atividades sobre cadeia alimentar Atividades sobre cadeia alimentar
Atividades sobre cadeia alimentar
 
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Teia Alimentar e Cadeia Alimentar
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Teia Alimentar e Cadeia Alimentarwww.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Teia Alimentar e Cadeia Alimentar
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - Teia Alimentar e Cadeia Alimentar
 
www.videoaulagratisapoio.com.br - Teia Alimentar e Cadeia Alimentar
www.videoaulagratisapoio.com.br - Teia Alimentar e Cadeia Alimentarwww.videoaulagratisapoio.com.br - Teia Alimentar e Cadeia Alimentar
www.videoaulagratisapoio.com.br - Teia Alimentar e Cadeia Alimentar
 
Correção da composição do teste pe de laranja lima
Correção da composição do teste  pe de laranja limaCorreção da composição do teste  pe de laranja lima
Correção da composição do teste pe de laranja lima
 
Cadeia alimentar
Cadeia alimentarCadeia alimentar
Cadeia alimentar
 
Cadeia alimentar lisa
Cadeia alimentar lisaCadeia alimentar lisa
Cadeia alimentar lisa
 
Cadeia e rede alimentar
Cadeia e rede alimentarCadeia e rede alimentar
Cadeia e rede alimentar
 
Texto dramático: "Falar Verdade a mentir"
Texto dramático: "Falar Verdade a mentir"Texto dramático: "Falar Verdade a mentir"
Texto dramático: "Falar Verdade a mentir"
 
Cadeia alimentar
Cadeia alimentarCadeia alimentar
Cadeia alimentar
 
Vida na terra
Vida na terraVida na terra
Vida na terra
 
Mat energia
Mat energiaMat energia
Mat energia
 
O meu-pe-de-laranja-lima ficha-trabalho(1)
O meu-pe-de-laranja-lima ficha-trabalho(1)O meu-pe-de-laranja-lima ficha-trabalho(1)
O meu-pe-de-laranja-lima ficha-trabalho(1)
 
Aula de ecologia curso completo
Aula de ecologia   curso completoAula de ecologia   curso completo
Aula de ecologia curso completo
 
Cadeia e teia_alimentar_5_e_6
Cadeia e teia_alimentar_5_e_6Cadeia e teia_alimentar_5_e_6
Cadeia e teia_alimentar_5_e_6
 
as minhas eras geologicas
as minhas eras geologicas as minhas eras geologicas
as minhas eras geologicas
 
Webquest cadeia alimentar 6º ano
Webquest   cadeia alimentar    6º anoWebquest   cadeia alimentar    6º ano
Webquest cadeia alimentar 6º ano
 

Semelhante a 1o Ano Cadeias E Teias Alimentares

Dinmica de-populações e sucessão
Dinmica de-populações e sucessãoDinmica de-populações e sucessão
Dinmica de-populações e sucessão
guest9e1225
 
Dinmica de-populações e sucessão
Dinmica de-populações e sucessãoDinmica de-populações e sucessão
Dinmica de-populações e sucessão
Maicon Azevedo
 
1o ano - Dinâmica das comunidades
1o ano - Dinâmica das comunidades1o ano - Dinâmica das comunidades
1o ano - Dinâmica das comunidades
SESI 422 - Americana
 
Revisao Ecologia e Evolucao 2014 - aula1.ppt
Revisao Ecologia e Evolucao 2014 - aula1.pptRevisao Ecologia e Evolucao 2014 - aula1.ppt
Revisao Ecologia e Evolucao 2014 - aula1.ppt
ElienaiGomes4
 
DinâMica De PopulaçõEs
DinâMica De PopulaçõEsDinâMica De PopulaçõEs
DinâMica De PopulaçõEs
profatatiana
 
Ecologia - Introdução
Ecologia - IntroduçãoEcologia - Introdução
Ecologia - Introdução
Killer Max
 

Semelhante a 1o Ano Cadeias E Teias Alimentares (20)

Dinmica de-populações e sucessão
Dinmica de-populações e sucessãoDinmica de-populações e sucessão
Dinmica de-populações e sucessão
 
Dinmica de-populações e sucessão
Dinmica de-populações e sucessãoDinmica de-populações e sucessão
Dinmica de-populações e sucessão
 
EEH-aula 04-2016 - Revisao Ecologia e Evolucao.ppt
EEH-aula 04-2016 - Revisao Ecologia e Evolucao.pptEEH-aula 04-2016 - Revisao Ecologia e Evolucao.ppt
EEH-aula 04-2016 - Revisao Ecologia e Evolucao.ppt
 
Dinâmica das comunidades
Dinâmica das comunidadesDinâmica das comunidades
Dinâmica das comunidades
 
1o ano - Dinâmica das comunidades
1o ano - Dinâmica das comunidades1o ano - Dinâmica das comunidades
1o ano - Dinâmica das comunidades
 
Introducao a ecologia
Introducao a ecologiaIntroducao a ecologia
Introducao a ecologia
 
Ecologia 2012 1.0
Ecologia 2012 1.0Ecologia 2012 1.0
Ecologia 2012 1.0
 
Módulo 24 - 3COL Aula Dinâmica das populações.ppt
Módulo 24 - 3COL Aula  Dinâmica das populações.pptMódulo 24 - 3COL Aula  Dinâmica das populações.ppt
Módulo 24 - 3COL Aula Dinâmica das populações.ppt
 
Revisao Ecologia e Evolucao 2014 - aula1.ppt
Revisao Ecologia e Evolucao 2014 - aula1.pptRevisao Ecologia e Evolucao 2014 - aula1.ppt
Revisao Ecologia e Evolucao 2014 - aula1.ppt
 
Ecologia power point
Ecologia   power pointEcologia   power point
Ecologia power point
 
Bases da ecologia
Bases da ecologiaBases da ecologia
Bases da ecologia
 
Sistemas ecol
Sistemas ecolSistemas ecol
Sistemas ecol
 
enemem100dias-apostila-biologia.pdf
enemem100dias-apostila-biologia.pdfenemem100dias-apostila-biologia.pdf
enemem100dias-apostila-biologia.pdf
 
Nt4
Nt4Nt4
Nt4
 
Nt6
Nt6Nt6
Nt6
 
Dinamica das populações
Dinamica das populaçõesDinamica das populações
Dinamica das populações
 
DinâMica De PopulaçõEs
DinâMica De PopulaçõEsDinâMica De PopulaçõEs
DinâMica De PopulaçõEs
 
Ecologia socorro
Ecologia socorroEcologia socorro
Ecologia socorro
 
Ecologia
EcologiaEcologia
Ecologia
 
Ecologia - Introdução
Ecologia - IntroduçãoEcologia - Introdução
Ecologia - Introdução
 

Mais de SESI 422 - Americana (20)

Origem da vida e Evolução
Origem da vida e EvoluçãoOrigem da vida e Evolução
Origem da vida e Evolução
 
Genética de populações
Genética de populaçõesGenética de populações
Genética de populações
 
Bioquímica básica
Bioquímica básicaBioquímica básica
Bioquímica básica
 
Expressividade e penetrância
Expressividade e penetrânciaExpressividade e penetrância
Expressividade e penetrância
 
Alelos múltiplos
Alelos múltiplosAlelos múltiplos
Alelos múltiplos
 
Casos especiais de herança
Casos especiais de herançaCasos especiais de herança
Casos especiais de herança
 
Exercícios 2
Exercícios 2Exercícios 2
Exercícios 2
 
Probabilidades e heredogramas
Probabilidades e heredogramasProbabilidades e heredogramas
Probabilidades e heredogramas
 
Textos novas espécies
Textos novas espéciesTextos novas espécies
Textos novas espécies
 
Exercícios
ExercíciosExercícios
Exercícios
 
Taxonomia
TaxonomiaTaxonomia
Taxonomia
 
Cromossomos, genes e alelos
Cromossomos, genes e alelosCromossomos, genes e alelos
Cromossomos, genes e alelos
 
Genética mendeliana básica
Genética mendeliana básicaGenética mendeliana básica
Genética mendeliana básica
 
Evidências da evolução
Evidências da evoluçãoEvidências da evolução
Evidências da evolução
 
Projeto terrário
Projeto terrárioProjeto terrário
Projeto terrário
 
Projeto paleontólogos
Projeto paleontólogosProjeto paleontólogos
Projeto paleontólogos
 
Garça branca
Garça brancaGarça branca
Garça branca
 
Reportagem jornalística – coalas
Reportagem jornalística – coalasReportagem jornalística – coalas
Reportagem jornalística – coalas
 
Capivara o maior roedor do mundo
Capivara o maior roedor do mundoCapivara o maior roedor do mundo
Capivara o maior roedor do mundo
 
Lírios
LíriosLírios
Lírios
 

1o Ano Cadeias E Teias Alimentares

  • 1. Percurso de matéria e energia que se inicia sempre por um produtor e termina em um decompositor, chamamos de cadeia alimentar. Em outras palavras: É uma seqüência de seres vivos, uns servindo de alimento a outros, sucessivamente.
  • 2. FLORA •PRODUTORES: Composto pelas plantas da margem e do fundo da lagoa e por algas microscópicas, as quais são as maiores responsáveis pela oxigenação do ambiente aquático e terrestre; à esta categoria formada pelas algas microscópicas chamamos fitoplâncton.
  • 3. FAUNA CONSUMIDORES PRIMÁRIOS :Composto por pequenos animais flutuantes (chamados Zooplâncton), caramujos e peixes herbívoros, todos se alimentado diretamente dos vegetais. CONSUMIDORES SECUNDÁRIOS: São aqueles que alimentam-se do nível anterior, ou seja, peixes carnívoros, insetos, cágados, etc.,
  • 4. FAUNA CONSUMIDORES TERCIÁRIOS: As aves aquáticas são o principal componente desta categoria, alimentando-se dos consumidores secundários. DECOMPOSITORES: Esta categoria não pertence nem a fauna e nem a flora, alimentando-se no entanto dos restos destes, e sendo composta por fungos e bactérias.
  • 5. FLORA •Produtores: Formado por todos os componentes fotossintetizantes, os quais produzem seu próprio alimento (autótrofos) tais como gramíneas, ervas rasteiras, liquens, arbustos, trepadeiras e árvores;
  • 6. FAUNA Consumidores primários :São todos os herbívoros, que no caso dos ecossistemas terrestres tratam-se de insetos, roedores, aves e ruminantes; Consumidores Secundários :Alimentam-se diretamente dos consumidores primários (herbívoros). São formados principalmente por carnívoros de pequeno porte;
  • 7. Consumidores terciários: Tratam-se de consumidores de porte maior que alimentam-se dos consumidores secundários; Decompositores: Aqui também como no caso dos ecossistemas aquáticos, esta categoria não pertence nem a fauna e nem a flora e sendo composta por fungos e bactérias.
  • 8.
  • 9.
  • 10.  Teia ou rede alimentar é um conjunto de cadeias alimentares ligadas entre si, geralmente representado como um diagrama das relações tróficas (alimentares) entre os diversos organismos ou espécies de um ecossistema.  As teias alimentares, em comparação com as cadeias, apresentam situações mais perto da realidade, onde cada espécie se alimenta em vários níveis hierárquicos diferentes e produz uma complexa teia de interações alimentares. Todas as cadeias alimentares começam com um único organismo produtor, mas uma teia alimentar pode ter vários produtores. A complexidade de teias alimentares limita o número de níveis hierárquicos, assim como na cadeia.
  • 11.
  • 12.
  • 13.
  • 14.
  • 15. As populações possuem diversas características próprias, mensuráveis. Uma delas é o tamanho populacional, que pode ser avaliado pela densidade, ou seja, pelo número de indivíduos componentes de uma população por unidade de área ou volume. Dens. Populacional = Nº de indivíduos Área ou Volume
  • 16. Por meio da análise de curvas de crescimento populacional pode-se ter uma noção da dinâmica do processo. A curva S é a de crescimento populacional padrão e esperada para a maioria das populações existentes na natureza.
  • 17.  Caracterizada por uma fase inicial, de crescimento lento, em que ocorre um ajuste dos organismos ao meio de vida.  A seguir, ocorre um rápido crescimento, do tipo exponencial, que culmina com uma fase de estabilização, na qual a população não mais apresenta crescimento.  Pequenas oscilações em torno de um valor numérico máximo acontecem, permanecendo, então, a população num estado de equilíbrio.
  • 18. Uma vez instalada no meio, a população pode começar a aumentar.  A fase geométrica do crescimento tende a ser ilimitada em função do potencial biótico da espécie, ou seja, a capacidade que possuem os indivíduos de se reproduzirem e de gerarem descendentes em quantidade ilimitada.
  • 19. Há, porém, barreiras naturais a esse crescimento sem fim. A disponibilidade de espaço e de alimentos, o clima e a existência de predatismo e parasitismo são fatores de resistência ambiental que “regulam” o crescimento populacional.  Assim, o tamanho populacional acaba atingindo um valor numérico máximo permitido pelo ambiente, a chamada capacidade limite ou capacidade de carga. O gráfico seguinte ilustra todos esses parâmetros. A área hachurada é considerada como representativa dos fatores de resistência ambiental.
  • 20.
  • 21.
  • 22. Esse gráfico demonstra o cescimento populacional humano nos últimos milênios. Compare com um gráfico tradicional de crecimento equilibrado.  O que podemos concluir a respeito?
  • 23. •Endemia: é a situação em que uma doença acomete um número constante de indivíduos de uma espécie ,ao longo do tempo •Epidemia: situação onde ocorre aumento exagerado do número de casos de uma doença em uma certa população , numa certa época do ano •Pândemia: é uma situação em que uma epidemia ocorre simultaneamente em vários locais do planeta.