UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI
GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA ON-LINE
PROCESSOS GERENCIAIS
INTERYOGA ESCOLA VIRTUAL DE YOGA LTDA.
São...
ALEXANDRE DÓRIA LEANDRO
MARCO PANNIA ESPOSITO
NESTOR JOSE CRESPIM JUNIOR
PALOMA OLIVEIRA RODRIGUES
INTERYOGA ESCOLA VIRTUA...
RESUMO
O presente trabalho desenvolvido pelo grupo acadêmico da Universidade
Anhembi Morumbi tem o objetivo da criação de ...
ABSTRACT
This work by the academic group at the University Anhembi Morumbi has the
goal of creating an improvement in a sc...
SUMÁRIO
1 INTRODUÇÃO.. ......................................................................................................
4
5.4 Aulas de yoga oferecidas pelo governo...........................................................19
6 FATORES CHAVE P...
5
9.2 Estratégias............................... ........................................................................2...
6
1 INTRODUÇÃO
A associação da yoga com a internet é sem dúvida algo diferente, criativo e
inovador. Podemos encontrar nas...
7
1.1 Objetivo geral
O objetivo geral do presente projeto é desenvolver um plano de negócios para a
criação de uma escola ...
8
2 RAMO DE ATUAÇÃO
Os ramos de atuação de a empresa INTERYOGA dar- se- à principalmente
modalidade EAD. Associada ao ramo...
9
3 ANÁLISE DE CENÁRIOS DO MACROAMBIENTE
3.1 Cenário político-econômico
Nossa economia tem feito muito avanços na última d...
10
Tabela 1 – Distribuição de renda no Brasil
Classes % da
população
Renda Média Mensal Familiar
de até
Classe A1 1% 9.733...
11
II - no caso da empresa de pequeno porte aufira, em cada ano-calendário,
receita bruta superior a R$ 360.000,00 (trezen...
12
3.2.2 Contratação de Empregados
A legislação trabalhista exige:
Natureza: a natureza do ato de admissão do empregado é ...
13
portador para fins previdenciários, que serão feitas pelo INSS, bem como as de
acidentes de trabalho (arts. 20 e 30 CLT...
14
Atualmente 50,7 milhões de usuários acessam regularmente a Internet. 38%
das pessoas acessam à web diariamente; 10% de ...
15
3.3.5 Banda Larga
Atingimos 10,04 milhões de conexões em junho de 2008: um ano e meio antes
do previsto, já que essa er...
16
19% dos entrevistados afirmaram que o estresse aumentou no último ano. Em 2010,
esse número era de 9%. “exame. abril.co...
17
18
4 ANÁLISE DA INDÚSTRIA.
Segundo Porter (1989), a indústria se conceitua como um grupo de empresas
que produzem produtos...
19
Conforme Gianese & Correa (1996), as táticas de competição baseadas em uma
guerra de preços provocam normalmente, em to...
20
5 DESCRIÇÃO DA CONCORRÊNCIA
21
5.1 Professores de yoga que fazem atendimento em casa:
Oferecem exclusividade. Ponto forte; customização do serviço. Po...
22
Qual a receita para o sucesso? Uma clara definição de escopo, boa
comunicação e os recursos adequados representam os pr...
23
Para abrir um centro de yoga virtual, será necessária uma boa estratégia de
marketing. Procurar parcerias com locais co...
24
6.8 Relacionamento
O bom atendimento por parte dos instrutores e da recepção, virtual no caso, é
importantíssimo. O mom...
25
A estimativa da demanda é essencial para um planejamento de produção ou
prestação de serviço eficiente. Quanto maior a ...
26
QUESTIONÁRIO INVESTIGATIVO/ ESCOLA VIRTUAL DE
YOGA
1) Você sofre com estresse no trabalho e no transito?
2) Você conhec...
27
Quantos alunos são possíveis atender com eficiência?
tempo dura cada aula?
Qual o valor cobrado por/aula?
7.2.1 Análise...
28
8 A EMPRESA
29
A empresa INTERYOGA ESCOLA VIRTUAL DE YOGA LTDA, é uma
escola de ioga online em tempo real. Seu principal objetivo é of...
30
A localização está situada no centro de Itaquera por já existir em
funcionamento uma escola de ioga que por sua vez em ...
31
Etapa 3 – Prefeitura
Procure a Prefeitura Municipal para retirar o Alvará de funcionamento.
Leve a documentação anterio...
32
Prédio alugado, térreo, 38m².
Sala comercial, localizada em Itaquera.
Entrada frontal com uma sala de (entrada social/r...
33
Tabela 1 – Matriz de Vigor Competitivo
Fator-chave de sucesso Peso
Empresa Concorrente A Concorrente B
Nota Pond Nota P...
34
AMBIENTE INTERNO AMBIENTE EXTERNO
Pontos Fortes Oportunidades
Disponibilidade 24hs por dia
Crescimento da preocupação d...
35
9 PLANO ESTRATÉGICO
9.1 Objetivos e Metas
O objetivo da empresa foca na criação do diferencial de prestação do serviço,...
36
9.2.1 Estratégias para Produtos
Produto: É tudo o que pode ser oferecido a um mercado para satisfazer uma
necessidade o...
37
9.2.4 Estratégias de Promoção
Promoção: Não basta criar bons produtos e disponibilizá-los ao mercado
consumidor, é fund...
38
10 PLANEJAMENTO DAS OPERAÇÕES
10.1 Aspectos organizacionais estruturais
A empresa IRTEYOGA possui a necessidade de equi...
39
Auxiliar Administrativo 1.318,80
Professor de Yoga (1) 2.018,00
Professor de Yoga (2) 2.018,00
Professor de Yoga (3) 2....
40
Outros Benefícios - R$ 0,00
Provisão 13º salário - R$ 165,00
Provisão Férias - R$ 165,00
Provisão 1/3 Férias - R$ 55,00...
41
CUSTOS TOTAIS EMPREGATICIOS
11.755,07
42
11 ANALISE DE VIABILIDADE ECONOMICO FINANCEIRA
11.1 Investimento Inicial
Orçamento do projeto = 53.253,00
11.2 Deduções...
43
11.3 Fluxo de caixa
Mês 1 Mês 2 Mês 3 Mês 4 Mês 5 Mês 6 Mês 7 Mês 8 Mês 9 Mês 10 Mês 11 Mês 12
Descrição
Invest.
Inicia...
44
11.4 Demonstrativo do Resultado do Exercício (DRE)
DEMONSTRATIVO DE INVESTIMENTOS
Item Discriminação Und. Quant. Valor ...
45
11.5 Valor Presente Líquido (VPL)
VPL Saldo
Aplicação de i = 16% R$ 94.592,90 R$ 41.339,90
Aplicação de i = 10% R$135.0...
46
12. PLANO PARA IMPLANTAÇÃO DE SISTEMA EQUALIDADE
Projeto de Qualidade
Projeto "INTERYOGA"
UNIVERSIDADE ANHEMBI
MORUMBI
...
47
A escola virtual de ioga implica em seu principal processo a prestação do
serviço, sendo que este é dependente de um si...
48
12.5.1 Diagrama de relacionamentos
12.5.2 Diagrama de afinidades
camplearning
INTERYOGAVIRTUAL ESP. FÍSICO
Professor
Al...
49
12.6 Processo de Monitoramento
Requisitos Indicadores Metas Técnica de medição
Frequencia Responsável Local de registro...
50
13 CONCLUSÃO
A empresa INTERYOGA foi construída como uma melhoria inovadora sobre a
prestação do serviço de aulas de io...
51
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
calculador.com.br/calculo/custo-funcionario-empresa#Resultado (Data:
01/06/2013 20h00min)
ca...
52
hospitaljoaoevangelista.wordpress.com/2012/04/16/pratica-da-ioga-traz-
beneficios-afetivos-e-cognitivos-aponta-estudo-b...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

INTERYOGA Escola Virtual de Yoga

978 visualizações

Publicada em

Projeto inovador na criação de uma virtual de ioga.

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
978
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

INTERYOGA Escola Virtual de Yoga

  1. 1. UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA ON-LINE PROCESSOS GERENCIAIS INTERYOGA ESCOLA VIRTUAL DE YOGA LTDA. São Paulo 2013
  2. 2. ALEXANDRE DÓRIA LEANDRO MARCO PANNIA ESPOSITO NESTOR JOSE CRESPIM JUNIOR PALOMA OLIVEIRA RODRIGUES INTERYOGA ESCOLA VIRTUAL DE YOGA LTDA. Trabalho apresentado como exigência da disciplina de Projeto Interdisciplinar do curso de Graduação Tecnológica da Universidade Anhembi Morumbi, sob a orientação do Profº.: DENNIS VINCENT READE. São Paulo 2013
  3. 3. RESUMO O presente trabalho desenvolvido pelo grupo acadêmico da Universidade Anhembi Morumbi tem o objetivo da criação de uma melhoria em uma escola de yoga, sendo esta uma ampliação da prestação dos serviços para a modalidade. on-line. Com o intuito de aperfeiçoar as aulas, atendendo a necessidade do cliente, com relevância para a sociedade, pois, foi comprovada cientificamente que a prática de yoga diminui significadamente os níveis elevados de estresse que é um problema social e coletivo, tanto quanto a falta de tempo.
  4. 4. ABSTRACT This work by the academic group at the University Anhembi Morumbi has the goal of creating an improvement in a school of yoga, which is an extension of the services for the online mode. The aim was to improve the classes based on the needs of the client, which has a relevance to the society, because it was scientifically proven that yoga practice lowers the levels of stress (social and collective), as well as the lack of time.
  5. 5. SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO.. ....................................................................................................6 1.1 Ojetivo Geral ......................................................................................................7 1.2 Objetivos específicos........................................................................................ 7 1.3 Metodologia de Pesquisa.................................................................................. 7 2 RAMO DE ATUAÇÃO..........................................................................................8 3 ANÁLISE DE CENÁRIOS DO MACROAMBIENTE........... ..............................9 3.1 CENÁRIO POLÍTICO-ECONÔMICO .........................................................................9 3.2 CENÁRIO LEGISLATIVO..................................................................................... 10 3.2.1 OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS.....................................................................11 3.2.2Contratação de Empregados ..........................................................................12 3.3 CENÁRIO TECNOLÓGICO....................................................................................13 3.3.1 Internautas ativos. ......................................................................................................... 13 3.3.2 Tempo médio de navegação .........................................................................14 3.3 Publicidade on-line............................................................................................14 3.3.4 Venda de Computadores...............................................................................14 3.3.5 Banda Larga..................................................................................................15 3.4 O CENÁRIO NATURAL ........................................................................................15 3.5 CENÁRIO SOCIOCULTURAL................................................................................15 3.6 OPORTUNIDADES E AMEAÇAS...........................................................................16 4 ANÁLISE DA INDÚSTRIA.................................................................................18 4.1 RIVALIDADE ENTRE AS EMPRESAS COMPONENTES DO SEGMENTO .....................18 4.2 A AMEAÇA DE NOVOS ENTRANTES ....................................................................19 4.3 A AMEAÇA DE SUBSTITUTOS .............................................................................19 4.4 O PODER DE BARGANHA DOS FORNECEDORES ...................................................19 4.5 O PODER DE BARGANHA DOS CONSUMIDORES ...................................................19 5 DESCRIÇÃO DA CONCORRÊNCIA .................................................................20 5.1 Professores de yoga que fazem atendimento em casa...................................19 5.2 Academias de yoga da região de São Paulo Capital .......................................19 5.3 Vídeos gratuitos na internet.............................................................................19
  6. 6. 4 5.4 Aulas de yoga oferecidas pelo governo...........................................................19 6 FATORES CHAVE PARA SUCESSO................................................................20 6.1 Defina sucesso.................................................................................................20 6.2 Planejamento...................................................................................................20 6.3 Capacitar os funcionários................................................................................20 6.4 Divulgação ......................................................................................................20 6.5 Gerenciar possíveis modificações ...................................................................20 6.6 Documentação apropriada...............................................................................21 6.7 Controle de qualidade eficiente......................................................................21 6.8 Relacionamento...............................................................................................21 7 ESTIMATIVA DA DEMANDA. .........................................................................22 7.1 Criação de questionário para entrevista com público alvo..............................23 7.1.1 Análise de dados.......................................................................................23 7.2 Perguntas realizadas com professores.............................................................23 7.2.1 Análise das respostas coletadas.................................................................24 7.3 Obtenção da estimativa ...................................................................................24 7.4 Monitoração do modelo. .................................................................................24 7.5 Conclusão........................................................................................................24 8 A EMPRESA.........................................................................................................25 8.1 Descrição da empresa......................................................................................25 8.1.1 Definição do tipo de sociedade .................................................................25 8.1.2 Produtos e/ou serviços...............................................................................25 8.1.3 Missão, visão e valores da empresa. .........................................................25 8.1.4 Localização................................................................................................25 8.1.5 Legalização da empresa.. ......................................................................... 25 8.1.5.1Etapas para o Registro de Sociedade....................................................26 8.1.6 Marca e logomarca....................................................................................26 8.1.7 Características arquitetônicas.....................................................................26 8.2 Análise Mercadológica....................................................................................26 8.2.1 Fornecedores. ............................................................................................26 8.2.2 Matriz do Vigor Competitivo....................................................................26 8.2.3 Análise SWOT ..........................................................................................27 9 PLANO ESTRATÉGICO. ....................................................................................28 9.1 Objetivos e Metas............................................................................................28
  7. 7. 5 9.2 Estratégias............................... ........................................................................28 9.2.2 Estratégias de Preços.................................................................................28 9.2.3 Estratégias de Distribuição e Logística .....................................................29 9.2.4 Estratégias de Promoção. ..........................................................................29 10 PLANEJAMENTO DAS OPERAÇÕES............................................................38 10.1 Aspectos organizacionais estruturais. ...........................................................38 10.1.1 Estruturação do organograma................................................................. 38 10.1.2 Tipo de vínculo trabalhista..................................................................... 38 10.1.3 Folha de Pagamento. .............................................................................. 39 10.1.4 Encargos sociais..................................................................................... 39 11 ANALISE DE VIABILIDADE ECONOMICO FINANCEIRA....................... 42 11.1 Investimento Inicial...................................................................................... 42 11.2 Deduções de vendas. .....................................................................................42 11.3 Fluxo de caixa............... ................................................................................43 11.4 Demonstrativo do Resultado do Exercício (DRE)........................................44 11.5 Valor Presente Líquido (VPL)................................ ......................................45 11.6 Taxa Interna de Retorno (TIR)......................................................................45 12. PLANO PARA IMPLANTAÇÃO DE SISTEMA QUALIDADE...................47 12.1 Objetivo do Projeto ......................................................................................47 12.2 Método de Gerenciamento da Qualidade......................................................47 12.2.1 Organograma de Departamentos Envolvidos.............................................47 12.3 Principal Processo e Gargalos.......................................................................48 12.4 Metria da Qualidade......................................................................................48 12.5 Ferramentas de Qualidade Utilizadas............................................................48 12.5.1 Diagrama de relacionamentos..................................................................49 12.5.2 Diagrama de afinidades..........................................................................49 12.6 Processo de Monitoramento...........................................................................50 12.7 Processo de Melhoria Continua.....................................................................50 12.8 Controle da Qualidade...................................................................................50 13 CONCLUSÃO ....................................................................................................51 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS.....................................................................52
  8. 8. 6 1 INTRODUÇÃO A associação da yoga com a internet é sem dúvida algo diferente, criativo e inovador. Podemos encontrar nas buscas pela internet apenas algumas instruções básicas, porém um professor online em tempo real permitindo a interatividade do aluno e instrução adequada para que seja corrigida a postura, ainda não se pode encontrar. A yoga é um método de meditação e alongamento reconhecido cientificamente na diminuição do estresse e dores, recomendado por médicos e especialistas da área. Pesquisa realizada pelo Instituto do Cérebro da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) revela: “para quem pratica ioga, a memória de longo prazo melhorou 20% e houve redução do estresse.” Segundo afirmação da bióloga Regina Helena da Silva, “O cortisol (hormônio associado ao problema) presente na saliva diminuiu 50% no grupo da ioga”. Fonte: O Estado de SP, 2012. Já a internet é um veículo que vem ganhando atenção por diminuir cada vez mais a distância e o tempo de comunicação entre lugares e pessoas; se associarmos estas duas áreas teremos uma das soluções possíveis para os grandes problemas da sociedade: Tempo e estresse. A redução do estresse é algo de grande relevância para a sociedade, pois não é difícil observar os danos causados principalmente no transito das grandes metrópoles. Imaginemos então em São Paulo, nos próximos anos como ficará o congestionamento trânsido pela sediação dos jogos? Existem também várias pesquisas sobre o nível elevado de estresse no trabalho: “Stress no trabalho é risco crescente para a saúde pública” Cerca de 26% dos profissionais que trabalham em ambientes altamente estressantes acabam buscando ajuda médica” http://veja.abril.com.br/noticia/saude/pesquisa-stress- no-trabalho-e-risco-crescente-para-a-saude-publica “A percepção do estresse no ambiente de trabalho é uma das principais linhas de investigação do Estudo Pró- Saúde, que acompanha cerca de três mil trabalhadores de uma universidade do Rio de Janeiro, desde 1999”.
  9. 9. 7 1.1 Objetivo geral O objetivo geral do presente projeto é desenvolver um plano de negócios para a criação de uma escola virtual de yoga, atendendo a necessidade na melhora de qualidade de vida sincronizada com a escassez de tempo, problemas identificados em metrópoles. 1.2 Objetivos específicos Para atender este propósito, a pesquisa apresenta os seguintes objetivos específicos, que consistem em: • Identificar os níveis de estresse causado pelo transito. • Demonstrar de forma cientifica os benefícios da yoga. • Associar a atividade física com os recursos tecnológicos. • Definir o negócio. • Verificar a viabilidade de criação da escola. • Definir estratégias de marketing. • Identificar necessidades específicas do público alvo. 1.3 Metodologia de Pesquisa Será composta de reuniões para argumentação de ideias onde será decidida a viabilidade metodológica em um grupo formado por quatro membros. Formulação de questionários e pesquisa de campo realizada em conjunto; análise dos dados levantados pelas pesquisas de campo; exploração da internet; aplicação prática do conhecimento adquirido pelas aulas ministradas através da Universidade Anhembi Morumbi; levantamento bibliográfico específico pertinente ao ramo de atuação da empresa e administração.
  10. 10. 8 2 RAMO DE ATUAÇÃO Os ramos de atuação de a empresa INTERYOGA dar- se- à principalmente modalidade EAD. Associada ao ramo de atividade física. Dois ramos muito promissores da atualidade, pois é notável o aumento de procura por tais. Índices monitorados por grandes redes de comunicação demonstrando sua importância para o mercado. Vejamos exemplo: http://g1.globo.com 11/08/2012 06h30 - Atualizado em 13/08/2012 09h49. “Procura por ensino à distância cresce mais que busca por curso presencial”. Aumento do número de alunos EAD foi de 10,9%, contra 6,45% presenciais”. Mas não somente no ensino a distancia que podemos observar o aumento pela procura, existe também o aumento pela preocupação com a saúde e bem estar da população em geral: http://www.efdeportes.com/efd69/af.htm “Na grande maioria dos países em desenvolvimento, grupo do qual faz parte o Brasil, mais de 60% dos adultos que vivem em áreas urbanas não praticam um nível adequado de exercício físico.” “Atividade física é definida como “qualquer movimento corporal” que resulte em gasto energético maior que os níveis de repouso”. Modernamente, o termo refere- se em especial aos exercícios executados com o fim de manter a saúde física, mental e espiritual; em outras palavras a "boa forma física e mental".
  11. 11. 9 3 ANÁLISE DE CENÁRIOS DO MACROAMBIENTE 3.1 Cenário político-econômico Nossa economia tem feito muito avanços na última década, fazendo com que nosso País ganhe a cada dia mais confiança internacional para investidores, mais poder para abertura de mercados, e mais criação de indústrias nacionais através de incentivos fiscais a pequenos e médios empreendedores. Porém não podemos deixar de apontar que o PIB (Produto Interno Bruto) do Brasil no primeiro trimestre de 2012, divulgado pelo IBGE em 1 de junho, apresentou um crescimento de apenas 0,1% entre janeiro e março. Foi um crescimento fraco que aponta um processo de desaceleração da economia em 2012. - Já no 2º trimestre de 2012 (abril a junho) a economia brasileira voltou a decepcionar registrando um aumento fraco de 0,4% (dados divulgados pelo IBGE em 31 de agosto) em comparação ao trimestre anterior. As medidas do governo (queda de juros e redução de IPI para alguns setores da economia) não resultaram no crescimento econômico esperado. - Nos últimos doze meses (até junho de 2012) o PIB brasileiro cresceu apenas 1,2%. Existe claramente por parte de nossos governos um esforço coordenado para distribuição de renda adotada nos últimos anos, que finalmente desloque do núcleo de poder a lógica financeira. Permitindo dessa maneira com que uma parcela relevante de nossa sociedade brasileira ascenda de classe social, ganhando dessa forma maior poder de compra e linhas de créditos mais acessíveis.
  12. 12. 10 Tabela 1 – Distribuição de renda no Brasil Classes % da população Renda Média Mensal Familiar de até Classe A1 1% 9.733,47 Acima Classe A2 4% 6.563,73 9.733,47 Classe B1 9% 3.479,36 6.563,73 Classe B2 15% 2.012,67 3.479,36 Classe C1 21% 1.194,53 2.012,67 Classe C2 22% 726,26 1.194,53 Classe D 25% 484,97 726,26 Classe E 3% 276,70 484,97 Classe Média (renda aprox..) 1.500,00 2.600,00 (Fonte: redebrasilatual, 2011) Todo avanço e esforço político – econômico permite a população maior foco em educação, através de universidades mais acessíveis e uma preocupação incessante com saúde e bem estar. A discussão da saúde pública sob a ótica política – econômica deixa claro a parcela de responsabilidade de nossos governos em melhorias de infraestrutura e melhor remuneração de nossos doutores. Mas também traz a tona uma pauta rica e calorosa sobre saúde, melhor alimentação, regularidade de exercícios físicos como forma preventiva. Nesse nicho da discussão a proposta de nosso negócio está inserida, uma proposta inovadora, capaz de captação de investimento, com incentivos econômicos e que tem sob principal fundamento o cuidado e bem estar de nossa sociedade. 3.2 Cenário legislativo A empresa prestadora de serviços deverá ser aberta na modalidade de Microempresa inicialmente, respeitando a legislação vigente que se enquadra a perspectiva tributária ao SIMPLES NACIONAL. E Será aberta como SOCIEDADE LIMITADA. I - no caso da microempresa aufira, em cada ano-calendário, receita bruta igual ou inferior a R$ 360.000,00 (trezentos e sessenta mil reais); e.
  13. 13. 11 II - no caso da empresa de pequeno porte aufira, em cada ano-calendário, receita bruta superior a R$ 360.000,00 (trezentos e sessenta mil reais) e igual ou inferior a R$ 3.600.000,00 (três milhões e seiscentos mil reais). “A empresa de pequeno porte optante pelo Simples Nacional em 31 de dezembro de 2011 que durante o ano-calendário de 2011 auferir receita bruta total anual entre R$ 2.400.000,01 (dois milhões, quatrocentos mil reais e um centavo) e R$ 3.600.000,00 (três milhões e seiscentos mil reais) continuará automaticamente incluída no Simples Nacional com efeitos a partir de 1º de janeiro de 2012, ressalvado o direito de exclusão por comunicação da optante”. O Simples Nacional implica o recolhimento mensal, mediante documento único de arrecadação, dos seguintes impostos e contribuições: I - Imposto sobre a Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ); II - Imposto sobre Produtos industrializados (IPI); III - Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL); IV - Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (COFINS): V - Contribuição para o PIS/PASEP; VI - Contribuição para a Seguridade Social, a cargo da pessoa jurídica, de que trata o art. 22 da Lei nº 8.212, de 24 de julho de 1991, exceto no caso das pessoas jurídicas que se dediquem às atividades de prestação de serviços previstas especificamente; VII - Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços e sobre Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal (ICMS); VIII - Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS). 3.2.1 Obrigações Trabalhistas As microempresas o as empresas de pequeno porte são dispensadas: 1 - da afixação de Quadro de Trabalho em suas dependências; 2 - da anotação das férias dos empregados nos respectivos livros ou fichas de registro: 3 - de empregar e matricular seus aprendizes nos cursos dos Serviços Nacionais de Aprendizagem; 4 - da posse do livro intitulado “Inspeção do Trabalho” e 5 - de comunicar ao Ministério do Trabalho e Emprego a concessão de férias coletivas.
  14. 14. 12 3.2.2 Contratação de Empregados A legislação trabalhista exige: Natureza: a natureza do ato de admissão do empregado é explicada de modo diferente pelo contratualismo e pelo anticontratualismo; pelo primeiro, a admissão é um ato de vontade das partes do vínculo jurídico; é um contrato de adesão, pelo qual o empregado, sem maiores discussões sobre os seus direitos, simplesmente adere aos direitos previstos nas normas jurídicas sem sequer pleiteá-los ou negociá-los com o empregador; pelo segundo, o vínculo entre empregado e empregador não é um contrato; não há acordo de vontades; a admissão não tem natureza negociável, contratual; as partes não ajustam nada; o empregado começa simplesmente a trabalhar. Forma do contrato: os ajustes serão expressos ou tácitos; os expressos, por sua vez, serão verbais ou escritos; o contrato de trabalho é informal; pode alguém tornar-se empregado porque verbalmente fez um trato nesse sentido; porque assinou um contrato escrito; pode, ainda, alguém tornar-se empregado porque, embora nada ajustando, começou a trabalhar pra o empregador sem a oposição deste. Duração do contrato: o empregado, quando admitido de forma expressa, o será por prazo indeterminado ou determinado (CLT, art. 443); silenciando-se as partes sobre o prazo, o contrato será por prazo indeterminado; a CLT permite contratos a prazo, em se tratando de atividades de caráter transitório, de serviço cuja natureza ou transitoriedade o justifique e em se tratando de contratos de experiência. Contrato de experiência: denomina-se assim, aquele destinado a permitir que o empregador, durante certo tempo, verifique as aptidões do empregado, tendo em vista a sua contratação por prazo indeterminado. Carteira de trabalho e previdência social (CTPS): sua natureza é de prova do contrato de trabalho; tanto nas relações de emprego verbalmente ajustadas como naquelas em que há contrato escrito, haverá, além do contrato com as cláusulas combinadas, a carteira; quanto a sua obrigatoriedade, nenhum empregado pode ser admitido sem apresentar a carteira, e o empregador tem o prazo legal de 48 horas para as anotações, devolvendo-a em seguida ao empregado (CLT, art. 29); as anotações efetuadas na carteira geram presunção relativa quanto à existência da relação de emprego; serão efetuadas pelo empregador, salvo as referentes à dependente do
  15. 15. 13 portador para fins previdenciários, que serão feitas pelo INSS, bem como as de acidentes de trabalho (arts. 20 e 30 CLT). Registro: a lei obriga o empregador a efetuar o registro de todo empregado em fichas, livros ou sistema eletrônico (CLT, art. 41); tem a natureza de prova do contrato, é documento do empregador, prestando-se para esclarecimentos solicitados pela fiscalização trabalhista da DRT. Capacidade do empregado e nulidade do contrato: pode contratar emprego toda pessoa; os menores de 18 anos dependem de autorização do pai ou responsável legal (CLT, art. 402), visto que depende dele para obter a carteira profissional; a CLT, proíbe o trabalho do menor de 12 anos, a CF/88, elevou essa idade para 14, salvo em se tratando de aprendiz; mesmo quando o contrato é nulo, por ser o agente incapaz, os direitos trabalhistas são assegurados ao trabalhador. 3.3 Cenário Tecnológico Tecnologia talvez seja a palavra mais motivadora, desafiadora, encantadora da última década. Com ela aprendemos que o mundo não tem limite, que informação está acessível a qualquer hora, lugar, classe social e cultural. Fomos inseridos em um novo mundo em que aprender se exercitar está ao alcance de nossas mãos. Nosso desafio é entender esse universo, seus números, para um planejamento mais assertivo e eficiente a maior parte dos consumidores foco de nossa proposta de negócio. Número de usuários: Segundo o Ibope NetRatings, somos 83,4 milhões de internautas tupiniquins (setembro de 2012), sendo o Brasil o 5º país mais conectado. De acordo com a Fecomércio-RJ/Ipsos, o percentual de brasileiros conectados à internet aumentou de 27% para 48%, entre 2007 e 2011. O principal local de acesso é a lan house (31%), seguido da própria casa (27%) e da casa de parente de amigos, com 25% (abril/2010). O Brasil é o 5º país com o maior número de conexões à Internet. 3.3.1 Internautas Ativos
  16. 16. 14 Atualmente 50,7 milhões de usuários acessam regularmente a Internet. 38% das pessoas acessam à web diariamente; 10% de quatro a seis vezes por semana; 21% de duas a três vezes por semana; 18% uma vez por semana. Somando, 87% dos internautas brasileiros entram na internet semanalmente Segundo Alexandre Sanches Magalhães, gerente de análise do Ibope//NetRatings, o ritmo de crescimento da internet brasileira é intenso. A entrada da classe C para o clube dos internautas deve continuar a manter esse mesmo compasso forte de aumento no número de usuários residenciais. 3.3.2 Tempo médio de navegação Desde que esta métrica foi criada, o Brasil sempre obteve excelentes marcas, estando constantemente na liderança mundial. Em julho de 2009, o tempo foi de 48 horas e 26 minutos, considerando apenas a navegação em sites. O tempo sobe para 71h30m se considerar o uso de aplicativos on-line (MSN, Emule, Torrent, Skype etc) A última marca aferida foi de 69 horas por pessoa em julho de 2011. 3.3.3 Publicidade on-line A internet se tornou o terceiro veículo de maior alcance no Brasil, atrás apenas de rádio e TV. 87% dos internautas utilizam a rede para pesquisar produtos e serviços Antes de comprar, 90% dos consumidores ouvem sugestões de pessoas conhecidas, enquanto 70% confiam em opiniões expressas online. 3.3.4 Venda de Computadores São 60 milhões de computadores em uso, segundo a FGV, devendo chegar a 100 milhões em 2012. 95% das empresas brasileiras possuem computador. A difusão da Internet está diretamente associada ao crescimento do número de computadores, que têm suas vendas impulsionadas pelos seguintes fatores: aumento do poder aquisitivo, crescimento do emprego formal e do acesso ao crédito, avanço da tecnologia, baixa do dólar e isenção de PIS e COFINS sobre a venda de computadores e seus componentes.
  17. 17. 15 3.3.5 Banda Larga Atingimos 10,04 milhões de conexões em junho de 2008: um ano e meio antes do previsto, já que essa era a projeção para 2010. Quanto ao volume de dados, o incremento foi de 56 vezes de 2002 até 2007. E a projeção é de um aumento de oito vezes até 2012; o número de conexões móveis cresceu de 233 mil para 1,31 milhão em um ano; Sistemas gratuitos de banda larga sem fio (Wi-Fi) funcionam nas orlas de Copacabana, Leme, Ipanema e Leblon, nos Morros Santa Marta e Cidade de Deus e em Duque de Caxias. Estão nos planos: São João de Meriti, Belford Roxo, Mesquita, Nova Iguaçu, Nilópolis, Rocinha, Pavão-Pavãozinho, Cantagalo e 58km da Avenida Brasil, todos no Rio de Janeiro. Cerca de 10% dos internautas brasileiros tem uma velocidade de banda larga de 128 a 512 Kbps; 45% tem 512 Kbps a 2 Mbps; 27% usa 2 Mbps a 8 Mbps Se compararmos com os números de outubro de 2011, perceberemos a migração dos usuários para velocidades superiores. 3.4 O cenário natural Por não existir a produção de um produto específico, não contamos com matéria prima e sim com os recursos tecnológicos como a internet e variação de computadores dos usuários. Porém existe a dependência dos recursos humanos, os professores que estarão online. 3.5 Cenário sociocultural O público alvo da empresa está focado nas as pessoas que vivem na capital de São Paulo, são estressadas por consequência do transito, que deve aumentar nos próximos anos com a Copa de 2014; que sofrem pressões nas empresas elevando seus níveis de estresse e em geral para atender o aumento tendência virtual pela falta de tempo. São Paulo – Executivos brasileiros estão mais estressados de acordo com os dados do Internacional Business Report (IBR) 2012 da Grant Thornton Internacional,
  18. 18. 16 19% dos entrevistados afirmaram que o estresse aumentou no último ano. Em 2010, esse número era de 9%. “exame. abril.com. br, 2013.” SÃO PAULO – O nível de estresse no ambiente de trabalho ainda é alto na maioria das empresas. E nada de ignorar as queixas dos colaboradores. Segundo a pesquisa, o gestor que toma essa atitude apenas contribui ainda mais para a elevação do estresse, que pode causar problemas à saúde dos membros de sua equipe. “blog.curriculum.com.br, 2011.” Observa-se um aumento na mudança de valores dos paulistas em relação à qualidade de vida. Um dos motivos para tal mudança foi o aumento da renda, isto levou as pessoas a se preocuparem mais com quesitos como beleza, saúde e bem estar. Como exemplo desta preocupação pode citar o evento nacional de grande sucesso principalmente em São Paulo “YOGA PELA PAZ” “Idealizadora do projeto Yoga Pela Paz, evento que reúne desde 2006 milhares de pessoas meditando em conjunto no Brasil, e fundadora do Centro Intregado de Yoga, Meditação e Ayurveda (CIYMAM), Márcia De Luca, de 57 anos, mostra que aquietar a mente traz resultados positivos para você e para a sociedade” “claudia.abril.com.br,2012”. 3.6 Oportunidades e Ameaças Oportunidades Ameaças Crescimento da preocupação dos consumidores com a qualidade de vida, de saúde e de estética. Tempo escasso do consumidor, favorecendo ambiente virtual. Trânsito cada dia mais congestionado Popularização da Internet Disponibilidade 24hs por dia Aulas em tempo real Conteúdo de qualidade com interatividade Surgimento de parques, praças e centros de convivência da família com prática de exercícios sem custo para os participantes. Academias de ginástica. Cursos de Yoga Online gratuitos. Vídeos de Yoga no Youtube. (Fonte: Própria, 2013.)
  19. 19. 17
  20. 20. 18 4 ANÁLISE DA INDÚSTRIA. Segundo Porter (1989), a indústria se conceitua como um grupo de empresas que produzem produtos substitutos bastante próximos entre si e, a partir disso, propôs uma forma diferenciada de analisar um setor. Uma indústria deve ser analisada por sua estrutura, a qual uma última instância influencia na determinação das regras competitivas. Assim também a rentabilidade de uma indústria depende ou é função da sua estrutura e é ela que estabelece as regras da concorrência, as quais, por sua vez, dependem das cinco forças competitivas que fazem parte do modelo. 4.1 Rivalidade entre as empresas componentes do segmento A rivalidade entre as empresas de uma determinada indústria pode acontecer através de vários aspectos como: concorrência de preços, batalhas de publicidade, introdução de novos produtos e aumento dos serviços ou garantia ao cliente. Segundo Carvalho (1997), isso se manifesta pelo desejo de firmas preservarem ou melhorarem a sua posição diante as outras, o que tende a provocar a reação dos concorrentes. Segundo Porter (1986), algumas formas de concorrência, notadamente a concorrência de preços, são altamente instáveis, sendo bastante provável que deixem toda a indústria em pior situação do ponto de vista da rentabilidade. Os cortes de preços são rápida e facilmente igualados pelos rivais e, uma vez igualados, reduzem as receitas para todas as empresas, a menos que a elasticidade preço da indústria seja bastante alta. De outra forma, as batalhas de publicidade podem expandir a demanda ou aumentar o nível de diferenciação do produto na indústria com benefício para todas as empresas. Segundo Kotler (1999) O maior concorrente de uma empresa é aquele que mais se parece com ela, que atende o mesmo público alvo e utiliza o mesmo mix de marketing. A intensidade da rivalidade entre os concorrentes nada mais é do que a busca incessante pela melhor posição através de táticas como as de concorrência de preços, lançamento de novos produtos e batalhas de publicidade.
  21. 21. 19 Conforme Gianese & Correa (1996), as táticas de competição baseadas em uma guerra de preços provocam normalmente, em todo o sistema uma instabilidade resultante da diminuição da margem de lucro. As táticas que se definem pela utilização maciça do marketing através de batalhas de propaganda, poderão, também, ter um efeito negativo, se não forem acompanhadas de uma estratégia de operações que sustente as expectativas criadas. 4.2 A ameaça de novos entrantes A principal ameaça será os vídeos gratuitos da internet, poder aderir sérios riscos ao negócio, já que é uma modalidade inovadora e como consequência não existe conhecimento abrangente sobre o serviço prestado. 4.3 A ameaça de substitutos Os substitutos são as escolas presenciais já existentes que podem aderir a esta modalidade com a entrada da empresa no mercado. E não se pode deixar de mencionar os professores que atendem home care, ou seja, ministram aulas na casa dos alunos, que também poderão aderir formas de atendimento virtual. Isto pode ser parcialmente resolvido com a patente pelo serviço. 4.4 O poder de barganha dos fornecedores Os fornecedores são basicamente a Web site e os professores. O site é um pagamento fixo por mês, sem grandes alterações. Já os professores serão pagos por aula, sendo que existe uma tabela pré-estabelecida no mercado, e o valor mais alto pago ainda é lucrativo para empresa. E ainda a oferta de professores nesta área é grande, gerando mais opções para empresa. 4.5 O poder de barganha dos consumidores Assim como para os professores, existe também uma tabela de preços sob as aulas de yoga. Sabendo-se que o consumidor tende ao menor valor, podem-se oferecer as mensalidades com preços reduzidos, pois a empresa virtual reduz muitos custos, podendo assim baixar os preços e gerar vantagens também aos consumidores.
  22. 22. 20 5 DESCRIÇÃO DA CONCORRÊNCIA
  23. 23. 21 5.1 Professores de yoga que fazem atendimento em casa: Oferecem exclusividade. Ponto forte; customização do serviço. Ponto fraco; preço. 5.2 Academias de yoga da região de São Paulo Capital Atendimento dos alunos com aulas presenciais. Ponto forte; melhor dinâmica de ensino. Ponto fraco; horário de atendimento não personalizado. 5.3 Vídeos gratuitos na internet Noções de posição de yoga. Ponto forte; são gratuitos e de fácil acesso. Ponto fraco; não possuem interatividade com professor, e são apenas sobre noções sem aprofundamento do conteúdo. 5.4 Aulas de yoga oferecidas pelo governo São ministradas em parques, casas culturais e eventos de comemorações. Ponto forte; são gratuitas e presenciais. Ponto fraco; não despertam interesse pela falta de personalização do atendimento. Pelo fato de ser uma melhoria de serviço já existente não possui concorrentes na mesma linha de atuação, porém existem os substitutos como descritos acima que podem comprometer a entrada no mercado de inserção. 6 FATORES CHAVE PARA SUCESSO
  24. 24. 22 Qual a receita para o sucesso? Uma clara definição de escopo, boa comunicação e os recursos adequados representam os principais ingredientes. Esses não são os únicos fatores que influenciam as chances de sucesso. Abaixo seguem alguns itens necessários para se alcança-lo: 6.1 Defina sucesso Os profissionais só vão atingir o sucesso se souberem exatamente o que é esperado deles. É comum definirmos sucesso como a junção de necessidade, metas e orçamentos atendidos. Mas vale lembrar que compreender a influência desses quesitos para a empresa é igualmente importante. Em outras palavras: saiba o quê, mas tente saber também por quê. A empresa INTERYOGA tem como objetivo a criação de aulas virtual de yoga com interatividade, focando pessoas estressadas e com pouco tempo. 6.2 Planejamento O empreendedor precisa ter em mente em que ponto vai focar, na saúde, no esporte, na espiritualidade ou no bem estar. Como no caso desta empresa que atende a área de atividade física aliada à saúde e bem estar. 6.3 Capacitar os funcionários Uma questão óbvia ao sucesso do projeto é treinar os funcionários para a correta utilização e aplicação das técnicas. Neste caso em específico serão contratados profissionais preparados, havendo pouca necessidade de treinamento; este estaria focado na abrangência de marketing. 6.4 Divulgação
  25. 25. 23 Para abrir um centro de yoga virtual, será necessária uma boa estratégia de marketing. Procurar parcerias com locais comerciais que tenham os mesmos valores que os da sua empresa – restaurantes vegetarianos, palestras em empresas, escolas por exemplo. Entrega de panfletos no transito, entre outros. 6.5 Gerenciar possíveis modificações É comum que clientes queiram dar sugestões para mudanças e ou aprimoramentos. Simples sugestões, mesmo que pareçam mínimas, podem ocasionar em modificações brutais no esquema do projeto, influenciando tanto em custo quanto em qualidade de atendimento. É essencial ter um processo para gerir mudanças. Nesse gerenciamento devem ser integrados os recursos de aprovação e veto às mudanças, avaliação das solicitações/ideias recebidas. Um gerente especializado pode definir a profundidade do impacto de algumas mudanças caso a caso. 6.6 Documentação apropriada A primeira coisa a ser feita é legalizar o seu estabelecimento. Dependendo do que o seu centro oferecer, haverá um perfil de documentação e legislação distinto para o licenciamento, tanto do local, quanto da equipe de trabalho – os instrutores, por exemplo, devem obrigatoriamente ser experientes e ter o documento da profissão. Contratar um bom advogado ou contador, que conheça as leis específicas, para auxiliar durante o processo de abertura do espaço. 6.7 Controle de qualidade eficiente Ter um acompanhamento de qualidade eficiente é essencial, buscando saber se o cliente está satisfeito e obtendo resultados desejados. É a única maneira de garantir o sucesso continuo do negócio.
  26. 26. 24 6.8 Relacionamento O bom atendimento por parte dos instrutores e da recepção, virtual no caso, é importantíssimo. O momento que o cliente busca atividade física, espiritual, ou de cura, deve ser um local para nos desconectar do mundo exterior, longe do estresse, da violência e da indiferença. 7 ESTIMATIVA DA DEMANDA
  27. 27. 25 A estimativa da demanda é essencial para um planejamento de produção ou prestação de serviço eficiente. Quanto maior a precisão da estimativa da demanda melhor o desempenho da empresa. Previsões de demanda desempenham um importante papel em várias áreas da organização, como: financeiro, recursos humanos e área de vendas. Estimativas de demanda são realizadas utilizando métodos quantitativos, qualitativos ou ambos os métodos. Etapas do Modelo de Estimativa de Demanda:  Objetivo do modelo;  Coleta e análise dos dados;  Seleção da técnica de estimativa;  Obtenção das estimativas;  Monitoração do modelo; Objetivo do modelo: A primeira etapa consiste em definir o porquê da necessidade da estimativa. Como o serviço prestado, aula de yoga, através da internet, será aceita para efetivação da compra pela população destinada a demanda. Coleta e análise dos dados: A coleta de dados foi realizada através de pesquisas pessoais em entrevista com possíveis clientes. Com professores de yoga para obter informações sobre o tempo disponível, pagamento por aula e atendimento aos alunos. Seleção da técnica de estimativa: Técnicas utilizadas foram: qualitativas e quantitativas. Qualitativas privilegiam dados subjetivos e quantitativas envolvem a análise dos dados passados. 7.1 Criação de questionário para entrevista com público alvo
  28. 28. 26 QUESTIONÁRIO INVESTIGATIVO/ ESCOLA VIRTUAL DE YOGA 1) Você sofre com estresse no trabalho e no transito? 2) Você conhece os benefícios da yoga no alívio do estresse? 3) Você pratica yoga? 4) Se não; por quê? 4.1 Falta de tempo? () 4.2 Falta acesso próximo de casa?() 4.3 Valor das mensalidades? () 5) Você gostaria de ter acesso a uma escola virtual de yoga com interatividade entre professores e alunos e custos acessíveis? Total de entrevistados: 250 pessoas. 7.1.1 Análise de dados Ao analisar os dados coletados acima é possível concluir que as pessoas que vivem na região metropolitana de São Paulo sofrem com estresse no transito e no trabalho, conhecem os benefícios da yoga, porém não praticam principalmente por falta de tempo. 7.2 Perguntas realizadas com professores:
  29. 29. 27 Quantos alunos são possíveis atender com eficiência? tempo dura cada aula? Qual o valor cobrado por/aula? 7.2.1 Análise das respostas coletadas A entrevista foi realizada apenas com três professoras de yoga. E suas respostas foram: Cada aula tem a duração padrão de 1 hora, cada professor consegue ministrar duas aulas consecutivas precisando de descanso em média de uma hora para próxima bateria de duas aulas. Sendo apenas dois ao dia. È possível atender até 100 alunos por aula, porém para grupos que precisem de atenção, apenas 20. 7.3 Obtenção da estimativa A estimativa inicial é de 800 alunos por mês. Contando com trabalho intercalado de 8 professores; trabalhando 3 horas por dia duas vezes por semana com grupos especiais aos finais de semana e gravação das aulas possibilitando o acesso a qualquer hora. 7.4 Monitoração do modelo È de extrema necessidade o acompanhamento do sistema a ser implantado, pois justamente por oferecer uma inovação e melhoria do atendimento este contará com vários ajustes durante o inicio, desta forma visualizamos margem de erros e acertos. 7.5 Conclusão A estimativa inicial de demanda é de 800 alunos por mês. Após um ano deve aumentar em 200% a clientela e em três anos 400%. Neste momento a empresa que fora aberta como micro sobrefá alteração para pequena estimou que em cerca de cinco anos fosse S.A. Concluímos que nosso serviço será bem aceito por usuários de internet de classe B e C e também utilizados por usuários de classe A que preferem atividades no conforto do lar.
  30. 30. 28 8 A EMPRESA
  31. 31. 29 A empresa INTERYOGA ESCOLA VIRTUAL DE YOGA LTDA, é uma escola de ioga online em tempo real. Seu principal objetivo é oferecer aulas de ioga on-line em tempo real com interatividade entre alunos e professores. Como a yoga é uma prática física serão oferecidas aulas presenciais conforme necessidade do cliente. 8.1 Descrição da Empresa Definição do tipo de sociedade: Inicialmente a empresa enquadrara o nível de pequena empresa, sendo de Sociedade Limitada e obedecendo aos recolhimentos tributários do plano SIMPLES NACIONAL. 8.1.2 Produtos e/ou serviços Empresa de prestação de serviços virtuais no ramo de saúde/prática esportiva/terapia. Comercializa treinamentos em yoga online. 8.1.3 Missão, visão e valores da empresa: A missão da INTERYOGA é difundir o conhecimento da yoga através de canal virtual. Queremos atender a um público que necessita do serviço, porém sem tempo de acessá-lo de outro modo. Acreditamos que a ioga é um diferencial que só vem a somar com a qualidade de vida das pessoas. Nossos valores são: Transparência, resultado, comodidade e honestidade com nossos clientes. 8.1.4 Localização Sua localização dar-se-á por meio de site hospedeiro e em sua escola física localizada no centro de Itaquera: Rua Augusto Cavalcante, 213B - Cohab II (próx. ao Correio e a Praça Brasil), assim como as parcerias entre academias do centro de São Paulo ( O estabelecimento físico é alugado)
  32. 32. 30 A localização está situada no centro de Itaquera por já existir em funcionamento uma escola de ioga que por sua vez em sua formação existe uma equipe de professores qualificados e experientes do ramo, e ainda nos oferecerá estrutura física, sua proprietária fará parte dos sócios. E em site hospedeiro ou em seu espaço virtual que poderá ser acessado em qualquer lugar ou hora, atendendo as necessidades dos clientes. 8.1.5 Legalização da empresa A principio deve partir da escolha da razão social e nome fantasia. INTREYOGA ESCOLA VIRTUAL DE YOGA LTDA. INTERYOGA, sendo registrado na Junta Comercial de São Paulo. O próximo passo e a formalização do contrato social. “O CONTRATO SOCIAL deve conter os seguintes itens básicos: Objeto social da empresa (finalidade), capital e valor das cotas de responsabilidade de cada sócio, quem vai assinar pela empresa, retiradas e pró-labores dos sócios, imprevistos na dissolução da sociedade, sede da empresa e documentos dos sócios. Assinar e rubricar todas as folhas (três vias), com testemunhas. No contrato social deverá constar a assinatura dos sócios e de duas testemunhas, não podendo ter qualquer grau de parentesco com os sócios.” 8.1.5.1 Etapas para o Registro de Sociedade Etapa 1 - Junta Comercial Providencie o Registro de sociedade comercial e o enquadramento como microempresa, a Junta Comercial lhe fornecerá as informações sobre os documentos e procedimentos necessários. Existem em alguns Estados centrais onde todos os órgãos responsáveis por abertura de empresas estão reunidos no mesmo local. Etapa 2 – Secretaria da Receita Federal / Secretaria Estadual da Fazenda Nesta etapa você deverá procurar a SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL para providenciar a inscrição federal no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica - CNPJ e posteriormente, procurar a SECRETARIA ESTADUAL DE FAZENDA para sua inscrição estadual, esta inscrição deve ser feita após o arquivamento do contrato social na Junta Comercial.
  33. 33. 31 Etapa 3 – Prefeitura Procure a Prefeitura Municipal para retirar o Alvará de funcionamento. Leve a documentação anterior. Para realizar esta etapa é preciso ter o Registro da Junta Comercial, o CNPJ e a aprovação prévia do local. OBS: Verifique junto a Prefeitura, o valor da Taxa de Recolhimento Anual TLIF (taxa de localização, instalação e funcionamento). 8.1.6 Marca e logomarca INTERYOGA ESCOLA VIRTUAL DE YOGA LTDA. A concepção da marca foi uma junção do moderno com a yoga, da interatividade, da possibilidade de ser usufruído não tendo a necessidade da presença física do cliente. A logomarca baseou-se na mesma linha de raciocínio, utilizando a imagem da yoga com a imagem de um notebook que sinaliza que o cliente pode “levar” a yoga consigo para onde quiser. Seu registro deve ser feito na junta comercial assegurando o uso exclusivo. “Entretanto, caso futuro queira estender a proteção e o uso com exclusividade do nome (marca) de sua empresa para todo o território nacional, você deverá requerer o registro no Instituto Nacional de Propriedade Industrial – INPI. 8.1.7 Características arquitetônicas
  34. 34. 32 Prédio alugado, térreo, 38m². Sala comercial, localizada em Itaquera. Entrada frontal com uma sala de (entrada social/recepção); um banheiro medindo 2 x 1,5 mts; 3 salas/estúdio medindo 5 x 4 mts cada; área de convivência/copa medindo 5 x 7mts com mesas, cadeiras, geladeira e micro ondas; estacionamento com duas vagas medindo 5 x 3 mts; jardim de inverno medindo 3 x 3.70mts. 8.2 Análise Mercadológica 8.2.1 Fornecedores Identificação de três principais fornecedores de insumos (se aplicável), evidenciando como foram selecionados; devido à característica do ramo de atuação da empresa, a identificação de fornecedores não se aplica. 8.2.2 Matriz do Vigor Competitivo Análise da matriz de vigor competitivo da empresa em relação aos dois (2) concorrentes principais dela, conforme TABELA 1 ABAIXO: Tabela 1 – Matriz de Vigor Competitivo
  35. 35. 33 Tabela 1 – Matriz de Vigor Competitivo Fator-chave de sucesso Peso Empresa Concorrente A Concorrente B Nota Pond Nota Pond Nota Pond Customização do serviço 10% 3 0,30 2 0,20 3 0,30 Preço 20% 3 0,60 1 0,20 5 1,00 Dinâmica de ensino 25% 5 1,25 4 1,00 5 1,25 Horário de atendimento 30% 5 1,50 1 0,30 5 1,50 Interatividade com professor 15% 3 0,45 5 0,75 1 0,15 100% 4,10 2,45 4,20 Fonte: Própria Observando a tabela acima, a Empresa mostra-se bastante competitiva podendo facilmente ultrapassar a classificação do Concorrente B melhorando a interatividade disponibilizando mais aulas no formato “Ao Vivo” ou “Real Time”. 8.2.3 Análise SWOT (PFOA) Com base na análise dos ambientes interno e externo apresentado, do levantamento das cinco forças de Porter e de todas as questões relacionadas à análise da concorrência, a matriz abaixo demonstra as principais Potencialidades, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças que envolvem a Empresa. Tabela 2 – Matriz PFOA(SWOT)
  36. 36. 34 AMBIENTE INTERNO AMBIENTE EXTERNO Pontos Fortes Oportunidades Disponibilidade 24hs por dia Crescimento da preocupação dos consumidores com a qualidade de vida, de saúde e de estética Aulas em tempo real Tempo escasso do consumidor, favorecendo ambiente virtual Conteúdo de qualidade com interatividade Trânsito cada dia mais congestionado Popularização da Internet Pontos Fracos Ameaças Produto já existente, mais o formato é novo (desconhecido) Surgimento de parques, praças e centros de convivência da família com prática de exercícios sem custo para os participantes Custo Academias de ginástica/ Hospedagem de site. Dependência tecnologia Cursos de Yoga Online Gratuitos Vídeos de Yoga no YouTube
  37. 37. 35 9 PLANO ESTRATÉGICO 9.1 Objetivos e Metas O objetivo da empresa foca na criação do diferencial de prestação do serviço, estando vinculado a uma escola física a INTERYOGA atuará no campo virtual levando a prática para todos os lugares a qualquer hora, atendendo as necessidades e desejo dos clientes que por falta de tempo não praticam yoga, aumentando assim sua qualidade de vida. Nossa meta inicial é atender principalmente empresas, que oferecerá o serviço aos seus funcionários, e futuramente atender todo território nacional, criando um sistema de franquia com as principais academias. 9.2 Estratégias 4 P´S DO MARKETING São eles: produto, preço, praça e promoção. logo abaixo, uma descrição simplificada de cada um deles.
  38. 38. 36 9.2.1 Estratégias para Produtos Produto: É tudo o que pode ser oferecido a um mercado para satisfazer uma necessidade ou um desejo, sejam bens físicos, serviços, experiências, eventos, pessoas, lugares, propriedades, organizações, informações ou ideias. 9.2.2 Estratégias de Preços Preço: o preço é o elemento do composto de marketing que produz receita, os demais, apesar de terem o objetivo de produzir receita, só produzem custos. ao determinar o preço, a empresa pode buscar seus objetivos, sobreviver, maximizar o lucro ou maximizar sua participação no mercado. Nosso preço se justifica competitivo pelo fato de termos baixo investimento em área física para a recepção dos clientes. Como tudo é feito via web, nosso maior investimento é em servidores e conexões de internet capazes de atender a demanda existente e futura. 9.2.3 Estratégias de Distribuição e Logística Praça (ponto de venda): O ponto de vendas ou praça pode é a combinação de agentes que permitem que o produto/serviço flua, vai dos produtores aos consumidores. Ele pode ser uma gôndola de supermercado, um site na internet, vendas diretas, entre outros: -Produto: Prestação de serviços de treinamento de yoga online, a distância. -Promoção: Utilizamos as redes sociais para divulgação/promoção de nosso serviço lançando mão de promoções por indicações de amigos, test-yoga (período gratuito de uma semana), criação de mailing para retorno e mensuração de satisfação. Desde o nosso próprio site indo ate as redes sociais e listas de mailing. Ponto positivo também de nossa praça é o boca a boca entre os usuários satisfeitos com o produto disponibilizado e o serviço contratado. Ainda podemos citar parcerias entre academias de ginástica e divulgação em presas que comprovadamente está focado em nosso publico alvo como pessoas estressadas.
  39. 39. 37 9.2.4 Estratégias de Promoção Promoção: Não basta criar bons produtos e disponibilizá-los ao mercado consumidor, é fundamental que exista o processo de comunicação com os clientes. Como ferramenta de promoção, podemos citar: propaganda; relações públicas; concursos culturais; ações na web; panfletagem; baners; cartazes promocionais em academias de ginástica; e convênios empresariais.
  40. 40. 38 10 PLANEJAMENTO DAS OPERAÇÕES 10.1 Aspectos organizacionais estruturais A empresa IRTEYOGA possui a necessidade de equipamentos, mão de obra e serviço de comunicação. Equipamentos: 3 computadores Mão de Obra: 3 professores,1 recepcionista. Comunicação: Telefone e internet. Propaganda: Panfletos, Baners, anuncio de rádio e cartaz. 10.1.1 Estruturação do organograma 10.1.2 Tipo de vínculo trabalhista Os empregados serão registrados pelo regime CLT. 10.1.3 Folha de Pagamento Cargo/Função Salário SÓCIOS PROFESSOR PROFESSOR PROFESSOR RECEPCIONISTA
  41. 41. 39 Auxiliar Administrativo 1.318,80 Professor de Yoga (1) 2.018,00 Professor de Yoga (2) 2.018,00 Professor de Yoga (3) 2.018,00 Total 62,72% 7.372,8 10.1.4 Encargos sociais Total 37,27% 4.382,27 Evento Ref. Valor Salário - R$ 1.200,00 Vale Transporte - R$ 140,80 Desconto Vale Transporte - -R$ 72,00 Vale Refeição - R$ 176,00 Plano de Saúde - R$ 0,00 Outros Benefícios - R$ 0,00 Provisão 13º salário - R$ 100,00 Provisão Férias - R$ 100,00 Provisão 1/3 Férias - R$ 33,33 FGTS 8,00% R$ 96,00 Provisão FGTS (13º e Férias) - R$ 18,67 INSS 20,00% R$ 240,00 Provisão INSS (13º e Férias) - R$ 46,67 Custo Funcionário R$ 2.079,47 Evento Ref. Valor Salário - R$ 1.980,00 Vale Transporte - R$ 140,80 Desconto Vale Transporte - -R$ 118,80 Vale Refeição - R$ 176,00 Plano de Saúde - R$ 0,00
  42. 42. 40 Outros Benefícios - R$ 0,00 Provisão 13º salário - R$ 165,00 Provisão Férias - R$ 165,00 Provisão 1/3 Férias - R$ 55,00 FGTS 8,00% R$ 158,40 Provisão FGTS (13º e Férias) - R$ 30,80 INSS 20,00% R$ 396,00 Provisão INSS (13º e Férias) - R$ 77,00 Custo Funcionário R$ 3.225,20 Evento Ref. Valor Salário - R$ 1.980,00 Vale Transporte - R$ 140,80 Desconto Vale Transporte - -R$ 118,80 Vale Refeição - R$ 176,00 Plano de Saúde - R$ 0,00 Outros Benefícios - R$ 0,00 Provisão 13º salário - R$ 165,00 Provisão Férias - R$ 165,00 Provisão 1/3 Férias - R$ 55,00 FGTS 8,00% R$ 158,40 Provisão FGTS (13º e Férias) - R$ 30,80 INSS 20,00% R$ 396,00 Provisão INSS (13º e Férias) - R$ 77,00 Custo Funcionário R$ 3.225,20 Evento Ref. Valor Salário - R$ 1.980,00 Vale Transporte - R$ 140,80 Desconto Vale Transporte - -R$ 118,80 Vale Refeição - R$ 176,00 Plano de Saúde - R$ 0,00 Outros Benefícios - R$ 0,00 Provisão 13º salário - R$ 165,00 Provisão Férias - R$ 165,00 Provisão 1/3 Férias - R$ 55,00 FGTS 8,00% R$ 158,40 Provisão FGTS (13º e Férias) - R$ 30,80 INSS 20,00% R$ 396,00 Provisão INSS (13º e Férias) - R$ 77,00 Custo Funcionário R$ 3.225,20
  43. 43. 41 CUSTOS TOTAIS EMPREGATICIOS 11.755,07
  44. 44. 42 11 ANALISE DE VIABILIDADE ECONOMICO FINANCEIRA 11.1 Investimento Inicial Orçamento do projeto = 53.253,00 11.2 Deduções de vendas (serviços) Simples Nacional. PA: Período de Apuração = Janeiro/2013 Receita Bruta (1mês) = 27.000,00 RBT12 proporcionalizada =27.000,00 *12 = 324.000,00 Cálculo = Receita mensal x alíquota da faixa = R$ 27.000,00 x 8,21% = R$ 2.165,67
  45. 45. 43 11.3 Fluxo de caixa Mês 1 Mês 2 Mês 3 Mês 4 Mês 5 Mês 6 Mês 7 Mês 8 Mês 9 Mês 10 Mês 11 Mês 12 Descrição Invest. Iniciais jan/13 fev/13 mar/13 abr/13 mai/13 jun/13 jul/13 ago/13 set/13 out/13 nov/13 dez/13 Total de Entradas Receita de Vendas / Serviços 53.253,00 27.000 27.000 27.000 27.000 27.000 27.000 27.000 27.000 27.000 27.000 27.000 27.000 Capital de Giro Total de Saídas Despesas com Produção Despesas com Comissao Depesas com Pessoal Administração 3.216 1.318,80 1.318,80 1.318,80 1.318,80 1.318,80 1.318,80 1.318,80 1.318,80 1.318,80 1.318,80 1.318,80 1.318,80 Produção 600 6.054,00 9.649 9.649 9.649 9.649 9.649 9.649 9.649 9.649 9.649 9.649 9.649 Outros Empregados Terceirizados 160 160 160 160 160 160 160 160 160 160 160 160 160 Pró-labore Sócios Despesas Administrativas Manutenção Seguros 40 40 40 40 40 40 40 40 40 40 40 40 Consumo Aluguel 557 557 557 557 557 557 557 557 557 557 557 557 557 Marketing 4.000 200 200 200 200 200 200 200 200 200 200 200 200 Internet / Redes / ADSL 55 55 55 55 55 55 55 55 55 55 55 55 55 Treinamento Combustível Outras Despesas mensais 200 200 200 200 200 200 200 200 200 200 200 200 200 Investimentos em Ativo Fixo Instalações Obras Civis/Reformas Equip./Comp./Maquinas 2.400 Terrenos Móveis e Utensílios 294 Veículos Software/Licenças Investimento Financeiro Capital de Giro 2.700 2.700 2.700 2.700 2.700 2.700 2.700 2.700 2.700 2.700 2.700 2.700 Estoque Inicial Outros Investimentos Financeiros 1.350 1.350 1.350 1.350 1.350 1.350 1.350 1.350 1.350 1.350 1.350 1.350 Investimento Pré-Operacional Despesas de Legalização 850 Divulgação 3.000 Custos e Treinamentos Outras Despesas Despesas Tributárias Impostos a Pagar sobre Produção 2.165,67 2.165,67 2.165,67 2.165,67 2.165,67 2.165,67 2.165,67 2.165,67 2.165,67 2.165,67 2.165,67 2.165,67 2.165,67 Demais Impostos Provisão do IR Despesas Financeiras Juros e Amortização de Empréstimos Lucros Distribuídos 3.660 2.581 2.581 2.581 2.581 2.581 2.581 2.581 2.581 2.581 2.581 2.581 Fluxo de Caixa do Período Saldo Acumulado 35.755 44.295 50.318 56.341 62.364 68.388 74.411 80.434 86.457 92.480 98.503 104.527 110.550
  46. 46. 44 11.4 Demonstrativo do Resultado do Exercício (DRE) DEMONSTRATIVO DE INVESTIMENTOS Item Discriminação Und. Quant. Valor Unit. R$ Valor Total R$ 1 Terreno 0,00 0,00 0,00 2 Obras Civis 0,00 0,00 0,00 0,00 3 Máquinas e Equipamentos 0,00 0,00 0,00 0,00 4 Instalações , Montagem e Fretes 0,00 0,00 0,00 0,00 5 Móveis e Utensílios 264,00 Mesas e cadeiras 1 1,00 264,00 264,00 0,00 0,00 6 Equipamentos de Informática 2.400,00 NOTEBOOK ASUS U43SD BAMBOO MARROM COM PROCESSADOR INTEL CORE I5- 2410M 6GB 750GB 14" - Asus 1 1,00 2.400,00 2.400,00 0,00 0,00 7 Veículos 0,00 0,00 0,00 0,00 8 Projetos 0,00 0,00 0,00 0,00 8 Outros 557,00 Aluguel de sala comercial 1 1,00 557,00 557,00 0,00 0,00 TOTAL 3.221,00
  47. 47. 45 11.5 Valor Presente Líquido (VPL) VPL Saldo Aplicação de i = 16% R$ 94.592,90 R$ 41.339,90 Aplicação de i = 10% R$135.004,21 R$81.751,21 Aplicação de i = 7% R$ 164.564,55 R$ 111.311,55 Aplicação de i = 28,15 (TIR) R$ 53.253,00 11.6 Taxa Interna de Retorno (TIR) Quadro do Fluxo Financeiro do Empreendimento Em $ 1.000 Descrição 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Receita Bruta 27.000 27.000 27.000 27.000 27.000 27.000 27.000 27.000 27.000 27.000 (-) Impostos Prop. 2.165,67 2.165,67 2.165,67 2.165,67 2.165,67 2.165,67 2.165,67 2.165,67 2.165,67 2.165,67 Receita Líquida 24.834 24.834 24.834 24.834 24.834 24.834 24.834 24.834 24.834 24.834 Custo Var. Prod. 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 Custo Fixo Prod. 11.755 11.755 11.755 11.755 11.755 11.755 11.755 11.755 11.755 11.755 Lucro Bruto 13.079 13.079 13.079 13.079 13.079 13.079 13.079 13.079 13.079 13.079 Desp. Ger. Var. 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 Desp. Ger. Fixas 612 612 612 612 612 612 612 612 612 612 Depreciação 222 222 222 222 222 222 222 222 222 222 Despesas Finan. Lucro Antes IR 12.245 12.245 12.245 12.245 12.245 12.245 12.245 12.245 12.245 12.245 IR/Contrib. Social 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 Lucro Líq. Após IR 12.245 12.245 12.245 12.245 12.245 12.245 12.245 12.245 12.245 12.245 (+) Depreciação 222 222 222 222 222 222 222 222 222 222 (-) Amortização (-) Investimentos -53.253,00 (+)Liber. Financiam. (+) Valor Residual 100.370 Fluxo de Caixa Empr. -53.253 12.467 12.467 12.467 12.467 12.467 12.467 12.467 12.467 12.467 163.937 Taxa Interna de Retorno do Empreendimento (TIR) = 28,15%
  48. 48. 46 12. PLANO PARA IMPLANTAÇÃO DE SISTEMA EQUALIDADE Projeto de Qualidade Projeto "INTERYOGA" UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI PROCESSOS GERENCIAIS 12.1 Objetivo do projeto. Detectar o principal processo e seus possíveis gargalos, implantar um sistema de qualidade visando à melhoria da prestação do serviço. 12.2 Método de Gerenciamento da Qualidade O gerenciamento dar-se-á pela verificação do cumprimento aceitável dos procedimentos e padrões existentes no projeto, realizados no final no período estimado e executado pelo responsável designado. 12.2.1 Organograma de Departamentos Envolvidos 12.3 Principal Processo e Gargalos Diretoria Sistema de Informação Sistema de Informação Marketing/ feedback-cliente Setor de Qualidade/ Gerencia
  49. 49. 47 A escola virtual de ioga implica em seu principal processo a prestação do serviço, sendo que este é dependente de um sistema tecnológico de informática. Em seu escopo é possível verificar alguns gargalos no processo, listados a seguir: 1- Alinhamento entre professor e aluno 2- Qualidade na transmissão das aulas. 3- Ensinamento de posições de ioga presencial. 4- Agilidade de resposta nas dúvidas dos alunos. 5- Feedback, de satisfação. 12.4 Metria da Qualidade REQUISITOS DE QUALIDADE Ações para Atingimento Indicadores Satisfação total do cliente Replanejamento de qualidade Feed/Positivo % Alinhamento perfeito professor/aluno Replanejamento de aulas Feed/Positivo % Aulas presenciais Personalizado (Aluno-Aluno) Feed/Positivo % 12.5 Ferramentas de Qualidade Utilizadas A principal função das ferramentas de qualidade dentro de uma organização é medir, analisar os gargalos e propor as soluções.
  50. 50. 48 12.5.1 Diagrama de relacionamentos 12.5.2 Diagrama de afinidades camplearning INTERYOGAVIRTUAL ESP. FÍSICO Professor Aluno Aulas Posições especiais Cronograma Acesso internet/aulas Coordena sincronismo virtual Responde dúvidas em tempo real. Cadastro/ senha Matricula Presença/ Aula Acesso/ aulas Tempo real/ gravações Tempo real Sincronismo Aluno/ Professor Plataforma Virtual Adequada. Escolha do melhor provedor de internet. Treinamento de Alunos CampLearning Blackboard Monqi Vivo Empresas Net Empresas Globalconect Disponibilizar 1 dia após a matricula. Oferecer Workshop em dinâmica em informática. Verificar por questionário o conhecimento do aluno em informatica.
  51. 51. 49 12.6 Processo de Monitoramento Requisitos Indicadores Metas Técnica de medição Frequencia Responsável Local de registro Ação Tempo/Momento Responsável Porcentagem de satisfação Plano de Resposta 12.7 Processo de melhoria Continua Menbros da Equipe Responsabilidades 12.8 Controle da Qualidade O controle será realizado na conclusão de cada entrega estipulado pelo prazo semanal, sua inspeção e ajustamento antes do inicio de um novo ciclo, a fim de manter a qualidade do serviço entregue aos clientes e alimenta o processo de melhoria continua. Participante Assinatura Data Aprovações
  52. 52. 50 13 CONCLUSÃO A empresa INTERYOGA foi construída como uma melhoria inovadora sobre a prestação do serviço de aulas de ioga, visando unir os benefícios da prática com a falta de tempo dos clientes e o estresse gerado pela grande metrópole. Analisando o projeto é possível concluir que a empresa é plenamente viável podendo ainda existir um padrão do sistema para posterior franqueamento do serviço. Por sua vez o projeto também aponta gargalos que devem ser observados para sua implantação, sendo que toda inovação é um processo muito burocrático e arriscado, porém com contínuo acompanhamento do projeto de qualidade é possível extinguir os problemas antes que eles aconteçam, pois a satisfação do cliente é fundamental para sobrevivência da empresa.
  53. 53. 51 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS calculador.com.br/calculo/custo-funcionario-empresa#Resultado (Data: 01/06/2013 20h00min) campe.com.br/tag/ameaca-de-novos-entrantes/ (Data: 16/10/2012 18h27min) claudia.abril.com.br/materia/claudia-entrevista-a-iogue-mrcia-de-luca- 3856/?p=/comportamento/sociedade (Data: 27/09/2012 12h28min) cnpma.embrapa.br/boaspraticas/workshop/anais/kit_disseminacao/RoteiroISO9 001_22_240311.pdf (Data: 10/10/2013 14h22min.) crmpb.cfm.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=21876:est resse-no-trabalho-e-repercussoes-na-saude-resultados-do-estudo-pro-saude&cati (Data: 18/10/2012 16h55min) docs.google.com/viewer?a=v&pid=gmail&attid=0.1&thid=1417bf81b7b6e8db &mt=application/vnd.openxmlformats- officedocument.wordprocessingml.document&url=https://mail.google.com/mail/u/0/? ui%3D2%26ik%3D382182c88f%26view%3Datt%26th%3D1417bf81b7b6e8db%26at tid%3D0.1%26disp%3Dsafe%26realattid%3Df_hmbbfzzx0%26zw&sig=AHIEtbQ_X bZop0K1KEilihkYIQnENa94XA (Data: 25/10/2013 23h44min) ecommercenews.com.br/artigos/cases/roteiro-contabil-para-abertura-de-uma- loja-virtual (Data: 26/06/2012 11h33min) efdeportes.com/efd69/af.htm (Data:17/10/2012 20h58min) exame.abril.com.br/carreira/noticias/nivel-de-estresse-entre-executivos- brasileiros-aumenta (Data: 26/11/2012 20h24min) exame.abril.com.br/carreira/noticias/nivel-de-estresse-entre-executivos- brasileiros-aumenta. (Data: 26/11/2012 20h31min) g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/2012/08/procura-por-ensino- distancia-cresce-mais-que-busca-por-curso-presencial.html (Data: 10/2012 10h06min).
  54. 54. 52 hospitaljoaoevangelista.wordpress.com/2012/04/16/pratica-da-ioga-traz- beneficios-afetivos-e-cognitivos-aponta-estudo-brasileiro/ (Data: 24/09/2012 20h56min). novonegocio.com.br/ideias-de-negocios/como-abrir-um-centro-de-ioga/ (Data: 20/11/2012 16h32min) portaldecontabilidade.com.br/guia/demonstracaodoresultado.htm (Data:15/08/2013 12h32min) prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/financas/servicos/des/index.php?p=2434 pt.scribd.com/doc/34818169/Planejamento-da-qualidade (Data: 25/10/2013 16h32min) pt.scribd.com/doc/6205806/to-Estrategico-1-2-e-3-Encontro (Data: 26/09/2012 09h52min.) pt.wikipedia.org/wiki/Diagrama_entidade_relacionamento (Data: 05/10/2013 12:30mim.) receita.fazenda.gov.br/SIMPLESNACIONAL/Perguntas/Perguntas.aspx (Data: 02/07/2012 16:34min.) siteware.com.br/conceito-ferramentas-da-qualidade/ (Data: 09/10/2013 22h53min). slideshare.net/besin/plano-de-marketing-5328047 (Data: 26/11/2012 16h50min.) veja.abril.com.br/noticia/saude/pesquisa-stress-no-trabalho-e-risco-crescente-para-a- saude-publica (Data:18/10/2012 16h47min) wankesleandro.com/2010/06/como-calcular-viabilidade-de-um-projeto.html (Data: 02/11/2012 16:22 min.) yogasbc.com.br/?gclid=CJ-mm9Wp7bMCFQHonAodjHUA8g (Data: 26/11/2012 17h05min.)

×