O MERCADO DE      TRABALHO  DO TURISMÓLOGOCarlos Augusto Cornelsen (Pakho) – TurismólogoGerente-técnico da Superagüi Plane...
O MERCADO DE                          Introdução        TRABALHO DO        TURISMÓLOGO                O APELO COMERCIAL CR...
O MERCADO DE                    Definição  TRABALHO DO  TURISMÓLOGO    BACHAREL EM TURISMO OU TURISMÓLOGO ?  TURISMÓLOGO É...
O MERCADO DE                               Função        TRABALHO DO        TURISMÓLOGO- O QUE FAZ UM TURISMÓLOGO?        ...
O MERCADO DE                               Mercado          TRABALHO DO          TURISMÓLOGO- QUAIS SUAS ÁREAS DE ATUAÇÃO?...
O MERCADO DE                                  Mercado        TRABALHO DO        TURISMÓLOGO- QUAIS SUAS ATIVIDADES?  Plane...
O MERCADO DE                                        1 o Passo          TRABALHO DO          TURISMÓLOGO- CENÁRIO ATUAL    ...
O MERCADO DE                                     2 o Passo          TRABALHO DO          TURISMÓLOGO- CENÁRIO PROJETADO   ...
O MERCADO DE                           3 o Passo           TRABALHO DO           TURISMÓLOGO- PLANO DE DESENVOLVIMENTO    ...
O MERCADO DE                 4 o Passo        TRABALHO DO        TURISMÓLOGO- ACOMPANHAMENTO E ANÁLISE DE RESULTADOS      ...
O MERCADO DE                         Caso 1       TRABALHO DO       TURISMÓLOGO- Hotel de Luxo em Guaraqueçaba - PR       ...
O MERCADO DE                          Caso 1       TRABALHO DO       TURISMÓLOGO- Hotel de Luxo em Guaraqueçaba - PR      ...
O MERCADO DE                         Caso 2        TRABALHO DO        TURISMÓLOGO- Rota das Cachoeiras – Faxinal - PR     ...
O MERCADO DE                                          Caso 3            TRABALHO DO            TURISMÓLOGO- Normatização d...
O MERCADO DE                                                      Caso 4            TRABALHO DO            TURISMÓLOGO- Di...
O MERCADO DE                              Trabalhos           TRABALHO DO           TURISMÓLOGO- REALIZADOS-2 PMDTS (Guara...
A FUNÇÃO DE UM CURSO DETURISMO NÃO É FORMAR MÃO-DE-  OBRA PARA O MERCADO DE      TRABALHO E SIM,  PARA O SEU FUTURO!      ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

palestra - o mercado de trabalho do turismólogo

2.826 visualizações

Publicada em

Palestra do prof. Carlos Augusto Cornelsen (Pakho) sobre as áreas de atuação e o mercado de trabalho do turismólogo (Bel. em Turismo).

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.826
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
40
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

palestra - o mercado de trabalho do turismólogo

  1. 1. O MERCADO DE TRABALHO DO TURISMÓLOGOCarlos Augusto Cornelsen (Pakho) – TurismólogoGerente-técnico da Superagüi Planejamento Turístico LtdaProf. do Curso de Turismo das Faculdades Integradas
  2. 2. O MERCADO DE Introdução TRABALHO DO TURISMÓLOGO O APELO COMERCIAL CRIADO PELO RÁPIDO CRESCIMENTO ECONÔMICO ATRAVÉS DO TURISMO E, EM ESPECIAL DO TURISMO EM ÁREAS NATURAIS, TEM GERADO CRESCENTES PROBLEMAS AMBIENTAIS, MUITOS DELES CAUSADOS PELO USO INDEVIDO DAS DENOMINAÇÕES ECOTURISMO, TURISMO ECOLÓGICO, TURISMO RURAL Barra do Superagüi - E TURISMO DE AVENTURA, EM Guaraqueçaba ATIVIDADES INCOMPATÍVEIS OU PREJUDICIAIS AO MEIO AMBIENTE E/OU PARA A COMUNIDADE RECEPTORA. CADA VEZ MAIS, É NECESSÁRIOPROFISSIONALIZAR O TURISMO NO Baia dos Pinheiros - GuaraqueçabaÂMBITO GOVERNAMENTAL, NAINICIATIVA PRIVADA E NAS ENTIDADESAFINS. CIENTES DESTES PROBLEMASPOTENCIAIS E RECONHECENDO OTURISMO COMO UMA DAS ALAVANCASPARA O DESENVOLVIMENTO SÓCIO-CULTURAL, ECONÔMICO E AMBIENTALDO PAIS, É QUE SE VÊ A NECESSIDADEDE REGULAMENTAR E PLANEJAR ESTAATIVIDADE.
  3. 3. O MERCADO DE Definição TRABALHO DO TURISMÓLOGO BACHAREL EM TURISMO OU TURISMÓLOGO ? TURISMÓLOGO É AQUELE QUE ESTUDA O TURISMOCONSULTOR EM TURISMO: AQUELE QUEORIENTA O CAMINHO A SER SEGUIDO PELACOMUNIDADE OU EMPREENDEDOR RUMO AOTURISMO SUSTENTÁVEL.
  4. 4. O MERCADO DE Função TRABALHO DO TURISMÓLOGO- O QUE FAZ UM TURISMÓLOGO? Basicamente planeja a atividade turística em uma área ou empreendimento com potencial turístico.- O QUE É PLANEJAMENTO TURÍSTICO? É o processo de levantamento, ordenamento e hierarquização de informações sobre a situação atual dos atrativos, da infraestrutura turística e de apoio, visando a definição de métodos e técnicas, que promovam o desenvolvimento da atividade turística num local ou empreendimento, dentro dos preceitos de sustentabilidade sócio- cultural, econômica e ambiental. Oficina de Nivelamento da 1ª Turma de Turismo das Faculdades Integradas Curitiba – 2º Semestre de 2.000
  5. 5. O MERCADO DE Mercado TRABALHO DO TURISMÓLOGO- QUAIS SUAS ÁREAS DE ATUAÇÃO? - Políticas, Planos e Programas Institucionais (Governo) - Planejamento de Áreas Naturais e Urbanas (Públicas e Privadas) - Viabilidade Turística e Planejamento de Meios de Hospedagem - Viabilidade Turística e Planejamento de Meios de Alimentação - Viabilidade Turística e Planejamento de Meios de Transportes - Viabilidade Turística e Planejamento de Agências de Viagem e de Receptivos - Capacitação de Recursos Humanos - Organização, Captação e Divulgação de Eventos - Empreendedorismo no Turismo - Entre outras.
  6. 6. O MERCADO DE Mercado TRABALHO DO TURISMÓLOGO- QUAIS SUAS ATIVIDADES? Planejamento e projetos turísticos - inventário de oferta; estudo de demanda; criação de produtos; pesquisa e análise de aproveitamento turístico; análise de oportunidades de negócios; estudos de viabilidade econômica; projetos de implantação, desenvolvimento, reestruturação geral de equipamentos e serviços turísticos; implantação de receptivo; elaboração de roteiros; análise e desenvolvimento de atividades de lazer; programas de capacitação, atualização, sensibilização e conscientização; elaboração de plano de desenvolvimento turístico de áreas; acompanhamento, análise e avaliação de desempenho; marketing; assessoria e consultoria técnica; estudos de viabilidade técnica e econômica-financeira.   Elaboração e organização de eventos - técnicos, científicos, culturais, sociais, esportivos, institucionais (encontros, seminários, cursos, palestras, congressos, promoções).
  7. 7. O MERCADO DE 1 o Passo TRABALHO DO TURISMÓLOGO- CENÁRIO ATUAL 1/3 – INVENTÁRIO DA OFERTA Executar um levantamento dos atrativos turísticos, da infra-estrutura básica e de apoio da área a ser trabalhada. Cadastrar, avaliar e hierarquizar condições de acesso, telecomunicações, saúde, educação, segurança, economia, meios de hospedagem e de alimentação.2/3 – ANÁLISE DA DEMANDAAnalisar o perfil dos visitantes atuais e potenciais.Quantificar e qualificar a demanda, definindo assim o público-alvo.3/3 – ANÁLISE DE CONTEXTOAvaliar a situação sócio-econômica, histórico-cultural e ambiental da área,visando a definir diretrizes para o desenvolvimento do turismo sustentável.Determinar o LAC - Limite Aceitável de Câmbio.
  8. 8. O MERCADO DE 2 o Passo TRABALHO DO TURISMÓLOGO- CENÁRIO PROJETADO 1/2 - PROGNÓSTICO Determinar o cenário futuro desejado para o turismo na área a ser trabalhada. 2/2 - DIRETRIZES Estabelecer as diretrizes para o Salto do Três Barras - Faxinal desenvolvimento do turismo na área a ser trabalhada.
  9. 9. O MERCADO DE 3 o Passo TRABALHO DO TURISMÓLOGO- PLANO DE DESENVOLVIMENTO 1/1 – PROGRAMAS, PROJETOS E ESTUDOS Definir as estratégias , metas, prioridades, cronograma, responsabilidades e ações, bem como a proposição de implantação e adequação da infra-estrutura necessária. Estudos de Impacto Ambiental. Papagaio da Cara-Roxa - Guaraqueçaba
  10. 10. O MERCADO DE 4 o Passo TRABALHO DO TURISMÓLOGO- ACOMPANHAMENTO E ANÁLISE DE RESULTADOS 1/2 - CONSULTORIA Prestar assistência na implantação do Plano. 2/2 - RESULTADOS Analisar os resultados , se Serra da Utinga - necessário redefinir o Plano. Guaraqueçaba
  11. 11. O MERCADO DE Caso 1 TRABALHO DO TURISMÓLOGO- Hotel de Luxo em Guaraqueçaba - PR PROPOSTA INICIAL -60 Chalés de Alto Luxo (padrão Taiti) -Estrutura completa na margem de um rio -Veículos 4X4 para deslocamentos internos -Helicóptero -Custo: US$ 3.000.000,00 -“ Todo mundo faz... Por que eu não posso???”.
  12. 12. O MERCADO DE Caso 1 TRABALHO DO TURISMÓLOGO- Hotel de Luxo em Guaraqueçaba - PR PROPOSTA FINAL -30 Chalés de Alto Luxo (padrão Caiçara) -Estrutura hoteleira numa área alta (a 1.000m do rio) -Veículos elétricos para deslocamentos internos -Helicóptero (só se terceirizado) -Custo: US$ 1.000.000,00 -“ Todo mundo faz... Por que eu não posso???”. existem normas!!! - Porque hoje
  13. 13. O MERCADO DE Caso 2 TRABALHO DO TURISMÓLOGO- Rota das Cachoeiras – Faxinal - PR PROPOSTA Criação de uma roteiro ligando três das quedas d’água do rio bufadeira Duração: 8 horas de caminhada. Ações: adequação do trajeto e do piso da trilha. Custo: R$ 54.000,00
  14. 14. O MERCADO DE Caso 3 TRABALHO DO TURISMÓLOGO- Normatização do Turismo em Áreas Naturais do PR 1.6- Aspectos Arquitetônicos Práticas Recomendadas Quanto aos aspectos construtivos        O projeto arquitetônico deve estar integrado ao estilo local       O estilo arquitetônico deve respeitar a cultura local ou regional      A obra deve utilizar materiais típicos da região, desde que não contribua para sua degradação    A planta do empreendimento deve ser funcional, proporcionando conforto ao visitante mesmo quando baseado na rusticidade.    Possuir projetos elétricos, hidráulicos e saneamento em concordância com o estabelecido nos sub-capítulos 1.4.1 e 1.4.2, além do capítulo 1.5 deste documento.   Quanto ao paisagismo       As plantas empregadas (ervas, árvores, arbustos) devem ser predominantemente espécies da região. Ou seja, espécies que cresçam naturalmente na região ou que representem espécies importantes para os ecossistemas locais, desde que não contribuam com a degradação ambiental.     A disposição e características das plantas (flores, frutos, etc.) devem permitir a atração de fauna silvestre.        ... (CONTINUA)
  15. 15. O MERCADO DE Caso 4 TRABALHO DO TURISMÓLOGO- Diagnóstico e Oportunidades de Negócios Turísticos -IratiRATIVIDADE TOTAL (Ecoturismo, Aventura, IRATIVIDADE I Rural, Religioso e Cultural). A formatação de um roteiro pelo interior de Irati poderá vir a ser um grande diferencial para o 153 turismo local. Não apenas mais um roteiro de turismo rural, como aqueles no entorno da cidade 2 7 ,6 de Curitiba, mas um que apresente oportunidades T O S PA V ELHO S diversificadas de entretenimento.  277 FE R N AN D 40, P IN H E IR Embora não seja o único, um roteiro Irati/Itapará 9 poderia juntar alguns dos projetos propostos G O N Ç A L V ES JR .  neste Plano Operacional. 4 ,7 IT A P E R A C A D E A D IN H O IR A T Í A estrada municipal para Gonçalves 4 ,0 2 6 ,6 Jr./Cadeadinho/Itapará (F-4000 ou Toyotas). 4 ,1 Á G U A Q U EN TE Estes mesmos veículos poderiam ser utilizados na 364 FLONA de Irati, desde que autorizadosA R T IN Spela 364 26, 1 gerência daquela Unidade de Conservação. M IN Á C IO 9 ,4 G U A M IR IM O roteiro proposto pode, entre outras coisas, 3 0 ,4 auxiliar no desenvolvimento da agroindústria R E B O U Ç AS familiar das comunidades envolvidas (doces,O L . D A L E G R A V E ,7 15 C 364 compotas, biscoitos, etc.), dar viabilidade à MA RUMBI criação de futuros equipamentos e serviços turísticos (pousadas, carroções, charretes, recantos, etc.) e a fixar a população rural do município, evitando assim sua evasão para a cidade de Irati e outros centros urbanos.
  16. 16. O MERCADO DE Trabalhos TRABALHO DO TURISMÓLOGO- REALIZADOS-2 PMDTS (Guaraqueçaba e -3 Inventários e DiagnósticosLapa) Regionais (Pró-Ação, Pró-Caxias e Medianeira)-25 Estudos de Viabilidade -2 Orientações Técnicas (ParNa-Guia Ecoturístico (399 Ilha Grande e Barra domunicípios) Superagüi)-Bases para o TAN-PR -1 Overview Parques Nacionais-2 Diagnósticos de Oportunidades Peruanos (internacional)(Irati e Prudentópolis) Entre outros...-Programa de Capacitação- EM AÇÃO – SP)(Paranapiacaba-1 Estudo de Viabilidade para Meio de -1 Orientação Informal (Superagüi)Hospedagem (Litoral)- EM NEGOCIAÇÃO-1 PMDTS-1 Estudo de Viabilidade (Porto de Cima - Caminho do Itupava -
  17. 17. A FUNÇÃO DE UM CURSO DETURISMO NÃO É FORMAR MÃO-DE- OBRA PARA O MERCADO DE TRABALHO E SIM, PARA O SEU FUTURO! e.mail: pakhocornelsen@ig.com.br

×