<ul><li>SAEB - BAHIA </li></ul><ul><li>PAUTA </li></ul><ul><li>Plano de Cargos e Vencimentos </li></ul><ul><li>Rogerio Lem...
Projeto de Reformulação dos  Planos de Carreira do Estado Governo do Estado da Bahia Secretaria da Administração Superinte...
Apresentação <ul><li>Adequar o RH é  tarefa prioritária no atual contexto de mudança. Implicando no estabelecimento de uma...
<ul><ul><ul><li>Reposicionar os patamares de remuneração;  </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Fortalecer as carreiras ; <...
<ul><li>As carreiras serão estruturadas em critérios de Habilidades e Competências, com a construção de cargos Multifuncio...
SISTEMA DE REMUNERAÇÃO ESTRATÉGICA ABORDAGEM ADOTADA DEVE CONTEMPLAR Objetivos: <ul><li>Desenvolver Técnica Pesquisa Salar...
ESTRUTURA ATUAL POR GRUPO OCUPACIONAL OBS: a criação de novas carreira provocará a concepção de três novos grupos ocupacio...
CONCEPÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO DO MODELO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO Segundo Scott B. Parry, Competência é:  “  Um agrupamento d...
<ul><li>COMPETÊNCIA : C H A R </li></ul><ul><li>Sua mensuração deve ser composta além das pespectivas técnica e comportame...
Principal objetivo é a profissionalização das relações trabalhistas no setor público e manutenção de um canal aberto de di...
O SENP é conduzido pela Secretaria da Administração. Profissionalização das relações trabalhistas, ou seja, é a inclusão d...
<ul><li>O SENP é formado por : </li></ul><ul><li>Mesa Central  que trata dos conflitos e das demadas em caráter geral e re...
SISTEMA ESTADUAL DE NEGOCIAÇÃO PERMANENTE SENP  MESA SETORIAIS MESA CENTRAL Segurança Saúde Educação Outras
“ Todos os problemas que nós atestamos hoje têm soluções. Mas todos requerem uma mudança substancial de nossa maneira de p...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

ApresentaçãO Visita Bahia

710 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
710
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

ApresentaçãO Visita Bahia

  1. 2. <ul><li>SAEB - BAHIA </li></ul><ul><li>PAUTA </li></ul><ul><li>Plano de Cargos e Vencimentos </li></ul><ul><li>Rogerio Leme – Avaliação de Desempenho </li></ul><ul><li>Sistema Estadual de Negociação Permanente </li></ul><ul><li>Planejamento Estratégico </li></ul>
  2. 3. Projeto de Reformulação dos Planos de Carreira do Estado Governo do Estado da Bahia Secretaria da Administração Superintendência de Recursos Humanos Elaboração Diretoria de Planejamento de RH Coordenação de Gestão de Carreiras, Remuneração e Desempenho
  3. 4. Apresentação <ul><li>Adequar o RH é tarefa prioritária no atual contexto de mudança. Implicando no estabelecimento de uma política voltada para: </li></ul><ul><li>O desenvolvimento de pessoal; </li></ul><ul><li>A implantação de um sistema remuneratório adequado que estimule o desempenho através de incentivos; </li></ul><ul><li>A instituição e reorganização de carreiras e cargos de forma a compatibilizá-los com a necessária reconstrução do aparelho do Estado. </li></ul>
  4. 5. <ul><ul><ul><li>Reposicionar os patamares de remuneração; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Fortalecer as carreiras ; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Definição de atribuições funcionais mais amplas; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Disseminar e aperfeiçoar os sistemas de avaliação de desempenho; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Estabelecer um percentual mínimo de ocupação dos DAS/DAI privativos servidores efetivos com o objetivo de profissionalizar o serviço público; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Prosseguir o processo de revisão dos valores do auxílio-alimentação (sugestão R$ 14,00 até 2011)‏ </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Rever o benefício relativo ao auxílio-transporte, corrigindo possíveis distorções; </li></ul></ul></ul>Diretrizes
  5. 6. <ul><li>As carreiras serão estruturadas em critérios de Habilidades e Competências, com a construção de cargos Multifuncionais ou polivalentes, onde o ocupante se torna um “generalista”, com relação à execução das diversas etapas de um ou mais processos. </li></ul><ul><li>Os critérios para crescimento dentro da tabela salarial devem contemplar conhecimentos, habilidades, comportamentos, desempenho e resultados que viabilizem a formatação de um sistema de remuneração estratégica. </li></ul>Metodologia
  6. 7. SISTEMA DE REMUNERAÇÃO ESTRATÉGICA ABORDAGEM ADOTADA DEVE CONTEMPLAR Objetivos: <ul><li>Desenvolver Técnica Pesquisa Salarial. </li></ul><ul><li>Promover o Realinhamento das Carreiras às Funções do Estado. </li></ul><ul><li>Revisar a Remuneração Funcional, com vistas à implantação de Sistema de Remuneração Estratégica. </li></ul><ul><li>Revisar proporcionalidade entre gratificação e vencimento. </li></ul><ul><li>Revisar interstícios entre níveis e classes. </li></ul><ul><li>Desenvolver Técnica de Avaliação de Desempenho por Competências e Resultados. </li></ul>Alternativas Criativas Remuneração Variável Outras Participações Previdência Complementar Salário Indireto Remuneração por Competências Remuneração por Habilidades Remuneração Funcional Parcela Fixa Recompensa Especiais Desempenho/Resultados
  7. 8. ESTRUTURA ATUAL POR GRUPO OCUPACIONAL OBS: a criação de novas carreira provocará a concepção de três novos grupos ocupacionais <ul><li>Técnico Administrativo </li></ul><ul><li>Artes e Cultura </li></ul><ul><li>Técnico Específico </li></ul><ul><li>Comunicação Social </li></ul>Atividades de Interesse do Estado GRUPOS OCUPACIONAIS NÚCLEOS <ul><li>Educação </li></ul><ul><li>Saúde </li></ul>Atividades Essenciais <ul><li>Regulação e Fiscalização </li></ul><ul><li>Obras Públicas </li></ul><ul><li>Segurança Pública </li></ul><ul><li>Serviços Penitenciários </li></ul><ul><li>Procuradores </li></ul><ul><li>Defensores (autonomia Adm e orçamentária)‏ </li></ul><ul><li>Fisco </li></ul>Atividades Exclusivas <ul><li>Gestão Pública </li></ul>Planejamento e Gestão
  8. 9. CONCEPÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO DO MODELO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO Segundo Scott B. Parry, Competência é: “ Um agrupamento de conhecimentos, habilidades e atitudes correlacionados, que afeta parte considerável da atividade de alguém, que se relaciona com seu desempenho, que pode ser medido segundo padrões estabelecidos, e que pode ser melhorado por meio de treinamento e desenvolvimento”.
  9. 10. <ul><li>COMPETÊNCIA : C H A R </li></ul><ul><li>Sua mensuração deve ser composta além das pespectivas técnica e comportamental pelas perspectivas Resultado e Complexidade, identificando assim o COEFICIENTE DE DESEMPENHO DO COLABORADOR. </li></ul>CONCEPÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO DO MODELO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO
  10. 11. Principal objetivo é a profissionalização das relações trabalhistas no setor público e manutenção de um canal aberto de discussões acerca das necessidades dos servidores públicos. SISTEMA ESTADUAL DE NEGOCIAÇÃO PERMANENTE SENP
  11. 12. O SENP é conduzido pela Secretaria da Administração. Profissionalização das relações trabalhistas, ou seja, é a inclusão de meios informais de negociação coletiva por modalidades mais organizadas e com vistas a redução de conflitos trabalhistas no setor público. SISTEMA ESTADUAL DE NEGOCIAÇÃO PERMANENTE SENP
  12. 13. <ul><li>O SENP é formado por : </li></ul><ul><li>Mesa Central que trata dos conflitos e das demadas em caráter geral e reúne representantes Governamentais. </li></ul><ul><li>Mesas Setoriais foram criadas para alcançar a todos e melhorar o relacionamento do governo e o funcionalismo público. </li></ul>SISTEMA ESTADUAL DE NEGOCIAÇÃO PERMANENTE SENP
  13. 14. SISTEMA ESTADUAL DE NEGOCIAÇÃO PERMANENTE SENP MESA SETORIAIS MESA CENTRAL Segurança Saúde Educação Outras
  14. 15. “ Todos os problemas que nós atestamos hoje têm soluções. Mas todos requerem uma mudança substancial de nossa maneira de pensar e ao agir. ” F. Caprab

×