SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 26
 
O movimento O  Pacto pela Restauração da Mata Atlântica  é um movimento aberto a todas as instituições dispostas a reunir esforços e recursos para restaurar um dos biomas mais importantes do planeta.
O objetivo O objetivo do  PACTO  é articular organizações públicas, privadas, não-governamentais, instituições de pesquisas, proprietários de terra e sociedade a fim de promover resultados em restauração, em paralelo à conservação da biodiversidade, pagamento por serviços ambientais, adequação legal das atividades agropecuárias, geração de trabalho e renda e desenvolvimento sustentável.
O objetivo Geração de trabalho e renda Pagamento por serviços ambientais Adequação legal das propriedades rurais Conservação da biodiversidade Desenvolvimento sustentável Qualidade de vida
A meta A meta do  PACTO  é viabilizar a restauração de 15 milhões de hectares no bioma  Mata Atlântica até 2050.
Benefícios ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],A meta estabelecida pelo Pacto tem potencial para:
Por que a Mata Atlântica? ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Atualmente, restam  menos de 12%  de remanescentes originais acima de 3 hectares.  ,[object Object],Fonte: Ribeiro et al., 2009) ,[object Object]
Como surgiu o movimento? O lançamento público do  Pacto pela Restauração da Mata Atlântica  aconteceu em  7 de abril de 2009 , em São Paulo (SP). Na ocasião, mais de 60 organizações ambientalistas, empresas e órgãos governamentais fizeram sua adesão ao movimento, com  compromisso de contribuir, em sinergia com outras organizações, com o trabalho de recuperação da Mata Atlântica.  A construção do Pacto durou cerca de três anos. Durante este período, as organizações preocupadas com as condições atuais do bioma, dedicaram esforços para a elaborar as bases,  a área e as formas de atuação do movimento.
Membros atuais ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Total de  208  membros signatários Membros em outubro de 2011:
Quem somos ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Quem somos ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Formas de participação ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Cadastramento de Iniciativas de Restauração na Mata Atlântica Cadastro online
Cadastro online Mais de 40 mil hectares em processo de restauração cadastrados, que serão monitorados ao longo dos anos pelos membros e pelo Pacto. Coordenação:  GT de Informação e Conhecimento e Secretaria Executiva
Referencial dos Conceitos e Ações de  Restauração Florestal Universidade de São Paulo (USP) Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”  Departamento de Ciências Biológicas Laboratório de Ecologia e Restauração Florestal (LERF) Produtos  Versão digital disponível para download no site www.pactomataatlantica.org.br
Mapa de Áreas Potenciais para Restauração Florestal Coordenação do GT Informação e Monitoramento Produtos Versão digital disponível para download  no site www.pactomataatlantica.org.br
Mapa de Áreas Potenciais para Restauração Florestal – Edição atualizada: Janeiro/ 2011 Versão digital disponível para download no site www.pactomataatlantica.org.br Produtos
Produtos Protocolo de Monitoramento de Programas e Projetos de Restauração Florestal  O Protocolo de Monitoramento de Projetos do Pacto reúne um conjunto de indicadores para os princípios ecológicos, sociais, econômicos e de gestão de projetos de restauração executados pelos membros do Pacto.  O documento está disponível para  download  gratuito no site do movimento.  Coordenação:  GT Técnico e Científico
Produtos Áreas elegíveis para projetos de carbono  - Critérios de seleção: Protocolo de Kyoto e VCS - 333 Imagens Landsat TM 5 (30m) - Metodologia e resultados serão disponibilizados no site - Prazo final conclusão: Jun/2011 ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Coordenação:  GT de Informação e Conhecimento Mapeamentos que estão sendo elaborados:
www.pactomataatlantica.org.br ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Site oficial
Site oficial ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Comunicação COMPACTO - Boletim Informativo Bimestral Traz notícias sobre o movimento e dá visibilidade aos projetos de restauração cadastrados no sistema pelos membros do Pacto. Boletim espontâneo FIQUE POR DENTRO Traz notícias sobre o mercado de restauração e oportunidades de editais, cursos, além de informações sobre políticas e legislação relacionadas ao tema.  Coordenação:  GT de Comunicação e Marketing
Comunicação ,[object Object],www.facebook.com/homepactomatlantica @pactomatlantica
Eventos ,[object Object],[object Object]
Parceiros A multinacional francesa é patrocinadora do “Pacto pela Restauração pela Mata Atlântica” desde o início, mas o movimento também conta com apoio, em ações específicas, da Fibria e da Vale S/A.
Um Pacto para transformar a Mata Atlântica! Secretaria Executiva do PACTO Rua do Horto, 931 -Jd. Tremembé - São Paulo, SP TEL: (11) 2232-2963 / 2232-5728 E-MAIL: secretariaexecutiva@pactomataatlantica.org.br www.pactomataatlantica.org.br  Secretaria Executiva do PACTO Casa das Reservas da Biosfera da Mata Atlântica Rua do Horto, 931 – Jd. Tremembé - São Paulo -SP Telefones: (11) 2232-2963 / 2232-5728 [email_address] [email_address]   www.pactomataatlantica.org.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (6)

Contribuição do Jornalismo Online para o Pacqto
Contribuição do Jornalismo Online para o PacqtoContribuição do Jornalismo Online para o Pacqto
Contribuição do Jornalismo Online para o Pacqto
 
Gestão Ambiental 05 - politica nacional para resíduos sólidos e reciclagem
Gestão Ambiental 05 -  politica nacional para resíduos sólidos e reciclagemGestão Ambiental 05 -  politica nacional para resíduos sólidos e reciclagem
Gestão Ambiental 05 - politica nacional para resíduos sólidos e reciclagem
 
Metas de Aichi 2020: Ronaldo Weigand Jr.
Metas de Aichi 2020:  Ronaldo Weigand Jr.Metas de Aichi 2020:  Ronaldo Weigand Jr.
Metas de Aichi 2020: Ronaldo Weigand Jr.
 
Fundo Amazonia
Fundo AmazoniaFundo Amazonia
Fundo Amazonia
 
Plano de Recuperação Verde
Plano de Recuperação Verde Plano de Recuperação Verde
Plano de Recuperação Verde
 
Bv rio pt
Bv rio ptBv rio pt
Bv rio pt
 

Semelhante a Apresentação Pacto - Comunicação 2011

THE NATURE CONSERVANCY (TNC) Relatorio anual 2012
THE NATURE CONSERVANCY (TNC) Relatorio anual 2012THE NATURE CONSERVANCY (TNC) Relatorio anual 2012
THE NATURE CONSERVANCY (TNC) Relatorio anual 2012
EMERGING MARKETS RESEARCH & CONSULTING
 
Texto Orientador - IV Conferência Nacional do Meio Ambiente
Texto Orientador - IV Conferência Nacional do Meio AmbienteTexto Orientador - IV Conferência Nacional do Meio Ambiente
Texto Orientador - IV Conferência Nacional do Meio Ambiente
sauloflorentino
 
Painel II - O ambiente como factor limitante – o caso da Pegada Ecológica – S...
Painel II - O ambiente como factor limitante – o caso da Pegada Ecológica – S...Painel II - O ambiente como factor limitante – o caso da Pegada Ecológica – S...
Painel II - O ambiente como factor limitante – o caso da Pegada Ecológica – S...
CIDAADS
 

Semelhante a Apresentação Pacto - Comunicação 2011 (20)

Pacto pela Restauração da Mata Atlântica
Pacto pela Restauração da Mata AtlânticaPacto pela Restauração da Mata Atlântica
Pacto pela Restauração da Mata Atlântica
 
Apêndice B Unidades de significado - governança - autodiagnóstico
Apêndice B  Unidades de significado - governança - autodiagnósticoApêndice B  Unidades de significado - governança - autodiagnóstico
Apêndice B Unidades de significado - governança - autodiagnóstico
 
Cartilha A Mata Atlântica e sua Biodiversidade no Contexto da Mitigação das M...
Cartilha A Mata Atlântica e sua Biodiversidade no Contexto da Mitigação das M...Cartilha A Mata Atlântica e sua Biodiversidade no Contexto da Mitigação das M...
Cartilha A Mata Atlântica e sua Biodiversidade no Contexto da Mitigação das M...
 
THE NATURE CONSERVANCY (TNC) Relatorio anual 2012
THE NATURE CONSERVANCY (TNC) Relatorio anual 2012THE NATURE CONSERVANCY (TNC) Relatorio anual 2012
THE NATURE CONSERVANCY (TNC) Relatorio anual 2012
 
Apresentação Restauração Cidadã na Mata Atlântica.pptx
Apresentação Restauração Cidadã na Mata Atlântica.pptxApresentação Restauração Cidadã na Mata Atlântica.pptx
Apresentação Restauração Cidadã na Mata Atlântica.pptx
 
APN
APN APN
APN
 
Texto Orientador - IV Conferência Nacional do Meio Ambiente
Texto Orientador - IV Conferência Nacional do Meio AmbienteTexto Orientador - IV Conferência Nacional do Meio Ambiente
Texto Orientador - IV Conferência Nacional do Meio Ambiente
 
Consorcio realiza 4º Conferencia Nacional do Meio Ambiente
Consorcio realiza 4º Conferencia Nacional do Meio AmbienteConsorcio realiza 4º Conferencia Nacional do Meio Ambiente
Consorcio realiza 4º Conferencia Nacional do Meio Ambiente
 
Apresentação Aurélio Padovezi (TNC)
Apresentação Aurélio Padovezi (TNC)Apresentação Aurélio Padovezi (TNC)
Apresentação Aurélio Padovezi (TNC)
 
A Indústria Brasileira de Celulose e Papel, por Luiz Cornachioni, Gerente de ...
A Indústria Brasileira de Celulose e Papel, por Luiz Cornachioni, Gerente de ...A Indústria Brasileira de Celulose e Papel, por Luiz Cornachioni, Gerente de ...
A Indústria Brasileira de Celulose e Papel, por Luiz Cornachioni, Gerente de ...
 
Anuário da Mata Atlântica
Anuário da Mata AtlânticaAnuário da Mata Atlântica
Anuário da Mata Atlântica
 
Plataforma 2012-1
Plataforma 2012-1Plataforma 2012-1
Plataforma 2012-1
 
Consulte a íntegra da Plataforma Ambiental aos Municípios 2012
Consulte a íntegra da Plataforma Ambiental aos Municípios 2012Consulte a íntegra da Plataforma Ambiental aos Municípios 2012
Consulte a íntegra da Plataforma Ambiental aos Municípios 2012
 
Cartilha Oficinas Mudanças Climáticas - RMA
Cartilha Oficinas Mudanças Climáticas - RMACartilha Oficinas Mudanças Climáticas - RMA
Cartilha Oficinas Mudanças Climáticas - RMA
 
relatorio_anual_2012
relatorio_anual_2012relatorio_anual_2012
relatorio_anual_2012
 
Agricultura Urbana no Mundo
Agricultura Urbana no MundoAgricultura Urbana no Mundo
Agricultura Urbana no Mundo
 
Marco Regulatorio PSA(2)
Marco Regulatorio PSA(2)Marco Regulatorio PSA(2)
Marco Regulatorio PSA(2)
 
Cenário Tocantins REDD+-Treinamento GCF/ Macapá (parte II)
Cenário Tocantins REDD+-Treinamento GCF/ Macapá (parte II)Cenário Tocantins REDD+-Treinamento GCF/ Macapá (parte II)
Cenário Tocantins REDD+-Treinamento GCF/ Macapá (parte II)
 
Painel II - O ambiente como factor limitante – o caso da Pegada Ecológica – S...
Painel II - O ambiente como factor limitante – o caso da Pegada Ecológica – S...Painel II - O ambiente como factor limitante – o caso da Pegada Ecológica – S...
Painel II - O ambiente como factor limitante – o caso da Pegada Ecológica – S...
 
Adequção ambiental
Adequção ambientalAdequção ambiental
Adequção ambiental
 

Apresentação Pacto - Comunicação 2011

  • 1.  
  • 2. O movimento O Pacto pela Restauração da Mata Atlântica é um movimento aberto a todas as instituições dispostas a reunir esforços e recursos para restaurar um dos biomas mais importantes do planeta.
  • 3. O objetivo O objetivo do PACTO é articular organizações públicas, privadas, não-governamentais, instituições de pesquisas, proprietários de terra e sociedade a fim de promover resultados em restauração, em paralelo à conservação da biodiversidade, pagamento por serviços ambientais, adequação legal das atividades agropecuárias, geração de trabalho e renda e desenvolvimento sustentável.
  • 4. O objetivo Geração de trabalho e renda Pagamento por serviços ambientais Adequação legal das propriedades rurais Conservação da biodiversidade Desenvolvimento sustentável Qualidade de vida
  • 5. A meta A meta do PACTO é viabilizar a restauração de 15 milhões de hectares no bioma Mata Atlântica até 2050.
  • 6.
  • 7.
  • 8. Como surgiu o movimento? O lançamento público do Pacto pela Restauração da Mata Atlântica aconteceu em 7 de abril de 2009 , em São Paulo (SP). Na ocasião, mais de 60 organizações ambientalistas, empresas e órgãos governamentais fizeram sua adesão ao movimento, com compromisso de contribuir, em sinergia com outras organizações, com o trabalho de recuperação da Mata Atlântica. A construção do Pacto durou cerca de três anos. Durante este período, as organizações preocupadas com as condições atuais do bioma, dedicaram esforços para a elaborar as bases, a área e as formas de atuação do movimento.
  • 9.
  • 10.
  • 11.
  • 12.
  • 13. Cadastramento de Iniciativas de Restauração na Mata Atlântica Cadastro online
  • 14. Cadastro online Mais de 40 mil hectares em processo de restauração cadastrados, que serão monitorados ao longo dos anos pelos membros e pelo Pacto. Coordenação: GT de Informação e Conhecimento e Secretaria Executiva
  • 15. Referencial dos Conceitos e Ações de Restauração Florestal Universidade de São Paulo (USP) Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” Departamento de Ciências Biológicas Laboratório de Ecologia e Restauração Florestal (LERF) Produtos Versão digital disponível para download no site www.pactomataatlantica.org.br
  • 16. Mapa de Áreas Potenciais para Restauração Florestal Coordenação do GT Informação e Monitoramento Produtos Versão digital disponível para download no site www.pactomataatlantica.org.br
  • 17. Mapa de Áreas Potenciais para Restauração Florestal – Edição atualizada: Janeiro/ 2011 Versão digital disponível para download no site www.pactomataatlantica.org.br Produtos
  • 18. Produtos Protocolo de Monitoramento de Programas e Projetos de Restauração Florestal O Protocolo de Monitoramento de Projetos do Pacto reúne um conjunto de indicadores para os princípios ecológicos, sociais, econômicos e de gestão de projetos de restauração executados pelos membros do Pacto. O documento está disponível para download gratuito no site do movimento. Coordenação: GT Técnico e Científico
  • 19.
  • 20.
  • 21.
  • 22. Comunicação COMPACTO - Boletim Informativo Bimestral Traz notícias sobre o movimento e dá visibilidade aos projetos de restauração cadastrados no sistema pelos membros do Pacto. Boletim espontâneo FIQUE POR DENTRO Traz notícias sobre o mercado de restauração e oportunidades de editais, cursos, além de informações sobre políticas e legislação relacionadas ao tema. Coordenação: GT de Comunicação e Marketing
  • 23.
  • 24.
  • 25. Parceiros A multinacional francesa é patrocinadora do “Pacto pela Restauração pela Mata Atlântica” desde o início, mas o movimento também conta com apoio, em ações específicas, da Fibria e da Vale S/A.
  • 26. Um Pacto para transformar a Mata Atlântica! Secretaria Executiva do PACTO Rua do Horto, 931 -Jd. Tremembé - São Paulo, SP TEL: (11) 2232-2963 / 2232-5728 E-MAIL: secretariaexecutiva@pactomataatlantica.org.br www.pactomataatlantica.org.br Secretaria Executiva do PACTO Casa das Reservas da Biosfera da Mata Atlântica Rua do Horto, 931 – Jd. Tremembé - São Paulo -SP Telefones: (11) 2232-2963 / 2232-5728 [email_address] [email_address] www.pactomataatlantica.org.br