1 
CONFERÊNCIA SOBRE O PAPEL DA UNIVERSIDADE NO DESENVOLVIMENTO 
SÓCIO-ECONÓMICO 
Instituto Superior Politécnico de 
Tecno...
2 
CONTEXTO 
O mundo de hoje é caracterizado por mudanças rápidas e profundas. Estas 
mudanças afectam todas as áreas da v...
3 
econômicas e sociais existentes entre as regiões do país, interagindo, logicamente, 
com o poder público, o setor produ...
4 
Conteúdo (programa) da Conferência 
Tema I: A Universidade, como produtora de conhecimento para o desenvolvimento 
econ...
5 
A questão que o fórum deve considerar é a forma de se adaptar, traduzir e 
transformar conhecimentos e lições aprendida...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O papel das univ

107 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
107
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O papel das univ

  1. 1. 1 CONFERÊNCIA SOBRE O PAPEL DA UNIVERSIDADE NO DESENVOLVIMENTO SÓCIO-ECONÓMICO Instituto Superior Politécnico de Tecnologias e Ciências 12 DE NOVEMBRO DE 2014
  2. 2. 2 CONTEXTO O mundo de hoje é caracterizado por mudanças rápidas e profundas. Estas mudanças afectam todas as áreas da vida, designadamente a economia com a globalização da produção, distribuição e consumo; a vida política com a democratização e liberalização; a sociedade com a liberdade e a igualdade dos direitos humanos; a Ciência e Tecnologia com comunicação e miniaturização; etc. Todas essas mudanças transformam a sociedade e criam novas formas de pensar, de trabalhar, de comportamento e da vida. Portanto, este é um período de novos desafios e novas oportunidades. Essas mudanças também são evidentes em África. De fato, o continente Africano não está de fora das turbulências e mudanças que o mundo enfrenta. A África de hoje é diferente dos anos sessenta ou oitenta. Nesta óptica levantam-se questões relacionadas com o papel e o lugar da universidade nestas grandes mudanças. Qual o papel que ela desempenha nestas alterações e transformações? A universidade africana em geral e a angolana em particular, está à margem destes desenvolvimentos, acompanha ou contribui para essas mudanças? Qual será o papel deve jogar a universidade, neste momento particular da história do país, do continente e do mundo? Com efeito, actualmente, é atribuído às universidades um importante papel no desenvolvimento de países e nações devido a sua contribuição para a produção e transmissão de conhecimentos e de formação bem como da qualificação da força de trabalho. Esse discurso tem amparo na legitimidade dos objetivos formais dessas organizações – o ensino, a pesquisa e a extensão – os quais lhes conferem, automaticamente, capacidade de intervenção sobre o processo de desenvolvimento. Uma universidade é o locus privilegiado onde os participantes do processo educacional interagem, desenvolvendo e adquirindo conhecimentos e habilidades, com o objetivo de entender e agir sobre a realidade que os cerca. O papel da universidade, nesse contexto, deve traduzir-se em seu efetivo compromisso com a solução dos problemas e desafios de seu contexto económico-social, implicando maior responsabilização quanto aos interesses e necessidades sociais. Afigura-se portanto, de valor fundamental , o papel que as universidades devem desempenhar no desenvolvimento regional e na diminuição das disparidades
  3. 3. 3 econômicas e sociais existentes entre as regiões do país, interagindo, logicamente, com o poder público, o setor produtivo e a sociedade como um todo. A universidade deve pautar sua actuação no tripé ensino-pesquisa-extensão, norteando-se por rigorosos critérios de qualidade, pelo espírito constante de auto-avaliação, pela atualização permanente, pela diversidade de opiniões, pela visão de prestação de serviços à comunidade onde atua, enfim, pela transformação e sistematização do saber em conhecimento que possa ser útil à sociedade. As formas são muitas: aumento da oferta de vagas nos cursos de graduação e pós - graduação; formação de recursos humanos com maior foco nas especificidades empresariais e regionais; fortalecimento da cultura empreendedora; estímulo à interação universidade-empresa; intensificação de pesquisas em áreas estratégicas do desenvolvimento regional; transferência da tecnologia a sociedade através prestação de serviços de toda espécie (sem fins lucrativos), no âmbito das actividades de extensão. No que diz respeito ao desenvolvimento tecnológico, as universidades, são responsáveis por quase todas as pesquisas de ponta realizadas no mundo. Objectivos O principal objetivo da conferência é reunir formuladores de políticas governamentais e funcionários da universidade e estudantes para examinar todo o papel essencial da universidade no desenvolvimento socio-económico dos países africanos, com particular incidência para Angola. Trata-se portanto, para esclarecer a lugar e papel da universidade no processo de desenvolvimento a nível local e nacional e continental. Os objetivos específicos da conferência são:  Determinar o papel da universidade e a sua participação na mudança social e do desenvolvimento em geral;  Considerar os caminhos a seguir nas áreas em que a universidade deve desempenhar o seu papel;  Determinar gestão institucional e legal de recursos para implementar para a troca d’experiências e práticas inovadoras em andamento em universidades angolanas;
  4. 4. 4 Conteúdo (programa) da Conferência Tema I: A Universidade, como produtora de conhecimento para o desenvolvimento económico e social: O Subsistema do Ensino Superior em Angola e as políticas de Ciências, Tecnologia e Inovação em Angola. I. Caracterização do Susbsistema do Ensino Superior em Angola; II. A política de ciências, tecnologia e inovação de Angola e seu impacto no desenvolvimento sócio-económico. Tema II: A Globalização e o ensino superior em África I. A Universidade Africana face aos desafios da globalização; II. Como tornar a Universidade como motor do desenvolvimento em Africa? III. Que universidade africana se pretende para apoiar os esforços de desenvolvimento em África?. Tema II: A Universidade como factor de Desenvolvimento socio-económico em Africa. Caso de Angola I. Conceito de universidade de desenvolvimento; II. Que estratégias a adoptar para tornar a universidade o lugar de concepção de projectos e programas de desenvolvimento económico e social. Participantes A Conferencia terá como público alvo a comunidade académica, representantes de instituições publicas e privadas bem como de organizações internacionais. Resultados esperados O compromisso principal consiste em a universidade africana abandonar a torre de marfim, e que exista para a sociedade e não para si mesmo. Ela não deve ficar na ilha dos conhecimentos ou no meio de litígios ou reivindicações corporativistas. Em vez disso, deve retornar a seu status como serviço público aberto e ao serviço da comunidade e da nação como um todo. A universidade deve estar ciente das necessidades, dos desafios e oportunidades do seu meio ambiente e comprometer -se em busca de soluções adequadas.
  5. 5. 5 A questão que o fórum deve considerar é a forma de se adaptar, traduzir e transformar conhecimentos e lições aprendidas na implementação de projetos de desenvolvimento econômico e sociais, por exemplo, na construção de máquinas, fábricas ou estradas; fabricar e colocação no mercado de novos alimentos ou produtos farmacêuticos; uso de novos processos administrativos ou judiciais; a invenção de novas tecnologias que reduzem a vida dos agricultores e das mulheres; a implementação de novas estratégias, novas políticas e novas abordagens de governação. Garantindo a qualidade da sua investigação e seu ensino, a universidade deveria trabalhar em parceria com: 1) Empresas públicas e privadas para inventar, produzir ou melhorar a produção ou os procedimentos; 2) A sociedade civil para alcançar todos os projectos de desenvolvimento e de melhoria das condições de vida da população; 3) As associações profissionais para aprofundar conhecimento profissional e melhor servir as populações; 4) As instituições públicas para comparar e aplicar várias estratégias e políticas de desenvolvimento económico e social; 5) A população como um todo para entender melhor suas necessidades e acompanhá-la na busca do bem-estar. Cabe à universidade, portanto, esse importante papel impulsionador do desenvolvimento, do qual nenhum país pode prescindir, que lega à sociedade, através do saber e da reflexão, o conhecimento para a busca da melhoria das condições econômicas e sociais. Metodologia Os trabalhos da conferência serão dirigidos de forma participativa e activa. Os participantes serão solicitados a intervir e apresentar casos concretos para ilustração dos temas em discussão.

×