Pgbr2013

181 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
181
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pgbr2013

  1. 1. 1/97 PGBR2013 Desenvolvendo Otimizado com PostgreSQL e Programação Orientada a Objetos Pablo Filetti Moreira pablo.filetti@gmail.com
  2. 2. 2/97 Agenda ● Baixa performance... ● ORM – Mapeamento Objeto/Relacional ● JPA – Java Persistence API ● Hibernate ● Fetching – Eager ● Fetching – Lazy ● Collection Fetching – Lazy ● Collection Fetching – Eager ● Cache do 1º Nível ● Cache do 2º Nível ● DynamicUpdate ● Query com NEW ● Batch Update ● Batch … ● Binários ● Query com FETCH ● BatchSize
  3. 3. 3/97 Baixa performance... Para Fernando Ike de Oliveira 60% Problemas são relacionados ao mau uso de expressões SQL. 20% Problemas são relacionados a má modelagem do BD's. 10% Problemas são relacionados a má configuração do SGDB. 10% Problemas são relacionados a má configuração do SO. (OLIVEIRA,http://www.midstorm.org/~fike/palestras/tuning_pg_consegi.pdf)
  4. 4. 4/97 Baixa performance... Para Fábio Telles Rodriguez Por mais que os desenvolvedores reclamem do servidor de banco de dados, em 80% dos casos o problema está na aplicação e em 20% no SGDB. Não que a aplicação seja ruim em si, mas ela pode não usar o SGDB de forma eficiente. Existem várias formas de se obter os mesmos dados de forma ineficiente. Pior, uma consulta que funcionava bem num SGDB pode ter uma performance catastrófica em outro SGDB. Infelizmente isto pode ocorrer também com migrações para outra versão do mesmo SGDB. Mesmo assim, a culpa ainda não é do SGDB. A aplicação que tem (infelizmente) de adaptar às especificidades de cada fornecedor e cada versão. Na verdade, se formos levar a questão de forma mais ponderada, a lei não seria 80/20, seria 99,9/0,01 . Isto ocorre por um motivo simples, ajustes de SQL e modelagem podem resultar em ganhos de performance da ordem de 10, 100 ou até 1000 vezes. Enquanto isso, ajustes no SO e SGDB tem ganhos da ordem de até 10 vezes. Portanto, antes de mais nada aprenda a modelar bem e conheça as minúcias do SQL do seu SGDB. Depois aprenda a analisar com profundidade os planos de execução e reescreva consultas complexas a partir deste tipo de análise. (RODRIGUES, http://www.midstorm.org/~telles/2008/03/04/12-dicas-para-aprender-a-ajustar-a- performance-de-bancos-de-dados/)
  5. 5. 5/97 Baixa performance... Para Kenia Milene 65% das causas de baixa performance em Bancos de Dados são causadas pelas aplicações. Dificilmente temos no mesmo ambiente um DBA Desenvolvedor ou um Desenvolvedor DBA, sendo assim, muito , mas muito cuidado na criação das consultas. 25% são causados pelos modelos de dados. Banco mal modelado tende a ser terrível. A melhor forma é normalizar o modelo, com isso ganhamos economia de espaço e a não repetição dos dados. Porém é necessário uma análise, pois em relatórios muito grandes não é aconselhável normalização quando falamos de ganho de performance. 5% são problemas do SGDB, acontece do gerenciador do banco não ter um algoritmo eficiente, ou não consegue manter as informações necessárias na memória por tempo eficiente. Atenção na aplicação de patchs e upgrades de versões. 5% são causadas por configurações ou deficiências do Sistema Operacional. Atenção no fluxo da rede, muitas vezes o servidor esta com uma placa de rede não adequada para a quantidade de fluxo de informações que trafega. Verificações de parâmetros de Kernel também são consideráveis, pois o S.O pode não estar deixando o banco escalonar que influencia no impacto do sistema. (MILENE, http://keniamilene.wordpress.com/2007/10/25/regras-basicas-de-tuning-de-banco-de-dados/).
  6. 6. 6/97 Baixa performance... Para Claudia Machado ●Sistema operacional, caso tenha sido mal parametrizado; ●SGBD Relacional, por causa de inadequadas configurações relacionadas às áreas de buffers, organização do logging, alocação de arquivos, entre outros; ●Rede, no caso de impactos no tráfego em razão de processamento de dados efetuados no servidor ou na rede; ●Modelo físico de dados, em razão de inadequação na definição da estrutura das tabelas e índices; ●Aplicação, quando ocorrem problemas na estrutura lógica efetuada pelo programador, o que compreende a linguagem hospedeira e os comandos em SQL. (MACHADO,http://linhaseletrasweb.blogspot.com/2010/03/tuning-de-bancos-de- dados.html)
  7. 7. 7/97 A culpa é de quem??? Desenvolvedores “Este Banco é uma carroça” DBAs “Esta aplicação é cheia de gambiarras”
  8. 8. 8/97 ORM – Mapeamento Objeto/Relacional Por muitos anos, persistência tem sido um tópico quente de debates na comunidade Java. Muitos desenvolvedores nem mesmo concordam com o escopo do problema. Será a persistência um problema que já foi resolvido pela tecnologia relacional e suas extensões como procedimentos armazenados (stored procedures), ou ele é um problema mais amplo que precisa ser endereçado por modelos de componentes Java especiais, como os entity beans (componentes de entidade) do EJB? Devemos escrever à mão até mesmo as mais primitivas operações CRUD (criar, ler, atualizar, deletar – create, read, update, delete) em SQL e JDBC, ou esse trabalho deve ser automatizado? Como alcançamos portabilidade se todo sistema de gerenciamento de banco de dados possui o seu próprio dialeto SQL? Devemos abandonar o SQL em definitivo e adotar uma tecnologia diferente de banco de dados, como o sistema de banco de dados orientado para objetos? O debate continua, mas agora a solução chamada mapeamento objeto/relacional (ORM – object/relational mapping) tem uma grande aceitação. (BAUER e KING, 2007, p.4)
  9. 9. 9/97 JPA – Java Persistence API ● Especificação ● Providers ● Hibernate ● EclipseLink ● OpenJPA ● TopLink
  10. 10. 10/97 Hibernate O Hibernate é um projeto ambicioso que visa ser uma solução completa para o problema de gerenciar dados persistentes em Java. Ele medeia a interação da aplicação com o banco de dados relacional, deixando o desenvolvedor livre para se concentrar no problema de negócio que tem nas mãos. O Hibernate é uma solução não intrusiva. Não é necessário que você siga muitas das regras e dos padrões de projeto específicos do Hibernate quanto estiver escrevendo a sua lógica de negócio e suas classes persistentes; é por essa razão que o Hibernate se integra tranquilamente à maioria das novas e existentes aplicações e não necessita de mudanças incômodas ao resto da aplicação. (BAUER e KING, 2007, p.4)
  11. 11. 11/97 Hibernate ● Produtivade ● Multibanco ● Sem SQL ● Criteria + JPQL (HQL) ● Cache ● Envers – Auditoria ● Hibernate Statistics
  12. 12. 12/97 Fetching – Classe Produto
  13. 13. 13/97 Fetching – Eager
  14. 14. 14/97 Fetching – Eager select produto0_.id as id1_2_, produto0_.descricao as descricao1_2_, produto0_.fabricante_id as fabricante5_1_2_, produto0_.nome as nome1_2_, produto0_.tipo_id as tipo6_1_2_, produto0_.valor as valor1_2_, fabricante1_.id as id0_0_, fabricante1_.nome as nome0_0_, tipoprodut2_.id as id2_1_, tipoprodut2_.descricao as descricao2_1_ from public.produto produto0_ inner join public.fabricante fabricante1_ on produto0_.fabricante_id=fabricante1_.id inner join public.tipo_produto tipoprodut2_ on produto0_.tipo_id=tipoprodut2_.id where produto0_.id=? select produto0_.id as id1_2_, produto0_.descricao as descricao1_2_, produto0_.fabricante_id as fabricante5_1_2_, produto0_.nome as nome1_2_, produto0_.tipo_id as tipo6_1_2_, produto0_.valor as valor1_2_, fabricante1_.id as id0_0_, fabricante1_.nome as nome0_0_, tipoprodut2_.id as id2_1_, tipoprodut2_.descricao as descricao2_1_ from public.produto produto0_ inner join public.fabricante fabricante1_ on produto0_.fabricante_id=fabricante1_.id inner join public.tipo_produto tipoprodut2_ on produto0_.tipo_id=tipoprodut2_.id where produto0_.id=?
  15. 15. 15/97 Fetching – Mapeamento Lazy
  16. 16. 16/97 Fetching – Lazy
  17. 17. 17/97 Fetching – Lazy select produtofet0_.id as id1_0_, produtofet0_.descricao as descricao1_0_, produtofet0_.fabricante_id as fabricante5_1_0_, produtofet0_.nome as nome1_0_, produtofet0_.tipo_id as tipo6_1_0_, produtofet0_.valor as valor1_0_ from public.produto produtofet0_ where produtofet0_.id=? select produtofet0_.id as id1_0_, produtofet0_.descricao as descricao1_0_, produtofet0_.fabricante_id as fabricante5_1_0_, produtofet0_.nome as nome1_0_, produtofet0_.tipo_id as tipo6_1_0_, produtofet0_.valor as valor1_0_ from public.produto produtofet0_ where produtofet0_.id=?
  18. 18. 18/97 Fetching – Lazy select fabricante0_.id as id0_0_, fabricante0_.nome as nome0_0_ from public.fabricante fabricante0_ where fabricante0_.id=? select fabricante0_.id as id0_0_, fabricante0_.nome as nome0_0_ from public.fabricante fabricante0_ where fabricante0_.id=?
  19. 19. 19/97 Fetching – Lazy select tipoprodut0_.id as id2_0_, tipoprodut0_.descricao as descricao2_0_ from public.tipo_produto tipoprodut0_ where tipoprodut0_.id=? select tipoprodut0_.id as id2_0_, tipoprodut0_.descricao as descricao2_0_ from public.tipo_produto tipoprodut0_ where tipoprodut0_.id=?
  20. 20. 20/97 Collection Fetching – Classe Fabricante
  21. 21. 21/97 Collection Fetching – Lazy select fabricante0_.id as id0_0_, fabricante0_.nome as nome0_0_ from public.fabricante fabricante0_ where fabricante0_.id=? select fabricante0_.id as id0_0_, fabricante0_.nome as nome0_0_ from public.fabricante fabricante0_ where fabricante0_.id=?
  22. 22. 22/97 Collection Fetching – Lazy select produtos0_.fabricante_id as fabricante5_0_2_, produtos0_.id as id2_, produtos0_.id as id1_1_, produtos0_.descricao as descricao1_1_, produtos0_.fabricante_id as fabricante5_1_1_, produtos0_.nome as nome1_1_, produtos0_.tipo_id as tipo6_1_1_, produtos0_.valor as valor1_1_, tipoprodut1_.id as id2_0_, tipoprodut1_.descricao as descricao2_0_ from public.produto produtos0_ inner join public.tipo_produto tipoprodut1_ on produtos0_.tipo_id=tipoprodut1_.id where produtos0_.fabricante_id=? select produtos0_.fabricante_id as fabricante5_0_2_, produtos0_.id as id2_, produtos0_.id as id1_1_, produtos0_.descricao as descricao1_1_, produtos0_.fabricante_id as fabricante5_1_1_, produtos0_.nome as nome1_1_, produtos0_.tipo_id as tipo6_1_1_, produtos0_.valor as valor1_1_, tipoprodut1_.id as id2_0_, tipoprodut1_.descricao as descricao2_0_ from public.produto produtos0_ inner join public.tipo_produto tipoprodut1_ on produtos0_.tipo_id=tipoprodut1_.id where produtos0_.fabricante_id=?
  23. 23. 23/97 Collection Fetching – Mapeamento Eager
  24. 24. 24/97 Collection Fetching – Eager
  25. 25. 25/97 Collection Fetching – Eager Hibernate: select fabricante0_.id as id0_2_, fabricante0_.nome as nome0_2_, produtos1_.fabricante_id as fabricante5_0_4_, produtos1_.id as id4_, produtos1_.id as id1_0_, produtos1_.descricao as descricao1_0_, produtos1_.fabricante_id as fabricante5_1_0_, produtos1_.nome as nome1_0_, produtos1_.tipo_id as tipo6_1_0_, produtos1_.valor as valor1_0_, tipoprodut2_.id as id2_1_, tipoprodut2_.descricao as descricao2_1_ from public.fabricante fabricante0_ left outer join public.produto produtos1_ on fabricante0_.id=produtos1_.fabricante_id left outer join public.tipo_produto tipoprodut2_ on produtos1_.tipo_id=tipoprodut2_.id where fabricante0_.id=? Hibernate: select fabricante0_.id as id0_2_, fabricante0_.nome as nome0_2_, produtos1_.fabricante_id as fabricante5_0_4_, produtos1_.id as id4_, produtos1_.id as id1_0_, produtos1_.descricao as descricao1_0_, produtos1_.fabricante_id as fabricante5_1_0_, produtos1_.nome as nome1_0_, produtos1_.tipo_id as tipo6_1_0_, produtos1_.valor as valor1_0_, tipoprodut2_.id as id2_1_, tipoprodut2_.descricao as descricao2_1_ from public.fabricante fabricante0_ left outer join public.produto produtos1_ on fabricante0_.id=produtos1_.fabricante_id left outer join public.tipo_produto tipoprodut2_ on produtos1_.tipo_id=tipoprodut2_.id where fabricante0_.id=?
  26. 26. 26/97 Cache de 1º Nível – 1º Exemplo
  27. 27. 27/97 Cache de 1º Nível – 1º Exemplo select produto0_.id as id1_2_, produto0_.descricao as descricao1_2_, produto0_.fabricante_id as fabricante5_1_2_, produto0_.nome as nome1_2_, produto0_.tipo_id as tipo6_1_2_, produto0_.valor as valor1_2_, fabricante1_.id as id0_0_, fabricante1_.nome as nome0_0_, tipoprodut2_.id as id2_1_, tipoprodut2_.descricao as descricao2_1_ from public.produto produto0_ inner join public.fabricante fabricante1_ on produto0_.fabricante_id=fabricante1_.id inner join public.tipo_produto tipoprodut2_ on produto0_.tipo_id=tipoprodut2_.id where produto0_.id=? select produto0_.id as id1_2_, produto0_.descricao as descricao1_2_, produto0_.fabricante_id as fabricante5_1_2_, produto0_.nome as nome1_2_, produto0_.tipo_id as tipo6_1_2_, produto0_.valor as valor1_2_, fabricante1_.id as id0_0_, fabricante1_.nome as nome0_0_, tipoprodut2_.id as id2_1_, tipoprodut2_.descricao as descricao2_1_ from public.produto produto0_ inner join public.fabricante fabricante1_ on produto0_.fabricante_id=fabricante1_.id inner join public.tipo_produto tipoprodut2_ on produto0_.tipo_id=tipoprodut2_.id where produto0_.id=?
  28. 28. 28/97 Cache de 1º Nível – 1º Exemplo Não faz consulta no BD. A Entidade esta no Cache de 1º Nível Não faz consulta no BD. A Entidade esta no Cache de 1º Nível
  29. 29. 29/97 Cache de 1º Nível – 1º Exemplo HashCode pri. produto: 1262837020HashCode pri. produto: 1262837020
  30. 30. 30/97 Cache de 1º Nível – 1º Exemplo HashCode seg. produto: 1262837020HashCode seg. produto: 1262837020
  31. 31. 31/97 Cache de 1º Nível – 1º Exemplo Resultado da comparação equals: trueResultado da comparação equals: true
  32. 32. 32/97 Cache de 1º Nível – 1º Exemplo Resultado da comparação equals: trueResultado da comparação equals: true
  33. 33. 33/97 Cache de 1º Nível – 2º Exemplo
  34. 34. 34/97 Cache de 1º Nível – 2º Exemploselect produto0_.id as id1_2_, produto0_.descricao as descricao1_2_, produto0_.fabricante_id as fabricante5_1_2_, produto0_.nome as nome1_2_, produto0_.tipo_id as tipo6_1_2_, produto0_.valor as valor1_2_, fabricante1_.id as id0_0_, fabricante1_.nome as nome0_0_, tipoprodut2_.id as id2_1_, tipoprodut2_.descricao as descricao2_1_ from public.produto produto0_ inner join public.fabricante fabricante1_ on produto0_.fabricante_id=fabricante1_.id inner join public.tipo_produto tipoprodut2_ on produto0_.tipo_id=tipoprodut2_.id where produto0_.id=? select produto0_.id as id1_2_, produto0_.descricao as descricao1_2_, produto0_.fabricante_id as fabricante5_1_2_, produto0_.nome as nome1_2_, produto0_.tipo_id as tipo6_1_2_, produto0_.valor as valor1_2_, fabricante1_.id as id0_0_, fabricante1_.nome as nome0_0_, tipoprodut2_.id as id2_1_, tipoprodut2_.descricao as descricao2_1_ from public.produto produto0_ inner join public.fabricante fabricante1_ on produto0_.fabricante_id=fabricante1_.id inner join public.tipo_produto tipoprodut2_ on produto0_.tipo_id=tipoprodut2_.id where produto0_.id=?
  35. 35. 35/97 Cache de 1º Nível – 2º Exemplo select produto0_.id as id1_2_, produto0_.descricao as descricao1_2_, produto0_.fabricante_id as fabricante5_1_2_, produto0_.nome as nome1_2_, produto0_.tipo_id as tipo6_1_2_, produto0_.valor as valor1_2_, fabricante1_.id as id0_0_, fabricante1_.nome as nome0_0_, tipoprodut2_.id as id2_1_, tipoprodut2_.descricao as descricao2_1_ from public.produto produto0_ inner join public.fabricante fabricante1_ on produto0_.fabricante_id=fabricante1_.id inner join public.tipo_produto tipoprodut2_ on produto0_.tipo_id=tipoprodut2_.id where produto0_.id=? select produto0_.id as id1_2_, produto0_.descricao as descricao1_2_, produto0_.fabricante_id as fabricante5_1_2_, produto0_.nome as nome1_2_, produto0_.tipo_id as tipo6_1_2_, produto0_.valor as valor1_2_, fabricante1_.id as id0_0_, fabricante1_.nome as nome0_0_, tipoprodut2_.id as id2_1_, tipoprodut2_.descricao as descricao2_1_ from public.produto produto0_ inner join public.fabricante fabricante1_ on produto0_.fabricante_id=fabricante1_.id inner join public.tipo_produto tipoprodut2_ on produto0_.tipo_id=tipoprodut2_.id where produto0_.id=?
  36. 36. 36/97 Cache de 1º Nível – 2º Exemplo HashCode pri. usuário: 1520159108HashCode pri. usuário: 1520159108
  37. 37. 37/97 Cache de 1º Nível – 2º Exemplo HashCode seg. usuário: 1147380142HashCode seg. usuário: 1147380142
  38. 38. 38/97 Cache de 1º Nível – 2º Exemplo Resultado da comparação equals: falseResultado da comparação equals: false
  39. 39. 39/97 Cache de 2º Nível Providers ● EhCache ● OSCache ● Terracotta ● Infinispan
  40. 40. 40/97 Cache de 2º Nível – Persistence.xml
  41. 41. 41/97 Cache de 2º Nível – Mapeamento Cache
  42. 42. 42/97 Cache de 2º Nível – Estratégias ● READ_ONLY - Esta é a estratégia mais restritiva, indicada para entidades que são apenas lidas e nunca modificadas pela aplicação. ● READ_WRITE - A estratégia leitura e escrita é a mais abrangente e suporta escrita mais frequente, garantido que a última versão do cache é a mesma do banco. ● NONSTRICT_READ_WRITE - Indicada para objetos que são raramente atualizados e que têm probabilidade de atualizações simultâneas muito baixas e é a mais comum. Caso muitas atualizações ocorram "simultaneamente" pode ser que a última versão comitada no banco não seja a mesma que acabou ficando no seu cache. ● TRANSACTIONAL - É totalmente transacional, com suporte a caches distribuídos. Poucos providers oferecem esse suporte. O provider EhCache não tem suporte a esta estratégia.
  43. 43. 43/97 Cache de 2º Nível – 1º Exemplo
  44. 44. 44/97 Cache de 2º Nível – 1º Exemplo select tipoprodut0_.id as id2_0_, tipoprodut0_.descricao as descricao2_0_ from public.tipo_produto tipoprodut0_ where tipoprodut0_.id=? select tipoprodut0_.id as id2_0_, tipoprodut0_.descricao as descricao2_0_ from public.tipo_produto tipoprodut0_ where tipoprodut0_.id=?
  45. 45. 45/97 Cache de 2º Nível – 1º Exemplo Não faz consulta no BD. A Entidade esta no Cache de 2º Nível Não faz consulta no BD. A Entidade esta no Cache de 2º Nível
  46. 46. 46/97 Cache de 2º Nível – 1º Exemplo HashCode pri. tipo de produto: 480476266HashCode pri. tipo de produto: 480476266
  47. 47. 47/97 Cache de 2º Nível – 1º Exemplo HashCode seg. tipo de produto: 1142116702HashCode seg. tipo de produto: 1142116702
  48. 48. 48/97 Cache de 2º Nível – 1º Exemplo Resultado da comparação equals: falseResultado da comparação equals: false
  49. 49. 49/97 Cache de 2º Nível – 2º Exemplo
  50. 50. 50/97 Cache de 2º Nível – 2º Exemplo select tipoprodut0_.id as id2_, tipoprodut0_.descricao as descricao2_ from public.tipo_produto tipoprodut0_ select tipoprodut0_.id as id2_, tipoprodut0_.descricao as descricao2_ from public.tipo_produto tipoprodut0_
  51. 51. 51/97 Cache de 2º Nível – 2º Exemplo Não faz consulta no BD. A Entidade esta no Cache de 2º Nível Não faz consulta no BD. A Entidade esta no Cache de 2º Nível
  52. 52. 52/97 Cache de 2º Nível – 2º Exemplo Não faz consulta no BD. A Entidade esta no Cache de 2º Nível Não faz consulta no BD. A Entidade esta no Cache de 2º Nível
  53. 53. 53/97 DynamicUpdate – 1º Exemplo
  54. 54. 54/97 DynamicUpdate – 1º Exemplo select produto0_.id as id1_2_, produto0_.descricao as descricao1_2_, produto0_.fabricante_id as fabricante5_1_2_, produto0_.nome as nome1_2_, produto0_.tipo_id as tipo6_1_2_, produto0_.valor as valor1_2_, fabricante1_.id as id0_0_, fabricante1_.nome as nome0_0_, tipoprodut2_.id as id2_1_, tipoprodut2_.descricao as descricao2_1_ from public.produto produto0_ inner join public.fabricante fabricante1_ on produto0_.fabricante_id=fabricante1_.id inner join public.tipo_produto tipoprodut2_ on produto0_.tipo_id=tipoprodut2_.id where produto0_.id=? select produto0_.id as id1_2_, produto0_.descricao as descricao1_2_, produto0_.fabricante_id as fabricante5_1_2_, produto0_.nome as nome1_2_, produto0_.tipo_id as tipo6_1_2_, produto0_.valor as valor1_2_, fabricante1_.id as id0_0_, fabricante1_.nome as nome0_0_, tipoprodut2_.id as id2_1_, tipoprodut2_.descricao as descricao2_1_ from public.produto produto0_ inner join public.fabricante fabricante1_ on produto0_.fabricante_id=fabricante1_.id inner join public.tipo_produto tipoprodut2_ on produto0_.tipo_id=tipoprodut2_.id where produto0_.id=?
  55. 55. 55/97 DynamicUpdate – 1º Exemplo update public.produto set descricao=?, fabricante_id=?, nome=?, tipo_id=?, valor=? where id=? update public.produto set descricao=?, fabricante_id=?, nome=?, tipo_id=?, valor=? where id=?
  56. 56. 56/97 DynamicUpdate – Mapeamento
  57. 57. 57/97 DynamicUpdate – 2º Exemplo
  58. 58. 58/97 DynamicUpdate – 2º Exemplo select produto0_.id as id1_2_, produto0_.descricao as descricao1_2_, produto0_.fabricante_id as fabricante5_1_2_, produto0_.nome as nome1_2_, produto0_.tipo_id as tipo6_1_2_, produto0_.valor as valor1_2_, fabricante1_.id as id0_0_, fabricante1_.nome as nome0_0_, tipoprodut2_.id as id2_1_, tipoprodut2_.descricao as descricao2_1_ from public.produto produto0_ inner join public.fabricante fabricante1_ on produto0_.fabricante_id=fabricante1_.id inner join public.tipo_produto tipoprodut2_ on produto0_.tipo_id=tipoprodut2_.id where produto0_.id=? select produto0_.id as id1_2_, produto0_.descricao as descricao1_2_, produto0_.fabricante_id as fabricante5_1_2_, produto0_.nome as nome1_2_, produto0_.tipo_id as tipo6_1_2_, produto0_.valor as valor1_2_, fabricante1_.id as id0_0_, fabricante1_.nome as nome0_0_, tipoprodut2_.id as id2_1_, tipoprodut2_.descricao as descricao2_1_ from public.produto produto0_ inner join public.fabricante fabricante1_ on produto0_.fabricante_id=fabricante1_.id inner join public.tipo_produto tipoprodut2_ on produto0_.tipo_id=tipoprodut2_.id where produto0_.id=?
  59. 59. 59/97 DynamicUpdate – 2º Exemplo update public.produto set nome=? where id=? update public.produto set nome=? where id=?
  60. 60. 60/97 Query com NEW – 1º Exemplo
  61. 61. 61/97 Query com NEW – 1º Exemplo
  62. 62. 62/97 Query com NEW – 1º Exemplo select produto0_.id as id1_, produto0_.descricao as descricao1_, produto0_.fabricante_id as fabricante5_1_, produto0_.nome as nome1_, produto0_.tipo_id as tipo6_1_, produto0_.valor as valor1_ from public.produto produto0_ order by produto0_.nome select produto0_.id as id1_, produto0_.descricao as descricao1_, produto0_.fabricante_id as fabricante5_1_, produto0_.nome as nome1_, produto0_.tipo_id as tipo6_1_, produto0_.valor as valor1_ from public.produto produto0_ order by produto0_.nome
  63. 63. 63/97 Query com NEW – 2º Exemplo
  64. 64. 64/97 Query com NEW – 2º Exemplo
  65. 65. 65/97 Query com NEW – 2º Exemplo select produto0_.id as col_0_0_, produto0_.nome as col_1_0_ from public.produto produto0_ order by produto0_.nome select produto0_.id as col_0_0_, produto0_.nome as col_1_0_ from public.produto produto0_ order by produto0_.nome
  66. 66. 66/97 Batch Update – 1º Exemplo
  67. 67. 67/97 Batch Update – 1º Exemplo Hibernate: select produto0_.id as id1_, produto0_.descricao as descricao1_, produto0_.fabricante_id as fabricante5_1_, produto0_.nome as nome1_, produto0_.tipo_id as tipo6_1_, produto0_.valor as valor1_ from public.produto produto0_ Para cada item do resultado acima faz: Hibernate: select fabricante0_.id as id0_0_, fabricante0_.nome as nome0_0_ from public.fabricante fabricante0_ where fabricante0_.id=? Hibernate: select tipoprodut0_.id as id2_0_, tipoprodut0_.descricao as descricao2_0_ from public.tipo_produto tipoprodut0_ where tipoprodut0_.id=? ... Hibernate: select produto0_.id as id1_, produto0_.descricao as descricao1_, produto0_.fabricante_id as fabricante5_1_, produto0_.nome as nome1_, produto0_.tipo_id as tipo6_1_, produto0_.valor as valor1_ from public.produto produto0_ Para cada item do resultado acima faz: Hibernate: select fabricante0_.id as id0_0_, fabricante0_.nome as nome0_0_ from public.fabricante fabricante0_ where fabricante0_.id=? Hibernate: select tipoprodut0_.id as id2_0_, tipoprodut0_.descricao as descricao2_0_ from public.tipo_produto tipoprodut0_ where tipoprodut0_.id=? ...
  68. 68. 68/97 Batch Update – 1º Exemplo Executa para cada item do resultado da lista. Hibernate: update public.produto set valor=? where Id=? ... Executa para cada item do resultado da lista. Hibernate: update public.produto set valor=? where Id=? ...
  69. 69. 69/97 Batch Update – 2º Exemplo
  70. 70. 70/97 Batch Update – 2º Exemplo update public.produto set valor=valor*? update public.produto set valor=valor*?
  71. 71. 71/97 Batch ... ● Batch Insert ● Batch Delete
  72. 72. 72/97 Binários
  73. 73. 73/97 Binários
  74. 74. 74/97 Binários
  75. 75. 75/97 Binários select processo0_.id as id6_0_, processo0_.dataDistribuicao as dataDist2_6_0_, processo0_.numero as numero6_0_ from public.Processo processo0_ where processo0_.id=? select processo0_.id as id6_0_, processo0_.dataDistribuicao as dataDist2_6_0_, processo0_.numero as numero6_0_ from public.Processo processo0_ where processo0_.id=?
  76. 76. 76/97 Binários select movimentos0_.processo_id as processo5_6_1_, movimentos0_.id as id1_, movimentos0_.id as id8_0_, movimentos0_.data as data8_0_, movimentos0_.descricao as descricao8_0_, movimentos0_.numero as numero8_0_, movimentos0_.processo_id as processo5_8_0_ from public.Movimento movimentos0_ where movimentos0_.processo_id=? select movimentos0_.processo_id as processo5_6_1_, movimentos0_.id as id1_, movimentos0_.id as id8_0_, movimentos0_.data as data8_0_, movimentos0_.descricao as descricao8_0_, movimentos0_.numero as numero8_0_, movimentos0_.processo_id as processo5_8_0_ from public.Movimento movimentos0_ where movimentos0_.processo_id=?
  77. 77. 77/97 Binários A cada iteração do FOR do movimento faz: select arquivos0_.movimento_id as movimento7_8_1_, arquivos0_.id as id1_, arquivos0_.id as id7_0_, arquivos0_.conteudo as conteudo7_0_, arquivos0_.conteudo_tipo as conteudo3_7_0_, arquivos0_.data_verificacao_assinatura as data4_7_0_, arquivos0_.movimento_id as movimento7_7_0_, arquivos0_.nome as nome7_0_, arquivos0_.signatario as signatario7_0_ from public.Arquivo arquivos0_ where arquivos0_.movimento_id=? A cada iteração do FOR do movimento faz: select arquivos0_.movimento_id as movimento7_8_1_, arquivos0_.id as id1_, arquivos0_.id as id7_0_, arquivos0_.conteudo as conteudo7_0_, arquivos0_.conteudo_tipo as conteudo3_7_0_, arquivos0_.data_verificacao_assinatura as data4_7_0_, arquivos0_.movimento_id as movimento7_7_0_, arquivos0_.nome as nome7_0_, arquivos0_.signatario as signatario7_0_ from public.Arquivo arquivos0_ where arquivos0_.movimento_id=?
  78. 78. 78/97 Binários Somente quando o usuário clicar neste link que vamos mostrar o conteúdo do arquivo. ???? Somente quando o usuário clicar neste link que vamos mostrar o conteúdo do arquivo. ????
  79. 79. 79/97 Binários
  80. 80. 80/97 Binários
  81. 81. 81/97 Binários
  82. 82. 82/97 Binários
  83. 83. 83/97 Binários select processo0_.id as id6_0_, processo0_.dataDistribuicao as dataDist2_6_0_, processo0_.numero as numero6_0_ from public.Processo processo0_ where processo0_.id=? select processo0_.id as id6_0_, processo0_.dataDistribuicao as dataDist2_6_0_, processo0_.numero as numero6_0_ from public.Processo processo0_ where processo0_.id=?
  84. 84. 84/97 Binários select movimentos0_.processo_id as processo5_6_1_, movimentos0_.id as id1_, movimentos0_.id as id8_0_, movimentos0_.data as data8_0_, movimentos0_.descricao as descricao8_0_, movimentos0_.numero as numero8_0_, movimentos0_.processo_id as processo5_8_0_ from public.Movimento movimentos0_ where movimentos0_.processo_id=? select movimentos0_.processo_id as processo5_6_1_, movimentos0_.id as id1_, movimentos0_.id as id8_0_, movimentos0_.data as data8_0_, movimentos0_.descricao as descricao8_0_, movimentos0_.numero as numero8_0_, movimentos0_.processo_id as processo5_8_0_ from public.Movimento movimentos0_ where movimentos0_.processo_id=?
  85. 85. 85/97 Binários A cada iteração do FOR do movimento faz: select arquivos0_.movimento_id as movimento7_11_1_, arquivos0_.id as id1_, arquivos0_.id as id7_0_, arquivos0_.conteudo_id as conteudo6_7_0_, arquivos0_.conteudo_tipo as conteudo2_7_0_, arquivos0_.data_verificacao_assinatura as data3_7_0_, arquivos0_.movimento_id as movimento7_7_0_, arquivos0_.nome as nome7_0_, arquivos0_.signatario as signatario7_0_ from public.arquiv0 arquivos0_ where arquivos0_.movimento_id=? A cada iteração do FOR do movimento faz: select arquivos0_.movimento_id as movimento7_11_1_, arquivos0_.id as id1_, arquivos0_.id as id7_0_, arquivos0_.conteudo_id as conteudo6_7_0_, arquivos0_.conteudo_tipo as conteudo2_7_0_, arquivos0_.data_verificacao_assinatura as data3_7_0_, arquivos0_.movimento_id as movimento7_7_0_, arquivos0_.nome as nome7_0_, arquivos0_.signatario as signatario7_0_ from public.arquiv0 arquivos0_ where arquivos0_.movimento_id=?
  86. 86. 86/97 Query com FETCH
  87. 87. 87/97 Query com FETCH select process0x0_.id as id4_0_, movimentos1_.id as id9_1_, process0x0_.dataDistribuicao as dataDist2_4_0_, process0x0_.numero as numero4_0_, movimentos1_.data as data9_1_, movimentos1_.descricao as descricao9_1_, movimentos1_.numero as numero9_1_, movimentos1_.processo_id as processo5_9_1_, movimentos1_.processo_id as processo5_4_0__, movimentos1_.id as id0__ from public.process0 process0x0_ left outer join public.moviment0 movimentos1_ on process0x0_.id=movimentos1_.processo_id where process0x0_.id=? select process0x0_.id as id4_0_, movimentos1_.id as id9_1_, process0x0_.dataDistribuicao as dataDist2_4_0_, process0x0_.numero as numero4_0_, movimentos1_.data as data9_1_, movimentos1_.descricao as descricao9_1_, movimentos1_.numero as numero9_1_, movimentos1_.processo_id as processo5_9_1_, movimentos1_.processo_id as processo5_4_0__, movimentos1_.id as id0__ from public.process0 process0x0_ left outer join public.moviment0 movimentos1_ on process0x0_.id=movimentos1_.processo_id where process0x0_.id=?
  88. 88. 88/97 Query com FETCH Agora não faz nada, já carregou os movimentos na consulta anterior. Agora não faz nada, já carregou os movimentos na consulta anterior.
  89. 89. 89/97 Query com FETCH A cada iteração do FOR do movimento faz: select arquivos0_.movimento_id as movimento7_11_1_, arquivos0_.id as id1_, arquivos0_.id as id7_0_, arquivos0_.conteudo_id as conteudo6_7_0_, arquivos0_.conteudo_tipo as conteudo2_7_0_, arquivos0_.data_verificacao_assinatura as data3_7_0_, arquivos0_.movimento_id as movimento7_7_0_, arquivos0_.nome as nome7_0_, arquivos0_.signatario as signatario7_0_ from public.arquiv0 arquivos0_ where arquivos0_.movimento_id=? A cada iteração do FOR do movimento faz: select arquivos0_.movimento_id as movimento7_11_1_, arquivos0_.id as id1_, arquivos0_.id as id7_0_, arquivos0_.conteudo_id as conteudo6_7_0_, arquivos0_.conteudo_tipo as conteudo2_7_0_, arquivos0_.data_verificacao_assinatura as data3_7_0_, arquivos0_.movimento_id as movimento7_7_0_, arquivos0_.nome as nome7_0_, arquivos0_.signatario as signatario7_0_ from public.arquiv0 arquivos0_ where arquivos0_.movimento_id=?
  90. 90. 90/97 BatchSize
  91. 91. 91/97 BatchSize
  92. 92. 92/97 BatchSize
  93. 93. 93/97 BatchSize select process0x0_.id as id4_0_, movimentos1_.id as id9_1_, process0x0_.dataDistribuicao as dataDist2_4_0_, process0x0_.numero as numero4_0_, movimentos1_.data as data9_1_, movimentos1_.descricao as descricao9_1_, movimentos1_.numero as numero9_1_, movimentos1_.processo_id as processo5_9_1_, movimentos1_.processo_id as processo5_4_0__, movimentos1_.id as id0__ from public.process0 process0x0_ left outer join public.moviment0 movimentos1_ on process0x0_.id=movimentos1_.processo_id where process0x0_.id=? select process0x0_.id as id4_0_, movimentos1_.id as id9_1_, process0x0_.dataDistribuicao as dataDist2_4_0_, process0x0_.numero as numero4_0_, movimentos1_.data as data9_1_, movimentos1_.descricao as descricao9_1_, movimentos1_.numero as numero9_1_, movimentos1_.processo_id as processo5_9_1_, movimentos1_.processo_id as processo5_4_0__, movimentos1_.id as id0__ from public.process0 process0x0_ left outer join public.moviment0 movimentos1_ on process0x0_.id=movimentos1_.processo_id where process0x0_.id=?
  94. 94. 94/97 BatchSize Agora não faz nada, já carregou os movimentos na consulta anterior. Agora não faz nada, já carregou os movimentos na consulta anterior.
  95. 95. 95/97 BatchSize select arquivos0_.movimento_id as movimento7_11_1_, arquivos0_.id as id1_, arquivos0_.id as id7_0_, arquivos0_.conteudo_id as conteudo6_7_0_, arquivos0_.conteudo_tipo as conteudo2_7_0_, arquivos0_.data_verificacao_assinatura as data3_7_0_, arquivos0_.movimento_id as movimento7_7_0_, arquivos0_.nome as nome7_0_, arquivos0_.signatario as signatario7_0_ from public.arquiv0 arquivos0_ where arquivos0_.movimento_id in ( ?, ?, ?, ?, ? ) select arquivos0_.movimento_id as movimento7_11_1_, arquivos0_.id as id1_, arquivos0_.id as id7_0_, arquivos0_.conteudo_id as conteudo6_7_0_, arquivos0_.conteudo_tipo as conteudo2_7_0_, arquivos0_.data_verificacao_assinatura as data3_7_0_, arquivos0_.movimento_id as movimento7_7_0_, arquivos0_.nome as nome7_0_, arquivos0_.signatario as signatario7_0_ from public.arquiv0 arquivos0_ where arquivos0_.movimento_id in ( ?, ?, ?, ?, ? )
  96. 96. 96/97 Utilizar ● A vontade ● Hibernate Statistics ● Paginação ● query.setFirstResult() - Offset ● query.setMaxResults() - Limit ● Pool de conexões ● Aplication server – Ex: JBOSS AS ● C3P0 ● Com cautela ● Sql nativo - Procedures ● Desnormalização
  97. 97. 97/97 Obrigado :)

×