CMS Ana Gonzaga                        Regimento Interno                  2013            Secretaria Municipal de Saúde   ...
CMS Ana Gonzaga                                         Regimento Interno                                           2013  ...
CMS Ana Gonzaga                         Regimento Interno                                2013                             ...
CMS Ana Gonzaga                         Regimento Interno                              2013o segundo maior ramal de trens ...
CMS Ana Gonzaga                           Regimento Interno                                2013       Praça João Wesley 7,...
CMS Ana Gonzaga                           Regimento Interno                                2013Nome do Profissional       ...
CMS Ana Gonzaga                           Regimento Interno                                2013   •   Prestar assistência ...
CMS Ana Gonzaga                          Regimento Interno                                2013   •   Promover a mobilizaçã...
CMS Ana Gonzaga                           Regimento Interno                                2013   •   Cumprir com atribuiç...
CMS Ana Gonzaga                         Regimento Interno                               2013   A partir das atribuições de...
CMS Ana Gonzaga                           Regimento Interno                                2013   •   Cumprir com atribuiç...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Regimento interno cms ana gonzaga 2013

1.603 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.603
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Regimento interno cms ana gonzaga 2013

  1. 1. CMS Ana Gonzaga Regimento Interno 2013 Secretaria Municipal de Saúde Subsecretaria de Promoção, Atenção Primária e Vigilância em Saúde – SUBPAV Coordenadoria de saúde da AP 5.2 – CAP 5.2 CMS Ana Gonzaga REGIMENTO INTERNO DO CMS ANA GONZAGA CAP 5.2 1
  2. 2. CMS Ana Gonzaga Regimento Interno 2013 SUMÁRIOI-Introdução................................................................................................... 0 3II-Perfil da unidade ....................................................................................... 0 3III-Identificação da USF .............................................................................. 0 4IV-Identificação das Equipes............................................................. 0 5V-Atribuições ............................................................................................06 -- 1 4VI-Instalações e Equipamentos ................................................................... 1 4VII-Área Geográfica de Abrangência ........................................................... 1 5VIII-Instituições e Populações .................................................................... 1 6IX- Quadro de Funcionários .....................................................................16 - 1 7X-Processo de Trabalho............................................................................... 1 7XI-.Planejamento anual..............................................................................20 - 23XII- Cronograma de cumprimento de prazos..............................................23 - 24XIII – Placar da Unidade............................................................................25 - 28 2
  3. 3. CMS Ana Gonzaga Regimento Interno 2013 I-INTRODUÇÃO O presente documento foi elaborado a partir da construção coletiva do processo detrabalho, pactuação de bom desempenho e satisfação do usuário e contrato de convivência dasequipes. Atendendo ao documento Carteira de Serviços da Secretaria Municipal de Saúde e DefesaCivil (SMSDC) elaborado pela Subsecretaria de Atenção Primária, Vigilância e Promoção àSaúde (SUBPAV) como um item obrigatório do tópico Comissões e Regimentos. Trata-se da Segunda versão do documento, portanto o mesmo será reavaliado no períodode seis meses. II-PERFIL DA UNIDADE A unidade é localizada na Praça João Wesley, 07– Inhoaíba- Campo Grande, instalada emum imóvel alugado, num bairro de classe baixa na zona oeste da cidade do Rio de Janeiro(Inhoaíba), seu IDH, no ano 2000, era de 0,747, o 115º colocado entre 126 regiões analisadas nacidade do Rio de Janeiro. A partir dos anos 70, a urbanização da área se intensifica, e surgemgrandes loteamentos, como o Vilar Carioca e o Vilar Guanabara. Em 1993 o prefeito Cesar Maiaemancipou Inhoaíba domo um bairro autônomo de Santa Cruz, porém não se tornou alvo de seusprojetos, Favela-bairro e Rio-cidade. Contém uma população de aproximadamente 60.000habitantes (segundo informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE - CensoDemográfico 2000). Tem por vizinhança os bairros de Cosmos, Guaratiba e Campo Grande. Obairro é cortado pela Avenida Cesário de Melo, uma importante via de transportes urbanos queliga Santa Cruz a Campo Grande. A mesma possui ciclovia no trajeto. Também passa pelo bairro 3
  4. 4. CMS Ana Gonzaga Regimento Interno 2013o segundo maior ramal de trens da região metropolitana do Rio de Janeiro e é servido pelasestações de trem de Inhoaíba e Benjamin do Monte. No bairro localiza-se o Viaduto São Sebastião a via liga a Avenida Cesário de Melo àEstrada de Inhoaíba, o que representa uma alternativa de acesso entre a Cesário de Melo e aEstrada do Campinho, ligando Campo Grande ao bairro de Santa Margarida.Destaca-se o Instituto Metodista Ana Gonzaga, que cuida de crianças e jovens carentes. Inhoaíbafaz parte da XVIII Região administrativa (Campo Grande) da cidade e Coordenadoria de Saúde daÁrea Programática 5.2 – CAP 5.2. No ano de 2004 foram implantadas duas equipes de saúde da família e uma de saúde Bucalcompletas, inicialmente chamado Programa de Saúde da Família (PSF), abrangendo ascomunidades Ana Gonzaga e Vila Esperança. Em 2010 integra-se à comunidade de Vilar Guanabara, expandindo o território, porémpermanecendo com a mesma estrutura física. Hoje atuamos com três equipes de saúde incompletas, cada qual responsável pela sua áreade abrangência. Historicamente têm se caracterizado por apresentar aumento de cobertura vacinal,diminuição de mortalidade infantil, melhoria de saneamento básico, crescimento da populaçãoidosa. A População estimada pelos dados do IBGE: 7.957 habitantes e temos atualmentecadastrada pelos ACS: 9.813 habitantes. A unidade funciona de 08 às 20 horas de segunda a sextaonde funcionários trabalham 40 horas semanais. III-Identificação da USF Centro Municipal de Saúde Ana Gonzaga Coordenadoria de Saúde da Área Programática 5.2 – CAP 5.2 Subsecretaria de Atenção Primária, Vigilância e Promoção em Saúde - SUBPAV Secretaria Municipal de Saúde – SMS / Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro 4
  5. 5. CMS Ana Gonzaga Regimento Interno 2013 Praça João Wesley 7, Bairro Inhoaíba /Tel: 24156520/77222520 Email: gerenteag@gmail.com / ger.anagonzaga.cap52@iabas.org.b Website: http://smsdc-cms-anagonzaga1.blogspot.com.br/ Facebook: http://www.facebook.com/?ref=logo#!/ana.gonzaga.507 O CMS Ana Gonzaga tem perfil de atendimento de Atenção Primária e é uma unidade dotipo A, onde todo o território é coberto por equipes de saúde da família. Como segue padrão do“Saúde Presente” pela Casa Civil. IV- Identificação das Equipes Equipe Vilar Guanabara - 525221Nome do Profissional CBO / EspecialidadeESTEFANIA CARVALHO DA CRUZ INFANTE DA SILVA 515105 - AGENTE COMUNITARIO DEANILDE SOUZA DOS SANTOS 515105 - AGENTE COMUNITARIO DEFERNANDA DE PAULA MENEZES 515105 - AGENTE COMUNITARIO DENIVIA ANGELICO DA SILVA 515105 - AGENTE COMUNITARIO DECRISTIANE DE CASSIA DUARTE DA SILVA GODINHO 515105 - AGENTE COMUNITARIO DEVIVIANE DUARTE QUEIROZ 515105 - AGENTE COMUNITARIO DEPATRICIA FERNANDA DE JESUS FERREIRA 2232B1 - CIRURGIAO DENTISTA DESÉRGIO HENRIQUE DE OLIVEIRA 3224F2 - AUXILIAR DE CONSULTORIOMARCELA COSTA FERNANDES 2235C1 - ENFERMEIRO SAUDE DA FAMILIAVALERIA VALADÃO DA SILVA 3222E1 - TÉCNICO DE ENFERMAGEM DEADRIANA CERQUEIRA DE AMORIM OLIVEIRA 223116 - MEDICO DE SAUDE DA FAMILIAELISANGELA DA SILVA GUEDES AGENTE DE COMBATE A ENDEMIAS Equipe Ana Gonzaga 525222Nome do Profissional CBO / EspecialidadeANA PAULA ANDRADE FERREIRA 515105 - AGENTE COMUNITARIO DECRISTINA BRASIL BRANDÃO 515105 - AGENTE COMUNITARIO DEMARIA DA GLORIA SILVA DE MIRANDA 515105 - AGENTE COMUNITARIO DEVALDEA FERNANDES 515105 - AGENTE COMUNITARIO DEKAMILA EVELYN ESTRELLA 515105 - AGENTE COMUNITARIO DEDENISE REGINA PEREIRA 515105 - AGENTE COMUNITARIO DECÉLIA REGINA CORREA MARINS 3224F2 - AUXILIAR DE CONSULTORIOSONIA MARIA ROQUE MONTEIRO 3222E2 - TECNICO DE ENFERMAGEM DEPATRICIA FERNANDA DE JESUS FERREIRA 2232B1 - CIRURGIAO DENTISTA DEPATRICIA SOARES COSTA SILVA 3224F1 - TECNICO DE HIGIENE DENTAL DEROSANA DA SILVA MOTA 2235C1 - ENFERMEIRO SAUDE DA FAMILIAMERCEDES AFFONSO MARQUES 223116 - MEDICO DE SAUDE DA FAMILIAAGUINALDO DA CONCEIÇÃO SIMIÃO DE MORAIS AGENTE DE COMBATE A ENDEMIAS Equipe Vila esperança 525220 5
  6. 6. CMS Ana Gonzaga Regimento Interno 2013Nome do Profissional CBO / EspecialidadeMARCOS FERNANDO DE SOUZA GOMES 2235C1 - ENFERMEIRO SAUDE DA FAMILIAAUREA ANDREA SILVA DE OLIVEIRA LUCAS 515105 - AGENTE COMUNITARIO DEDANIELE RODRIGUES SOARES 515105 - AGENTE COMUNITARIO DEMARIO DE VASCONCELLOS SANTOS 515105 - AGENTE COMUNITARIO DERAFAEL FERREIRA TEIXEIRA 515105 - AGENTE COMUNITARIO DEADRIANA HANG AFONSO DA PAZ 515105 - AGENTE COMUNITARIO DETHATIANY CRAVO DE SOUZA 515105 - AGENTE COMUNITARIO DEMARIA DE FATIMA GOMES DE OLIVEIRA 3224F2 - AUXILIAR DE CONSULTORIOANGELICA DE OLIVEIRA CIRIACO 3222E2 - TECNICO DE ENFERMAGEM DEADRIANA MENUCCI BACHUR DA SILVA 2232B1 - CIRURGIAO DENTISTA DE 223116 - MEDICO DE SAUDE DA FAMILIAVINYCIUS MELO FARIAS AGENTE DE COMBATE A ENDEMIASNÃO INSERIDOS NAS EQUIPEDébora Dos Santos Póvoa GERENTE TÉCNICOHÉRIDA LARA BRANDÃO OFICIAL DE FARMACIAMARIA ARAUJO SANTOS SOUZA OFICIAL DE FARMACIAWILMA FERREIRA DE ARRUDA ALVES FARMACÊUTICAELISANGELA DA SILVA DUTRA AGENTE ADM. DE ESFJOÃO PAULO ALVES SOARES AGENTE ADM. DE ESF V- AtribuiçõesDa Equipe • Conhecer a realidade das famílias pelas quais são responsáveis com ênfase nas suas características sociais, econômicas, culturais, demográficas e epidemiológicas; • Identificar os problemas de saúde e situações de risco mais comuns aos quais aquela população está exposta; • Elaborar, com a participação da comunidade, um plano local para o enfrentamento dos problemas de saúde e fatores que colocam em risco a saúde; • Executar, de acordo com a qualificação de cada profissional, os procedimentos de vigilância e de vigilância epidemiológica, nas diferentes fases do ciclo de vida; • Valorizar a relação com o usuário e com a família, para a criação de vínculo de confiança, de afeto, de respeito; • Realizar visitas domiciliares de acordo com o planejamento; • Resolver os problemas de saúde do nível de atenção básica; • Garantir acesso à continuidade do tratamento dentro de um sistema de referência e contra- refência para os casos de maios complexidade ou que necessitem de internação hospitalar; 6
  7. 7. CMS Ana Gonzaga Regimento Interno 2013 • Prestar assistência integral à população adscrita, respondendo à demanda de forma contínua e racionalista; • Coordenar, participar de e/ou organizar grupos de educação para a saúde; • Promovendo ações intersetoriais e parcerias com organizações formais e informais existentes na comunidade para o enfretamento conjunto dos problemas identificados; • Fomentar a participação popular, discutindo com a comunidade conceitos de cidadania, de direitos à saúde e suas bases legais; • Incentivar a formação e/ou participação ativa da comunidade nos conselho locais de saúde e no conselho Municipal de Saúde; • Auxiliar na implantação do cartão Nacional de Saúde; • Participar do processo de territorialização e mapeamento da área de atuação da equipe, identificando grupos, famílias e indivíduos expostos a riscos, inclusive aqueles relativos ao trabalho, e da atualização contínua dessas informações, priorizando as situações a serem acompanhadas no planejamento local; • Realizar o cuidado em saúde da população adscrita, prioritariamente no âmbito da unidade de saúde, no domicílio e nos demais espaços comunitários (escolas, associações,entre outros), quando necessário; • Realizar ações de atenção integral conforme a necessidade de saúde da população local, bem como as revistas nas prioridades e protocolos da gestão local; • Garantir a integralidade da atenção por meio da realização de ações de promoção da saúde, prevenção de agravos e curativas; e da garantia de atendimento da demanda espontânea, da realização das ações Programáticas e de vigilância à saúde; • Realizar busca ativa e notificação de doenças e agravos de notificação compulsória e de outros agravos e situações de importância local; • Realizar a escuta qualificada das necessidades dos usuários em todas as ações, proporcionando tendimento humanizado e viabilizando o estabelecimento do vínculo; • Responsabilizar-se pela população adscrita, mantendo a coordenação do cuidado mesmo quando esta necessita de atenção em outros serviços do sistema de saúde; • Participar das atividades de planejamento e avaliação das ações da equipe, a partir da utilização dos dados disponíveis; 7
  8. 8. CMS Ana Gonzaga Regimento Interno 2013 • Promover a mobilização e a participação da comunidade, buscando efetivar o controle social; • Identificar parceiros e recursos na comunidade que possam potencializar ações intersetoriais com a equipe, sob coordenação da SMS; • Garantir a qualidade do registro das atividades nos sistemas nacionais de informação na Atenção Básica; • Participar das atividades de educação permanente; e • Realizar outras ações e atividades a serem definidas de acordo com as prioridades locais.FUNÇÕES E ATRIBUIÇÕES DO GERENTE • Reportar-se ao supervisor da UBS da instituição parceira; • Administrar a UBS conforme as diretrizes do SUS (equidade, integralidade, humanização do atendimento) do PSF e da SMSDC; • Administrar a UBS em estreita relação com a instituição parceira IABAS; • Administrar a UBS em estreita relação com a Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil; • Articular a UBS com os outros níveis da SMSDC (Coordenação, Interlocutores NSF/AP5.2) e a parceira IABAS; • Identificar, manejar e resolver os conflitos e problemas pertinentes ao serviço; • Manter a instituição parceira informada sobre os problemas e encaminhamentos; • Facilitar a integração das equipes de PSF e demais profissionais de saúde da UBS com a comunidade; • Estimular as equipes a trabalharem conforme diretrizes do PSF • (territorialização, cadastramento, diagnóstico de saúde, enfoque familiar, integralidade da assistência, trabalho em equipe, intersetorialidade, controle social, planejamento e avaliação e educação permanente); • Discutir os problemas e necessidades da UBS com o representante da parceira IABAS e Iníeríocutores NSF/CAP 5.2 atendendo ao que for recomendando nestes encontros; 8
  9. 9. CMS Ana Gonzaga Regimento Interno 2013 • Cumprir com atribuições e determinações propostas e pactuadas pela equipe de coordenação; • Repassar as informações de interesse do serviço para os profissionais de saúde da UBS; • Avaliar e monitorar as atividades das equipes de PSF e dos demais profissionais de saúde da UBS; • Assegurar que as metas pactuadas pela SMSDC com a parceira sejam alcançadas; • Cooperar na elaboração de relatórios técnicos mensal e anual do PSF, descrevendo as principais atividades realizadas, identificando obstáculos e prover recomendações; • Utilizar os sistemas de informação de saúde disponíveis para monitoramento/ avaliação e planejamento das ações; • Atuar para garantir e melhorar a qualidade das informações de saúde; • Assegurar a aplicação dos programas e protocolos da SMSDC; • Incentivar as equipes de saúde da UBS a desenvolver ações de promoção a saúde e de cidadania; • Manter informadas a Coordenação Geral da IABAS e a CAP 5.2, sobre o desenvolvimento do PSF nas equipes e na unidade de saúde; • Representar a UBS em reuniões administrativas e técnicas junto a parceira e SMSDC, conselho gestor e/ou outras reuniões técnico científicas; • Respeitar o saber popular; • Incentivar a pesquisa e produção de trabalhos científicos; • Garantir que o gerente estimule a participação das equipes de PSF nas reuniões mensais com a comunidade; • Desenvolver outras atividades conforme for determinado e acordado. • As atribuições dos profissionais das equipes de saúde da família, de saúde bucal e de ACS • As atribuições globais abaixo descritas podem ser complementadas com diretrizes e normas da gestão local.ATRIBUIÇÕES ESPECÍFICAS 9
  10. 10. CMS Ana Gonzaga Regimento Interno 2013 A partir das atribuições de cada funcionário, podemos organizar melhor sua atuação dentro da ESF, otimizando seu tempo de permanência no trabalho, gerando uma melhor qualidade nas ações prestadas. Além das atribuições definidas, são atribuições mínimas específicas de cada categoria profissional, cabendo ao gestor municipal ou do Distrito Federal ampliá-las, de acordo com as especificidades locais.Do Agente Comunitário de Saúde: • Desenvolver ações que busquem a integração entre a equipe de saúde e a população adscrita à UBS, considerando as características e as finalidades do trabalho de acompanhamento de indivíduos e grupos sociais ou coletividade; • Trabalhar com adscrição de famílias em base geográfica definida, a microárea; • Estar em contato permanente com as famílias desenvolvendo ações educativas, visando à promoção da saúde e a prevenção das doenças, de acordo com o planejamento da equipe; • Cadastrar todas as pessoas de sua microárea e manter os cadastros atualizados; • Orientar famílias quanto à utilização dos serviços de saúde disponíveis; • Desenvolver atividades de promoção da saúde, de prevenção das doenças e de agravos, e de vigilância à saúde, por meio de visitas domiciliares e de ações educativas individuais e coletivas nos domicílios e na comunidade, mantendo a equipe informada, principalmente a respeito daquelas em situação de risco; • Acompanhar, por meio de visita domiciliar, todas as famílias e indivíduos sob sua responsabilidade, de acordo com as necessidades definidas pela equipe; e • Cumprir com as atribuições atualmente definidas para os ACS em relação à prevenção e ao controle da malária e da dengue, conforme a Portaria nº 44/GM, de 3 de janeiro de 2002.Do Enfermeiro: • Realizar assistência integral (promoção e proteção da saúde, prevenção de agravos, diagnóstico, tratamento, reabilitação e manutenção da saúde) aos indivíduos e famílias na USF e, quando indicado ou necessário, no domicílio e/ou nos demais 10
  11. 11. CMS Ana Gonzaga Regimento Interno 2013 • Cumprir com atribuições e determinações propostas e pactuadas pela equipe de coordenação; • Repassar as informações de interesse do serviço para os profissionais de saúde da UBS; • Avaliar e monitorar as atividades das equipes de PSF e dos demais profissionais de saúde da UBS; • Assegurar que as metas pactuadas pela SMSDC com a parceira sejam alcançadas; • Cooperar na elaboração de relatórios técnicos mensal e anual do PSF, descrevendo as principais atividades realizadas, identificando obstáculos e prover recomendações; • Utilizar os sistemas de informação de saúde disponíveis para monitoramento/ avaliação e planejamento das ações; • Atuar para garantir e melhorar a qualidade das informações de saúde; • Assegurar a aplicação dos programas e protocolos da SMSDC; • Incentivar as equipes de saúde da UBS a desenvolver ações de promoção a saúde e de cidadania; • Manter informadas a Coordenação Geral da IABAS e a CAP 5.2, sobre o desenvolvimento do PSF nas equipes e na unidade de saúde; • Representar a UBS em reuniões administrativas e técnicas junto a parceira e SMSDC, conselho gestor e/ou outras reuniões técnico científicas; • Respeitar o saber popular; • Incentivar a pesquisa e produção de trabalhos científicos; • Garantir que o gerente estimule a participação das equipes de PSF nas reuniões mensais com a comunidade; • Desenvolver outras atividades conforme for determinado e acordado. • As atribuições dos profissionais das equipes de saúde da família, de saúde bucal e de ACS • As atribuições globais abaixo descritas podem ser complementadas com diretrizes e normas da gestão local.ATRIBUIÇÕES ESPECÍFICAS 9

×