QUEM SOMOS<br />O Movimento dos Focolares<br />(doitaliano: focolare: lareira, lar. casa) é um movimento de inspiração cri...
Nossa  proposta  é a construção e difusão de uma “cultura da unidade”,  portadora de valores positivos, capazes de colocar...
OBRAS E AÇÕES DE <br />SOLIDARIEDADE INTERNACIONAL<br />Nos lugares mais sofridos do mundo multiplicam-se obras e acções s...
Com o tempo este espírito faz com que as acções sociais suscitem a reciprocidade, superando todas as formas de assistencia...
O PROJETO ESCOLINHA PEQUENA CHAMA<br />Mussulo, uma bela ilha de aproximadamente 35 km de comprimento, localizada paralela...
De facto, encontram-se ali, pequenos aglomerados de casas, 80% das quais  abrigam refugiados de guerra que infelizmente já...
A qualidade de vida na ilha é bastante precária e não existe nem mesmo iluminação pública ou distribuição de água potável....
No desejo de fazer alguma coisa concreta para servir àquela comunidade, começamos a receber as crianças na varanda da noss...
Actualmente, temos 90 crianças <br />matriculadas, com uma frequencia<br />em torno de 70, os quais permanecem <br />na es...
Já podemos ver alguns resultados positivos: as crianças vão aos poucos se tornando mais sociáveis, gentis, e desaparecem a...
Temos 03 professoras  trabalhando na escola., um zelador, uma merendeira. Felizmente a partir do ano passado outras pessoa...
Nosso projecto pedagógico está centrado no propósito de oferecer às crianças  uma formaçao integral, colocando as bases pa...
O PROJETO ESCOLINHA PEQUENA CHAMA<br />Miriam Pina<br />myrapereira@gmail.com<br />Correio Convencional<br />Miriam Pina<b...
Pequena chama
Pequena chama
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Pequena chama

916 visualizações

Publicada em

Nosso projecto pedagógico está centrado no propósito de oferecer às crianças uma formaçao integral, colocando as bases para a formação de hábitos e atitudes coerentes com uma cidadania assente na ética, na formação da consciência moral e religiosa com vista a construir e a viver os valores inerentes a uma cultura de Paz, sobre os pilares da fraternidade e solidariedade.

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
916
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
147
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pequena chama

  1. 1.
  2. 2.
  3. 3. QUEM SOMOS<br />O Movimento dos Focolares<br />(doitaliano: focolare: lareira, lar. casa) é um movimento de inspiração cristã fundado em1943, em Trento,Itália, porChiara Lubich(1920-2008). <br />De caráter ecumênico, tem adeptos em diversas confissões religiosas e entre pessoas que não estão vinculadas a nenhuma religião.<br />
  4. 4. Nossa proposta é a construção e difusão de uma “cultura da unidade”, portadora de valores positivos, capazes de colocar no centro dos interesses culturais a pessoa humana na sua plena dignidade, na sua capacidade relacional, na sua abertura à transcendência, como sujeito apto a doar ao nosso mundo um semblante e uma dinâmica que correspondam às aspirações dos indivíduos e dos povos.<br />
  5. 5. OBRAS E AÇÕES DE <br />SOLIDARIEDADE INTERNACIONAL<br />Nos lugares mais sofridos do mundo multiplicam-se obras e acções sociais e de solidariedade internacional: na Irlanda do Norte em repúblicas da antiga Iugoslávia, na África, no Líbano, nas favelas do Brasil e nos bairros de periferia nas Filipinas. <br />
  6. 6. Com o tempo este espírito faz com que as acções sociais suscitem a reciprocidade, superando todas as formas de assistencialismo passivo, para valorizar a contribuição activa de cada um na promoção espiritual e social dos indivíduos e da comunidade.<br />
  7. 7. O PROJETO ESCOLINHA PEQUENA CHAMA<br />Mussulo, uma bela ilha de aproximadamente 35 km de comprimento, localizada paralela à costa,  aproximadamente a 10km, a sudoeste de Luanda, Angola. <br />A primeira impressão ao aproximar-se da  ilha, é que se trate de uma colónia de férias. Ao longe já se delineiam os perfis de grandes e belas casas à beira mar, ao lado de excelentes pousadas e hotéis de luxo. Apesar disto, basta caminhar poucos metros em direcção ao interior da ilha, deparamo-nos com uma realidade completamente diferente. <br />
  8. 8. De facto, encontram-se ali, pequenos aglomerados de casas, 80% das quais  abrigam refugiados de guerra que infelizmente já não têm esperança nem motivo para retornar aos seus lugares de origem porque perderam tudo. São cerca de 6000 pessoas que lá vivem há aproximadamente 20 anos, numa situação de extrema pobreza. Uma das consequências é o grave estado de desnutrição dos seus filhos, o que tem sido causa do alto índice de mortalidade infantil naquela região.<br />
  9. 9. A qualidade de vida na ilha é bastante precária e não existe nem mesmo iluminação pública ou distribuição de água potável. Por causa da inexistência de serviços sanitários, há grande incidência de doenças como a malária e a disenteria, principalmente entre as crianças, muitas das quais morrem por falta de assistência médica básica.<br />É impossível ficar indiferentes diante desse quadro. <br />
  10. 10. No desejo de fazer alguma coisa concreta para servir àquela comunidade, começamos a receber as crianças na varanda da nossa casa. Nasceu assim, a idéia de construir uma pequena escola. Neste contexto é que se insere o Projeto “Escola Pequena Chama”, que tem como objectivo contribuir para responder às inúmeras necessidades das crianças da ilha do Mussulo, dos três aos cinco anos de idade. O projecto teve inicio 5 anos atrás. <br />
  11. 11. Actualmente, temos 90 crianças <br />matriculadas, com uma frequencia<br />em torno de 70, os quais permanecem <br />na escola durante a manhã e, nesse <br />período, recebem uma refeição<br />nutritiva, além de noções de higiene, <br />e do exercício de socialização através <br />de jogos, música, passeios  e várias <br />outras actividades educativas. <br />Com a ajuda de várias famílias portuguesas que se sensibilizaram com esta situação, foi possível construir a escola. O Programa Mundial de Alimentação (PAM) forneceu- nos por alguns anos, o alimento para a merenda escolar.<br />
  12. 12. Já podemos ver alguns resultados positivos: as crianças vão aos poucos se tornando mais sociáveis, gentis, e desaparecem alguns sinais de desnutrição antes tão aparentes. Ao ingressar na escola do primeiro nível, adaptam-se com maior facilidade e o seu rendimento escolar tem se apresentado  acima da média.<br />
  13. 13. Temos 03 professoras  trabalhando na escola., um zelador, uma merendeira. Felizmente a partir do ano passado outras pessoas começaram a  colaborar com  escola , entre elas,  uma nutricionista, uma artística plástica e uma pedagoga,<br />
  14. 14. Nosso projecto pedagógico está centrado no propósito de oferecer às crianças  uma formaçao integral, colocando as bases para a formação de hábitos e atitudes coerentes com uma cidadania assente na ética, na formação da consciência moral e religiosa  com vista a construir e a viver os valores inerentes a uma cultura de Paz, sobre os pilares da fraternidade e solidariedade.<br />
  15. 15. O PROJETO ESCOLINHA PEQUENA CHAMA<br />Miriam Pina<br />myrapereira@gmail.com<br />Correio Convencional<br />Miriam Pina<br />Largo Che Guevara , nº 4A - Maculusso,<br />Caixa Postal 12031 - MAIANGA<br />Luanda. ANGOLA<br />

×