Introdução

642 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
642
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Introdução

  1. 1. REPUBLICA DE ANGOLA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COLÉGIO SANTA CATARINA TRABALHO DE HISTORIA TEMA: A IMPORTÂNCIA DO APARECIMENTO DAS CRENÇAS RELIGIOSASNome: Mercedes Pedro Alves NevesNº 18Turma: BSala: 6Classe: 6ª Professora: Patrícia Bibiane
  2. 2. Introdução A crença pode ser considerada uma sottomissione voluntária a uma verdademaior, simples indiscutível como "provado" e, portanto, não sujeito às decisões darazão. Na total confiança na verdade da revelação contida nos textos sagrados e nosdepoimentos dos profetas, como verdadeira "Palavra de Deus". Como tal, a palavra deDeus é a maior expressão de cada possível objeto de crença possível para o homem,expresso na "religião" que traz na alma humana. O presente trabalho visa demonstrar a importância das crenças religiosas. Algoque, quando implantado, pode transformar o comportamento das pessoas e construiruma sociedade mais justa e humanizada.
  3. 3. As crenças para a sociedade A sociedade vem sendo surpreendida, dia-a-dia, com adversidades instituídaspor decisões administrativas, políticas e comportamentais que, muitas vezes, colocamem posição de debate a verdadeira essência humana e até onde iremos, fazendo maisvítimas pelo contexto de existência ao invés de incentivarem e inspirarem pessoas eorganizações a terem orgulho de um comportamento baseado em Crenças, Atitudes eValores. A crença possui uma metodologia de organização como um sistemaarquitetônico, com propriedades estruturais descritíveis e mensuráveis, comconseqüências comportamentais capazes de serem observadas e analisadas, visto quesão inferências. Os tipos de crença podem ser vistos como relativamente superiores emencadeamento lógico-funcional ou em comunicação funcional podendo acompanhar aseguinte proposição: Existenciais versus Não Existenciais; Compartilhadas versus NãoCompartilhadas sobre a existência e a auto-identidade; Derivadas versus Não Derivadase Relativas e Não Relativas a questões de gosto. Quase todos os teóricos concordam que a atitude não é um elemento básicoirredutível da personalidade, mas a representação do agrupamento de dois ou maiselementos inter-relacionados. As religiões tem acompanhado o ser humano desde os seus primórdios, servindocomo uma ponte de compreensão para diversos factos supostamente incompreensíveis.Muita tinta já corre devido a ela e crentes e descrentes debatem-se entre o acreditar e onão acreditar, o respeitar e o não respeitar. No entanto a religião não cumpre apenas um papel de oferecer confortoespiritual para aqueles que dela necessitam dentro da estrutura social a religião assumeum papel completamente diferente daquele que se mostra perante o ser humano peloque é preciso distinguir a religião como instituição social tal como a economia, a
  4. 4. politíca ou o parentesco, fazendo parte de toda a estrutura social geral e sendo algoprimordial, e as crenças religiosas que são partes integrantes da sociedade e tambemalvo da escolha de cada um. A religião, no primeiro sentido referido, reveste-se de várias formas, as quaisaqui são denominadas de crenças religiosas, desde o animismo, passando pelototemismo até ao panteísmo por exemplo, três de entre as várias máscaras que podeassumir, mas o seu papel primordial é o de manuntenção da coesão social, ao reunir emtorno de si vários indivíduos é algo capaz de criar um sentimento de união, mas acimade tudo, pelo seu carácter ser considerado divino e superior ao ser humano, é capaz deimpôr regras, no entanto essas não passam de maneiras de manter a estrutura socialsaudável face às constantes mudanças que sofre, pois não é de todo estática. Imagine-seum grupo onde o incesto é proibido por uma qualquer crença religiososa, essa proibiçãopode ser vista como uma ordem de um “deus” quando na realidade é um mecanismoeficaz de evitar a mistura genética e de manter imperativos biológicos e ainda de formaralianças com outros grupos estrangeiros garantindo, por exemplo, protecção, no entantoesta função oculta, é extremamente importante pois pode ao garantir a suasobrevivência, não se revela imediatamente aos constituintes desse grupo. Muitas vezes a religião parece fundir-se com as próprias estruturas políticas esociais de um grupo ou nação estabelecendo as suas regras, é o caso da Índia onde aorganização social, o sistema de castas, é regido pelas leis do hinduísmo, sendo este quedá as bases para o funcionamento da organização social e, em última instância, daorganização política que depende da primeira. A importância do aparecimento das crenças religiosas Falar sobre crenças religiosas nunca foi fácil, tendo em conta as diversasreligiões existentes no mundo, o surgimento de uma nova crença religiosa pode ser
  5. 5. determinante na promoção de mudanças sociais, como aconteceu com o advento docristianismo e do islamismo. As crenças religiosas são as máscaras que a instituição religião pode assumir,sendo essas máscaras inúmeras, não se limitando apenas ao cristianismo ou islamismopor exemplo, a crença religiosa pode ser um qualquer tipo de totemismo ou animismo,entre muitas outras formas possíveis de se observar. A manipulação que se faz dareligião ocorre a este nível, ou seja, são as crenças religiosas que são manipuladas e nãoa instituição religião, esta é algo que funciona ao nível da estrutura social ajudando nasua regulação, no entanto, para que possa alcançar todos os membros dessa estruturatem de assumir uma forma determinada e alcançável por esses mesmos membros,tornando-se assim uma instituição mundana, no sentido de terrena, porque actua aonível dos indivíduos, que transmite preceitos divinos, pois a sua mensagem é umamensagem “divina”. A Religião está a par da Política, da Justiça e da Economia, por exemplo, formaparte da macroestrutura social, estando acima do indivíduo, não pode ser manipuladapor este porque ele é apenas um actor dentro dessa macroestrutura a desempenhar o seupapel, mas também não o pode manipular pois é uma entidade abstracta que não podeassim alcançar o indivíduo.
  6. 6. Conclusão Concluindo, o surgimento de crenças religiosas assumem um contexto bastanteimportante para a população, porque a busca pelos verdadeiros valores e princípiosmorais nunca deve parar, embora as crenças religiosas nos apresentam uma visão de ummundo simplesmente espirituoso, ela também contribui para vários sectores dasociedade, daí ser de extrema importância o surgimento das mesmas, não quero dizerque incentivo o aparecimento de varias igrejas, templos e outros porque falar de crençasnão significa falar de igreja, são dois temas bem diferentes. Dentre varias discussões sobre o aparecimento de crenças religiosas, oimportante é ter amor no coração e ser ético, e para mim não precisa ter religião, para oser.
  7. 7. Bibliografiahttp://pastorchicco.wordpress.com/http://www.eumed.net/libros/

×