SlideShare uma empresa Scribd logo

Projeto do campeonato pst 2014

Programa Segundo Tempo(Projeto esportivo para prefeitura)

1 de 9
Baixar para ler offline
1
Governo Municipal de Trindade
Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer
Programa Segundo Tempo
1º Campeonato das Escolinhas do
Governo Municipal de Trindade
Coordenação Geral: Osvaldo Gabriel Alves da Silva
Coordenação Pedagógica: Hederson Pinheiro de Andrade
Trindade - Goiás
2
Identificação do Projeto
1º Campeonato das Escolinhas do
Governo Municipal de Trindade
Data de inicio: 12 de Maio logo após os jogos intercolegiais do Estado de
Goiás.
Período: Maio-2014
Jogos: Segundas, terças, quartas e quintas-feiras a partir das 08 às 12 horas e
das 14 às 18 horas.
Local de execução: Ginásio Amando Grecco, Parque Municipal, Ginásio
Jardim Califórnia, Ginásio Tabelião Augusto Costa, Ginásio Maysa, Quadra
Maria Dolores e Quadra Santa Maria.
Público alvo: Crianças e adolescentes.
Custos: Medalhas e troféus.
Parcerias: Governo Municipal de Trindade e Secretaria de Cultura, Esporte e
Lazer.
Elaboração: Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer e Coordenação do
Programa Segundo Tempo.
3
Introdução
Desde a estruturação do Programa Segundo Tempo no segundo
semestre de 2013, a Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer tem procurado
integrar a política esportiva educacional com a política de educação, de forma a
incentivar as práticas esportivas nas escolas, ginásios e Parque Municipal.
No último ano, em função da priorização que a pasta do Esporte tem
dado às políticas esportivas educacionais e de inclusão social, o Programa
Segundo Tempo teve um crescimento exponencial, possibilitando o
atendimento ha mais de 780 beneficiários. No entanto, se considerarmos o
potencial público-alvo do Programa (1.000), crianças e jovens em idade escolar
que não possuem acesso ao esporte, percebe-se a enormidade do desafio,
visto que hoje no país, temos mais de 20 milhões de alunos não matriculados
nas escolas públicas da educação básica, segundo demonstra o Censo 2010,
realizado pelo IBGE.
Entendemos que o caminho para a democratização do esporte é a
Escola, e a Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer integraram suas políticas de
modo a estabelecer as condições mínimas necessárias para viabilizar a oferta
do esporte nas escolas e núcleos fora dela, integrados ao seu projeto
pedagógico, na perspectiva da educação e esporte para toda população.
A proposta se materializa pela inserção do Programa Segundo Tempo
nas escolas do Município, no entanto a inserção do Segundo Tempo qualifica o
desenvolvimento de ações de esporte e lazer em função da sua capacitação e
acompanhamento agregados ao programa. Coordenado pelo Ministério do
Esporte busca ampliar tempos e espaços educativos dos estudantes por meio
da integração de atividades nas diversas áreas do conhecimento.
Além disso, o Governo Municipal de Trindade e Secretaria de Cultura,
Esporte e Lazer possibilitará a execução desse primeiro campeonato entre os
núcleos do Programa Segundo Tempo dando cidadania e qualidade de vida as
nossas crianças e adolescentes, o que faz o esporte em Trindade se tornar
uma realidade.
Nas últimas décadas pode-se perceber um envolvimento maior dos
poderes: Federal, Estadual e do poder Municipal, nos programas que envolvem
o esporte e a comunidade.
Dentre os programas está o Segundo Tempo que é uma parceria das
Prefeituras Municipais através das Secretarias de Esporte e Lazer, juntamente
com o Ministério do Esporte do Governo Federal.
Este programa é nos dias atuais o principal projeto de política pública
direcionalizada para o esporte, em especial para o esporte educacional.
4
Desenvolvimento
Este programa foi considerado pela organização das Nações Unidas
(ONU) como o maior e mais completo programa sócio-esportivo do mundo
segundo o Ministro do Esporte Orlando Silva Júnior.
O Programa Segundo Tempo foi planejado para contemplar os
estudantes matriculados nas escolas públicas, utilizando o tempo livre, que
condiz ao contra turno escolar dos alunos para a realização de atividades
esportivas.
As atividades esportivas propostas pela Secretaria de Cultura, Esporte e
Lazer são as mais diversas, entre elas estão: vôlei, basquete, futsal, futebol,
atletismo, handebol, karatê, dentre outros.
A intenção em abordar tal temática surgiu mediante as minhas
inquietações vivenciadas enquanto coordenador de núcleo de esportes no
Programa do Segundo Tempo da cidade de Goiânia.
O projeto caracteriza-se pelo acesso a diferentes modalidades
esportivas, por meio de atividades individuais e coletivas desenvolvidas sob a
forma de projetos educacionais em espaços físicos escolares ou não, que
possam ser utilizados pelo público-alvo do programa em competições.
Portanto pode-se perceber o papel do professor de Educação Física na
sua intervenção perante a comunidade a ser contemplada pelo Programa
Segundo Tempo.
O professor de Educação Física fará a analise da relação teoria e prática
referente aos objetivos do Programa Segundo Tempo. Os profissionais de
Educação Física já receberam os materiais esportivos enviados pelo Ministério
do Esporte que até o momento é suficiente e duradouro para o
desenvolvimento das atividades.
Observando a necessidade de realização das competições e do bom
rendimento do professor e aluno; analisamos as estruturas físicas dos núcleos
e verificamos que deverá ter instrumentos de avaliação do projeto; conhecendo
os alunos e melhorando suas habilidades de modo a contribuir para o seu
desenvolvimento humano.
É de suma importância, porém, compreendermos como está sendo
direcionado o programa no que se refere à comunidade, e como estes objetivos
serão abordados ao longo da execução do projeto propriamente dito.
5
Justificativa
O projeto se justifica por compreender que existem poucas competições
a cerca de programas sociais, até por que a maioria tem pouco tempo de
duração, por esta razão torna-se relevante este campeonato.
Metodologia
Quanto à metodologia, o projeto foi realizado com os coordenadores
geral e pedagógico e com os professores do Programa Segundo Tempo da
cidade de Trindade, GO. A natureza do projeto é de ordem qualitativa e o
instrumento utilizado para a formação de dados foi um questionário específico
para cada categoria, ou seja, um específico para os coordenadores gerais e um
específico para os professores do programa.
Os autores que deram respaldo a este projeto de competição foram:
Vladimir Lênin (1983), Elenor Kunz (2003), Valter Brach (2003), Calderón &
Lechner (1998), Vitor Marinho de Oliveira (1993), dentre outros.
Este projeto é demasiadamente importante para o enriquecimento da
área da Educação Física, e especificamente para a Secretaria de Cultura,
Esporte e Lazer voltada aos aspectos da política pública através do Programa
Segundo Tempo e suas intervenções.
O Programa conta com uma equipe formada por 12 (doze) professores
de Educação Física, 10 (dez) estagiários de Educação Física e 01 técnico
administrativo. As atividades são desenvolvidas em ambientes escolares e não
escolar (campos de futebol, parques, ginásio de esportes).
Segundo o Ministério do Esporte o monitoramento do programa é
realizado a cada três meses, por meio do envio, pelos parceiros, de relatórios
escritos sobre o desenvolvimento dos núcleos (contendo dados da avaliação
antropométrica dos alunos, desenvolvimento das habilidades e dificuldades
enfrentadas e competições), acompanhados de fotos e depoimentos, não só do
público alvo, como também da comunidade envolvida. Além disso, a central de
relacionamento acompanha o trabalho dos coordenadores, tirando as principais
dúvidas por meio eletrônico. Entretanto, a experiência tem comprovado a
necessidade de aperfeiçoar os mecanismos existentes, além da necessidade,
recomendada pela própria CGU, de vistoriar mais a fundo os núcleos de
esporte do Programa.
6
Objetivo Geral
O Segundo Tempo é um programa do Ministério do Esporte em parceria com
a Prefeitura Municipal de Trindade, destinado a democratizar o acesso à
prática e à cultura do Esporte em competições de forma a promover o
desenvolvimento integral de crianças, adolescentes e jovens, como fator de
formação da cidadania e melhoria da qualidade de vida, prioritariamente em
áreas de vulnerabilidade social e a competição se faz necessária por dar
oportunidade de socialização com todas as regiões do município.
Além da liberdade de escolha, permitindo que as crianças e adolescentes
atendidos exerçam sua liberdade de escolha ao decidir pela prática do esporte
que quiser, optando, no mínimo, pela participação em três modalidades
esportivas, de acordo com seu interesse em participar do campeonato.
A Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer busca democratizar a atividade
esportiva, incentivando o acesso de crianças e adolescentes aos campeonatos
do Programa, sem qualquer distinção ou discriminação.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Cegov 2014 - mds c1 caderno de estudos
Cegov   2014 - mds c1 caderno de estudosCegov   2014 - mds c1 caderno de estudos
Cegov 2014 - mds c1 caderno de estudosfabiosmas
 
Propostas de governo (original)
Propostas de governo (original)Propostas de governo (original)
Propostas de governo (original)PCDyas
 
Propostas de Governo
Propostas de GovernoPropostas de Governo
Propostas de GovernoPCDyas
 
Portfolio de Serviços e Produtos ESP-MG
Portfolio de Serviços e Produtos ESP-MGPortfolio de Serviços e Produtos ESP-MG
Portfolio de Serviços e Produtos ESP-MGJacqueline de Castro
 
Pme 2015 2025. anexo da lei municipal nº 995.2015
Pme 2015 2025. anexo da lei municipal nº 995.2015Pme 2015 2025. anexo da lei municipal nº 995.2015
Pme 2015 2025. anexo da lei municipal nº 995.2015Nome Sobrenome
 
Projecto educativo catl_2013_2016
Projecto educativo catl_2013_2016Projecto educativo catl_2013_2016
Projecto educativo catl_2013_2016aszf fontainhas
 
Projeto e regulamento para realização do 13 distrital em cachoeira
Projeto  e regulamento para realização do 13 distrital em cachoeiraProjeto  e regulamento para realização do 13 distrital em cachoeira
Projeto e regulamento para realização do 13 distrital em cachoeiraIvo Guedes
 
Planejamento estratégico e gestão ambiental jaragua
Planejamento estratégico e gestão ambiental   jaraguaPlanejamento estratégico e gestão ambiental   jaragua
Planejamento estratégico e gestão ambiental jaraguaFrancisco Alves
 
Manual Operacional de Educação Integral / Mais educação 2012
Manual Operacional de Educação Integral / Mais educação 2012Manual Operacional de Educação Integral / Mais educação 2012
Manual Operacional de Educação Integral / Mais educação 2012Jeovany Anjos
 
Plano nacional de promocao da cidadania e direitos humanos lgbt 2009
Plano nacional de promocao da cidadania e direitos humanos lgbt 2009Plano nacional de promocao da cidadania e direitos humanos lgbt 2009
Plano nacional de promocao da cidadania e direitos humanos lgbt 2009Unidade Temática T3 - blog
 
Projeto formando cidadaos atraves do esporte iniciação esportiva
Projeto formando cidadaos atraves do esporte iniciação esportivaProjeto formando cidadaos atraves do esporte iniciação esportiva
Projeto formando cidadaos atraves do esporte iniciação esportivaJoão Paulo Araújo Alves
 
Plano de Governo Gestão 2013 a 2016 Refazendo Bom Sucesso
Plano de Governo  Gestão 2013 a 2016 Refazendo Bom SucessoPlano de Governo  Gestão 2013 a 2016 Refazendo Bom Sucesso
Plano de Governo Gestão 2013 a 2016 Refazendo Bom SucessoJoao Rivonaldo Silva
 
Proposta de governo para o ano 2013 a 2016
Proposta de governo para o ano 2013 a 2016Proposta de governo para o ano 2013 a 2016
Proposta de governo para o ano 2013 a 2016Rozinaldo Cardoso
 

Mais procurados (20)

Cegov 2014 - mds c1 caderno de estudos
Cegov   2014 - mds c1 caderno de estudosCegov   2014 - mds c1 caderno de estudos
Cegov 2014 - mds c1 caderno de estudos
 
Propostas de governo (original)
Propostas de governo (original)Propostas de governo (original)
Propostas de governo (original)
 
Propostas de Governo
Propostas de GovernoPropostas de Governo
Propostas de Governo
 
Diário Oficial de Guarujá
Diário Oficial de GuarujáDiário Oficial de Guarujá
Diário Oficial de Guarujá
 
Pme. condado pe
Pme. condado pePme. condado pe
Pme. condado pe
 
Nova lei organica
Nova lei organicaNova lei organica
Nova lei organica
 
Projeto Escolinha de Futebol FM
Projeto Escolinha de Futebol FM Projeto Escolinha de Futebol FM
Projeto Escolinha de Futebol FM
 
Portfolio de Serviços e Produtos ESP-MG
Portfolio de Serviços e Produtos ESP-MGPortfolio de Serviços e Produtos ESP-MG
Portfolio de Serviços e Produtos ESP-MG
 
Pme 2015 2025. anexo da lei municipal nº 995.2015
Pme 2015 2025. anexo da lei municipal nº 995.2015Pme 2015 2025. anexo da lei municipal nº 995.2015
Pme 2015 2025. anexo da lei municipal nº 995.2015
 
Projecto educativo catl_2013_2016
Projecto educativo catl_2013_2016Projecto educativo catl_2013_2016
Projecto educativo catl_2013_2016
 
Projeto e regulamento para realização do 13 distrital em cachoeira
Projeto  e regulamento para realização do 13 distrital em cachoeiraProjeto  e regulamento para realização do 13 distrital em cachoeira
Projeto e regulamento para realização do 13 distrital em cachoeira
 
Apresentação pelc
Apresentação pelcApresentação pelc
Apresentação pelc
 
Plano de ação 2011_PJ
Plano de ação 2011_PJPlano de ação 2011_PJ
Plano de ação 2011_PJ
 
Planejamento estratégico e gestão ambiental jaragua
Planejamento estratégico e gestão ambiental   jaraguaPlanejamento estratégico e gestão ambiental   jaragua
Planejamento estratégico e gestão ambiental jaragua
 
PPAC Gestão 2013 - 2016
PPAC  Gestão 2013 - 2016PPAC  Gestão 2013 - 2016
PPAC Gestão 2013 - 2016
 
Manual Operacional de Educação Integral / Mais educação 2012
Manual Operacional de Educação Integral / Mais educação 2012Manual Operacional de Educação Integral / Mais educação 2012
Manual Operacional de Educação Integral / Mais educação 2012
 
Plano nacional de promocao da cidadania e direitos humanos lgbt 2009
Plano nacional de promocao da cidadania e direitos humanos lgbt 2009Plano nacional de promocao da cidadania e direitos humanos lgbt 2009
Plano nacional de promocao da cidadania e direitos humanos lgbt 2009
 
Projeto formando cidadaos atraves do esporte iniciação esportiva
Projeto formando cidadaos atraves do esporte iniciação esportivaProjeto formando cidadaos atraves do esporte iniciação esportiva
Projeto formando cidadaos atraves do esporte iniciação esportiva
 
Plano de Governo Gestão 2013 a 2016 Refazendo Bom Sucesso
Plano de Governo  Gestão 2013 a 2016 Refazendo Bom SucessoPlano de Governo  Gestão 2013 a 2016 Refazendo Bom Sucesso
Plano de Governo Gestão 2013 a 2016 Refazendo Bom Sucesso
 
Proposta de governo para o ano 2013 a 2016
Proposta de governo para o ano 2013 a 2016Proposta de governo para o ano 2013 a 2016
Proposta de governo para o ano 2013 a 2016
 

Semelhante a Projeto do campeonato pst 2014

projeto_esporte_educacional_heguerbet.pdf
projeto_esporte_educacional_heguerbet.pdfprojeto_esporte_educacional_heguerbet.pdf
projeto_esporte_educacional_heguerbet.pdfclaudineifc
 
Balanço Final do Governo Lula - livro 4 (cap. 4)
Balanço Final do Governo Lula - livro 4 (cap. 4)Balanço Final do Governo Lula - livro 4 (cap. 4)
Balanço Final do Governo Lula - livro 4 (cap. 4)Edinho Silva
 
Esporte da Escola MEC.pdf
Esporte da Escola MEC.pdfEsporte da Escola MEC.pdf
Esporte da Escola MEC.pdfclaudineifc
 
Projeto pilotouniversitario
Projeto pilotouniversitarioProjeto pilotouniversitario
Projeto pilotouniversitarioJoão Cássio
 
Projeto Futebol - Estudar para ter uma visão de mundo
Projeto Futebol - Estudar para ter uma visão de mundoProjeto Futebol - Estudar para ter uma visão de mundo
Projeto Futebol - Estudar para ter uma visão de mundoPaulo Carneiro
 
Apresentação festival-ir-captação
Apresentação festival-ir-captaçãoApresentação festival-ir-captação
Apresentação festival-ir-captaçãoEfigenio Moura
 
Trabalho de politicas publicas
Trabalho de politicas publicasTrabalho de politicas publicas
Trabalho de politicas publicasGiselle Rodrigues
 
11 passo a_passo-_mais_educacao_seb
11 passo a_passo-_mais_educacao_seb11 passo a_passo-_mais_educacao_seb
11 passo a_passo-_mais_educacao_sebEliana Menezes
 
Projeto politicas(2)
Projeto politicas(2)Projeto politicas(2)
Projeto politicas(2)LJeu
 
PROJETO ESTUDANTE RESPONSABILIDADE SOCIAL
PROJETO ESTUDANTE  RESPONSABILIDADE SOCIALPROJETO ESTUDANTE  RESPONSABILIDADE SOCIAL
PROJETO ESTUDANTE RESPONSABILIDADE SOCIALProjeto Estudante
 
Passo a Passo Mais Educação
Passo a Passo Mais EducaçãoPasso a Passo Mais Educação
Passo a Passo Mais EducaçãoFábio Fernandes
 
Cronograma aulas futsal
Cronograma aulas futsalCronograma aulas futsal
Cronograma aulas futsalAlex Sandro R
 
Relatorio Final da Conferência Municipal da Juventude de Congonhas 2013
Relatorio Final da Conferência Municipal da Juventude de Congonhas 2013Relatorio Final da Conferência Municipal da Juventude de Congonhas 2013
Relatorio Final da Conferência Municipal da Juventude de Congonhas 2013Conselho da Juventude Congonhas
 
Plano nacional de qualificação dos equip de esp e lazer p2
Plano nacional de qualificação dos equip de esp e lazer p2Plano nacional de qualificação dos equip de esp e lazer p2
Plano nacional de qualificação dos equip de esp e lazer p2Fernando Zornitta
 

Semelhante a Projeto do campeonato pst 2014 (20)

projeto_esporte_educacional_heguerbet.pdf
projeto_esporte_educacional_heguerbet.pdfprojeto_esporte_educacional_heguerbet.pdf
projeto_esporte_educacional_heguerbet.pdf
 
Balanço Final do Governo Lula - livro 4 (cap. 4)
Balanço Final do Governo Lula - livro 4 (cap. 4)Balanço Final do Governo Lula - livro 4 (cap. 4)
Balanço Final do Governo Lula - livro 4 (cap. 4)
 
Esporte da Escola MEC.pdf
Esporte da Escola MEC.pdfEsporte da Escola MEC.pdf
Esporte da Escola MEC.pdf
 
Projeto pilotouniversitario
Projeto pilotouniversitarioProjeto pilotouniversitario
Projeto pilotouniversitario
 
Projeto Futebol - Estudar para ter uma visão de mundo
Projeto Futebol - Estudar para ter uma visão de mundoProjeto Futebol - Estudar para ter uma visão de mundo
Projeto Futebol - Estudar para ter uma visão de mundo
 
Apresentação festival-ir-captação
Apresentação festival-ir-captaçãoApresentação festival-ir-captação
Apresentação festival-ir-captação
 
Trabalho de politicas publicas
Trabalho de politicas publicasTrabalho de politicas publicas
Trabalho de politicas publicas
 
11 passo a_passo-_mais_educacao_seb
11 passo a_passo-_mais_educacao_seb11 passo a_passo-_mais_educacao_seb
11 passo a_passo-_mais_educacao_seb
 
Projeto politicas(2)
Projeto politicas(2)Projeto politicas(2)
Projeto politicas(2)
 
PROJETO ESTUDANTE RESPONSABILIDADE SOCIAL
PROJETO ESTUDANTE  RESPONSABILIDADE SOCIALPROJETO ESTUDANTE  RESPONSABILIDADE SOCIAL
PROJETO ESTUDANTE RESPONSABILIDADE SOCIAL
 
Piscina Municipal de Baião
Piscina Municipal de BaiãoPiscina Municipal de Baião
Piscina Municipal de Baião
 
Esporte na praça Grupo 4
Esporte na praça   Grupo 4Esporte na praça   Grupo 4
Esporte na praça Grupo 4
 
Passo a Passo Mais Educação
Passo a Passo Mais EducaçãoPasso a Passo Mais Educação
Passo a Passo Mais Educação
 
Cronograma aulas futsal
Cronograma aulas futsalCronograma aulas futsal
Cronograma aulas futsal
 
Relatorio Final da Conferência Municipal da Juventude de Congonhas 2013
Relatorio Final da Conferência Municipal da Juventude de Congonhas 2013Relatorio Final da Conferência Municipal da Juventude de Congonhas 2013
Relatorio Final da Conferência Municipal da Juventude de Congonhas 2013
 
Plano nacional de qualificação dos equip de esp e lazer p2
Plano nacional de qualificação dos equip de esp e lazer p2Plano nacional de qualificação dos equip de esp e lazer p2
Plano nacional de qualificação dos equip de esp e lazer p2
 
Esporte na praça Grupo 4
Esporte na praça   Grupo 4Esporte na praça   Grupo 4
Esporte na praça Grupo 4
 
Agente social
Agente socialAgente social
Agente social
 
Projeto futebol soçayte molde
Projeto futebol soçayte moldeProjeto futebol soçayte molde
Projeto futebol soçayte molde
 
Esporte é +
Esporte é +Esporte é +
Esporte é +
 

Mais de IF Goiano, Pronatec, Programa Segundo Tempo e Secretaria Estadual de Educação.

Mais de IF Goiano, Pronatec, Programa Segundo Tempo e Secretaria Estadual de Educação. (20)

Poster Tartaruga do amazonas
Poster Tartaruga do amazonasPoster Tartaruga do amazonas
Poster Tartaruga do amazonas
 
Banner Poster fabec
Banner Poster fabecBanner Poster fabec
Banner Poster fabec
 
Inteligencias multiplas
Inteligencias multiplasInteligencias multiplas
Inteligencias multiplas
 
Matriz curricular neuropedagogia (2)
Matriz curricular neuropedagogia (2)Matriz curricular neuropedagogia (2)
Matriz curricular neuropedagogia (2)
 
Ppc recreador
Ppc recreadorPpc recreador
Ppc recreador
 
PPC- Cuidador infantil
PPC- Cuidador infantilPPC- Cuidador infantil
PPC- Cuidador infantil
 
Probleminhas avaliativos
Probleminhas avaliativosProbleminhas avaliativos
Probleminhas avaliativos
 
Nova ficha
Nova fichaNova ficha
Nova ficha
 
Modelo de projeto de capacitacao 0
Modelo de projeto de capacitacao 0Modelo de projeto de capacitacao 0
Modelo de projeto de capacitacao 0
 
Cálculo do mmc e do mdc
Cálculo do mmc e do mdcCálculo do mmc e do mdc
Cálculo do mmc e do mdc
 
Arte programa segundo tempo
Arte programa segundo tempoArte programa segundo tempo
Arte programa segundo tempo
 
Planos bimestrais 6º ao 9º educação física
Planos bimestrais  6º ao 9º educação físicaPlanos bimestrais  6º ao 9º educação física
Planos bimestrais 6º ao 9º educação física
 
Spot escolinhas de esportes da prefeitura
Spot escolinhas de esportes da prefeituraSpot escolinhas de esportes da prefeitura
Spot escolinhas de esportes da prefeitura
 
Tcc Avaliação da Qualidade de Vida em Idosos que Praticam e não Praticam Cami...
Tcc Avaliação da Qualidade de Vida em Idosos que Praticam e não Praticam Cami...Tcc Avaliação da Qualidade de Vida em Idosos que Praticam e não Praticam Cami...
Tcc Avaliação da Qualidade de Vida em Idosos que Praticam e não Praticam Cami...
 
Folha de ponto_
Folha de ponto_Folha de ponto_
Folha de ponto_
 
Diretrizes do pst (2011) (1)
Diretrizes do pst (2011) (1)Diretrizes do pst (2011) (1)
Diretrizes do pst (2011) (1)
 
Arte programa segundo tempo
Arte programa segundo tempoArte programa segundo tempo
Arte programa segundo tempo
 
Doc 157
Doc 157Doc 157
Doc 157
 
C users escoladropboxescola2014cadernoscurrículo referência da rede estadual ...
C users escoladropboxescola2014cadernoscurrículo referência da rede estadual ...C users escoladropboxescola2014cadernoscurrículo referência da rede estadual ...
C users escoladropboxescola2014cadernoscurrículo referência da rede estadual ...
 
Aula eja neurobica
Aula eja neurobicaAula eja neurobica
Aula eja neurobica
 

Último

Durante a rotina laboratorial, no setor de hematologia, a investigação dos el...
Durante a rotina laboratorial, no setor de hematologia, a investigação dos el...Durante a rotina laboratorial, no setor de hematologia, a investigação dos el...
Durante a rotina laboratorial, no setor de hematologia, a investigação dos el...Prime Assessoria
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...excellenceeducaciona
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...azulassessoriaacadem3
 
Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...
Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...
Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...Prime Assessoria
 
DeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial Aniversário
DeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial AniversárioDeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial Aniversário
DeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial AniversárioIsabelPereira2010
 
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º anoReprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º anoMariaJoão Agualuza
 
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...azulassessoriaacadem3
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...azulassessoriaacadem3
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...excellenceeducaciona
 
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Mary Alvarenga
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...excellenceeducaciona
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...azulassessoriaacadem3
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...excellenceeducaciona
 
08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da MulherMary Alvarenga
 
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...Prime Assessoria
 
1. Qual é a principal política pública que está sendo negada às Marias no víd...
1. Qual é a principal política pública que está sendo negada às Marias no víd...1. Qual é a principal política pública que está sendo negada às Marias no víd...
1. Qual é a principal política pública que está sendo negada às Marias no víd...azulassessoriaacadem3
 
Vários modelos foram propostos para estudar os determinantes sociais e a tram...
Vários modelos foram propostos para estudar os determinantes sociais e a tram...Vários modelos foram propostos para estudar os determinantes sociais e a tram...
Vários modelos foram propostos para estudar os determinantes sociais e a tram...Prime Assessoria
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...azulassessoriaacadem3
 
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

Durante a rotina laboratorial, no setor de hematologia, a investigação dos el...
Durante a rotina laboratorial, no setor de hematologia, a investigação dos el...Durante a rotina laboratorial, no setor de hematologia, a investigação dos el...
Durante a rotina laboratorial, no setor de hematologia, a investigação dos el...
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...
Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...
Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...
 
DeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial Aniversário
DeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial AniversárioDeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial Aniversário
DeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial Aniversário
 
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º anoReprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
 
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
 
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
 
08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher
 
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
 
1. Qual é a principal política pública que está sendo negada às Marias no víd...
1. Qual é a principal política pública que está sendo negada às Marias no víd...1. Qual é a principal política pública que está sendo negada às Marias no víd...
1. Qual é a principal política pública que está sendo negada às Marias no víd...
 
Vários modelos foram propostos para estudar os determinantes sociais e a tram...
Vários modelos foram propostos para estudar os determinantes sociais e a tram...Vários modelos foram propostos para estudar os determinantes sociais e a tram...
Vários modelos foram propostos para estudar os determinantes sociais e a tram...
 
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO _
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO         _SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO         _
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO _
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
 
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
 

Projeto do campeonato pst 2014

  • 1. 1 Governo Municipal de Trindade Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer Programa Segundo Tempo 1º Campeonato das Escolinhas do Governo Municipal de Trindade Coordenação Geral: Osvaldo Gabriel Alves da Silva Coordenação Pedagógica: Hederson Pinheiro de Andrade Trindade - Goiás
  • 2. 2 Identificação do Projeto 1º Campeonato das Escolinhas do Governo Municipal de Trindade Data de inicio: 12 de Maio logo após os jogos intercolegiais do Estado de Goiás. Período: Maio-2014 Jogos: Segundas, terças, quartas e quintas-feiras a partir das 08 às 12 horas e das 14 às 18 horas. Local de execução: Ginásio Amando Grecco, Parque Municipal, Ginásio Jardim Califórnia, Ginásio Tabelião Augusto Costa, Ginásio Maysa, Quadra Maria Dolores e Quadra Santa Maria. Público alvo: Crianças e adolescentes. Custos: Medalhas e troféus. Parcerias: Governo Municipal de Trindade e Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer. Elaboração: Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer e Coordenação do Programa Segundo Tempo.
  • 3. 3 Introdução Desde a estruturação do Programa Segundo Tempo no segundo semestre de 2013, a Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer tem procurado integrar a política esportiva educacional com a política de educação, de forma a incentivar as práticas esportivas nas escolas, ginásios e Parque Municipal. No último ano, em função da priorização que a pasta do Esporte tem dado às políticas esportivas educacionais e de inclusão social, o Programa Segundo Tempo teve um crescimento exponencial, possibilitando o atendimento ha mais de 780 beneficiários. No entanto, se considerarmos o potencial público-alvo do Programa (1.000), crianças e jovens em idade escolar que não possuem acesso ao esporte, percebe-se a enormidade do desafio, visto que hoje no país, temos mais de 20 milhões de alunos não matriculados nas escolas públicas da educação básica, segundo demonstra o Censo 2010, realizado pelo IBGE. Entendemos que o caminho para a democratização do esporte é a Escola, e a Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer integraram suas políticas de modo a estabelecer as condições mínimas necessárias para viabilizar a oferta do esporte nas escolas e núcleos fora dela, integrados ao seu projeto pedagógico, na perspectiva da educação e esporte para toda população. A proposta se materializa pela inserção do Programa Segundo Tempo nas escolas do Município, no entanto a inserção do Segundo Tempo qualifica o desenvolvimento de ações de esporte e lazer em função da sua capacitação e acompanhamento agregados ao programa. Coordenado pelo Ministério do Esporte busca ampliar tempos e espaços educativos dos estudantes por meio da integração de atividades nas diversas áreas do conhecimento. Além disso, o Governo Municipal de Trindade e Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer possibilitará a execução desse primeiro campeonato entre os núcleos do Programa Segundo Tempo dando cidadania e qualidade de vida as nossas crianças e adolescentes, o que faz o esporte em Trindade se tornar uma realidade. Nas últimas décadas pode-se perceber um envolvimento maior dos poderes: Federal, Estadual e do poder Municipal, nos programas que envolvem o esporte e a comunidade. Dentre os programas está o Segundo Tempo que é uma parceria das Prefeituras Municipais através das Secretarias de Esporte e Lazer, juntamente com o Ministério do Esporte do Governo Federal. Este programa é nos dias atuais o principal projeto de política pública direcionalizada para o esporte, em especial para o esporte educacional.
  • 4. 4 Desenvolvimento Este programa foi considerado pela organização das Nações Unidas (ONU) como o maior e mais completo programa sócio-esportivo do mundo segundo o Ministro do Esporte Orlando Silva Júnior. O Programa Segundo Tempo foi planejado para contemplar os estudantes matriculados nas escolas públicas, utilizando o tempo livre, que condiz ao contra turno escolar dos alunos para a realização de atividades esportivas. As atividades esportivas propostas pela Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer são as mais diversas, entre elas estão: vôlei, basquete, futsal, futebol, atletismo, handebol, karatê, dentre outros. A intenção em abordar tal temática surgiu mediante as minhas inquietações vivenciadas enquanto coordenador de núcleo de esportes no Programa do Segundo Tempo da cidade de Goiânia. O projeto caracteriza-se pelo acesso a diferentes modalidades esportivas, por meio de atividades individuais e coletivas desenvolvidas sob a forma de projetos educacionais em espaços físicos escolares ou não, que possam ser utilizados pelo público-alvo do programa em competições. Portanto pode-se perceber o papel do professor de Educação Física na sua intervenção perante a comunidade a ser contemplada pelo Programa Segundo Tempo. O professor de Educação Física fará a analise da relação teoria e prática referente aos objetivos do Programa Segundo Tempo. Os profissionais de Educação Física já receberam os materiais esportivos enviados pelo Ministério do Esporte que até o momento é suficiente e duradouro para o desenvolvimento das atividades. Observando a necessidade de realização das competições e do bom rendimento do professor e aluno; analisamos as estruturas físicas dos núcleos e verificamos que deverá ter instrumentos de avaliação do projeto; conhecendo os alunos e melhorando suas habilidades de modo a contribuir para o seu desenvolvimento humano. É de suma importância, porém, compreendermos como está sendo direcionado o programa no que se refere à comunidade, e como estes objetivos serão abordados ao longo da execução do projeto propriamente dito.
  • 5. 5 Justificativa O projeto se justifica por compreender que existem poucas competições a cerca de programas sociais, até por que a maioria tem pouco tempo de duração, por esta razão torna-se relevante este campeonato. Metodologia Quanto à metodologia, o projeto foi realizado com os coordenadores geral e pedagógico e com os professores do Programa Segundo Tempo da cidade de Trindade, GO. A natureza do projeto é de ordem qualitativa e o instrumento utilizado para a formação de dados foi um questionário específico para cada categoria, ou seja, um específico para os coordenadores gerais e um específico para os professores do programa. Os autores que deram respaldo a este projeto de competição foram: Vladimir Lênin (1983), Elenor Kunz (2003), Valter Brach (2003), Calderón & Lechner (1998), Vitor Marinho de Oliveira (1993), dentre outros. Este projeto é demasiadamente importante para o enriquecimento da área da Educação Física, e especificamente para a Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer voltada aos aspectos da política pública através do Programa Segundo Tempo e suas intervenções. O Programa conta com uma equipe formada por 12 (doze) professores de Educação Física, 10 (dez) estagiários de Educação Física e 01 técnico administrativo. As atividades são desenvolvidas em ambientes escolares e não escolar (campos de futebol, parques, ginásio de esportes). Segundo o Ministério do Esporte o monitoramento do programa é realizado a cada três meses, por meio do envio, pelos parceiros, de relatórios escritos sobre o desenvolvimento dos núcleos (contendo dados da avaliação antropométrica dos alunos, desenvolvimento das habilidades e dificuldades enfrentadas e competições), acompanhados de fotos e depoimentos, não só do público alvo, como também da comunidade envolvida. Além disso, a central de relacionamento acompanha o trabalho dos coordenadores, tirando as principais dúvidas por meio eletrônico. Entretanto, a experiência tem comprovado a necessidade de aperfeiçoar os mecanismos existentes, além da necessidade, recomendada pela própria CGU, de vistoriar mais a fundo os núcleos de esporte do Programa.
  • 6. 6 Objetivo Geral O Segundo Tempo é um programa do Ministério do Esporte em parceria com a Prefeitura Municipal de Trindade, destinado a democratizar o acesso à prática e à cultura do Esporte em competições de forma a promover o desenvolvimento integral de crianças, adolescentes e jovens, como fator de formação da cidadania e melhoria da qualidade de vida, prioritariamente em áreas de vulnerabilidade social e a competição se faz necessária por dar oportunidade de socialização com todas as regiões do município. Além da liberdade de escolha, permitindo que as crianças e adolescentes atendidos exerçam sua liberdade de escolha ao decidir pela prática do esporte que quiser, optando, no mínimo, pela participação em três modalidades esportivas, de acordo com seu interesse em participar do campeonato. A Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer busca democratizar a atividade esportiva, incentivando o acesso de crianças e adolescentes aos campeonatos do Programa, sem qualquer distinção ou discriminação.
  • 7. 7 Objetivos Específicos Oferecer práticas esportivas educacionais, estimulando crianças e adolescentes a manter uma interação efetiva que contribua para o seu desenvolvimento integral. Oferecer condições adequadas para a prática esportiva educacional de qualidade; Desenvolver valores sociais. Contribuir para a melhoria das capacidades físicas e habilidades motoras. Contribuir para a melhoria da qualidade de vida (autoestima, convívio, integração social e saúde). Contribuir para a diminuição da exposição aos riscos sociais (drogas, prostituição, gravidez precoce, criminalidade, trabalho infantil e a conscientização da prática esportiva, assegurando o exercício da cidadania). Qualificar e ampliar a abrangência do Programa Segundo Tempo. Oportunizar aos beneficiados do programa eventos e programações diferenciadas ao longo do ano. Qualificar e aprimorar a gestão do programa. Qualificar o processo de capacitação de gestores, professores e monitores. Ampliar ações intersetoriais do Programa Segundo Tempo. As atividades serão desenvolvidas de forma a possibilitar a participação de todos. Qualidade, fomentando a melhoria da qualidade pedagógica do ensino de atividades esportivas educacionais, principalmente pela oferta contínua de capacitação, de materiais didáticos e esportivos adequados e, ainda, de acompanhamento e avaliações permanentes. Segurança, incentivando que a prática das modalidades esportivas, no âmbito do programa, aconteça com monitoramento e resguarde a integridade das crianças e adolescentes envolvidos no esporte educacional. Autonomia organizacional, permitindo que as organizações governamentais, não governamentais, ONGs e associações interessadas se articulem com a Secretaria de Cultura, Esporte e lazer para tentar os benefícios nas suas regiões de atuação, objetivando integrar as diretrizes do Programa Segundo Tempo.
  • 8. 8 Atribuições da Secretaria de Esportes e Lazer Fica atribuída à elaboração, coordenação, execução e contratação de professores e auxiliares, alem dos materiais necessários para o bom andamento do campeonato e outras despesas que se fizerem necessárias como premiações. Serão utilizadas também as mídias volante, escrita e falada, buscando ter o maior publico a cada dia de competição. Lembrando é claro da importância da família voltar aos estádios, campos amadores e ginásios municipais. Regimento Toda a competição se regida por um regulamento da competição do inicio ao fim, dando igualdade de direitos a todos os participantes. O descumprimento de quaisquer dessas regras, poderá implicar em desligamento do participante do programa. Entretanto este recurso somente deverá ser aplicado depois de esgotadas todas às medidas disciplinares pertinentes ao caso. "A criança e o adolescente gozam de todos os direitos fundamentais inerentes à pessoa humana, sendo dever da família, da comunidade e governo dar com absoluta prioridade a efetivação dos direitos referentes à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao esporte, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária." . (BRASÍLIA, Congresso Nacional: Estatuto da Criança e do Adolescente, 1995).
  • 9. 9 Considerações Finais O Programa Segundo Tempo, vem com uma proposta de desenvolvimento de atividades esportivas admiráveis, isto no que se refere ao plano de ação e consequentemente a proposta de execução da Secretaria de Cultura Esporte e Lazer. Tenta-se buscar compreender melhor o que o governo municipal pretende direcionando a atenção da população para o esporte, nos remetendo por às vezes a tão famosa e citada por muitos até os nossos dias que se trata da política do "pão e circo". Buscando atingir a consequência e não a causa da problemática da vulnerabilidade social das crianças e dos adolescentes que a todo instante é citada no projeto do Programa. O Programa por si só não tem competência tal para garantir a saída da vulnerabilidade social de tais crianças e adolescentes, que seria uma prepotência do projeto e da coordenação crer nisto. O que se pode perceber é uma pseudo-relação melhor individual e também entre as famílias da nossa cidade que tem contribuído positivamente, viabilizando algumas benfeitorias para o projeto. A infraestrutura dos núcleos e a ausência da merenda escolar são uma das principais dificuldades encontradas pelos professores para o melhor desenvolvimento das suas atividades e por consequência para melhor proporcionar benfeitorias ao público do Programa. Quanto às sugestões dos professores para a melhoria do programa, é mais especificamente voltada também à infraestrutura e a merenda escolar. Fala-se também da necessidade de firmar parcerias para que se possam, através da responsabilidade social, as pessoas físicas e jurídicas contribuírem e serem contempladas por decorrência desta benfeitoria com a Lei de Incentivo ao Esporte. Sabe-se que esta não é uma tarefa fácil, e não depende apenas do esporte para tornarmos o mundo melhor, com menos injustiças e desigualdades, visto que para transformarmos a nossa realidade dependemos de toda a sociedade juntos em um mesmo ideal.