O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.
v1 - Daniel Bastos - 2011 Uma outra forma de ver as mídias sociais.         *Esta apresentação contém imagens fortes, ofen...
"É estranha a Social Media que ninguém via,  ou evitava ver"
 
Aposta no comportamento de rebanho e necessidade psicológica de aceitação.  “ Animal social”     Memes = Padronização de c...
  Não há verdadeiro altruísmo.
 
Cada pessoa é potencial mídia e possui rede própria "Comunicação + contato + experiência + inconsciente coletivo = re...
É excludente, pois exige características segmentadas.
Se feita da forma "correta", não sustenta nem o estagiário. Gerar relacionamento real, constante e transparente ...
Redes sociais não mudam o mundo, nós mudamos.
RELACIONAMENTO R.O.I
só mais um meio
"SOCIAL" qualquercoisa
O troll é o instigador de pensamento.
NÂO
NÂO ADIMITE
NÂO ADIMITE ERRO1
<ul><li>  </li></ul><ul><ul><li>http://www.comremix.com.br/a-questao-do-seeding </li></ul></ul><ul><ul><li>http://net-savv...
@dbastos facebook.com/bomfimcomdoism aqueletalde@danielbastos.com 
 
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

É estranha a Social Media que ninguém via, ou evitava ver

530 visualizações

Publicada em

Daniel Bastos fala sobre o lado negro da Social Media em sua palestra intitulada: É estranha a Social Media que ninguém via, ou evitava ver.

Publicada em: Educação, Tecnologia, Negócios
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

É estranha a Social Media que ninguém via, ou evitava ver

  1. 1. v1 - Daniel Bastos - 2011 Uma outra forma de ver as mídias sociais.         *Esta apresentação contém imagens fortes, ofensas com fins  meramente didáticos e palavras de baixo calão.
  2. 2. &quot;É estranha a Social Media que ninguém via,  ou evitava ver&quot;
  3. 4. Aposta no comportamento de rebanho e necessidade psicológica de aceitação. “ Animal social”     Memes = Padronização de comportamento 2.0 (jargão inevitável)
  4. 5.   Não há verdadeiro altruísmo.
  5. 7. Cada pessoa é potencial mídia e possui rede própria &quot;Comunicação + contato + experiência + inconsciente coletivo = redes sociais.&quot; - Gil Giardelli
  6. 8. É excludente, pois exige características segmentadas.
  7. 9. Se feita da forma &quot;correta&quot;, não sustenta nem o estagiário. Gerar relacionamento real, constante e transparente com absolutamente todos os clientes que interagem é inviável.
  8. 10. Redes sociais não mudam o mundo, nós mudamos.
  9. 11. RELACIONAMENTO R.O.I
  10. 12. só mais um meio
  11. 13. &quot;SOCIAL&quot; qualquercoisa
  12. 14. O troll é o instigador de pensamento.
  13. 15. NÂO
  14. 16. NÂO ADIMITE
  15. 17. NÂO ADIMITE ERRO1
  16. 18. <ul><li>  </li></ul><ul><ul><li>http://www.comremix.com.br/a-questao-do-seeding </li></ul></ul><ul><ul><li>http://net-savvy.com/executive/social-media/social-buzzword-bingo.html </li></ul></ul><ul><ul><li>http://www.readwriteweb.com/archives/are_we_in_a_bubble_2011.php </li></ul></ul><ul><ul><li>http://www1.folha.uol.com.br/poder/801906-se-um-pais-nao-quer-mudar-nao-e-a-internet-que-ira-muda-lo-diz-sociologo-espanhol.shtml </li></ul></ul><ul><ul><li>http://mashable.com/2010/01/18/social-media-not-for-everyone/ </li></ul></ul><ul><ul><li>http://www.interney.net/blogs/alexprimo/2011/03/16/oportunismo_japao_bing/ </li></ul></ul><ul><ul><li>http://idgnow.uol.com.br/blog/estrategia-digital/2011/04/04/sua-marca-nao-conseguira-ser-melhor-do-que-o-conteudo-que-ela-produz/ </li></ul></ul><ul><ul><li>http://socialmediatoday.com/rohnjaymiller/287465/stop-its-not-social-media-its-social-networks </li></ul></ul>w w w
  17. 19. @dbastos facebook.com/bomfimcomdoism aqueletalde@danielbastos.com 

×