ACABE COM AS PRINCIPAIS DÚVIDAS SOBRE O
LEITE PARA O SEU BEBÊ
Quando posso começar a dar leite comum ao bebê?
A nutrição de bebê, principalmente quando se trata do primeiro ano de vida...
Por que só pode dar leite comum depois de 1 ano?
O leite integral contém proteínas complexas que tendem a agredir a
mucosa...
Quanto de leite a criança tem de tomar depois de 1
ano?
O leite continua sendo muito importante para a alimentação da cria...
Que tipo de leite devo dar à criança de mais de 1 ano?
A criança de mais de 1 ano precisa tomar leite integral. Entenda di...
O leite pode ser:
Pasteurizado ou longa vida (quanto ao processo de esterilização)
 Pasteurizado: Sistema em que o leite ...
Tipo A, B ou C
A classificação é como uma "nota", em grau de pureza, aos leites pasteurizados. O leite A tem de seguir cri...
Preciso ferver o leite?
Para crianças de mais de 1 ano, depende do leite:
leite materno: nunca deve ser fervido
leite cru ...
Tudo bem continuar dando o leite na mamadeira?
Você pode aproveitar a mudança no tipo do leite para ensinar a criança que ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Acabe com as principais dúvidas sobre o leite para o seu bebê

195 visualizações

Publicada em

Muitas mães têm muitas dúvidas sobre quando começar a dar outro leite que não seja o materno.

Duvidas sobre qual o leite dar, se pode dar o leite de vaca, entre outras tantas objeções que muitas vezes chegam a tirara, literalmente, o sono das mamães.

Como a missão da Web Fraldas é estar sempre do lado de todas as mães auxiliando todas elas quanto aos cuidados com os seus pequeninos, nós estamos apresentando este e-book onde acabamos com várias das dúvidas existentes sobre este assunto.

Boa leitura!

Publicada em: Alimentos
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
195
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Acabe com as principais dúvidas sobre o leite para o seu bebê

  1. 1. ACABE COM AS PRINCIPAIS DÚVIDAS SOBRE O LEITE PARA O SEU BEBÊ
  2. 2. Quando posso começar a dar leite comum ao bebê? A nutrição de bebê, principalmente quando se trata do primeiro ano de vida do lactente (de 0 a 12 meses), ainda é um tema muito debatido por diversas associações médica, tanto no âmbito nacional, como no âmbito internacional. Os médicos recomendam que, até o bebê fazer 1 ano, ele tome leite materno (a melhor alternativa de todas), ou então uma fórmula especial para crianças dessa idade. Depois do primeiro aniversário, já dá para dar leite integral.
  3. 3. Por que só pode dar leite comum depois de 1 ano? O leite integral contém proteínas complexas que tendem a agredir a mucosa intestinal do bebê, podendo provocar uma enterite alérgica, com perda sanguínea visível ou mesmo imperceptível, maior incidência de anemias e indução precoce da alergia ao leite e derivados. Ele também não propicia a absorção de ferro ideal para crianças de menos de 1 ano, além de possuir uma concentração de sal muito superior à recomendada, levando a uma sobrecarga nos rins do bebê. Se por algum motivo o leite materno não estiver disponível, existem as chamadas fórmulas para os primeiros seis meses de vida da criança, assim como fórmulas para o segundo semestre. As fórmulas infantis contêm mais ferro e vitaminas que o leite de vaca comum, e por isso são as únicas alternativas ao leite materno. Não há problema, no entanto, mais próximo do final do primeiro ano, em usar leite de vaca como ingrediente de outros alimentos, como bolos, sopas ou pudins, desde que em pequena quantidade. Depois dos 6 meses, é preciso reforçar o ferro na alimentação de bebês que mamam só no peito, porque o leite materno não é tão rico em ferro quanto os produtos artificiais. Mas os benefícios do aleitamento materno são muito maiores, e complementar o ferro não é difícil. Capriche em comidas como carne vermelha magra (incluindo fígado), gema de ovo, cereais fortificados e verduras escuras.
  4. 4. Quanto de leite a criança tem de tomar depois de 1 ano? O leite continua sendo muito importante para a alimentação da criança depois de 1 ano de idade, pois fornece proteínas, cálcio, magnésio e vitaminas B12 e B2. Seu filho vai precisar tomar de 500 a 750 mil de leite integral por dia (mais ou menos de dois a três copos ou mamadeiras). Caso ele não goste muito de leite, você pode oferecer duas porções de alimentos ricos em cálcio por dia, como iogurte, queijo e outros derivados de leite. Você pode também misturar o leite em alimentos e usá-lo como ingrediente (macarrão com molho branco, estrogonofe, pudim etc.)
  5. 5. Que tipo de leite devo dar à criança de mais de 1 ano? A criança de mais de 1 ano precisa tomar leite integral. Entenda direitinho os tipos de leite que são vendidos nos supermercados e padarias. Não adianta dividi-los pela embalagem ("de saquinho", "de caixinha" ou "de garrafa"), porque há leites diferentes em embalagens parecidas.
  6. 6. O leite pode ser: Pasteurizado ou longa vida (quanto ao processo de esterilização)  Pasteurizado: Sistema em que o leite é aquecido e resfriado, para matar os micro-organismos causadores de doença. Precisa ficar sempre na geladeira. Não são acrescidas substâncias externas.  Longa vida ou UHT: O leite passa por um método que esquenta e esfria a temperaturas mais extremas, tornando-o estéril. É colocado em embalagens bem fechadas que podem ser mantidas fora da geladeira enquanto fechadas. Podem ser acrescentados estabilizantes químicos. Integral, semidesnatado ou desnatado (quanto à fração de gordura)  Integral: contém a gordura original do leite. Há vitaminas, como a A e D, que precisam da gordura. Crianças até 2 anos devem tomar leite integral, que tem de conter pelo menos 3% de gordura.  Semidesnatado: contém parte da gordura natural do leite, numa proporção de 0,6% a 2,9%. Em situações especiais, pode ser dado a crianças de mais de 2 anos com problema de obesidade, seguindo orientação do pediatra.  Desnatado: Pode ter no máximo 0,5% de gordura. Não é recomendado para crianças em nenhuma situação.
  7. 7. Tipo A, B ou C A classificação é como uma "nota", em grau de pureza, aos leites pasteurizados. O leite A tem de seguir critérios mais rígidos de coleta e embalagem, e por ser mais puro, tem maior durabilidade na geladeira (e é mais caro). Só existe no Brasil em versão integral. O tipo B tem um pouco menos de exigências quanto à pureza, mas também é saudável. Também só existe em versão integral e precisa ser guardado sempre na geladeira. O tipo C é o menos puro, porque pode ser coletado e embalado manualmente, e há maior tolerância para o número de micro-organismos. Pode ser integral, semidesnatado ou desnatado. Só a versão integral pode ser dada para crianças de menos de 2 anos, mas os pediatras orientam que, se possível, os pais prefiram os tipos A ou B, ou ainda o longa vida. Ou seja: o leite tem de ser integral. Se for pasteurizado, basta ver o nome tipo A ou tipo B na embalagem. Se for longa vida, procure a palavra "integral" no rótulo.
  8. 8. Preciso ferver o leite? Para crianças de mais de 1 ano, depende do leite: leite materno: nunca deve ser fervido leite cru natural não-pasteurizado (tirado diretamente da vaca): sempre precisa ser fervido leite UHT ou longa-vida: não precisa ser fervido leite pasteurizado tipo A ou tipo B: aqui há certa divergência entre os especialistas. Há quem defenda a fervura, para evitar o risco de haver micro- organismos prejudiciais, mas por outro lado ao ferver o leite algumas de suas propriedades positivas se perdem. Verifique com seu pediatra qual é a orientação dele. Como regra geral, não precisa ferver, a não ser em caso de crianças de saúde mais debilitada. Procure usar o leite aberto em no máximo dois dias, de preferência no mesmo dia. Guarde a embalagem aberta na geladeira (mesmo a longa-vida). Alguns médicos recomendam que se ferva o leite industrializado, mesmo o de caixinha, depois de mais de 24 horas aberto na geladeira.
  9. 9. Tudo bem continuar dando o leite na mamadeira? Você pode aproveitar a mudança no tipo do leite para ensinar a criança que aquele leite é para gente grande (como ela!), que toma o leite no copo, e não na mamadeira (leia aqui boas dicas de como introduzir o copinho). Mesmo que não consiga fazer a transição de cara, fique com isso na cabeça. A mamadeira não traz só desvantagens para a formação da arcada dentária. Ela também favorece a contaminação por micro-organismos -- e aí aparecem aquelas doencinhas gastrointestinais que são tão chatas. "A partir dos 6 meses o bebê já pode receber os sucos de frutas no copo de treinamento, inicialmente com bico flexível e a seguir com bico rígido, passando depois para o copo comum (inclusive com o próprio leite)", afirma o pediatra Fábio R. Picchi Martins. De acordo com ele, essa mudança para os copinhos mais cedo tem ajudado a evitar doenças como otites e rinossinusites.

×