SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 24
Baixar para ler offline
UMA AVENTURA NO
PARQUE NATURAL DA RIA FORMOSA
Uma Aventura
no Delta
Super Negral
Super Negral é o protetor dos habitats.
Quando toca a sua gaita-de-foles, a música
protege todo o habitat.
Flora
Flora é a protetora das plantas. Consegue
comunicar com as plantas e tem o poder de
fazer crescer todas as plantas.
Capitão Mundo
O Capitão Mundo tem o poder da sensibilização
ambiental. Tem o poder de semear ideias que
protegem o mundo.
Amaralis
Amaralis é a protetora da fauna. Com a flor
encantada, tem o poder de curar todos os
seres vivos ao seu redor.
Pistas Pedagógicas
Parque Natural da Ria Formosa
TEMA
Educação ambiental para a Sustentabilidade
PÚBLICO-ALVO
alunos do 2º e 3º ciclos
GRANDES TEMAS
• Terra: um planeta com vida - Ciência,
Tecnologia, Sociedade e Ambiente
• Diversidade de Seres vivos e suas
interações com o meio
• Diversidade nos animais / diversidade
nas plantas
• Importância da biodiversidade
• A água, o ar, as rochas e o solo –
materiais terrestres
• A paisagem e a geologia
• Sustentabilidade na Terra: ecossistemas
e gestão sustentável de recursos
• Áreas Protegidas nacionais
PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DA ÁREA
PROTEGIDA
• Localiza-se no Sul de Portugal, na região
do Algarve e compreende a zona costeira
• É uma zona lagunar, em que uma parte
está permanentemente submersa
• Parque com uma grande diversidade de
habitats, todos eles ameaçados por se
tratarem de zonas húmidas
• Cacela Velha, o castelo e o forte, com
influência muçulmana
• Local onde se podem observar espécies
como o caimão e o camaleão
• Zona com sistemas dunares e vegetação
característica ameaçada
• Os mariscadores e a gastronomia local
• As salinas e os marnotos
• Todo o Parque tem fauna e flora ameaçadas
• O Cão de Água Português, com origem nesta zona
3
Uma Aventura
no Delta
...Cacela Velha é uma aldeia em frente à Ria Formosa e ao mar com uma
bela panorâmica do sotavento algarvio.
UMA AVENTURA NO
PARQUE NATURAL DA RIA FORMOSA
Mundo,
estamos numa
extremidade do
Parque Natural da
Ria Formosa, em
Cacela Velha…
4
O Parque Natural da Ria Formosa são cerca de 18.000 ha de uma
importante zona lagunar, em que uma parte do sistema lagunar
encontra-se permanentemente submersa, enquanto que uma percentagem
significativa emerge durante a baixa-mar e inclui uma grande variedade de
habitats.
5
… o forte continua
a ser utilizado, agora
pela GNR, por isso só
pode ser apreciado
por fora.
Ali vemos as
muralhas do castelo
de Calela Velha. Esta
estrutura remonta ao sec.
XVIII, mas a sua origem é
muito mais antiga…
… ainda é possível ver as muralhas da ocupação muçulmana….
6
Olá!
Olá Amaralis,
queres visitar o
Parque Nartural da
Ria Formosa?
É
uma óptima
ideia, podemos
tentar encontrar
um caimão e um
camaleão!
Vamos
encontrar a
Flora para vir
connosco...
Tenho
uma ideia...
7
Amaralis pediu ajuda às suas amigas aves, muitas
vieram ao seu encontro para lhe dizer onde está
Flora.
Flora está
nas dunas, aqui
perto, vamos...
8
Olá
Flora
estas a ver
o quê?
Estou
a ver este cardo-
marítimo. É uma planta vivaz
e robusta que só é possível
ver nos sistemas dunares do
litoral, principalmente na
duna primária.
9
O grupo,
agora
completo,
continuou
a sua
aventura
pelo Parque
Natural da
Ria Formosa.
Incrível a
capacidade
de sobrevivência
dessas
plantas.
Flora,
nós vamos pelo
Parque Natural da Ria
Formosa à procura do
caimão, queres vir
connosco?
Claro! De
certeza que
encontraremos
muitas coisas
interessantes!
10
…ou as amêijoas... … com as quais se faz a tão apreciada
vila de amêijoas.
Como as ostras…
Na sua caminhada o grupo vê um grupo de mariscadores.
A Ria
Formosa tem
bancos naturais
de moluscos bivalves,
que são procurados
por muitos mariscadores.
Aqui encontram algumas
das espécies mais
procuradas na
gastronomia da
região…
11
... e da flor de sal… … cristais de sal, delicados,
procurados pelos melhores
cozinheiros.
O grupo encontrou uma salina.
… aos
trabalhadores
das salinas
chamam-se
marnotos, são
eles que têm
os segrtedos
para a
produção do
sal…
As salinas são
habitats esculpidos pelo
Homem, que embora tenham
condições para o desenvolvimento
de complexas teias alimentares
entre vários seres vivos, o seu
principal propósito é a
produção se sal….
12
O grupo atravessou o sapal da Ria
Formosa, as zonas que periodicamente
ficam alagadas com a água salobra,
que formam um ecossistema de grande
importância ecológica.
13
14
… a perna-vermelha-comum…
… a garça-real… … ou o pernilongo.
As aves
são o grupo de
maior interesse na fauna
do sapal. Aqui é possível
encontrar muitas espécies
que estão ameaçadas e é
importante proteger, e outras
que felizmente são
comuns, como …
15
Nem
só as aves são
espécies ameaçadas,
o cão de água português,
um excelente nadador, que
encontramos aqui, nos anos
80 era considerada a
raça de cães mais
rara do mundo.
Todo o
parque tem uma
avifauna e fauna marinha
muito variada, e uma das
maneiras como melhor
pode ser observada é em
passeios de barco ou
canoa.
16
Perto do
moinho de maré,
o grupo visitou
a Ecoteca casa-
Museu João
Lúcio, para além
do interesse
arquitectónico
do chalé, aqui
desenvolvem-
se várias
atividades
relacionadas
com o
ambiente e sua
preservação.
O grupo visitou o moinho de maré da quinta de Marim.
um moinho de maré
aproveita o desnível
das águas provocadas pelas
marés, quando à preia-mar
naturalmente enche-se a caldeira,
onde a água é retida e, na baixa-
mar é aberta a portinhola, para
a água passar no rodízio e
fazer mover as mós.
17
Finalmente os
Fantásticos
da Natureza
encontraram
um caimão.
O grupo olhou para o arbusto onde
estava a apontar Amaralis, sem
perceber, até que…
No final
do séc. XX o
caimão era uma das
aves mais raras de Portugal,
nidificava apenas aqui, na Ria
Formosa, hoje a população é
significativamente maior. O
Caimão é o símbolo do
Parque Natural da Ria
Formosa.
Ali no
arbusto,
estão a ver?
18
O grupo estava contente, tinha atravessado o parque natural e visto
ricos ecossistemas que é preciso cuidar, preservar e proteger.
Para isso decidiu utilizar os seus poderes e ajudar.
Um
camaleão!
o Camaleão-comum,
que é família do lagarto,
distingue-se destes pela
habilidade m mudar de cor, pela
língua longa e rápida e pelos
olhos que podem ser movidos
independentemente.
19
Flora cria
condições para
que os arbustos,
de que os
camaleões tanto
gostam, cresçam
saudáveis.
20
Mundo semeia
ideias para que
os humanos
sejam sensíveis à
protecção ambiental
e protejam os
camaleões.
21
Amaralis faz
com que os
camaleões
sejam fortes
e saudáveis.
22
FIM
Negral toca
a sua gaita-
de-foles para
proteger todo
o habitat da
ria formosa.
FICHA TÉCNICA
texto: Rui Miranda
maquete: Rui Miranda
arte: Dorota Kiermowicz
propriedade: QUERCUS
produção e impressão: ALLRISE, LDA
tiragem: 150 exemplares
Os Fantásticos da Natureza - Uma aventura no Delta

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Os Fantásticos da Natureza - O Vigilante do Parque
Os Fantásticos da Natureza - O Vigilante do ParqueOs Fantásticos da Natureza - O Vigilante do Parque
Os Fantásticos da Natureza - O Vigilante do ParqueFantásticos da Natureza
 
Os Fantásticos da Natureza - Ao encontro de um Amigo
Os Fantásticos da Natureza - Ao encontro de um AmigoOs Fantásticos da Natureza - Ao encontro de um Amigo
Os Fantásticos da Natureza - Ao encontro de um AmigoFantásticos da Natureza
 
Os Fantásticos da Natureza - Entre a Serra e o Mar
Os Fantásticos da Natureza - Entre a Serra e o MarOs Fantásticos da Natureza - Entre a Serra e o Mar
Os Fantásticos da Natureza - Entre a Serra e o MarFantásticos da Natureza
 
Os Fantásticos da Natureza - À procura do Lobo
Os Fantásticos da Natureza - À procura do LoboOs Fantásticos da Natureza - À procura do Lobo
Os Fantásticos da Natureza - À procura do LoboFantásticos da Natureza
 
Os Fantásticos da Natureza - Ao encontro do Tira-Longa
Os Fantásticos da Natureza - Ao encontro do Tira-LongaOs Fantásticos da Natureza - Ao encontro do Tira-Longa
Os Fantásticos da Natureza - Ao encontro do Tira-LongaFantásticos da Natureza
 
Prospeto de visitação.pptx
Prospeto de visitação.pptxProspeto de visitação.pptx
Prospeto de visitação.pptxAMG Sobrenome
 
Berlenga - Reserva da Biosfera da UNESCO
Berlenga - Reserva da Biosfera da UNESCOBerlenga - Reserva da Biosfera da UNESCO
Berlenga - Reserva da Biosfera da UNESCOSérgio Leandro
 
Reserva natural das berlengas
Reserva natural das berlengasReserva natural das berlengas
Reserva natural das berlengasAECBA
 
Paisagem Protegida da Arriba Fóssil da Costa da Caparica
Paisagem Protegida da Arriba Fóssil da Costa da CaparicaPaisagem Protegida da Arriba Fóssil da Costa da Caparica
Paisagem Protegida da Arriba Fóssil da Costa da CaparicaMariaJoão Agualuza
 
Ppt 1 PreservaçãO Da Biodiversidade
Ppt 1   PreservaçãO Da BiodiversidadePpt 1   PreservaçãO Da Biodiversidade
Ppt 1 PreservaçãO Da BiodiversidadeNuno Correia
 
Áreas Protegidas em Portugal
Áreas Protegidas em PortugalÁreas Protegidas em Portugal
Áreas Protegidas em PortugalLeitorX
 
Parque Nacional Peneda-Gerês, Portugal
Parque Nacional Peneda-Gerês, PortugalParque Nacional Peneda-Gerês, Portugal
Parque Nacional Peneda-Gerês, PortugalIrene Aguiar
 
Monumentos naturais do brasil
Monumentos naturais do brasilMonumentos naturais do brasil
Monumentos naturais do brasilMaria Salete Rios
 

Mais procurados (20)

Os Fantásticos da Natureza - O Vigilante do Parque
Os Fantásticos da Natureza - O Vigilante do ParqueOs Fantásticos da Natureza - O Vigilante do Parque
Os Fantásticos da Natureza - O Vigilante do Parque
 
Os Fantásticos da Natureza - Ao encontro de um Amigo
Os Fantásticos da Natureza - Ao encontro de um AmigoOs Fantásticos da Natureza - Ao encontro de um Amigo
Os Fantásticos da Natureza - Ao encontro de um Amigo
 
Os Fantásticos da Natureza - Entre a Serra e o Mar
Os Fantásticos da Natureza - Entre a Serra e o MarOs Fantásticos da Natureza - Entre a Serra e o Mar
Os Fantásticos da Natureza - Entre a Serra e o Mar
 
Os Fantásticos da Natureza - À procura do Lobo
Os Fantásticos da Natureza - À procura do LoboOs Fantásticos da Natureza - À procura do Lobo
Os Fantásticos da Natureza - À procura do Lobo
 
Os Fantásticos da Natureza - Ao encontro do Tira-Longa
Os Fantásticos da Natureza - Ao encontro do Tira-LongaOs Fantásticos da Natureza - Ao encontro do Tira-Longa
Os Fantásticos da Natureza - Ao encontro do Tira-Longa
 
Projecto AP ...
Projecto AP ...Projecto AP ...
Projecto AP ...
 
Prospeto de visitação.pptx
Prospeto de visitação.pptxProspeto de visitação.pptx
Prospeto de visitação.pptx
 
4 biomas
4   biomas4   biomas
4 biomas
 
oiuj
oiujoiuj
oiuj
 
Mata dos medos
Mata dos medosMata dos medos
Mata dos medos
 
Berlenga - Reserva da Biosfera da UNESCO
Berlenga - Reserva da Biosfera da UNESCOBerlenga - Reserva da Biosfera da UNESCO
Berlenga - Reserva da Biosfera da UNESCO
 
Reserva natural das berlengas
Reserva natural das berlengasReserva natural das berlengas
Reserva natural das berlengas
 
Paisagem Protegida da Arriba Fóssil da Costa da Caparica
Paisagem Protegida da Arriba Fóssil da Costa da CaparicaPaisagem Protegida da Arriba Fóssil da Costa da Caparica
Paisagem Protegida da Arriba Fóssil da Costa da Caparica
 
Ppt 1 PreservaçãO Da Biodiversidade
Ppt 1   PreservaçãO Da BiodiversidadePpt 1   PreservaçãO Da Biodiversidade
Ppt 1 PreservaçãO Da Biodiversidade
 
As Berlengas
As BerlengasAs Berlengas
As Berlengas
 
Áreas Protegidas em Portugal
Áreas Protegidas em PortugalÁreas Protegidas em Portugal
Áreas Protegidas em Portugal
 
Serra do Açor
Serra do AçorSerra do Açor
Serra do Açor
 
Parque Natural Sintra-Cascais
Parque Natural Sintra-CascaisParque Natural Sintra-Cascais
Parque Natural Sintra-Cascais
 
Parque Nacional Peneda-Gerês, Portugal
Parque Nacional Peneda-Gerês, PortugalParque Nacional Peneda-Gerês, Portugal
Parque Nacional Peneda-Gerês, Portugal
 
Monumentos naturais do brasil
Monumentos naturais do brasilMonumentos naturais do brasil
Monumentos naturais do brasil
 

Semelhante a Os Fantásticos da Natureza - Uma aventura no Delta

Semelhante a Os Fantásticos da Natureza - Uma aventura no Delta (20)

No Tempo Dos Dinossaurios 1
No Tempo Dos Dinossaurios 1No Tempo Dos Dinossaurios 1
No Tempo Dos Dinossaurios 1
 
Ria formosa
Ria formosaRia formosa
Ria formosa
 
fuviário de Mora.pptx
fuviário de Mora.pptxfuviário de Mora.pptx
fuviário de Mora.pptx
 
parque natural do vale do guadiana
parque natural do vale do guadianaparque natural do vale do guadiana
parque natural do vale do guadiana
 
Parque Natural da Ria Formosa
Parque Natural da Ria FormosaParque Natural da Ria Formosa
Parque Natural da Ria Formosa
 
Manguezal 2
Manguezal 2Manguezal 2
Manguezal 2
 
Trabalho de Biologia
Trabalho de BiologiaTrabalho de Biologia
Trabalho de Biologia
 
A Zona Costeira
A Zona CosteiraA Zona Costeira
A Zona Costeira
 
Ria Formosa
Ria FormosaRia Formosa
Ria Formosa
 
Região da estremadura
Região da estremaduraRegião da estremadura
Região da estremadura
 
Manguezal
ManguezalManguezal
Manguezal
 
Manguezal
ManguezalManguezal
Manguezal
 
Gr11 percurso macas-magoito
Gr11 percurso macas-magoitoGr11 percurso macas-magoito
Gr11 percurso macas-magoito
 
Animais Marinhos Em Vias De ExtinçãO
Animais Marinhos Em Vias De ExtinçãOAnimais Marinhos Em Vias De ExtinçãO
Animais Marinhos Em Vias De ExtinçãO
 
Rom
RomRom
Rom
 
Corais
CoraisCorais
Corais
 
Corais
CoraisCorais
Corais
 
Parque natural da arrábida
Parque natural da arrábidaParque natural da arrábida
Parque natural da arrábida
 
Ilha do pico
Ilha do picoIlha do pico
Ilha do pico
 
AULA - BIOMAS - PARTE 1
AULA - BIOMAS -  PARTE 1AULA - BIOMAS -  PARTE 1
AULA - BIOMAS - PARTE 1
 

Último

ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasCassio Meira Jr.
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESpatriciasofiacunha18
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfdio7ff
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfangelicass1
 

Último (20)

ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
 

Os Fantásticos da Natureza - Uma aventura no Delta

  • 1. UMA AVENTURA NO PARQUE NATURAL DA RIA FORMOSA Uma Aventura no Delta
  • 2. Super Negral Super Negral é o protetor dos habitats. Quando toca a sua gaita-de-foles, a música protege todo o habitat. Flora Flora é a protetora das plantas. Consegue comunicar com as plantas e tem o poder de fazer crescer todas as plantas. Capitão Mundo O Capitão Mundo tem o poder da sensibilização ambiental. Tem o poder de semear ideias que protegem o mundo. Amaralis Amaralis é a protetora da fauna. Com a flor encantada, tem o poder de curar todos os seres vivos ao seu redor. Pistas Pedagógicas Parque Natural da Ria Formosa TEMA Educação ambiental para a Sustentabilidade PÚBLICO-ALVO alunos do 2º e 3º ciclos GRANDES TEMAS • Terra: um planeta com vida - Ciência, Tecnologia, Sociedade e Ambiente • Diversidade de Seres vivos e suas interações com o meio • Diversidade nos animais / diversidade nas plantas • Importância da biodiversidade • A água, o ar, as rochas e o solo – materiais terrestres • A paisagem e a geologia • Sustentabilidade na Terra: ecossistemas e gestão sustentável de recursos • Áreas Protegidas nacionais PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DA ÁREA PROTEGIDA • Localiza-se no Sul de Portugal, na região do Algarve e compreende a zona costeira • É uma zona lagunar, em que uma parte está permanentemente submersa • Parque com uma grande diversidade de habitats, todos eles ameaçados por se tratarem de zonas húmidas • Cacela Velha, o castelo e o forte, com influência muçulmana • Local onde se podem observar espécies como o caimão e o camaleão • Zona com sistemas dunares e vegetação característica ameaçada • Os mariscadores e a gastronomia local • As salinas e os marnotos • Todo o Parque tem fauna e flora ameaçadas • O Cão de Água Português, com origem nesta zona
  • 3. 3 Uma Aventura no Delta ...Cacela Velha é uma aldeia em frente à Ria Formosa e ao mar com uma bela panorâmica do sotavento algarvio. UMA AVENTURA NO PARQUE NATURAL DA RIA FORMOSA Mundo, estamos numa extremidade do Parque Natural da Ria Formosa, em Cacela Velha…
  • 4. 4 O Parque Natural da Ria Formosa são cerca de 18.000 ha de uma importante zona lagunar, em que uma parte do sistema lagunar encontra-se permanentemente submersa, enquanto que uma percentagem significativa emerge durante a baixa-mar e inclui uma grande variedade de habitats.
  • 5. 5 … o forte continua a ser utilizado, agora pela GNR, por isso só pode ser apreciado por fora. Ali vemos as muralhas do castelo de Calela Velha. Esta estrutura remonta ao sec. XVIII, mas a sua origem é muito mais antiga… … ainda é possível ver as muralhas da ocupação muçulmana….
  • 6. 6 Olá! Olá Amaralis, queres visitar o Parque Nartural da Ria Formosa? É uma óptima ideia, podemos tentar encontrar um caimão e um camaleão! Vamos encontrar a Flora para vir connosco... Tenho uma ideia...
  • 7. 7 Amaralis pediu ajuda às suas amigas aves, muitas vieram ao seu encontro para lhe dizer onde está Flora. Flora está nas dunas, aqui perto, vamos...
  • 8. 8 Olá Flora estas a ver o quê? Estou a ver este cardo- marítimo. É uma planta vivaz e robusta que só é possível ver nos sistemas dunares do litoral, principalmente na duna primária.
  • 9. 9 O grupo, agora completo, continuou a sua aventura pelo Parque Natural da Ria Formosa. Incrível a capacidade de sobrevivência dessas plantas. Flora, nós vamos pelo Parque Natural da Ria Formosa à procura do caimão, queres vir connosco? Claro! De certeza que encontraremos muitas coisas interessantes!
  • 10. 10 …ou as amêijoas... … com as quais se faz a tão apreciada vila de amêijoas. Como as ostras… Na sua caminhada o grupo vê um grupo de mariscadores. A Ria Formosa tem bancos naturais de moluscos bivalves, que são procurados por muitos mariscadores. Aqui encontram algumas das espécies mais procuradas na gastronomia da região…
  • 11. 11 ... e da flor de sal… … cristais de sal, delicados, procurados pelos melhores cozinheiros. O grupo encontrou uma salina. … aos trabalhadores das salinas chamam-se marnotos, são eles que têm os segrtedos para a produção do sal… As salinas são habitats esculpidos pelo Homem, que embora tenham condições para o desenvolvimento de complexas teias alimentares entre vários seres vivos, o seu principal propósito é a produção se sal….
  • 12. 12 O grupo atravessou o sapal da Ria Formosa, as zonas que periodicamente ficam alagadas com a água salobra, que formam um ecossistema de grande importância ecológica.
  • 13. 13
  • 14. 14 … a perna-vermelha-comum… … a garça-real… … ou o pernilongo. As aves são o grupo de maior interesse na fauna do sapal. Aqui é possível encontrar muitas espécies que estão ameaçadas e é importante proteger, e outras que felizmente são comuns, como …
  • 15. 15 Nem só as aves são espécies ameaçadas, o cão de água português, um excelente nadador, que encontramos aqui, nos anos 80 era considerada a raça de cães mais rara do mundo. Todo o parque tem uma avifauna e fauna marinha muito variada, e uma das maneiras como melhor pode ser observada é em passeios de barco ou canoa.
  • 16. 16 Perto do moinho de maré, o grupo visitou a Ecoteca casa- Museu João Lúcio, para além do interesse arquitectónico do chalé, aqui desenvolvem- se várias atividades relacionadas com o ambiente e sua preservação. O grupo visitou o moinho de maré da quinta de Marim. um moinho de maré aproveita o desnível das águas provocadas pelas marés, quando à preia-mar naturalmente enche-se a caldeira, onde a água é retida e, na baixa- mar é aberta a portinhola, para a água passar no rodízio e fazer mover as mós.
  • 17. 17 Finalmente os Fantásticos da Natureza encontraram um caimão. O grupo olhou para o arbusto onde estava a apontar Amaralis, sem perceber, até que… No final do séc. XX o caimão era uma das aves mais raras de Portugal, nidificava apenas aqui, na Ria Formosa, hoje a população é significativamente maior. O Caimão é o símbolo do Parque Natural da Ria Formosa. Ali no arbusto, estão a ver?
  • 18. 18 O grupo estava contente, tinha atravessado o parque natural e visto ricos ecossistemas que é preciso cuidar, preservar e proteger. Para isso decidiu utilizar os seus poderes e ajudar. Um camaleão! o Camaleão-comum, que é família do lagarto, distingue-se destes pela habilidade m mudar de cor, pela língua longa e rápida e pelos olhos que podem ser movidos independentemente.
  • 19. 19 Flora cria condições para que os arbustos, de que os camaleões tanto gostam, cresçam saudáveis.
  • 20. 20 Mundo semeia ideias para que os humanos sejam sensíveis à protecção ambiental e protejam os camaleões.
  • 21. 21 Amaralis faz com que os camaleões sejam fortes e saudáveis.
  • 22. 22 FIM Negral toca a sua gaita- de-foles para proteger todo o habitat da ria formosa.
  • 23. FICHA TÉCNICA texto: Rui Miranda maquete: Rui Miranda arte: Dorota Kiermowicz propriedade: QUERCUS produção e impressão: ALLRISE, LDA tiragem: 150 exemplares