SlideShare uma empresa Scribd logo

Os Fantásticos da Natureza - Ao encontro do Tira-Longa

A Banda Desenhada "Ao encontro do Tira-Longa" retrata uma história que decorre no Parque Natural do Douro Internacional. Esta BD, destinada a crianças e jovens do primeiro e segundo ciclo do ensino básico, integra os materiais pedagógicos elaborados pelo projeto «Fantásticos da Natureza», promovido pela QUERCUS e financiado pelo POSEUR e pela União Europeia, no âmbito da operação POSEUR-03-2215-FC-000019.

1 de 24
Baixar para ler offline
UMA AVENTURA NO
PARQUE NATURAL DO DOURO INTERNACIONAL
Ao encontro
do Tira-longa
Super Negral
Super Negral é o protetor dos habitats.
Quando toca a sua gaita-de-foles, a música
protege todo o habitat.
Flora
Flora é a protetora das plantas. Consegue
comunicar com as plantas e tem o poder de
fazer crescer todas as plantas.
Capitão Mundo
O Capitão Mundo tem o poder da sensibilização
ambiental. Tem o poder de semear ideias que
protegem o mundo.
Amaralis
Amaralis é a protetora da fauna. Com a flor
encantada, tem o poder de curar todos os
seres vivos ao seu redor.
Pistas Pedagógicas
Parque Natural do Douro Internacional
TEMA
Educação ambiental para a
Sustentabilidade
PÚBLICO-ALVO
alunos do 2º e 3º ciclos do Ensino Básico
GRANDES TEMAS
• Terra: um planeta com vida - Ciência,
Tecnologia, Sociedade e Ambiente
• Diversidade de Seres vivos e suas
interações com o meio
• Diversidade nos animais / diversidade
nas plantas
• Importância da biodiversidade
• A água, o ar, as rochas e o solo –
materiais terrestres
• A paisagem e a geologia
• Sustentabilidade na Terra: ecossistemas
e gestão sustentável de recursos
• Áreas Protegidas nacionais
PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DA ÁREA
PROTEGIDA
• Faz fronteira a Nordeste com Espanha
• Apresenta escarpas do Rio Douro, local
de nidificação para aves de rapina
• Ocorrem espécies mais emblemáticas
como o abutre-negro, abutre-do-Egipto,
águia-de-Bonelli, cegonha-preta
• Ocorrem animais domésticos
caraterísticos: burro-mirandês, ovelha-
churra-mirandesa e vaca-mirandesa
• Língua mirandesa
3
Miradouro de Penedo Durão
UMA AVENTURA NO
PARQUE NATURAL DO DOURO INTERNACIONAL
Ao encontro
do Tira-Longa
Flora,
sabias que
estamos no Parque
Natural do Douro
Internacional?
4
A área do Parque Natural do Douro Internacional abrange o troço
fronteiriço do Rio Douro e prolonga-se para sul, através do Rio Águeda
numa extensão de 120 km...
5
...as escarpas
que ladeiam
o Rio Douro
foram um
dos principais
motivos para
a criação
do parque
natural...
...neste troço do rio existem 5 barragens, 2 espanholas e 3 portuguesas.
6
Olá
Mundo,
olá Flora!
Olá Amarális!
Aqui temos uma vista
fantástica sobre o rio
Douro.
Amarális,
sabias que no
Parque Natural existem
florestas de lodões, árvore
que pode viver até aos
600 anos de idade.
600! E nas
escarpas perto
dessas árvores há
ninhos de muitas
aves de rapina.
Anúncio

Recomendados

Os Fantásticos da Natureza - À procura da Águia-Pesqueira
Os Fantásticos da Natureza - À procura da Águia-PesqueiraOs Fantásticos da Natureza - À procura da Águia-Pesqueira
Os Fantásticos da Natureza - À procura da Águia-PesqueiraFantásticos da Natureza
 
Os Fantásticos da Natureza - Ao encontro de um Amigo
Os Fantásticos da Natureza - Ao encontro de um AmigoOs Fantásticos da Natureza - Ao encontro de um Amigo
Os Fantásticos da Natureza - Ao encontro de um AmigoFantásticos da Natureza
 
Os Fantásticos da Natureza - O segredo do Cavalo-Marinho
Os Fantásticos da Natureza - O segredo do Cavalo-MarinhoOs Fantásticos da Natureza - O segredo do Cavalo-Marinho
Os Fantásticos da Natureza - O segredo do Cavalo-MarinhoFantásticos da Natureza
 
Os Fantásticos da Natureza - O Vigilante do Parque
Os Fantásticos da Natureza - O Vigilante do ParqueOs Fantásticos da Natureza - O Vigilante do Parque
Os Fantásticos da Natureza - O Vigilante do ParqueFantásticos da Natureza
 
Os Fantásticos da Natureza - O Visitante Esperado
Os Fantásticos da Natureza - O Visitante EsperadoOs Fantásticos da Natureza - O Visitante Esperado
Os Fantásticos da Natureza - O Visitante EsperadoFantásticos da Natureza
 
Os Fantásticos da Natureza - A Descoberta Interior
Os Fantásticos da Natureza - A Descoberta InteriorOs Fantásticos da Natureza - A Descoberta Interior
Os Fantásticos da Natureza - A Descoberta InteriorFantásticos da Natureza
 
Os Fantásticos da Natureza - À Solta no Gerês
Os Fantásticos da Natureza - À Solta no GerêsOs Fantásticos da Natureza - À Solta no Gerês
Os Fantásticos da Natureza - À Solta no GerêsFantásticos da Natureza
 
Os Fantásticos da Natureza - À procura do Lobo
Os Fantásticos da Natureza - À procura do LoboOs Fantásticos da Natureza - À procura do Lobo
Os Fantásticos da Natureza - À procura do LoboFantásticos da Natureza
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Os Fantásticos da Natureza - De volta ao Pulo
Os Fantásticos da Natureza - De volta ao PuloOs Fantásticos da Natureza - De volta ao Pulo
Os Fantásticos da Natureza - De volta ao PuloFantásticos da Natureza
 
Os Fantásticos da Natureza - Entre a Serra e o Mar
Os Fantásticos da Natureza - Entre a Serra e o MarOs Fantásticos da Natureza - Entre a Serra e o Mar
Os Fantásticos da Natureza - Entre a Serra e o MarFantásticos da Natureza
 
Os Fantásticos da Natureza - Uma aventura no Delta
Os Fantásticos da Natureza - Uma aventura no DeltaOs Fantásticos da Natureza - Uma aventura no Delta
Os Fantásticos da Natureza - Uma aventura no DeltaFantásticos da Natureza
 
Os Fantásticos da Natureza - As memórias do Tejo
Os Fantásticos da Natureza - As memórias do TejoOs Fantásticos da Natureza - As memórias do Tejo
Os Fantásticos da Natureza - As memórias do TejoFantásticos da Natureza
 
Os Fantásticos da Natureza - Ao encontro do Lince
Os Fantásticos da Natureza - Ao encontro do LinceOs Fantásticos da Natureza - Ao encontro do Lince
Os Fantásticos da Natureza - Ao encontro do LinceFantásticos da Natureza
 
Parque Nacional Peneda-Gerês, Portugal
Parque Nacional Peneda-Gerês, PortugalParque Nacional Peneda-Gerês, Portugal
Parque Nacional Peneda-Gerês, PortugalIrene Aguiar
 
Prospeto de visitação.pptx
Prospeto de visitação.pptxProspeto de visitação.pptx
Prospeto de visitação.pptxAMG Sobrenome
 
Berlenga - Reserva da Biosfera da UNESCO
Berlenga - Reserva da Biosfera da UNESCOBerlenga - Reserva da Biosfera da UNESCO
Berlenga - Reserva da Biosfera da UNESCOSérgio Leandro
 
Reserva natural das berlengas
Reserva natural das berlengasReserva natural das berlengas
Reserva natural das berlengasAECBA
 
Paisagem Protegida da Arriba Fóssil da Costa da Caparica
Paisagem Protegida da Arriba Fóssil da Costa da CaparicaPaisagem Protegida da Arriba Fóssil da Costa da Caparica
Paisagem Protegida da Arriba Fóssil da Costa da CaparicaMariaJoão Agualuza
 
Roteiros para quem gosta de aventura
Roteiros para quem gosta de aventuraRoteiros para quem gosta de aventura
Roteiros para quem gosta de aventuraDouglas Siqueira
 
Apresentação PNPG (Margarida)
Apresentação PNPG (Margarida)Apresentação PNPG (Margarida)
Apresentação PNPG (Margarida)Germana Eiriz
 

Mais procurados (20)

Os Fantásticos da Natureza - De volta ao Pulo
Os Fantásticos da Natureza - De volta ao PuloOs Fantásticos da Natureza - De volta ao Pulo
Os Fantásticos da Natureza - De volta ao Pulo
 
Os Fantásticos da Natureza - Entre a Serra e o Mar
Os Fantásticos da Natureza - Entre a Serra e o MarOs Fantásticos da Natureza - Entre a Serra e o Mar
Os Fantásticos da Natureza - Entre a Serra e o Mar
 
Os Fantásticos da Natureza - Uma aventura no Delta
Os Fantásticos da Natureza - Uma aventura no DeltaOs Fantásticos da Natureza - Uma aventura no Delta
Os Fantásticos da Natureza - Uma aventura no Delta
 
Os Fantásticos da Natureza - As memórias do Tejo
Os Fantásticos da Natureza - As memórias do TejoOs Fantásticos da Natureza - As memórias do Tejo
Os Fantásticos da Natureza - As memórias do Tejo
 
Os Fantásticos da Natureza - Ao encontro do Lince
Os Fantásticos da Natureza - Ao encontro do LinceOs Fantásticos da Natureza - Ao encontro do Lince
Os Fantásticos da Natureza - Ao encontro do Lince
 
4 biomas
4   biomas4   biomas
4 biomas
 
Parque Nacional Peneda-Gerês, Portugal
Parque Nacional Peneda-Gerês, PortugalParque Nacional Peneda-Gerês, Portugal
Parque Nacional Peneda-Gerês, Portugal
 
Prospeto de visitação.pptx
Prospeto de visitação.pptxProspeto de visitação.pptx
Prospeto de visitação.pptx
 
Mata dos medos
Mata dos medosMata dos medos
Mata dos medos
 
Berlenga - Reserva da Biosfera da UNESCO
Berlenga - Reserva da Biosfera da UNESCOBerlenga - Reserva da Biosfera da UNESCO
Berlenga - Reserva da Biosfera da UNESCO
 
Reserva natural das berlengas
Reserva natural das berlengasReserva natural das berlengas
Reserva natural das berlengas
 
oiuj
oiujoiuj
oiuj
 
Projecto AP ...
Projecto AP ...Projecto AP ...
Projecto AP ...
 
Peneda Gerês
Peneda GerêsPeneda Gerês
Peneda Gerês
 
As Berlengas
As BerlengasAs Berlengas
As Berlengas
 
Paisagem Protegida da Arriba Fóssil da Costa da Caparica
Paisagem Protegida da Arriba Fóssil da Costa da CaparicaPaisagem Protegida da Arriba Fóssil da Costa da Caparica
Paisagem Protegida da Arriba Fóssil da Costa da Caparica
 
Serra do Açor
Serra do AçorSerra do Açor
Serra do Açor
 
Roteiros para quem gosta de aventura
Roteiros para quem gosta de aventuraRoteiros para quem gosta de aventura
Roteiros para quem gosta de aventura
 
Parque Natural Sintra-Cascais
Parque Natural Sintra-CascaisParque Natural Sintra-Cascais
Parque Natural Sintra-Cascais
 
Apresentação PNPG (Margarida)
Apresentação PNPG (Margarida)Apresentação PNPG (Margarida)
Apresentação PNPG (Margarida)
 

Semelhante a Os Fantásticos da Natureza - Ao encontro do Tira-Longa

Criando Raízes
Criando RaízesCriando Raízes
Criando RaízesTurma8B
 
O Mundo Natural e o Mundo Humanizado
O Mundo Natural e o Mundo Humanizado O Mundo Natural e o Mundo Humanizado
O Mundo Natural e o Mundo Humanizado TICaenrs
 
Acção das Andorinhas.Cidália
Acção das Andorinhas.CidáliaAcção das Andorinhas.Cidália
Acção das Andorinhas.Cidáliapaulasalvador
 
Animais em vias de extinção
Animais em vias de extinçãoAnimais em vias de extinção
Animais em vias de extinçãosilvanacostalima
 
Apresentação Sala de Recurso
Apresentação Sala de RecursoApresentação Sala de Recurso
Apresentação Sala de RecursoMara Almeida
 
Florestas e os seus animais trabalho[1]
Florestas e os seus animais trabalho[1]Florestas e os seus animais trabalho[1]
Florestas e os seus animais trabalho[1]Da Costa Dylan
 
araucarias.pptx
araucarias.pptxaraucarias.pptx
araucarias.pptxLiSantos9
 
AULA - BIOMAS - PARTE 1 - MATERIAL COMPLEMENTAR.pdf
AULA - BIOMAS -  PARTE 1 - MATERIAL COMPLEMENTAR.pdfAULA - BIOMAS -  PARTE 1 - MATERIAL COMPLEMENTAR.pdf
AULA - BIOMAS - PARTE 1 - MATERIAL COMPLEMENTAR.pdfProfessorLucas2
 
Livro Brinque com Ciência - Biomas do Brasil
Livro Brinque com Ciência - Biomas do BrasilLivro Brinque com Ciência - Biomas do Brasil
Livro Brinque com Ciência - Biomas do BrasilAna Szerman
 
Cap. 01 o que a ecologia estuda
Cap. 01   o que a ecologia estudaCap. 01   o que a ecologia estuda
Cap. 01 o que a ecologia estudacarla_duarte
 

Semelhante a Os Fantásticos da Natureza - Ao encontro do Tira-Longa (20)

Rom
RomRom
Rom
 
Criando Raízes
Criando RaízesCriando Raízes
Criando Raízes
 
O Mundo Natural e o Mundo Humanizado
O Mundo Natural e o Mundo Humanizado O Mundo Natural e o Mundo Humanizado
O Mundo Natural e o Mundo Humanizado
 
Trabalhos dos alunos 7º ano LP
Trabalhos dos alunos 7º ano LPTrabalhos dos alunos 7º ano LP
Trabalhos dos alunos 7º ano LP
 
Caminhos do cerrado
Caminhos do cerradoCaminhos do cerrado
Caminhos do cerrado
 
Acção das Andorinhas.Cidália
Acção das Andorinhas.CidáliaAcção das Andorinhas.Cidália
Acção das Andorinhas.Cidália
 
Animais em vias de extinção
Animais em vias de extinçãoAnimais em vias de extinção
Animais em vias de extinção
 
Projetos Biomas
Projetos BiomasProjetos Biomas
Projetos Biomas
 
Apresentação Sala de Recurso
Apresentação Sala de RecursoApresentação Sala de Recurso
Apresentação Sala de Recurso
 
Florestas e os seus animais trabalho[1]
Florestas e os seus animais trabalho[1]Florestas e os seus animais trabalho[1]
Florestas e os seus animais trabalho[1]
 
AULA - BIOMAS - PARTE 1
AULA - BIOMAS -  PARTE 1AULA - BIOMAS -  PARTE 1
AULA - BIOMAS - PARTE 1
 
Arara azul
Arara azulArara azul
Arara azul
 
João victor e victória 4ºc
João victor e victória 4ºcJoão victor e victória 4ºc
João victor e victória 4ºc
 
Projeto Biomas
Projeto Biomas Projeto Biomas
Projeto Biomas
 
araucarias.pptx
araucarias.pptxaraucarias.pptx
araucarias.pptx
 
Burros
BurrosBurros
Burros
 
AULA - BIOMAS - PARTE 1 - MATERIAL COMPLEMENTAR.pdf
AULA - BIOMAS -  PARTE 1 - MATERIAL COMPLEMENTAR.pdfAULA - BIOMAS -  PARTE 1 - MATERIAL COMPLEMENTAR.pdf
AULA - BIOMAS - PARTE 1 - MATERIAL COMPLEMENTAR.pdf
 
Livro Brinque com Ciência - Biomas do Brasil
Livro Brinque com Ciência - Biomas do BrasilLivro Brinque com Ciência - Biomas do Brasil
Livro Brinque com Ciência - Biomas do Brasil
 
Arara 2º C
Arara 2º CArara 2º C
Arara 2º C
 
Cap. 01 o que a ecologia estuda
Cap. 01   o que a ecologia estudaCap. 01   o que a ecologia estuda
Cap. 01 o que a ecologia estuda
 

Último

ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...azulassessoriaacadem3
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...azulassessoriaacadem3
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfalexandrerodriguespk
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...azulassessoriaacadem3
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfRuannSolza
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxJean Carlos Nunes Paixão
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...AaAssessoriadll
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfddddddddddddddddddddddddddddddddddddRenandantas16
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba InicialTeresaCosta92
 

Último (20)

ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoriaAtividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
 

Os Fantásticos da Natureza - Ao encontro do Tira-Longa

  • 1. UMA AVENTURA NO PARQUE NATURAL DO DOURO INTERNACIONAL Ao encontro do Tira-longa
  • 2. Super Negral Super Negral é o protetor dos habitats. Quando toca a sua gaita-de-foles, a música protege todo o habitat. Flora Flora é a protetora das plantas. Consegue comunicar com as plantas e tem o poder de fazer crescer todas as plantas. Capitão Mundo O Capitão Mundo tem o poder da sensibilização ambiental. Tem o poder de semear ideias que protegem o mundo. Amaralis Amaralis é a protetora da fauna. Com a flor encantada, tem o poder de curar todos os seres vivos ao seu redor. Pistas Pedagógicas Parque Natural do Douro Internacional TEMA Educação ambiental para a Sustentabilidade PÚBLICO-ALVO alunos do 2º e 3º ciclos do Ensino Básico GRANDES TEMAS • Terra: um planeta com vida - Ciência, Tecnologia, Sociedade e Ambiente • Diversidade de Seres vivos e suas interações com o meio • Diversidade nos animais / diversidade nas plantas • Importância da biodiversidade • A água, o ar, as rochas e o solo – materiais terrestres • A paisagem e a geologia • Sustentabilidade na Terra: ecossistemas e gestão sustentável de recursos • Áreas Protegidas nacionais PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DA ÁREA PROTEGIDA • Faz fronteira a Nordeste com Espanha • Apresenta escarpas do Rio Douro, local de nidificação para aves de rapina • Ocorrem espécies mais emblemáticas como o abutre-negro, abutre-do-Egipto, águia-de-Bonelli, cegonha-preta • Ocorrem animais domésticos caraterísticos: burro-mirandês, ovelha- churra-mirandesa e vaca-mirandesa • Língua mirandesa
  • 3. 3 Miradouro de Penedo Durão UMA AVENTURA NO PARQUE NATURAL DO DOURO INTERNACIONAL Ao encontro do Tira-Longa Flora, sabias que estamos no Parque Natural do Douro Internacional?
  • 4. 4 A área do Parque Natural do Douro Internacional abrange o troço fronteiriço do Rio Douro e prolonga-se para sul, através do Rio Águeda numa extensão de 120 km...
  • 5. 5 ...as escarpas que ladeiam o Rio Douro foram um dos principais motivos para a criação do parque natural... ...neste troço do rio existem 5 barragens, 2 espanholas e 3 portuguesas.
  • 6. 6 Olá Mundo, olá Flora! Olá Amarális! Aqui temos uma vista fantástica sobre o rio Douro. Amarális, sabias que no Parque Natural existem florestas de lodões, árvore que pode viver até aos 600 anos de idade. 600! E nas escarpas perto dessas árvores há ninhos de muitas aves de rapina.
  • 7. 7 Vou visitar o Tira-Longa, é um dos burros mais antigos de toda a região. Mora em Duas Igrejas. Podemos fazer-te companhia. O Negral também gostava de ir. Vou chamar as minhas amigas aves, podem saber onde está o Negral. Boa ideia. Onde vais Amarális?
  • 8. 8 A Águia-de-Bonelli disse-me que o viu no Miradouro do Carrascalinho. Vamos lá, fica a caminho. Muitas aves responderam ao chamamento da Amarális, desde o enorme Abutre- do-Egipto e a Cegonha-Preta, ao veloz Falcão- Peregrino.
  • 9. 9 ...passaram pela Praia da Congida... Carrascalinho fica a norte do Penedo Durão. Pelo caminho o Rio Douro fica mais largo devido à barragem de Saucelle... ...à medida que se aproximavam do Carrascalinho viram a floresta de lódãos ficar mais densa.
  • 10. 10 O Negral está ali! Vou já ter convosco. Amarális, chagaste mesmo em boa hora! Esta águia está magoada e tem dificuldade em alimentar as suas crias…. Eu posso dar uma ajuda!
  • 11. 11 Amarális com o seu poder cura a águia magoada. Finalmente a equipa está reunida e dirige-se ao planalto para visitar Tira-Longa.
  • 12. 12 Super Negral toca a sua gaita e entoam sons que protegem todo o habitat do vale.
  • 13. 13
  • 14. 14 ...está ameaçada e deve ser protegida. grupo deixou o vale escarpado do douro e entrou no planalto mirandês. As terras são cultivadas com pomares, oliveiras, vinhas, e pasto para os animais. Estas são ovelhas Churra Galega Mirandesa...
  • 15. 15 … e as pombas nos pombais. Viram as Vacas da Raça Mirandesa a pastar…
  • 16. 16 Tira-Longa está contente pelo jovem burro, fruto do trabalho da AEPGA, Associação para o Estudo e Proteção do Gado Asinino. Tira-Longa conta aos seus amigos as suas memórias de outros tempos… Perto de Aldeia Nova encontram Tira-Longa, com um jovem burro da raça mirandesa.
  • 17. 17 ...em que eram muitos mais... ...ajudavam nas tarefas agrícolas... ...carregavam o que era preciso...
  • 18. 18 ..eram dóceis e as crianças gostavam deles. Depois de ouvir Tira Longa, o grupo decide ajudar, para criar condições que possam contribuir para a sustentabilidade da raça asinina mirandesa.
  • 19. 19 Flora fez crescer as plantas que os burros mais gostam de comer, para que possam voltar ao estado natural.
  • 21. 21 Amaralis protegeu a sua saúde, para que fossem fortes e saudáveis.
  • 22. 22 FIM Super Negral tocou a sua gaita para proteger todo o habitat.
  • 23. FICHA TÉCNICA texto: Rui Miranda maquete: Rui Miranda arte: Sumana Adhikary propriedade: QUERCUS produção e impressão: ALLRISE, LDA tiragem: 150 exemplares