SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 37
Metadados e
Interoperabilidade
Fernando de Assis Rodrigues
Fernando de Assis Rodrigues
Conteúdo Programático
● Introdução
● Metadados
○ Indexação (na Web)
● Interoperabilidade
2
Fernando de Assis Rodrigues
O ambiente digital está cada dia mais
presentes nas atividades do nosso
cotidiano
3
Fernando de Assis Rodrigues
Introdução
Desafios em lidar com o volume de dados
- Reflexo no volume de documentos e outros suportes
- Variedade de conteúdos
- Velocidade no acesso
4
Fernando de Assis Rodrigues
Introdução
Necessidade de encontrar aquilo que preciso, quando
preciso, sem me preocupar tanto em refinar as pesquisas em
mecanismos de buscas internos ou externos.
5
Fernando de Assis Rodrigues
Introdução
A internet, de certa forma, tenta democratizar o acesso à
informação, quebrando barreiras:
● Temporais
● Espaciais
● Geográficas
● …
Tudo isto com plataformas cada vez mais acessíveis aos
usuários que não são programadores, ou que tenham um
envolvimento com alguma área ligada a
informática/computação.
6
Fernando de Assis Rodrigues
Introdução
7
Fernando de Assis Rodrigues
Introdução
A forma mais popular de pesquisar informações na Web
● Search Engines (Mecanismos de Busca)
8
Fernando de Assis Rodrigues
Reflexões
Como estes mecanismos nos levam aos objetos
informacionais (digitais) que precisamos/queremos?
Como estes mecanismos de busca podem se tornar mais
eficientes nos resultados esperados por quem realiza a
estratégia?
9
Fernando de Assis Rodrigues
Reflexões
Metadados
10
Fernando de Assis Rodrigues
Metadados
Antes da Web:
● Anglo-American Cataloguing Reules Revisted (AACR2)
● Machine-Readable Cataloging (MARC)
● Dewey Decimal Classification (DDC)
● Library of Congress Subject Headings (LCSH)
11
Fernando de Assis Rodrigues
Metadados
A complexidade de suportes, conteúdos, descrições focadas
em áreas do conhecimento, faz com que ainda seja cedo
para imaginar um mundo catalogado apenas pela força
motriz de um algoritmo (programa de computador).
Fiquem tranquilos...
12
Fernando de Assis Rodrigues
Metadados
Online Library Computer Center (OCLC)
● Dublin, Ohio, EUA
13
Fernando de Assis Rodrigues
Metadados
> 1990:
● Categories for the Description of Works of Art (CDWA)
● Visual Resources Association (VRA) Core Categories
● Learning Object Metadata (LOM) do IEEE
● Encoded Archival Description (EAD)
● Metadata Object Description Schema (MODS)
● Preservation Metadata Implementation Strategies
(PREMIS)
14
Fernando de Assis Rodrigues
Metadados
> 1990:
● Online Information Exchange (ONIX)
● Digital Object Identifier (DOI) ←
● The Friend of a Friend (FOAF) ←
● MPEG-7
● Public Broadcasting Metadata Dictionary (PBCore)
● Functional Requirements for Bibliographic Records
(FRBR)
● Dublin Core Initiative (DC)
● ...
15
Fernando de Assis Rodrigues
Metadados
O conceito de metadado começou a ser utilizado antes da
Internet.
Especificar informações sobre bases de dados
ZENG e QIN (2004):
● Metadados contém informações que descrevem qualquer
documento ou objeto nos formatos tradicional ou digital
● Dados sobre dados
● Informação sobre informação
16
Fernando de Assis Rodrigues
Metadados
ZENG e QIN (2004) apud (NISO, 2004):
Informação estruturada que descreve, explica, localiza ou de
outra maneira, facilita a recuperação, o uso ou o
gerenciamento de um recurso informacional.
DCMI:
Dados associados a uma informação, sistema ou objeto
informacional para propósitos descritivos, administrativos,
legais, funcionalidade técnica, uso e utilização e
preservação.
17
Fernando de Assis Rodrigues
Metadados
ALVES (2010):
Metadados são atributos que representam uma entidade
(objeto do mundo real) em um sistema de informação. Em
outras palavras, são elementos descritivos ou atributos
referenciais codificados que representam características
próprias ou atribuídas às entidades; são ainda dados que
descrevem outros dados em um sistema de informação,
com o intuito de identificar de forma única uma entidade
(recurso informacional) para posterior recuperação.
18
Fernando de Assis Rodrigues
Metadados
19
Fernando de Assis Rodrigues
Classificação e Indexação
20
Fernando de Assis Rodrigues
Classificação e Indexação
21
Fernando de Assis Rodrigues
Classificação e Indexação
Geração de índices
● Mas, como os mecanismos de busca podem gerar estes
índices de forma automática?
○ http://www.youtube.com/watch?v=EUBOsR7W3gQ
○ http://www.youtube.com/watch?v=KyCYyoGusqs
22
Fernando de Assis Rodrigues
Cliente x Servidor
23
Fernando de Assis Rodrigues
Cliente x Servidor
24
Fernando de Assis Rodrigues
Cliente x Servidor
25
Fernando de Assis Rodrigues
Cliente x Servidor
26
Fernando de Assis Rodrigues
Cliente x Servidor
27
Fernando de Assis Rodrigues 28
Olá! Sou um banco de
dados MySQL,
com registros
bibliográficos.
Tenho um SI feito em PHP.
Olá! Sou um banco de
dados Oracle,
com registros
bibliográficos.
Tenho um SI feito em
Java.
Fernando de Assis Rodrigues 29
Fernando de Assis Rodrigues 30
Interoperabilidade
Fernando de Assis Rodrigues
Interoperabilidade é a capacidade de um
sistema (informatizado ou não) de se
comunicar de forma transparente (ou o
mais próximo disso) com outro sistema
(semelhante ou não).
31
Fernando de Assis Rodrigues
Interoperabilidade
32
Sintática:
Para que dois ou mais sistemas possam trocar dados, é
importante que os sistemas possuam/aceitem suas sintáticas
entre si.
● Formatos de dados
● Tipos de dados
● Formatos de arquivos
● Protocolos de comunicação
● TCP/IP
● XMPP
● ...
Fernando de Assis Rodrigues
Interoperabilidade
33
Sintática:
● Formatos
○ XML
○ JSON
● Linguagens e Sintaxes
○ SQL
● Padrões de caracteres
○ ASCII
○ Unicode (UTF-8)
● Tipos de Dados
○ Alfanumérico (char, varchar, string, ...)
○ Números (interger, real, float, money, …)
○ Datas (date, datetime, time, timestamp, …)
Fernando de Assis Rodrigues
Interoperabilidade
Semântica:
Em sistemas abertos é importante que seus dados possuam
descritores, de tal forma que o interessado em coletar dados
tenha controle sobre o significado daquilo.
Ex: 2014-12-12
○ Qual é o mês?
○ O que representa esta data?
○ Posso “ligar” para o “dono” desta data?
34
Fernando de Assis Rodrigues
Interoperabilidade
Semântica:
Cross-domain
● Múltiplos atores
● Interesses comum: troca de dados
● Organizações:
○ Sociais
○ Governamentais
○ Políticas
○ Legais
35
Fernando de Assis Rodrigues
Intero
Endpoints:
● Web Semântica/Linked Data
● Application Interface Programming
● RESTful
● ...
● Padrões fechados
36
Fernando de Assis Rodrigues
http://rodrigues.pro.br
37

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula metadados 2012
Aula metadados 2012Aula metadados 2012
Aula metadados 2012
rachelvesu
 
Aula 1 - Introdução ao Conteúdo de Banco de Dados
Aula 1 - Introdução ao Conteúdo de Banco de DadosAula 1 - Introdução ao Conteúdo de Banco de Dados
Aula 1 - Introdução ao Conteúdo de Banco de Dados
Henrique Nunweiler
 
Aula 02 - Recuperação da Informação / Modelos de Sistemas de Recuperação
Aula 02 - Recuperação da Informação / Modelos de Sistemas de RecuperaçãoAula 02 - Recuperação da Informação / Modelos de Sistemas de Recuperação
Aula 02 - Recuperação da Informação / Modelos de Sistemas de Recuperação
Nilton Heck
 
Aula 1 introdução a base de dados
Aula 1   introdução a base de dadosAula 1   introdução a base de dados
Aula 1 introdução a base de dados
Hélio Martins
 

Mais procurados (20)

Softwares para bibliotecas: opções gratuitas/livres e critérios para seleção
Softwares para bibliotecas: opções gratuitas/livres e critérios para seleçãoSoftwares para bibliotecas: opções gratuitas/livres e critérios para seleção
Softwares para bibliotecas: opções gratuitas/livres e critérios para seleção
 
ISBD Consolidada: introdução básica - versão 2015
ISBD Consolidada: introdução básica - versão 2015ISBD Consolidada: introdução básica - versão 2015
ISBD Consolidada: introdução básica - versão 2015
 
Aula metadados 2012
Aula metadados 2012Aula metadados 2012
Aula metadados 2012
 
Linked Open Data Principles, Technologies and Examples
Linked Open Data Principles, Technologies and ExamplesLinked Open Data Principles, Technologies and Examples
Linked Open Data Principles, Technologies and Examples
 
A importância dos sistemas de informação nas organizações slideshare
A importância dos sistemas de informação nas organizações slideshareA importância dos sistemas de informação nas organizações slideshare
A importância dos sistemas de informação nas organizações slideshare
 
Sistemas de recuperação de informação
Sistemas de recuperação de informação Sistemas de recuperação de informação
Sistemas de recuperação de informação
 
Aula 2 taxonomias gisele
Aula 2 taxonomias giseleAula 2 taxonomias gisele
Aula 2 taxonomias gisele
 
Aula 1 - Introdução ao Conteúdo de Banco de Dados
Aula 1 - Introdução ao Conteúdo de Banco de DadosAula 1 - Introdução ao Conteúdo de Banco de Dados
Aula 1 - Introdução ao Conteúdo de Banco de Dados
 
PETI - Planejamento Estratégico de TI
PETI - Planejamento Estratégico de TI PETI - Planejamento Estratégico de TI
PETI - Planejamento Estratégico de TI
 
Aula 02 - Recuperação da Informação / Modelos de Sistemas de Recuperação
Aula 02 - Recuperação da Informação / Modelos de Sistemas de RecuperaçãoAula 02 - Recuperação da Informação / Modelos de Sistemas de Recuperação
Aula 02 - Recuperação da Informação / Modelos de Sistemas de Recuperação
 
Sistemas Multimídia - Aula 04 - O Que é Multimídia (Ambientes Multimídia e Pr...
Sistemas Multimídia - Aula 04 - O Que é Multimídia (Ambientes Multimídia e Pr...Sistemas Multimídia - Aula 04 - O Que é Multimídia (Ambientes Multimídia e Pr...
Sistemas Multimídia - Aula 04 - O Que é Multimídia (Ambientes Multimídia e Pr...
 
Business Intelligence - Data Warehouse
Business Intelligence - Data WarehouseBusiness Intelligence - Data Warehouse
Business Intelligence - Data Warehouse
 
Minicurso - Catalogação em RDA
Minicurso - Catalogação em RDAMinicurso - Catalogação em RDA
Minicurso - Catalogação em RDA
 
Exaustividade, precisão e consistência em indexação: sistematização conceitual
Exaustividade, precisão e consistência em indexação: sistematização conceitualExaustividade, precisão e consistência em indexação: sistematização conceitual
Exaustividade, precisão e consistência em indexação: sistematização conceitual
 
Classificacoes Bibliográficas: uma introdução
Classificacoes Bibliográficas: uma introduçãoClassificacoes Bibliográficas: uma introdução
Classificacoes Bibliográficas: uma introdução
 
Knowledge Graph Introduction
Knowledge Graph IntroductionKnowledge Graph Introduction
Knowledge Graph Introduction
 
Bases de Dados, Metadados e Formatos de intercâmbio de dados
Bases de Dados, Metadados e Formatos de intercâmbio de dadosBases de Dados, Metadados e Formatos de intercâmbio de dados
Bases de Dados, Metadados e Formatos de intercâmbio de dados
 
apresentação base de dados
apresentação base de dadosapresentação base de dados
apresentação base de dados
 
Business Intelligence
Business IntelligenceBusiness Intelligence
Business Intelligence
 
Aula 1 introdução a base de dados
Aula 1   introdução a base de dadosAula 1   introdução a base de dados
Aula 1 introdução a base de dados
 

Semelhante a Metadados e Interoperabilidade

Oficina Técnica da INDA em Belém no Consegi
Oficina Técnica da INDA em Belém no ConsegiOficina Técnica da INDA em Belém no Consegi
Oficina Técnica da INDA em Belém no Consegi
nitaibezerra
 

Semelhante a Metadados e Interoperabilidade (20)

Metadados em objetos digitais: conceitos e indexação na Web
Metadados em objetos digitais: conceitos e indexação na WebMetadados em objetos digitais: conceitos e indexação na Web
Metadados em objetos digitais: conceitos e indexação na Web
 
Oficina Técnica da INDA em Belém no Consegi
Oficina Técnica da INDA em Belém no ConsegiOficina Técnica da INDA em Belém no Consegi
Oficina Técnica da INDA em Belém no Consegi
 
Integração de dados
Integração de dadosIntegração de dados
Integração de dados
 
Palestra: Cientista de Dados – Dominando o Big Data com Software Livre
Palestra: Cientista de Dados – Dominando o Big Data com Software LivrePalestra: Cientista de Dados – Dominando o Big Data com Software Livre
Palestra: Cientista de Dados – Dominando o Big Data com Software Livre
 
Fundamentos teóricos para coleta de dados de redes sociais online
Fundamentos teóricos para coleta de dados de redes sociais onlineFundamentos teóricos para coleta de dados de redes sociais online
Fundamentos teóricos para coleta de dados de redes sociais online
 
6 Principios arquitetura de dados moderna
6 Principios arquitetura de dados moderna6 Principios arquitetura de dados moderna
6 Principios arquitetura de dados moderna
 
Open Source Data Science - Elaborando uma plataforma de Big Data & Analytics ...
Open Source Data Science - Elaborando uma plataforma de Big Data & Analytics ...Open Source Data Science - Elaborando uma plataforma de Big Data & Analytics ...
Open Source Data Science - Elaborando uma plataforma de Big Data & Analytics ...
 
BANCO DE DADOS.pptx
BANCO DE DADOS.pptxBANCO DE DADOS.pptx
BANCO DE DADOS.pptx
 
Tecnologias de Informação e Comunicação no Suporte aos Sistemas de Informação...
Tecnologias de Informação e Comunicação no Suporte aos Sistemas de Informação...Tecnologias de Informação e Comunicação no Suporte aos Sistemas de Informação...
Tecnologias de Informação e Comunicação no Suporte aos Sistemas de Informação...
 
TDC2016SP - Trilha BigData
TDC2016SP - Trilha BigDataTDC2016SP - Trilha BigData
TDC2016SP - Trilha BigData
 
Pentaho, Hadoop , Big Data e Data Lakes
Pentaho, Hadoop , Big Data e Data LakesPentaho, Hadoop , Big Data e Data Lakes
Pentaho, Hadoop , Big Data e Data Lakes
 
[CEFEETMG][BD] Aula 1 - Introdução
[CEFEETMG][BD] Aula 1 - Introdução[CEFEETMG][BD] Aula 1 - Introdução
[CEFEETMG][BD] Aula 1 - Introdução
 
FISL18 - Open Data Science - Elaborando uma plataforma de Big Data & Analytic...
FISL18 - Open Data Science - Elaborando uma plataforma de Big Data & Analytic...FISL18 - Open Data Science - Elaborando uma plataforma de Big Data & Analytic...
FISL18 - Open Data Science - Elaborando uma plataforma de Big Data & Analytic...
 
Coleta de Dados em Redes Sociais: privacidade de dados pessoais no acesso via...
Coleta de Dados em Redes Sociais: privacidade de dados pessoais no acesso via...Coleta de Dados em Redes Sociais: privacidade de dados pessoais no acesso via...
Coleta de Dados em Redes Sociais: privacidade de dados pessoais no acesso via...
 
Open Source Data Science - Elaborando uma plataforma de Big Data & Analytics ...
Open Source Data Science - Elaborando uma plataforma de Big Data & Analytics ...Open Source Data Science - Elaborando uma plataforma de Big Data & Analytics ...
Open Source Data Science - Elaborando uma plataforma de Big Data & Analytics ...
 
Pentaho Hadoop Big Data e Data Lakes
Pentaho Hadoop Big Data e Data LakesPentaho Hadoop Big Data e Data Lakes
Pentaho Hadoop Big Data e Data Lakes
 
Modelo de Dados: Entendendo e “re-”construindo...
Modelo de Dados: Entendendo e “re-”construindo...Modelo de Dados: Entendendo e “re-”construindo...
Modelo de Dados: Entendendo e “re-”construindo...
 
Sad01 elvis
Sad01 elvisSad01 elvis
Sad01 elvis
 
Palestra Big Data SCTI
Palestra Big Data SCTIPalestra Big Data SCTI
Palestra Big Data SCTI
 
Aula1-Conceitos de SGBD
Aula1-Conceitos de SGBDAula1-Conceitos de SGBD
Aula1-Conceitos de SGBD
 

Mais de Fernando de Assis Rodrigues

Mais de Fernando de Assis Rodrigues (20)

Perspectivas e impasses na salvaguarda e preservação documental pós Medida Pr...
Perspectivas e impasses na salvaguarda e preservação documental pós Medida Pr...Perspectivas e impasses na salvaguarda e preservação documental pós Medida Pr...
Perspectivas e impasses na salvaguarda e preservação documental pós Medida Pr...
 
Serviços de Redes Sociais On-line e a Comunicação Científica: visibilidade de...
Serviços de Redes Sociais On-line e a Comunicação Científica: visibilidade de...Serviços de Redes Sociais On-line e a Comunicação Científica: visibilidade de...
Serviços de Redes Sociais On-line e a Comunicação Científica: visibilidade de...
 
Ficção Científica e Realidade da Coleta de Dados em Redes Sociais Online: aná...
Ficção Científica e Realidade da Coleta de Dados em Redes Sociais Online: aná...Ficção Científica e Realidade da Coleta de Dados em Redes Sociais Online: aná...
Ficção Científica e Realidade da Coleta de Dados em Redes Sociais Online: aná...
 
Interseções entre Coleta de Dados e Redes Sociais Online
Interseções entre Coleta de Dados e Redes Sociais OnlineInterseções entre Coleta de Dados e Redes Sociais Online
Interseções entre Coleta de Dados e Redes Sociais Online
 
Ficção Científica e Realidade da Coleta de Dados em Redes Sociais Online: aná...
Ficção Científica e Realidade da Coleta de Dados em Redes Sociais Online: aná...Ficção Científica e Realidade da Coleta de Dados em Redes Sociais Online: aná...
Ficção Científica e Realidade da Coleta de Dados em Redes Sociais Online: aná...
 
2018 uel-apresentacao-coleta redes-sociais_online
2018 uel-apresentacao-coleta redes-sociais_online2018 uel-apresentacao-coleta redes-sociais_online
2018 uel-apresentacao-coleta redes-sociais_online
 
Processo de Acesso a Dados e suas fases
Processo de Acesso a Dados e suas fasesProcesso de Acesso a Dados e suas fases
Processo de Acesso a Dados e suas fases
 
Identifying semantics characteristics of user’s interactions datasets through...
Identifying semantics characteristics of user’s interactions datasets through...Identifying semantics characteristics of user’s interactions datasets through...
Identifying semantics characteristics of user’s interactions datasets through...
 
Open Source e Open Platform: potenciais catalizadores para uso de Internet da...
Open Source e Open Platform: potenciais catalizadores para uso de Internet da...Open Source e Open Platform: potenciais catalizadores para uso de Internet da...
Open Source e Open Platform: potenciais catalizadores para uso de Internet da...
 
Coleta de Dados em Redes Sociais
Coleta de Dados em Redes SociaisColeta de Dados em Redes Sociais
Coleta de Dados em Redes Sociais
 
Aplicações da Teoria dos Grafos em coletas de dados
Aplicações da Teoria dos Grafos em coletas de dadosAplicações da Teoria dos Grafos em coletas de dados
Aplicações da Teoria dos Grafos em coletas de dados
 
Raspagem de dados em websites governamentais
Raspagem de dados em websites governamentaisRaspagem de dados em websites governamentais
Raspagem de dados em websites governamentais
 
Contextualização de conceitos teóricos no processo de coleta de dados de Rede...
Contextualização de conceitos teóricos no processo de coleta de dados de Rede...Contextualização de conceitos teóricos no processo de coleta de dados de Rede...
Contextualização de conceitos teóricos no processo de coleta de dados de Rede...
 
Pontos de contato entre a Esfera Pública e Instituições: reflexões sobre pote...
Pontos de contato entre a Esfera Pública e Instituições: reflexões sobre pote...Pontos de contato entre a Esfera Pública e Instituições: reflexões sobre pote...
Pontos de contato entre a Esfera Pública e Instituições: reflexões sobre pote...
 
Categorização de elementos de privacidade identificados nos termos de uso de ...
Categorização de elementos de privacidade identificados nos termos de uso de ...Categorização de elementos de privacidade identificados nos termos de uso de ...
Categorização de elementos de privacidade identificados nos termos de uso de ...
 
ANÁLISE DA COLETA DE DADOS EM REDES SOCIAIS: aspectos de privacidade de dados...
ANÁLISE DA COLETA DE DADOS EM REDES SOCIAIS: aspectos de privacidade de dados...ANÁLISE DA COLETA DE DADOS EM REDES SOCIAIS: aspectos de privacidade de dados...
ANÁLISE DA COLETA DE DADOS EM REDES SOCIAIS: aspectos de privacidade de dados...
 
ACESSO ÀS INFORMAÇÕES SOBRE AGRICULTURA FAMILIAR NA WEB
ACESSO ÀS INFORMAÇÕES SOBRE AGRICULTURA FAMILIAR NA WEBACESSO ÀS INFORMAÇÕES SOBRE AGRICULTURA FAMILIAR NA WEB
ACESSO ÀS INFORMAÇÕES SOBRE AGRICULTURA FAMILIAR NA WEB
 
O USO DE DADOS PÚBLICOS PARA O ACOMPANHAMENTO DA ATIVIDADE PARLAMENTAR
O USO DE DADOS PÚBLICOS PARA O ACOMPANHAMENTO DA ATIVIDADE PARLAMENTARO USO DE DADOS PÚBLICOS PARA O ACOMPANHAMENTO DA ATIVIDADE PARLAMENTAR
O USO DE DADOS PÚBLICOS PARA O ACOMPANHAMENTO DA ATIVIDADE PARLAMENTAR
 
Estudo de aderência entre padrões de representação de dados sobre entidades
Estudo de aderência entre padrões de representação de dados sobre entidadesEstudo de aderência entre padrões de representação de dados sobre entidades
Estudo de aderência entre padrões de representação de dados sobre entidades
 
FINDABILITY ASPECTS IN FAMILY FARMING DIGITAL INFORMATION ENVIRONMENTS
FINDABILITY ASPECTS IN FAMILY FARMING DIGITAL INFORMATION ENVIRONMENTSFINDABILITY ASPECTS IN FAMILY FARMING DIGITAL INFORMATION ENVIRONMENTS
FINDABILITY ASPECTS IN FAMILY FARMING DIGITAL INFORMATION ENVIRONMENTS
 

Metadados e Interoperabilidade

  • 2. Fernando de Assis Rodrigues Conteúdo Programático ● Introdução ● Metadados ○ Indexação (na Web) ● Interoperabilidade 2
  • 3. Fernando de Assis Rodrigues O ambiente digital está cada dia mais presentes nas atividades do nosso cotidiano 3
  • 4. Fernando de Assis Rodrigues Introdução Desafios em lidar com o volume de dados - Reflexo no volume de documentos e outros suportes - Variedade de conteúdos - Velocidade no acesso 4
  • 5. Fernando de Assis Rodrigues Introdução Necessidade de encontrar aquilo que preciso, quando preciso, sem me preocupar tanto em refinar as pesquisas em mecanismos de buscas internos ou externos. 5
  • 6. Fernando de Assis Rodrigues Introdução A internet, de certa forma, tenta democratizar o acesso à informação, quebrando barreiras: ● Temporais ● Espaciais ● Geográficas ● … Tudo isto com plataformas cada vez mais acessíveis aos usuários que não são programadores, ou que tenham um envolvimento com alguma área ligada a informática/computação. 6
  • 7. Fernando de Assis Rodrigues Introdução 7
  • 8. Fernando de Assis Rodrigues Introdução A forma mais popular de pesquisar informações na Web ● Search Engines (Mecanismos de Busca) 8
  • 9. Fernando de Assis Rodrigues Reflexões Como estes mecanismos nos levam aos objetos informacionais (digitais) que precisamos/queremos? Como estes mecanismos de busca podem se tornar mais eficientes nos resultados esperados por quem realiza a estratégia? 9
  • 10. Fernando de Assis Rodrigues Reflexões Metadados 10
  • 11. Fernando de Assis Rodrigues Metadados Antes da Web: ● Anglo-American Cataloguing Reules Revisted (AACR2) ● Machine-Readable Cataloging (MARC) ● Dewey Decimal Classification (DDC) ● Library of Congress Subject Headings (LCSH) 11
  • 12. Fernando de Assis Rodrigues Metadados A complexidade de suportes, conteúdos, descrições focadas em áreas do conhecimento, faz com que ainda seja cedo para imaginar um mundo catalogado apenas pela força motriz de um algoritmo (programa de computador). Fiquem tranquilos... 12
  • 13. Fernando de Assis Rodrigues Metadados Online Library Computer Center (OCLC) ● Dublin, Ohio, EUA 13
  • 14. Fernando de Assis Rodrigues Metadados > 1990: ● Categories for the Description of Works of Art (CDWA) ● Visual Resources Association (VRA) Core Categories ● Learning Object Metadata (LOM) do IEEE ● Encoded Archival Description (EAD) ● Metadata Object Description Schema (MODS) ● Preservation Metadata Implementation Strategies (PREMIS) 14
  • 15. Fernando de Assis Rodrigues Metadados > 1990: ● Online Information Exchange (ONIX) ● Digital Object Identifier (DOI) ← ● The Friend of a Friend (FOAF) ← ● MPEG-7 ● Public Broadcasting Metadata Dictionary (PBCore) ● Functional Requirements for Bibliographic Records (FRBR) ● Dublin Core Initiative (DC) ● ... 15
  • 16. Fernando de Assis Rodrigues Metadados O conceito de metadado começou a ser utilizado antes da Internet. Especificar informações sobre bases de dados ZENG e QIN (2004): ● Metadados contém informações que descrevem qualquer documento ou objeto nos formatos tradicional ou digital ● Dados sobre dados ● Informação sobre informação 16
  • 17. Fernando de Assis Rodrigues Metadados ZENG e QIN (2004) apud (NISO, 2004): Informação estruturada que descreve, explica, localiza ou de outra maneira, facilita a recuperação, o uso ou o gerenciamento de um recurso informacional. DCMI: Dados associados a uma informação, sistema ou objeto informacional para propósitos descritivos, administrativos, legais, funcionalidade técnica, uso e utilização e preservação. 17
  • 18. Fernando de Assis Rodrigues Metadados ALVES (2010): Metadados são atributos que representam uma entidade (objeto do mundo real) em um sistema de informação. Em outras palavras, são elementos descritivos ou atributos referenciais codificados que representam características próprias ou atribuídas às entidades; são ainda dados que descrevem outros dados em um sistema de informação, com o intuito de identificar de forma única uma entidade (recurso informacional) para posterior recuperação. 18
  • 19. Fernando de Assis Rodrigues Metadados 19
  • 20. Fernando de Assis Rodrigues Classificação e Indexação 20
  • 21. Fernando de Assis Rodrigues Classificação e Indexação 21
  • 22. Fernando de Assis Rodrigues Classificação e Indexação Geração de índices ● Mas, como os mecanismos de busca podem gerar estes índices de forma automática? ○ http://www.youtube.com/watch?v=EUBOsR7W3gQ ○ http://www.youtube.com/watch?v=KyCYyoGusqs 22
  • 23. Fernando de Assis Rodrigues Cliente x Servidor 23
  • 24. Fernando de Assis Rodrigues Cliente x Servidor 24
  • 25. Fernando de Assis Rodrigues Cliente x Servidor 25
  • 26. Fernando de Assis Rodrigues Cliente x Servidor 26
  • 27. Fernando de Assis Rodrigues Cliente x Servidor 27
  • 28. Fernando de Assis Rodrigues 28 Olá! Sou um banco de dados MySQL, com registros bibliográficos. Tenho um SI feito em PHP. Olá! Sou um banco de dados Oracle, com registros bibliográficos. Tenho um SI feito em Java.
  • 29. Fernando de Assis Rodrigues 29
  • 30. Fernando de Assis Rodrigues 30 Interoperabilidade
  • 31. Fernando de Assis Rodrigues Interoperabilidade é a capacidade de um sistema (informatizado ou não) de se comunicar de forma transparente (ou o mais próximo disso) com outro sistema (semelhante ou não). 31
  • 32. Fernando de Assis Rodrigues Interoperabilidade 32 Sintática: Para que dois ou mais sistemas possam trocar dados, é importante que os sistemas possuam/aceitem suas sintáticas entre si. ● Formatos de dados ● Tipos de dados ● Formatos de arquivos ● Protocolos de comunicação ● TCP/IP ● XMPP ● ...
  • 33. Fernando de Assis Rodrigues Interoperabilidade 33 Sintática: ● Formatos ○ XML ○ JSON ● Linguagens e Sintaxes ○ SQL ● Padrões de caracteres ○ ASCII ○ Unicode (UTF-8) ● Tipos de Dados ○ Alfanumérico (char, varchar, string, ...) ○ Números (interger, real, float, money, …) ○ Datas (date, datetime, time, timestamp, …)
  • 34. Fernando de Assis Rodrigues Interoperabilidade Semântica: Em sistemas abertos é importante que seus dados possuam descritores, de tal forma que o interessado em coletar dados tenha controle sobre o significado daquilo. Ex: 2014-12-12 ○ Qual é o mês? ○ O que representa esta data? ○ Posso “ligar” para o “dono” desta data? 34
  • 35. Fernando de Assis Rodrigues Interoperabilidade Semântica: Cross-domain ● Múltiplos atores ● Interesses comum: troca de dados ● Organizações: ○ Sociais ○ Governamentais ○ Políticas ○ Legais 35
  • 36. Fernando de Assis Rodrigues Intero Endpoints: ● Web Semântica/Linked Data ● Application Interface Programming ● RESTful ● ... ● Padrões fechados 36
  • 37. Fernando de Assis Rodrigues http://rodrigues.pro.br 37