O Self nasorganizações      26 de Abril de 2012
Will Schutz, PhD
A motivação maisprofunda do ser humanoé a auto-estima
Agenda     1. Contexto organizacional     2. A Teoria FIRO     3. Compatibilidade     4. Princípios fundamentais     5. Cl...
Contexto organizacionalAs organizações evoluemnum contexto cada vezmais complexo
As alavancas do desenvolvimento                     VALOR                 PARA O CLIENTE
As alavancas do desenvolvimento                Produtos                e serviços                     VALOR               ...
As alavancas do desenvolvimento                Produtos                e serviços                              Processos  ...
As alavancas do desenvolvimento                Produtos                e serviços                              Processos  ...
As alavancas do desenvolvimento                Produtos                e serviços                              Processos  ...
As alavancas do desenvolvimento                Produtos                e serviços                              Processos  ...
As alavancas do desenvolvimento                Produtos                e serviços                              Processos  ...
Novo paradigma organizacional
Novo paradigma organizacional              Visão    Líderes
Novo paradigma organizacional                    Visão      Líderes  Lógica de ordem    e obediência
Novo paradigma organizacional                    Visão      Líderes  Lógica de ordem    e obediência
Novo paradigma organizacional                    Visão             Visão                            Líderes      Líderes  ...
Novo paradigma organizacional                    Visão                Visão                            Líderes      Lídere...
Novo paradigma organizacional                    Visão                             Visão                                  ...
Novo paradigma organizacional                    Visão                Visão                            Líderes      Lídere...
Novo paradigma organizacional                    Visão                Visão                            Líderes      Lídere...
Novo paradigma organizacional                    Visão                Visão                            Líderes      Lídere...
Estágios de desenvolvimento de equipas    Grupos de    indivíduos
Estágios de desenvolvimento de equipas                       L    Grupos de       Equipa    indivíduos     solidária
Estágios de desenvolvimento de equipas                                                 Visão                       L    Gr...
Comportamentos improdutivos                                                             Visão                           L ...
Clima organizacional              Baixo nível de confiança    Alto nível de confiança                     Acusação / Culpa...
Impacto dos comportamentos defensivos
Impacto dos comportamentos defensivosProf Robert Sutto, Stanford UniversityNo Asshole Rule: Building a Civilized Workplace...
Impacto dos comportamentos defensivosProf Robert Sutto, Stanford UniversityNo Asshole Rule: Building a Civilized Workplace...
A teoria FIROO nível de abertura, humanidade econfiança entre os indivíduoscondiciona não somente a saúde mentale física d...
O efeito Compatibilidade-Produtividade                                            O efeito C-P                          Co...
O efeito Compatibilidade-Produtividade•   A capacidade de “colaboração” dos                                               ...
O efeito Compatibilidade-Produtividade•   A capacidade de “colaboração” dos                                               ...
O efeito Compatibilidade-Produtividade•   A capacidade de “colaboração” dos                                               ...
O efeito Compatibilidade-Produtividade•   A capacidade de “colaboração” dos                                               ...
A teoria FIROFundamental Interpersonal Relationship Orientation    Eficácia           Comportamento           ResultadosPer...
A teoria FIROFundamental Interpersonal Relationship Orientation    Eficácia           Comportamento           Resultados   ...
A teoria FIROFundamental Interpersonal Relationship Orientation    Eficácia           Comportamento           Resultados   ...
A teoria FIROFundamental Interpersonal Relationship Orientation    Eficácia           Comportamento           Resultados   ...
PR   ESE       N   ÇA
PR        E   SE               N   ÇADE     TE        R   MI              NA                   ÇÃ                        O
PR        E   SE               N   ÇADE     TE        R   MI              NA                   ÇÃ                        O...
Compatibilidade deequipasO problema não é a preferênciacomportamental dos membros de umaequipa. A rigidez com a qual mantê...
Compatibilidade de climaA Compatibilidade de clima corresponde ao ambiente, à atmosfera na qual aspessoas se encontramRefe...
Compatibilidade de climaClima de INCLUSÃO                INCLUSÃO ELEVADA                             Conjunto, Interactiv...
Compatibilidade de climaClima de CONTROLO                CONTROLO ELEVADO                            Hierarquizado, estrut...
Compatibilidade de climaClima de ABERTURA            ABERTURA ELEVADA                               Aberto, franco        ...
Compatibilidade de papéisA Compatibilidade de papéis entre duas pessoas significa que uma gosta de iniciaro comportamento ...
Compatibilidade de papéis  Exemplo Inclusão
Compatibilidade de papéis  Exemplo Inclusão                            Compatibilidade
Compatibilidade de papéis  Exemplo Inclusão                            Compatibilidade                            Incompat...
Compatibilidade de papéis  Exemplo Inclusão                            Compatibilidade                            Incompat...
Compatibilidade de papéis  Exemplo Inclusão
Compatibilidade de papéis  Exemplo Inclusão
Compatibilidade de papéis  Exemplo Inclusão                            Incompatibilidade
Compatibilidade de papéis  Exemplo Inclusão                            Compatibilidade                            Incompat...
Compatibilidade de papéis  Exemplo Inclusão                            Incompatibilidade                            Compat...
Princípios fundamentaisAo aumentar o nível de abertura e deautenticidade dos seusrelacionamentos e reduzindocomportamentos...
Princípios fundamentais                    PRINCÍPIOS                  FUNDAMENTAIS
Princípios fundamentais           Abertura         Autenticidade                       PRINCÍPIOS                     FUND...
Abertura           Eu                                Mais do que uma equipa !                Confiança, produtividade e tra...
Abertura           A minha           experiência                         Eu                                              M...
Abertura           A minha           experiência                         Eu                                              M...
Abertura                                         Consciente           A minha           experiência                       ...
Abertura                                                        Consciente           A minha            Inconsciente      ...
Abertura                                                        Consciente           A minha            Inconsciente      ...
Princípios fundamentais           Abertura         Autenticidade                       PRINCÍPIOS                     FUND...
Princípios fundamentais           Abertura         Autenticidade                                    Determinação          ...
Escolha e determinação pessoalConvidamos a explorar as consequências do pressuposto seguinte:   •   ESCOLHO A MINHA PRÓPRI...
Escolha e determinação pessoalConvidamos a explorar as consequências do pressuposto seguinte:   •   ESCOLHO A MINHA PRÓPRI...
Escolha e determinação pessoalConvidamos a explorar as consequências do pressuposto seguinte:   •   ESCOLHO A MINHA PRÓPRI...
Escolha, determinação e responsabilidade              CULPA
A teoria FIROFundamental Interpersonal Relationship Orientation    Eficácia           Comportamento           ResultadosPer...
A teoria FIROFundamental Interpersonal Relationship Orientation    Eficácia           Comportamento           Resultados   ...
A teoria FIROFundamental Interpersonal Relationship Orientation    Eficácia           Comportamento           Resultados   ...
A teoria FIROFundamental Interpersonal Relationship Orientation    Eficácia           Comportamento           Resultados   ...
As 5 fontes do Auto-Conhecimento     Visualização         Acção não verbalAuto-percepção              Instrumentos científ...
Element B, F e S
Element B, F e S
Element B, F e S
Element B, F e S
Clima organizacionalUma organização não pode incutirauto-estima aos seus colaboradoresmas pode criar as condiçõesfavorávei...
Todos os seres humanos são iguaisTodos os seres humanos querem sentir-se:   – Importantes, Competentes, SimpáticosTodos os...
A teoria FIRO
A teoria FIRO    Quando os indivíduos    se sentem e são…    Presentes    Determinados    Conscientes    Importantes    Co...
A teoria FIRO    Quando os indivíduos   …os relacionamentos    se sentem e são…       são:    Presentes              Enérg...
A teoria FIRO    Quando os indivíduos   …os relacionamentos   Os líderes e a    se sentem e são…       são:               ...
2º Inquérito Europeu à Qualidade de vida                 European Foundation for the                 Improvement of Living...
2º Inquérito Europeu à Qualidade de vida                2.222 portugeses                3 perguntas                "de uma...
Nível de confiança interpessoal                                                  Dinamarca   1= todo o cuidado é pouco  10...
A confiança é a alma do        negócio!
Obrigado !
ONE Talks * Luis Morgadinho * The Human Element
ONE Talks * Luis Morgadinho * The Human Element
ONE Talks * Luis Morgadinho * The Human Element
ONE Talks * Luis Morgadinho * The Human Element
ONE Talks * Luis Morgadinho * The Human Element
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

ONE Talks * Luis Morgadinho * The Human Element

751 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
751
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

ONE Talks * Luis Morgadinho * The Human Element

  1. 1. O Self nasorganizações 26 de Abril de 2012
  2. 2. Will Schutz, PhD
  3. 3. A motivação maisprofunda do ser humanoé a auto-estima
  4. 4. Agenda 1. Contexto organizacional 2. A Teoria FIRO 3. Compatibilidade 4. Princípios fundamentais 5. Clima ideal
  5. 5. Contexto organizacionalAs organizações evoluemnum contexto cada vezmais complexo
  6. 6. As alavancas do desenvolvimento VALOR PARA O CLIENTE
  7. 7. As alavancas do desenvolvimento Produtos e serviços VALOR PARA O CLIENTE
  8. 8. As alavancas do desenvolvimento Produtos e serviços Processos VALOR PARA O CLIENTE
  9. 9. As alavancas do desenvolvimento Produtos e serviços Processos VALOR PARA O CLIENTE Organização
  10. 10. As alavancas do desenvolvimento Produtos e serviços Processos VALOR PARA O CLIENTE Organização Sistemas de Informação
  11. 11. As alavancas do desenvolvimento Produtos e serviços Processos O Ser VALOR humano PARA O CLIENTE Organização Sistemas de Informação
  12. 12. As alavancas do desenvolvimento Produtos e serviços Processos O Ser VALOR humano PARA O CLIENTE Organização Sistemas de Informação
  13. 13. Novo paradigma organizacional
  14. 14. Novo paradigma organizacional Visão Líderes
  15. 15. Novo paradigma organizacional Visão Líderes Lógica de ordem e obediência
  16. 16. Novo paradigma organizacional Visão Líderes Lógica de ordem e obediência
  17. 17. Novo paradigma organizacional Visão Visão Líderes Líderes Lógica de ordem e obediência
  18. 18. Novo paradigma organizacional Visão Visão Líderes Líderes Lógica de ordem Lógica de co- e obediência responsabilidade
  19. 19. Novo paradigma organizacional Visão Visão Líderes Líderes Lógica de ordem Lógica de co- e obediência responsabilidade Management participativo Management por visão partilhada Management virtual Gestão em modo projecto…
  20. 20. Novo paradigma organizacional Visão Visão Líderes Líderes Lógica de ordem Lógica de co- e obediência responsabilidade
  21. 21. Novo paradigma organizacional Visão Visão Líderes Líderes Lógica de ordem Lógica de co- e obediência responsabilidade
  22. 22. Novo paradigma organizacional Visão Visão Líderes Líderes Lógica de ordem Lógica de co- e obediência responsabilidade Inteligência social e emocional Conhecimento do comportamento humano
  23. 23. Estágios de desenvolvimento de equipas Grupos de indivíduos
  24. 24. Estágios de desenvolvimento de equipas L Grupos de Equipa indivíduos solidária
  25. 25. Estágios de desenvolvimento de equipas Visão L Grupos de Equipa Equipa de alta indivíduos solidária performance
  26. 26. Comportamentos improdutivos Visão L L Grupos de Equipa Equipa de alta indivíduos solidária performance Red zone Green zone
  27. 27. Clima organizacional Baixo nível de confiança Alto nível de confiança Acusação / Culpa Diálogo Alienação Dinamismo Ameaça e medo Honestidade Ansiedade Amizade Rivalidade Entreajuda Hostilidade Sinceridade Pessimismo Optimismo Retaliação Cooperação Conflitos Competição amigável Conformismo Tomada de risco Batota / Fraude Comportamento ético Cinismo Abertura ao feedback Sarcasmo Enfrentam-se verdades difíceis Desconfiança Confiança e partilha Escondem-se os erros Aprende-se com os erros Trabalha-se com sofrimento Trabalha-se com prazer Dependência em factor externos Motivação interna Red zone Green zone
  28. 28. Impacto dos comportamentos defensivos
  29. 29. Impacto dos comportamentos defensivosProf Robert Sutto, Stanford UniversityNo Asshole Rule: Building a Civilized Workplace and Surviving OneNas empresas com mais de 1000 pessoas os comportamentos defensivoscustam 750.000 $ / ano
  30. 30. Impacto dos comportamentos defensivosProf Robert Sutto, Stanford UniversityNo Asshole Rule: Building a Civilized Workplace and Surviving OneNas empresas com mais de 1000 pessoas os comportamentos defensivoscustam 750.000 $ / anoQuando as pessoas estão mais conscientes substituemcomportamentos defensivos por comportamentos produtivos,colaborativos e geradores de confiança.
  31. 31. A teoria FIROO nível de abertura, humanidade econfiança entre os indivíduoscondiciona não somente a saúde mentale física dos colaboradores mas tambémo nível de produtividade dasorganizações.
  32. 32. O efeito Compatibilidade-Produtividade O efeito C-P Compatibilidade Produtividade
  33. 33. O efeito Compatibilidade-Produtividade• A capacidade de “colaboração” dos O efeito C-P membros da equipa tem uma relação directa com a Produtividade Compatibilidade Produtividade
  34. 34. O efeito Compatibilidade-Produtividade• A capacidade de “colaboração” dos O efeito C-P membros da equipa tem uma relação directa com a Produtividade• Mais próximas são as preferências comportamentais dos membros de uma equipa, mais eficaz será a equipa Compatibilidade Produtividade
  35. 35. O efeito Compatibilidade-Produtividade• A capacidade de “colaboração” dos O efeito C-P membros da equipa tem uma relação directa com a Produtividade• Mais próximas são as preferências comportamentais dos membros de uma equipa, mais eficaz será a equipa• O efeito CP aumenta sob pressão: Compatibilidade equipas compatíveis tornam-se mais produtivas sob pressão Produtividade
  36. 36. O efeito Compatibilidade-Produtividade• A capacidade de “colaboração” dos O efeito C-P membros da equipa tem uma relação directa com a Produtividade• Mais próximas são as preferências comportamentais dos membros de uma equipa, mais eficaz será a equipa• O efeito CP aumenta sob pressão: Compatibilidade equipas compatíveis tornam-se mais produtivas sob pressão• Equipas não compatíveis tornam-se menos produtivas sob pressão Produtividade
  37. 37. A teoria FIROFundamental Interpersonal Relationship Orientation Eficácia Comportamento ResultadosPerformance Relacionamentos
  38. 38. A teoria FIROFundamental Interpersonal Relationship Orientation Eficácia Comportamento Resultados SentimentosPerformance Relacionamentos
  39. 39. A teoria FIROFundamental Interpersonal Relationship Orientation Eficácia Comportamento Resultados Sentimentos Auto-conceitoPerformance Relacionamentos
  40. 40. A teoria FIROFundamental Interpersonal Relationship Orientation Eficácia Comportamento Resultados Sentimentos Auto-conceitoPerformance Relacionamentos
  41. 41. PR ESE N ÇA
  42. 42. PR E SE N ÇADE TE R MI NA ÇÃ O
  43. 43. PR E SE N ÇADE TE R MI NA ÇÃ O CO AU NS TO CI - ÊN CI A
  44. 44. Compatibilidade deequipasO problema não é a preferênciacomportamental dos membros de umaequipa. A rigidez com a qual mantêm assuas posições é que causa problemas.
  45. 45. Compatibilidade de climaA Compatibilidade de clima corresponde ao ambiente, à atmosfera na qual aspessoas se encontramRefere-se ao ambiente de trabalho e à maneira de tomar decisõesManeira de partilhar actividades, crenças, valores, cultura Dimensão Nível baixo Nível alto Só Conjunto Inclusão Individualmente Interactivo Flexível Hierarquizado Controlo Espontâneo Estruturado Aberto Sério Abertura Franco Impessoal
  46. 46. Compatibilidade de climaClima de INCLUSÃO INCLUSÃO ELEVADA Conjunto, Interactivo Exemplo ANA PEDRO Média da equipa 21 PAULO Exemplo JOÃO Só, Individualmente INCLUSÃO BAIXA
  47. 47. Compatibilidade de climaClima de CONTROLO CONTROLO ELEVADO Hierarquizado, estruturado JOÃO PAULO Média da equipa PEDRO ANA Exemplo Flexível, espontâneo CONTROLO BAIXO
  48. 48. Compatibilidade de climaClima de ABERTURA ABERTURA ELEVADA Aberto, franco ANA Exemplo JOÃO Média da equipa PAULO PEDRO Sério, impessoal ABERTURA BAIXA
  49. 49. Compatibilidade de papéisA Compatibilidade de papéis entre duas pessoas significa que uma gosta de iniciaro comportamento da mesma maneira que o outro gosta de o receber. Dimensão Nível baixo Nível alto Inclusão “Espero que me chame” “Não me chame, eu fá-lo-ei” “Diga-me o que tenho que “Eu sei o que tenho que fazer, Controlo fazer. Eu não quero assumir é inútil que me diga” responsabilidade” “Quero dizer-lhe coisas sobre “Fale-me de si. Eu não lhe Abertura mim, mas nada quero saber a falarei de mim” seu respeito”
  50. 50. Compatibilidade de papéis Exemplo Inclusão
  51. 51. Compatibilidade de papéis Exemplo Inclusão Compatibilidade
  52. 52. Compatibilidade de papéis Exemplo Inclusão Compatibilidade Incompatibilidade
  53. 53. Compatibilidade de papéis Exemplo Inclusão Compatibilidade Incompatibilidade Incompatibilidade
  54. 54. Compatibilidade de papéis Exemplo Inclusão
  55. 55. Compatibilidade de papéis Exemplo Inclusão
  56. 56. Compatibilidade de papéis Exemplo Inclusão Incompatibilidade
  57. 57. Compatibilidade de papéis Exemplo Inclusão Compatibilidade Incompatibilidade
  58. 58. Compatibilidade de papéis Exemplo Inclusão Incompatibilidade Compatibilidade Incompatibilidade
  59. 59. Princípios fundamentaisAo aumentar o nível de abertura e deautenticidade dos seusrelacionamentos e reduzindocomportamentos rígidos as equipastornam-se mais compatíveis e maisprodutivas e as organizações maisrentáveis.
  60. 60. Princípios fundamentais PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS
  61. 61. Princípios fundamentais Abertura Autenticidade PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS
  62. 62. Abertura Eu Mais do que uma equipa ! Confiança, produtividade e trabalho de equipa
  63. 63. Abertura A minha experiência Eu Mais do que uma equipa ! Confiança, produtividade e trabalho de equipa
  64. 64. Abertura A minha experiência Eu Mais do que uma equipa ! Confiança, produtividade e trabalho de equipa
  65. 65. Abertura Consciente A minha experiência Eu Mais do que uma equipa ! Confiança, produtividade e trabalho de equipa
  66. 66. Abertura Consciente A minha Inconsciente experiência Eu Mais do que uma equipa ! Confiança, produtividade e trabalho de equipa
  67. 67. Abertura Consciente A minha Inconsciente experiência Eu Mais do que uma equipa ! Confiança, produtividade e trabalho de equipa
  68. 68. Princípios fundamentais Abertura Autenticidade PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS
  69. 69. Princípios fundamentais Abertura Autenticidade Determinação PRINCÍPIOS Escolha FUNDAMENTAIS
  70. 70. Escolha e determinação pessoalConvidamos a explorar as consequências do pressuposto seguinte: • ESCOLHO A MINHA PRÓPRIA VIDA, SEMPRE O FIZ • ESCOLHO O MEU COMPORTAMENTO • ESCOLHO OS MEUS SENTIMENTOS • ESCOLHO OS MEUS PENSAMENTOS • ESCOLHO AS MINHAS REACÇÕES E A MINHA ESPONTANEIDADE
  71. 71. Escolha e determinação pessoalConvidamos a explorar as consequências do pressuposto seguinte: • ESCOLHO A MINHA PRÓPRIA VIDA, SEMPRE O FIZ • ESCOLHO O MEU COMPORTAMENTO • ESCOLHO OS MEUS SENTIMENTOS • ESCOLHO OS MEUS PENSAMENTOS • ESCOLHO AS MINHAS REACÇÕES E A MINHA ESPONTANEIDADEOs nossos comportamentos e os nossos sentimentos são o resultado de umaescolha inconsciente.
  72. 72. Escolha e determinação pessoalConvidamos a explorar as consequências do pressuposto seguinte: • ESCOLHO A MINHA PRÓPRIA VIDA, SEMPRE O FIZ • ESCOLHO O MEU COMPORTAMENTO • ESCOLHO OS MEUS SENTIMENTOS • ESCOLHO OS MEUS PENSAMENTOS • ESCOLHO AS MINHAS REACÇÕES E A MINHA ESPONTANEIDADEOs nossos comportamentos e os nossos sentimentos são o resultado de umaescolha inconsciente.Escolhemos os nossos sentimentos e os nossos comportamentosporque obtemos uma recompensa ao fazê-lo.
  73. 73. Escolha, determinação e responsabilidade CULPA
  74. 74. A teoria FIROFundamental Interpersonal Relationship Orientation Eficácia Comportamento ResultadosPerformance Relacionamentos
  75. 75. A teoria FIROFundamental Interpersonal Relationship Orientation Eficácia Comportamento Resultados SentimentosPerformance Relacionamentos
  76. 76. A teoria FIROFundamental Interpersonal Relationship Orientation Eficácia Comportamento Resultados Sentimentos Auto-conceitoPerformance Relacionamentos
  77. 77. A teoria FIROFundamental Interpersonal Relationship Orientation Eficácia Comportamento Resultados Sentimentos Auto-conceitoPerformance Relacionamentos
  78. 78. As 5 fontes do Auto-Conhecimento Visualização Acção não verbalAuto-percepção Instrumentos científicos Feedback Hetero-percepção
  79. 79. Element B, F e S
  80. 80. Element B, F e S
  81. 81. Element B, F e S
  82. 82. Element B, F e S
  83. 83. Clima organizacionalUma organização não pode incutirauto-estima aos seus colaboradoresmas pode criar as condiçõesfavoráveis para que as pessoaspossam optimizar a sua auto-estima
  84. 84. Todos os seres humanos são iguaisTodos os seres humanos querem sentir-se: – Importantes, Competentes, SimpáticosTodos os seres humanos têm, de certa medida, medo de serem: – Ignorados, Humilhados, RejeitadosTodos os seres humanos têm preferências comportamentais em termos de: – Inclusão, Controlo, Abertura
  85. 85. A teoria FIRO
  86. 86. A teoria FIRO Quando os indivíduos se sentem e são… Presentes Determinados Conscientes Importantes Competentes Simpáticos
  87. 87. A teoria FIRO Quando os indivíduos …os relacionamentos se sentem e são… são: Presentes Enérgicos Determinados Adultos Conscientes Honestos Importantes Valorizantes Competentes Cooperativos Simpáticos Amigáveis
  88. 88. A teoria FIRO Quando os indivíduos …os relacionamentos Os líderes e a se sentem e são… são: organização facilitam estes objectivos criando um ambiente de: Presentes Enérgicos Participação Determinados Adultos Responsabilização Conscientes Honestos Abertura Importantes Valorizantes Reconhecimento Competentes Cooperativos Empowerment Simpáticos Amigáveis Humanidade
  89. 89. 2º Inquérito Europeu à Qualidade de vida European Foundation for the Improvement of Living and Working Conditions (Eurofound) 23 de Março de 2009 http://www.eurofound.europa.eu/
  90. 90. 2º Inquérito Europeu à Qualidade de vida 2.222 portugeses 3 perguntas "de uma forma geral, acha que todo o cuidado é pouco quando se lida com pessoas ou acha que se pode confiar na maioria das pessoas?" "acha que a maior parte das pessoas tentam aproveitar-se de si sempre que podem, ou pensa que a maior parte das pessoas são honestas?" "acha que, na maior parte das vezes, as pessoas estão preocupadas com elas próprias ou acha que tentam ajudar os outros?"
  91. 91. Nível de confiança interpessoal Dinamarca 1= todo o cuidado é pouco 10= Toda à gente merece confiança Portugal Níveis maiores: Suécia, Finlândia, Noruega e Dinamarca Níveis intermédios: Espanha, França, Bélgica, Áustria, Reino Unido, Holanda, Suíça e Irlanda Níveis menores: Chipre, Antiga Republica da Macedónia, Letónia, Bulgária, Grécia, Portugal, Lituânia
  92. 92. A confiança é a alma do negócio!
  93. 93. Obrigado !

×