Successfully reported this slideshow.
GEOGRAFIA FÍSICA
http://bibocaambiental.blogspot.com.br/
Tempo:Tempo: são as condiçõessão as condições
atmosféricas de um determinadoatmosféricas de um determinado
lugar em um dad...
DinâmicaDinâmica
ClimáticaClimática
Elementos ClimáticosElementos Climáticos
Fatores ClimáticosFatores Climáticos
• LatitudeLatitude
• AltitudeAltitude
• Correntes MarítimasCorrentes Marítimas
• Mass...
LatitudeLatitude
LatitudeLatitude
AlbedoAlbedo
Medida da quantidade de radiação solar refletida por
um corpo ou uma superfície
AA altitudealtitude exerce grande influência sobre a temperatura.exerce grande influência sobre a temperatura.
O calor é i...
Altitude
Correntes Marítimas
São massas de água que circulam pelo oceano. Tem suas próprias condições de
temperatura e pressão. Tem...
Massas de Ar
Porções gasosas com temperatura e pressão
definidas que circulam na troposfera.
As massas de ar que atuam no Brasil e suas características
Sigla Nomenclatura Característica Principal local de
atuação
mT...
VERÃO INVERNO
Maritimidade / Continentalidade
A proximidade de grandes quantidades de água exerce
influência na temperatura. A água demo...
Tipos de Chuva
• OO ventovento é o ar em movimento e resulta do deslocamentoé o ar em movimento e resulta do deslocamento
de massas de ar...
Efeito de Coriolis
Circulação Geral da Atmosfera
Circulação Geral da Atmosfera
VENTOS PERIGOSOS...
Ciclone: é o nome genérico para ventos circulares como tufão,
furacão, tornado e willy-willy. Caracteriza-se por uma
tempe...
Furacão: vento circular forte, com velocidade igual ou
superior a 108 km/h. Os furacões são os ciclones que
surgem no mar ...
TufãoTufão:: é o nome que se dá aos ciclones formados noé o nome que se dá aos ciclones formados no
sul da Ásia e na parte...
rnadornado :: é o mais forte dos fenômenos meteorológicos, menor eé o mais forte dos fenômenos meteorológicos, menor e
mai...
Aula   introdução a climatologia 2
Aula   introdução a climatologia 2
Aula   introdução a climatologia 2
Aula   introdução a climatologia 2
Aula   introdução a climatologia 2
Aula   introdução a climatologia 2
Aula   introdução a climatologia 2
Aula   introdução a climatologia 2
Aula   introdução a climatologia 2
Aula   introdução a climatologia 2
Aula   introdução a climatologia 2
Aula   introdução a climatologia 2
Aula   introdução a climatologia 2
Aula   introdução a climatologia 2
Aula   introdução a climatologia 2
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aula introdução a climatologia 2

226 visualizações

Publicada em

Introdução ao estudo dos climas, seus elementos e fatores

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Aula introdução a climatologia 2

  1. 1. GEOGRAFIA FÍSICA http://bibocaambiental.blogspot.com.br/
  2. 2. Tempo:Tempo: são as condiçõessão as condições atmosféricas de um determinadoatmosféricas de um determinado lugar em um dado momentolugar em um dado momento Clima:Clima: a sucessão habituala sucessão habitual dos tipos de tempo numdos tipos de tempo num determinado lugar dadeterminado lugar da superfície terrestre por, nosuperfície terrestre por, no mínimo, 30 anos.mínimo, 30 anos.
  3. 3. DinâmicaDinâmica ClimáticaClimática
  4. 4. Elementos ClimáticosElementos Climáticos
  5. 5. Fatores ClimáticosFatores Climáticos • LatitudeLatitude • AltitudeAltitude • Correntes MarítimasCorrentes Marítimas • Massas de ArMassas de Ar • Maritimidade / ContinentalidadeMaritimidade / Continentalidade
  6. 6. LatitudeLatitude
  7. 7. LatitudeLatitude
  8. 8. AlbedoAlbedo Medida da quantidade de radiação solar refletida por um corpo ou uma superfície
  9. 9. AA altitudealtitude exerce grande influência sobre a temperatura.exerce grande influência sobre a temperatura. O calor é irradiado para "cima" e a atmosfera aquece-O calor é irradiado para "cima" e a atmosfera aquece- se por irradiação. Quanto maior a altitude, maisse por irradiação. Quanto maior a altitude, mais rarefeito torna-se o ar, ocorrendo também menorrarefeito torna-se o ar, ocorrendo também menor irradiação e, por conseqüência, menoresirradiação e, por conseqüência, menores temperaturas. O contrário ocorre em altitudes baixastemperaturas. O contrário ocorre em altitudes baixas
  10. 10. Altitude
  11. 11. Correntes Marítimas São massas de água que circulam pelo oceano. Tem suas próprias condições de temperatura e pressão. Tem grande influência sobre o clima. As correntes quentes do Brasil determinam muita umidade, pois a ela estão associadas massas de ar quente e úmido que provocam grande quantidade de chuva.
  12. 12. Massas de Ar Porções gasosas com temperatura e pressão definidas que circulam na troposfera.
  13. 13. As massas de ar que atuam no Brasil e suas características Sigla Nomenclatura Característica Principal local de atuação mTa Massa Tropical atlântica Quente e úmida Litoral do nordeste e sudeste mTc Massa Tropical continental Quente e seca Centro-Oeste mEc Massa Equatorial continental Quente e úmida Região norte mEa Massa Equatorial atlântica Quente e úmida Litoral região norte mPa Massa Polar atlântica Fria e úmida No inverno atinge todo o território brasileiro Massas de Ar
  14. 14. VERÃO INVERNO
  15. 15. Maritimidade / Continentalidade A proximidade de grandes quantidades de água exerce influência na temperatura. A água demora a se aquecer, enquanto os continentes se aquecem rapidamente. Por outro lado, ao contrário dos continentes, a água demora irradiar a energia absorvida. Por isso, o hemisfério Norte tem invernos mais rigorosos e verões mais quentes, devido à quantidade de terras emersas ser maior, ou seja, sofrer influência da continentalidade.
  16. 16. Tipos de Chuva
  17. 17. • OO ventovento é o ar em movimento e resulta do deslocamentoé o ar em movimento e resulta do deslocamento de massas de ar, derivado dos efeitos das diferenças dede massas de ar, derivado dos efeitos das diferenças de pressão atmosférica entre duas regiões distintas.pressão atmosférica entre duas regiões distintas. • Ao deslocarem-se (das altas para as baixas pressões), osAo deslocarem-se (das altas para as baixas pressões), os ventos são desviados da sua trajetória. Chama-se a esteventos são desviados da sua trajetória. Chama-se a este desvio o Efeito de Coriólis. Se os ventos se deslocaremdesvio o Efeito de Coriólis. Se os ventos se deslocarem no hemisfério Norte, sofrem um desvio para a direita. Seno hemisfério Norte, sofrem um desvio para a direita. Se os ventos se deslocarem no hemisfério Sul, sofrem umos ventos se deslocarem no hemisfério Sul, sofrem um desvio para a esquerda.desvio para a esquerda.
  18. 18. Efeito de Coriolis
  19. 19. Circulação Geral da Atmosfera
  20. 20. Circulação Geral da Atmosfera
  21. 21. VENTOS PERIGOSOS...
  22. 22. Ciclone: é o nome genérico para ventos circulares como tufão, furacão, tornado e willy-willy. Caracteriza-se por uma tempestade violenta que ocorre em regiões tropicais ou subtropicais, produzida por grandes massas de ar em alta velocidade de rotação. Os ventos os superam 50 km/h.
  23. 23. Furacão: vento circular forte, com velocidade igual ou superior a 108 km/h. Os furacões são os ciclones que surgem no mar do Caribe (oceano Atlântico) ou nos EUA. Os ventos precisam ter mais de 119 km/h para uma tempestade ser considerada um furacão. Giram no sentido horário (no hemisfério Sul) ou anti-horário (no hemisfério Norte), e medem de 200 km a 400 km de diâmetro. Sua curva se assemelha a uma parabólica.
  24. 24. TufãoTufão:: é o nome que se dá aos ciclones formados noé o nome que se dá aos ciclones formados no sul da Ásia e na parte ocidental do oceano Índico,sul da Ásia e na parte ocidental do oceano Índico, entre julho e outubro. É o mesmo que furacão, sóentre julho e outubro. É o mesmo que furacão, só que na região equatorial do Oceano Pacífico. Osque na região equatorial do Oceano Pacífico. Os tufões surgem no mar da China e atingem o Lestetufões surgem no mar da China e atingem o Leste AsiáticoAsiático..
  25. 25. rnadornado :: é o mais forte dos fenômenos meteorológicos, menor eé o mais forte dos fenômenos meteorológicos, menor e mais intenso que os demais tipos de ciclone. Com alto poder demais intenso que os demais tipos de ciclone. Com alto poder de struição, atinge até 490 km/h de velocidade no centro do cone.struição, atinge até 490 km/h de velocidade no centro do cone. duz fortes redemoinhos e eleva poeira. Forma-se entre 10 e 30duz fortes redemoinhos e eleva poeira. Forma-se entre 10 e 30 utos e tem, no máximo, 10 km de diâmetro. O tornado é menorutos e tem, no máximo, 10 km de diâmetro. O tornado é menor e em geral mais breve que o furacão, e ocorre em zonase em geral mais breve que o furacão, e ocorre em zonas temperadas do hemisfério Nortetemperadas do hemisfério Norte..

×