6 Etapas Para Obteres Tudo
Aquilo que Queres na Vida 2/6
No primeiro artigo desta série, vimos que a maioria das pessoas sabem
aquilo que não querem na vida, mas que não sabem com...
Não é uma questão de capacidade
Mudar não é tanto uma questão de capacidade. Tem mais a ver com motivação. Sabemos todos,
...
Ultrapassa o teu nível de dor aceitável
Não irás mudar enquanto não ultrapassares o teu nível de dor aceitável.
A situação...
Já experimentaste e não conseguiste?
Isso só significa que a dor não era suficiente!
A dor deve ser interior
Mesmo que algumas pessoas sejam mais sensíveis àquilo que os outros dizem, aos seus
julgamentos, esta urgência deve vir do...
Vou dar-te um exemplo para perceberes melhor, o meu exemplo:
Antes de iniciar a minha atividade na Internet, o negócio que...
• Conclusão
A primeira etapa era então identificar aquilo que se quer. A segunda consiste
em usar uma “alavanca” como moti...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

6 etapas para obteres tudo aquilo que queres na vida 2 de 6

345 visualizações

Publicada em

No primeiro artigo desta série, vimos que a maioria das pessoas sabem aquilo que não querem na vida, mas que não sabem como obter aquilo que querem.
Vimos igualmente que alguns querem de facto mudar, mas não sabem sequer por onde começar. Neste artigo vamos ver como meter esta ação em movimento.
http://blog.oliviercorreia.com/6-etapas-para-obteres-tudo-aquilo-que-queres-na-vida-2-de-6/

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
345
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

6 etapas para obteres tudo aquilo que queres na vida 2 de 6

  1. 1. 6 Etapas Para Obteres Tudo Aquilo que Queres na Vida 2/6
  2. 2. No primeiro artigo desta série, vimos que a maioria das pessoas sabem aquilo que não querem na vida, mas que não sabem como obter aquilo que querem. Vimos igualmente que alguns querem de facto mudar, mas não sabem sequer por onde começar. Neste artigo vamos ver como meter esta ação em movimento.
  3. 3. Não é uma questão de capacidade Mudar não é tanto uma questão de capacidade. Tem mais a ver com motivação. Sabemos todos, que devemos comer com menos gordura, com menos açúcar, fazer mais desporto. Todos sabem disso. Mas quantos passam á ação! O clique é a motivação! Então, como achar a motivação para mudar? Em primeiro lugar não se pode dizer “deveria fazer isto…” mas sim “vou fazer…” Criar um sentimento de urgência É preciso começar por criar um sentimento de urgência. Urgência para mudar. Porquê? Porque o preço a pagar por ficar no mesmo sítio é demasiado alto!
  4. 4. Ultrapassa o teu nível de dor aceitável Não irás mudar enquanto não ultrapassares o teu nível de dor aceitável. A situação presente tem que estar a causar dor! Uma dor tão grande que não te dá outra escolha senão mudares! Coloca-te as seguintes questões: • O que me custa fisicamente, emocionalmente e espiritualmente não mudar? • O que estou eu a perder não mudando? • Como seria a minha vida se eu mudasse? • Sinto-me verdadeiramente satisfeito com a minha vida? • Sinto-me satisfeito por não mudar?
  5. 5. Já experimentaste e não conseguiste? Isso só significa que a dor não era suficiente! A dor deve ser interior
  6. 6. Mesmo que algumas pessoas sejam mais sensíveis àquilo que os outros dizem, aos seus julgamentos, esta urgência deve vir do interior. Mas como fazer? A única coisa que te vai causar dor por não mudares, é constatares que não estás a ser congruente com os teus valores. Se os teus valores não estiverem a ser respeitados, não será suportável, terás aqui uma chance de estares motivado para mudares. Assim, se queres mudar, coloca as questões que deves colocar, por forma a fazeres sobressair as tuas próprias inconsistências em termos de valores. Complicado?
  7. 7. Vou dar-te um exemplo para perceberes melhor, o meu exemplo: Antes de iniciar a minha atividade na Internet, o negócio que tenho hoje, que me trouxe a liberdade que tenho hoje em todos os aspetos, não tinha dinheiro nem para encher o frigorífico. Chegava a dia 15 de cada mês sem um tostão no bolso, os meus filhos nem um iogurte para comer tinham! Os meus valores como pai e chefe de família eram completamente inconsistentes, poi eu acredito que devo dar aos meus filhos tudo o que precisam. A dor era grande. E isso motivou-me à mudança! Ter prazer em mudar Os teus esforços serão em vão se nada colocares no lugar da dor. Tens absolutamente que colocar na tua vida uma boa razão para mudares. Não basta afastares-te da dor ou escondê-la. Se vais passar de A a B, mais vale associares uma grande dor a ficares em “A” e um grande prazer a ir para “B”.
  8. 8. • Conclusão A primeira etapa era então identificar aquilo que se quer. A segunda consiste em usar uma “alavanca” como motivação: Uma grande dor não mudando; a dor de não estares alinhado com os teus valores. Um prazer grande associado á mudança ou à realização dessa mudança. Volta a ler a etapa 1 para obteres aquilo que queres na vida. Não percas o próximo artigo desta série  Forte Abraço! RECEBE OS MEUS EMAILS

×