CONSUMO ESSENCIAL / CONSUMO SUPÉRFLUO Esta classificação baseia-se na natureza das necessidades  satisfeitas. Consumos E...
CONSUMO PRIVADO / CONSUMO PÚBLICO Esta classificação depende do autor do acto de consumir. Consumo Privado: se o consumo...
 Consumo Público: consumo da iniciativa de um organismo público ou estatal. É o caso da polícia, das autarquias, dos mini...
CONSUMO INDIVIDUAL / CONSUMO COLECTIVO Esta classificação baseia-se no “beneficiário” do consumo. Consumo Individual: co...
 Consumo Colectivo: conjunto de serviços gratuitos  ou fornecidos a preços simbólicos, de que toda a  colectividade usufr...
CONSUMO FINAL / CONSUMO INTERMÉDIO Esta classificação baseia-se na finalidade do próprio consumo. Consumo Final ou Direc...
 Consumo Intermédio: as empresas adquirem bens a  outras empresas para os transformar em bens de  consumo final. Ex: Qua...
Tipos de consumo
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Tipos de consumo

58.840 visualizações

Publicada em

3 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
58.840
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
21
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
430
Comentários
3
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tipos de consumo

  1. 1. CONSUMO ESSENCIAL / CONSUMO SUPÉRFLUO Esta classificação baseia-se na natureza das necessidades satisfeitas. Consumos Essenciais: consiste no consumo de bens e serviços destinados à satisfação de necessidades primárias, ou seja, de bens indispensáveis. Ex: alimentos, vestuário, habitação, educação e transportes. Consumos Supérfluos ou de Luxo: são os consumos destinados à satisfação de necessidades terciárias. Ex: cosméticos, bijutarias, perfumes, sauna.
  2. 2. CONSUMO PRIVADO / CONSUMO PÚBLICO Esta classificação depende do autor do acto de consumir. Consumo Privado: se o consumo for realizado por cada um de nós. Ex: ir ao cinema, comprar uma revista, ir ao restaurante. Consumo Público: consumo da iniciativa de um organismo público ou estatal. É o caso da polícia, das autarquias, dos ministérios, etc.
  3. 3.  Consumo Público: consumo da iniciativa de um organismo público ou estatal. É o caso da polícia, das autarquias, dos ministérios, etc. O consumo público representa as despesas correntes da Administração Pública (despesas efectuadas durante um ano com os vencimentos dos funcionários públicos, com as pensões de reforma, viuvez e outros subsídios destinados às famílias mais carenciadas, assim como as despesas efectuadas com a compra de bens duradouros destinados ao funcionamento das administrações públicas e pagamentos de juros da dívida pública.
  4. 4. CONSUMO INDIVIDUAL / CONSUMO COLECTIVO Esta classificação baseia-se no “beneficiário” do consumo. Consumo Individual: consumo de cada um de nós, considerado individualmente. O consumo só pode ser efectuado por um indivíduo impedindo o consumo por outros. Quando vestimos uma camisola, só nós o podemos fazer nesse momento.
  5. 5.  Consumo Colectivo: conjunto de serviços gratuitos ou fornecidos a preços simbólicos, de que toda a colectividade usufrui por acção da administração pública ou das administrações privadas. A colectividade é a beneficiária e a financiadora. Estes serviços são consumidos por um grande número de pessoas. Ex: Serviços de Saúde, Educação e Justiça.
  6. 6. CONSUMO FINAL / CONSUMO INTERMÉDIO Esta classificação baseia-se na finalidade do próprio consumo. Consumo Final ou Directo: é o consumo realizado pelas famílias. Os bens de consumo final são aqueles que são utilizados directamente na satisfação das necessidades e que não são objecto de mais nenhuma transformação “empresarial”, apenas aquela que executamos particularmente. Ex: Comprar farinha para fazer um bolo em casa.
  7. 7.  Consumo Intermédio: as empresas adquirem bens a outras empresas para os transformar em bens de consumo final. Ex: Quando uma fábrica adquire fruta para fazer sumos, ou tecidos para confecções. À excepção dos investimentos em equipamento, todos os consumos das empresas são consumos intermédios.

×