Um toque de amor

818 visualizações

Publicada em

1 comentário
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
818
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
22
Comentários
1
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Um toque de amor

  1. 1. Um toque de amor Olga Kopylovich
  2. 2. Drª. Olga Kopylovich      Licenciada em Medicina p/ Ministério de Saúde Bielorrússia Especializada em Pediatria, Neonatologia, Reabilitação e Medicina desportiva Nutricionista Conselheira de amamentação DENS – terapeuta
  3. 3. Curso de Massagem Infantil Shantala
  4. 4. Objectivo do curso  Conhecer a Massagem Infantil Shantala  Saber a sua origem  Compreender a sua importância  Reconhecer os seus benefícios  Aplicação a uma criança
  5. 5. Plano de curso Modulo I  A comunicação do bebé  O toque  O vínculo  Historia da massagem Schantala
  6. 6. Plano de curso Modulo II  As técnicas de massagem Shantala: - aplicação a uma criança
  7. 7. Epopeia do nascimento “Onde começa a vida? E quando?” Há uma resposta imediata e simples: “ A vida começa com o nascimento.”
  8. 8. Epopeia do nascimento  Certeza? A vida começa com o nascimento?  É mesmo?  E no ventre da sua mãe a criança ainda não esta viva?
  9. 9. Epopeia do nascimento  Hoje, nós sabemos, que bem antes de “vir à luz”, a criança percebe a claridade e escuta.  Após 20 semanas de gestação os bebes já são sensíveis ao movimento, à luz e ao som.  Passa da vigília ao sono, até pode sonhar.  Os sons produzidos pelo organismo da mãe transmitem-lhe segurança
  10. 10. Epopeia do nascimento  Achar, que a vida começa com o nascimento é um grande erro. Filme Odiseia da vida 14´
  11. 11. Epopeia do nascimento O que começa quando a criança vem ao mundo?  È o medo. O medo de novidade da sensação.  O medo e a criança nascem juntos.
  12. 12. Epopeia do nascimento  No ventre da mãe, a vida era uma riqueza infinita  Tudo continuava a embalar o bebé  As primeiras contracções no ventre materno aterrorizam a criança
  13. 13. Epopeia do nascimento  Seu grito é um protesto apaixonado por aquilo que um prazer tão intenso vem interromper
  14. 14. Stress e relaxamento Desenvolvimento cerebral Relaxamento Ciclo de aprendizagem
  15. 15. Stress e relaxamento
  16. 16. Stress e relaxamento
  17. 17. Stress e relaxamento
  18. 18. Stress e relaxamento  Nesse oceano de novidades , de desconhecido, é preciso devolver-lhe as sensações do passado.  Só elas nesse momento podem oferecer-lhe um sentimento de paz, de segurança.
  19. 19. O toque
  20. 20. O toque A estimulação produzida pela mãe e pelo pai (tocar a barriga, falar com o feto) constituem as interacções precoces, que são a primeira comunicação entre eles.
  21. 21. O toque “ Sim! Os bebés têm necessidade de leite. Mas muito mais de ser amados e receber carinho” Frédérick Leboyer (1985)
  22. 22. O toque
  23. 23. O toque Toque é o modo de continuar esta estimulação e fazer a “ponte” entre a vida intra-uterina e o meio exterior, que pode ser extremamente agressivo para o recém-nascido.
  24. 24. O toque O toque imediato após o parto estabelece o vínculo entre mãe e bebe.
  25. 25. O toque  Em relação a bebés prematuros e com baixo peso o contacto da pele entre o bebé e a sua mãe, que se denominou de método “ Mãe canguru” representando um modelo eficaz de atendimento a este bebé com relação à melhoria da sua qualidade de vida.
  26. 26. O toque
  27. 27. O vínculo
  28. 28. O vínculo O vínculo é um elemento básico em todo o universo.  Em todo o reino animal e na vida humana também, os vínculos afectivos e tácteis entre mãe e filho garantam no futuro uma interacção e um desenvolvimento saudável
  29. 29. O vínculo
  30. 30. O vínculo
  31. 31. O vívculo  No ambiente intra-uterino tem início a formação do vínculo entre a futura mãe e o seu bebé  O vínculo é da importância vital para o feto, pois precisa de se sentir desejado e amado para o desenvolvimento saudável
  32. 32. A formação do vínculo não é automatica e imediata  Precisa do tempo, compreensão e amor, para que possa existir e funcionar  Por volta do terceiro trimestre de gestação começa a formar a personalidade  O feto capta todas as emoções maternas
  33. 33. Historia da massagem  Dr. Frédérick Leboyer desloca-se à India (Calcutá)  Conhece uma jovem mãe  Diariamente observou esta jovem a massajar o filho  Verificou tratar-se de uma prática simples, ritmada e muito profunda
  34. 34.  Dr. estuda e transmite os benefícios imediatamente visualizados no Ocidente  Com a informação que recolheu junto da jovem mãe escreve o livro e da lhe o nome “Shantala”
  35. 35. Importância  Transforma a transição do nascimento numa fase menos traumática para criança  O afecto transmitido pela mãe durante a massagem tornam o ambiente hostil num seguro
  36. 36. Importância  Construção de uma relação de intimidade e proximidade  Equilíbrio das energias, evitando assim alterações de saúde

×