Caramujo gigante africano

4.751 visualizações

Publicada em

1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Se o Caracol Africano está aparecendo em sua cidade, não se desespere. Não encare isso como mais um problema, mas como uma boa oportunidade de aproveitamento de um recurso nutricional renovável que está sendo desperdiçado, atualmente, em boa parte do mundo, ou por preconceito alimentar ou, simplesmente, por desinformação.
    O Caracol Africano (Achatina fulica) há alguns anos vem sendo encarado como um enorme risco potencial para a agricultura e para a saúde humana, mas a verdade é que, alguns autores vem produzindo trabalhos muito interessantes que contrariam essas afirmações.
    Nas áreas de ocorrência de infestações, esse caracol que pode atingir, excepcionalmente, 200 gramas de peso, pode constituir-se num recurso alimentar de excelente qualidade, contribuindo para aplacar a fome da população menos desfavorecida ou utilizada, simplesmente, para a alimentação de animais domésticos e de produção, como os cães e suínos, por exemplo). No estado de Alagoas, onde resido, venho comendo este caracol asselvajados regularmente pois ele, ao contrário do que muitos afirmam, é comestível e é muito nutritivo.
    As duas parasitoses que ele pode transmitir, caso sejam portadores, o Angiostrongylus cantonensis e o A. costaricensis, são eliminados durante o cozimento não incorrendo em risco para quem os ingira bem cozidos (20 minutos em panela de pressão após o início da fervura).
    www.CaracolAfricano.com
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.751
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
156
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
80
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Caramujo gigante africano

  1. 1. Caramujo gigante africano<br />Seus riscos para a saúde e agricultura no Brasil<br />
  2. 2. O caramujo gigante africano<br />O caramujo gigante africano é um molusco nativo do nordeste da África.<br />Possui alta capacidade reprodutiva (coloca até 1600 ovos por ano) e apetite formidável,alimentando-se de frutas, verduras, hortaliças e até mesmo de papelão, de plástico e até de tinta de parede.<br /> Além disso, não possui predador natural, o que favoreceu sua rápida proliferação por 23 Estados, sendo atualmente considerado praga agrícola.<br />Como se não bastasse, o caramujo africano também pode ser transmissor de sérias doenças aos seres humanos.<br />
  3. 3. Que doenças ele transmite? <br />O caramujo gigante africano é um hospedeiro de dois<br />vermes que podem causam as seguintes doenças:<br />1. Angiostrongylus costaricensis, causador da angiostrongilíase<br />abdominal, doença que provoca fortes dores abdominais, febre, perda do apetite e vômitos, podendo culminar com a perfuração do intestino, hemorragias e em alguns casos, leva à morte.<br />2. Angiostrongylus cantonensis, causador de um tipo de meningite<br />Essa doença ocorre quando o verme se aloja no sistema <br />nervoso central do paciente,provocando a inflamação<br /> das meninges (membranas que recobrem o cérebro).<br />Ainda não houve ocorrências no Brasil.<br />
  4. 4. O QUE FAZER SE ENCONTRAR O CARAMULO GIGANTE AFRICANOEM Sua casa?<br />Pegue-os com as mãos protegidas com luvas ou sacos plásticos<br />Coloque-os em sacos plásticos resistentes<br />Esse caramujo é muito resistente e há maneiras especiais para matá-lo,por exemplo: jogar sal ,não adianta,pois os ovos não morrem! <br />! <br />
  5. 5. Como identificar um caramujo gigante africano?<br />O jeito mais seguro de identificar o caramujo-gigante africano é através da sua concha. <br />Observe que ela é, geralmente, de cor marrom-escuro, com listras esbranquiçadas desiguais um pouco em zigue-zague.<br />Observe, também, que a abertura da concha (a “boca” da concha) possui uma borda afiada, bem diferente da abertura do caramujo da boca rosada <br />Este último é um tipo de caramujo nativo brasileiro<br />que não deve ser eliminado<br /> caramujo <br /> africano caramujo da boca <br /> rosada <br />
  6. 6. Chegado do caramujo gigante ao Brasil <br />Ele foi trazido ao Brasil pelos criadores de escargot ,um caramujo comestível muito apreciado pelo ser humano.<br />Esses comerciantes viram no caramujo uma mina de ouro pois esse animal ,além de atingir um tamanho formidável, se reproduz numa velocidade incrível.<br />Mas o que parecia ser uma grande vantagem comercial revelou-se um terrível pesadelo,pois ninguém apreciou o sabor do caramujo africano .<br /> Então os criadores resolveram se livrar dos caramujos jogando-os em terrenos baldios e em matas o correto seria contatar autoridades ambientais .<br />assim os caramujos espalharam-se por todo o território brasileiro .<br />
  7. 7. O dano causado a Agricultura<br />Os caramujos devido ao grande numero de indivíduos e a necessidade de se alimentar com freqüência,<br />alimentam-se de plantações de legumes e vegetais inteiras, prejudicando o sustento de muitos agricultores .<br />Além disso a fauna brasileira também sentiu os males trazidos pelo molusco invasor ,pois ele compete com os animais nativos ,que ficam em desvantagem e podem ficam em extinção.<br /> Mas a destruição não para por ai, ele também<br /> se alimenta de muitas espécies de flora nativa,<br />até as ameaçadas de extinção.<br />
  8. 8. Caramujo gigante africano<br />.<br />Méél<br />
  9. 9. Integrantes do grupo : <br />Giovanna A.<br />Jessica carvalho c.<br />Julia nacfur<br />

×