O que é o evangelho 4 (as potencias)

306 visualizações

Publicada em

Mensagem de 06/10/13

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
306
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O que é o evangelho 4 (as potencias)

  1. 1. Necessária Quista Cara Substitutiva
  2. 2. Confiança Liberdade Amor Vida
  3. 3. Pois ele nos resgatou do domínio das trevas e nos transportou para o Reino do seu Filho amado, em quem temos a redenção, a saber, o perdão dos pecados. Ele é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação, pois nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos ou soberanias, poderes ou autoridades; todas as coisas foram criadas por ele e para ele.
  4. 4. Ele é antes de todas as coisas, e nele tudo subsiste. Ele é a cabeça do corpo, que é a igreja; é o princípio e o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a supremacia. Pois foi do agrado de Deus que nele habitasse toda a plenitude, e por meio dele reconciliasse consigo todas as coisas, tanto as que estão na terra quanto as que estão no céu, estabelecendo a paz pelo seu sangue derramado na cruz. Colossenses 1:13-20
  5. 5. “Aeons” Forças, poderes que exerciam influencia na vida dos seres humanos e no mundo
  6. 6. Nenhum servo pode servir dois senhores; porque, ou há de odiar um e amar o outro, ou se há de chegar a um e desprezar o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom. Lucas 16:13 Mamom = Dinheiro
  7. 7. Mamom = Dinheiro Afrodite = Sexo
  8. 8. Mamom = Dinheiro Afrodite = Sexo Cesar = Poder
  9. 9. Pois ele nos resgatou do domínio das trevas e nos transportou para o Reino do seu Filho amado, em quem temos a redenção, a saber, o perdão dos pecados. Colossenses 1:13-14
  10. 10. Abrimos mão dos recursos e dons de Deus para a reconciliação do mundo e nos entregamos , abandonamos a essas potencias/poderes.
  11. 11. “ O pecado não cria nada, ele só perverte a dosagem e mata” R. Barbosa Com esses poderes fora do seu propósito original, eles começam a escravizar as pessoas, fazendo-as se dobrarem aos seus pés.
  12. 12. Tenham cuidado para que ninguém os escravize a filosofias vãs e enganosas, que se fundamentam nas tradições humanas e nos princípios elementares deste mundo, e não em Cristo. Colossenses 2:8
  13. 13. Quando vocês estavam mortos em pecados e na incircuncisão da sua carne, Deus os vivificou juntamente com Cristo. Ele nos perdoou todas as transgressões, e cancelou a escrita de dívida, que consistia em ordenanças, e que nos era contrária. Ele a removeu, pregando-a na cruz, e, tendo despojado os poderes e as autoridades, fez deles um espetáculo público, triunfando sobre eles na cruz. Colossenses 2:13-15
  14. 14. Jesus viveu da maneira que Deus quis que ele vivesse. As potencias/poderes não exerceram poder sobre ele.
  15. 15. Tudo isso provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por meio de Cristo e nos deu o ministério da reconciliação, ou seja, que Deus em Cristo estava reconciliando consigo o mundo, não lançando em conta os pecados dos homens, e nos confiou a mensagem da reconciliação. Portanto, somos embaixadores de Cristo, como se Deus estivesse fazendo o seu apelo por nosso intermédio. Por amor a Cristo lhes suplicamos: Reconciliem-se com Deus. 2 Coríntios 5:18-20
  16. 16. “não podemos abrir mão de nossa responsabilidade diante de Deus de reconciliar todas as coisas.”
  17. 17. Nosso ministério é trazer todas as coisas de volta ao propósito de Deus.
  18. 18. Mamom = Dinheiro – Afrodite = Sexo – Cesar = Poder –
  19. 19. Me ajoelho e oro: estou reconhecendo que Jesus é o Senhor e que o Reino veio. Celebramos a Eucaristia : celebramos a vitória de Jesus sobre as potencias e a afirmamos que nosso trabalho, lar, cidade, casamento, conta bancária, emprego pertencem a Cristo Reunimos em celebração: reconhecemos a autoridade da palavra de Deus sobre nossas vidas. Adoramos a a Deus e cuidamos da sua criação: assumimos nosso papel no Reino dizendo sim a Cristo e não as potencias desse mundo.

×