A arte dos relacionamentos 7

847 visualizações

Publicada em

Sétima mensagem da séria Artes dos Relacionamentos, nessa podemos aprender a descobrir nossa linguagem do amor e entender o real sentindo da palavra amor.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
847
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A arte dos relacionamentos 7

  1. 1. Como descobrir a minha linguagem do amor?Primeiramente, junto a essa pergunta,tente responder:• O que faz com que você se sinta amado(a)?• O que você mais deseja que a pessoa amada faça por você?
  2. 2. O que o amado(a) faz, ou deixa derealizar, que mais o (a)magoa?O oposto a isso é, provavelmente, sualinguagem do amor. Se a sua primeira linguagem do amor for usada de forma negativa por seu amado(a), ou seja, se ele realizar exatamente o contrário daquilo que deveria fazer para encher seu “tanque do amor”, então aquela atitude o atingirá mais do que a outra pessoa, pois além de negligenciar o fato de falar sua primeira linguagem, utiliza-a como uma faca para feri-lo (la).
  3. 3. O que você mais solicita de seuamado(a)?Aquilo que mais requisita dele, é provavelmenteo que faz você sentir-se mais amado (a). Aquilo que você mais requisitou é, possivelmente, algo que faz parte de sua linguagem do amor. Tais solicitações que, provavelmente, foram interpretadas como “superficiais”, são, no entanto, tentativas de assegurar o amor dele para com você.
  4. 4. Qual a forma mais frequente devocê expressar amor?Essa pode ser uma indicação de que, através damesma, também se sentiria amado (a). Há grandes chances de que o que realiza por ele (ela), seja exatamente aquilo que gostaria que ele (ela) fizesse por você.
  5. 5. Atenção Tanque sempre vazio Tanque sempre cheio
  6. 6. E se a linguagem do outro não for natural a mimComo falaremos a linguagem do amorum do outro, quando nossos coraçõesestão cheios de mágoa, raiva eressentimento por fracassosanteriores
  7. 7. Amor é uma decisão
  8. 8. Ainda que eu fale as línguas dos homens e dosanjos, se não tiver amor, serei como o sino queressoa ou como o prato que retine.Ainda que eu tenha o dom de profecia e saibatodos os mistérios e todo o conhecimento, etenha uma fé capaz de mover montanhas, masnão tiver amor, nada serei.Ainda que eu dê aos pobres tudo o que possuo eentregue o meu corpo para ser queimado, masnão tiver amor, nada disso me valerá.1 Coríntios 13:1-3
  9. 9. O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja,não se vangloria, não se orgulha.Não maltrata, não procura seus interesses,não se ira facilmente, não guarda rancor.O amor não se alegra com a injustiça, mas sealegra com a verdade.Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. Oamor nunca perece; mas as profecias desaparecerão, aslínguas cessarão, o conhecimento passará.1 Coríntios 13:4-8
  10. 10. não guarda rancor.paciente não se alegra com abondoso. injustiça,Não inveja, se alegra com anão se vangloria, verdade.não se orgulha. Tudo sofre,Não maltrata, tudo crê,não procura seus tudo espera,interesses, tudo suporta.não se ira facilmente, O amor nunca perece
  11. 11. “O amor não apaga o passado, masaltera o futuro”
  12. 12. Você já consegue definir a sua linguagem primária doamor?Você já se decidiu pelo amor?Como serão minhas ação de hoje em diante?

×