SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 37
Brasil: utilização do
espaço
Rodrigo Otávio
G e ó g r a f o / P r o f e s s o r
Brasil: utilização do espaço
Do artesanato à indústria moderna
Artesanato
• Primeiro modo de fabricação
• Instrumentos de trabalho simples e geralmente pertencentes ao trabalhador
• Depende da capacidade de trabalho do artesão
• Objetivo: atender às necessidades do artesão
• Principal característica: ausência da divisão social do trabalho
JOÃOPRUDENTE/PULSARIMAGENS 2
Brasil: utilização do espaço
Manufatura
• Etapa intermediária entre o artesanato e a indústria moderna
• Início: Europa, século XVI
• A habilidade do trabalhador ainda comanda o processo de trabalho, não
as máquinas
• Principais características: uso de máquinas simples e início da divisão
social do trabalho
Artesanato
Do artesanato à indústria moderna
EDSONSILVA/FOLHAPRESS
3
Brasil: utilização do espaço
Indústria
moderna
• Etapa atual
• Início: Revolução Industrial
(Inglaterra, século XVII)
• Principais características: uso
maciço de máquinas
complexas e produção em
larga escala e em série
Produto
artesanal
Produto
industrial
Maior qualidade
Maior quantidade
Maior preço X
ManufaturaArtesanato
Do artesanato à indústria moderna
RODRIGOPAIVA/FOLHAPRESS
4
Brasil: utilização do espaço
ProdutoProdutoProdutoProdutoProduto final
Divisão social do trabalho
Tarefa
trabalhador 2
Cada trabalhador
é responsável por
uma tarefa dentro
do processo
produtivo
Tarefa
trabalhador 5
+
+
+
+
Tarefa
trabalhador 1
Tarefa
trabalhador 3
Tarefa
trabalhador 4
5
Brasil: utilização do espaço
Classificação da indústria moderna
Indústria de
transformação
Indústria de bens
de produção
Indústria de bens
intermediários
Indústria de bens
de consumo
não duráveis
duráveis
• transforma produtos naturais
(matérias-primas) em
produtos industrializados
• fornece os recursos necessários
a outras indústrias
• indústria mais comum
• indústria de base
• fabrica produtos que serão utilizados
por outras indústrias
• produz máquinas e equipamentos
utilizados por outras fábricas
- indústria mecânica
- indústria de equipamentos
• bens consumidos
rapidamente
• bens consumidos
em um tempo
relativamente longo
• fabrica produtos que serão consumidos
diariamente pelas pessoas
6
Brasil: utilização do espaço
Indústria extrativa
Indústria de
construção
mecanização
extração em grandes
quantidades
extrativismo
construção
mecanização
produção mais veloz
7
Brasil: utilização do espaço
A industrialização no Brasil
É o processo de implantação de indústria em um
país ou região.
fatores geradores fatores gerados
urbanização
subordinação do campo à
cidade
modificação do espaço
geográfico
acumulação de capitais da
exportação de café
substituição do trabalho
escravo pelo assalariado
crescimento do mercado
consumidor interno
8
Brasil: utilização do espaço
Concentração industrial
• No final do século XIX a lavoura cafeeira paulista experimentou uma
extraordinária expansão, trazendo benefícios para a região,
especialmente nos arredores da cidade de São Paulo.
Desenvolvimento de meios de transporte e
serviços bancários
Instalação de usinas geradoras de energia
• São Paulo também foi favorecida por sua
posição geográfica
Ponto de passagem das mercadorias produzidas no
interior para o porto de Santos
local preferido pelas
empresas
transnacionais no
Brasil
São Paulo:
9
Brasil: utilização do espaço
Industrialização brasileira
Início Por volta
de 1930
A partir de
1950
Desconcentração industrial
• produção de bens de
consumo não duráveis
• voltada para atender às
necessidades básicas da
população
• início da indústria de base
• início da indústria de
bens de consumo
duráveis (a maior do país
atualmente)
• Na década de 1970, inicia-se uma relativa desconcentração da
atividade industrial no país.
• Apesar de ainda estarem mais concentradas em São Paulo, aos
poucos as indústrias estão se espalhando por outras regiões.
Por quê?
10
Brasil: utilização do espaço
Desconcentração industrial
Deseconomia de escala Guerra fiscal
ocorre quando uma aglomeração
deixa de ser favorável às
localizações empresariais
imposto elevado
falta de segurança
terrenos caros
congestionamentos
poluição
elevado custo de vida
competição entre estados ou
municípios para atrair novos
investimentos
oferecendo incentivos para as
empresas que ali se instalarem
terrenos baratos ou até
doados pelo poder público
isenção de impostos
11
Brasil: utilização do espaço
Indústria e espaço geográfico
• A ação humana sobre a natureza para garantir a sobrevivência dos
indivíduos é uma característica encontrada nas mais diversas sociedades.
• A diferença está no quanto uma sociedade modifica a natureza.
• A sociedade industrial, a partir da Revolução Industrial, passa a transformar
a natureza de forma profunda.
Dois lados da industrialização e modernização
Positivo Negativo
• elevação da expectativa de vida
• aumento do bem-estar das famílias
• destruição da natureza original
• enorme poluição do ar e das águas
• acúmulo de lixo
• engarrafamentos no trânsito
12
Brasil: utilização do espaço
do Brasil
crescimento urbano≠
É o crescimento do meio urbano
proporcionalmente maior que o crescimento
do meio rural.
Expansão das cidades
pode ocorrer sem que haja
urbanizaçãocom a migração da população do
campo para a cidade
quando a indústria cresce e
aumenta o número de empregos no
setor secundário e terciário
ocorre
representa a passagem de uma economia
agrário-exportadora para uma economia
urbano-industrial
urbanizaçãoA urbanização
20102000198019701960195019401920
84,4%
15,6%
81,2%
18,8%
32%
44%
55%64%
69%84%
68%
56%
45%
36%31%
16%
0%
20%
40%
60%
80%
100%
Fonte: IBGE. Séries estatísticas & séries históricas.
Censo Demográfico 2010. Disponível em: <ibge.gov.br>.
Acesso em: 5 abr. 2012.
População rural
População urbana
13
Link para
ambiente online
Brasil: utilização do espaço
Sítio urbano e situação
Terreno sobre o qual a cidade se constrói
Refere-se à localização geográfica
da cidade
área ocupada pela cidade, é o terreno com
suas características de relevo
local onde a cidade se situa quanto ao espaço
mais amplo:
ouseja
meios de comunicação
distância em relação aos grandes
centros urbanos
presença de riquezas naturais
Localização
relativa
ouseja
14
Brasil: utilização do espaço
Função das cidades
• Representa a atividade principal de uma cidade, em razão da qual ela
se expandiu.
• Uma mesma cidade pode exercer diferentes funções.
Função principal Ocorre quando a cidade... Exemplos
Político-administrativa
… depende basicamente de sediar órgãos públicos,
principalmente governos.
Brasília, Washington, etc.
Industrial … cresce principalmente por causa das indústrias.
São Bernardo do Campo (SP), Volta Redonda (RJ),
Cubatão (SP), etc.
Comercial … vive basicamente em torno do comércio.
Cidade do Panamá, Ciudad del Este (Paraguai),
Uberlândia (MG), cuja situação faz dela um
estratégico entreposto comercial.
Portuária ... se destaca pela importância do seu porto. Paranaguá (PR), Santos (SP) e outras.
Turística ... vive principalmente do turismo.
Mônaco, Guarujá (SP), Camboriú (SC),
Búzios (RJ), Campos do Jordão (SP), etc.
Religiosa ... depende basicamente da sua importância religiosa.
Fátima (Portugal), Aparecida (SP), Meca (Arábia
Saudita), Jerusalém (Israel), etc.
Militar ... abrigou ou abriga instalações militares estratégicas. Natal (RN), Resende (RJ), etc.
Universitária
... depende bastante das faculdades ou universidades,
que atraem grande número de pessoas e movimentam o
seu comércio.
Viçosa (MG), São Carlos (SP), etc.
15
Brasil: utilização do espaço
Centro e expansão das cidades
É a área onde se concentram
mais pessoas, comércio e
outros serviços.
Existem duas formas de expansão
Não se define pela localização
central, e sim, por seu
movimento (de pessoas,
veículos, comércio) e suas
construções.
Define-se pela sua
centralidade. crescimento horizontal
crescimentovertical
• edifícios elevados
• galerias subterrâneas
• expansão do espaço urbano
• expansão da periferia
16
Brasil: utilização do espaço
Regiões metropolitanas
“Conjunto de municípios
contíguos [vizinhos ou
espacialmente integrados]
e interligados
socioeconomicamente a uma
cidade central, com serviços
públicos e infraestrutura
comuns.”
Lei federal
Metropolização
Concentração
demográfica nas
metrópoles
grandes cidades que polarizam
uma imensa área ao seu redor,
com formação de regiões
metropolitanas
Regiões metropolitanas
do Brasil em 2010
Adaptadode:ATLASgeográficoescolar.5.ed.RiodeJaneiro:IBGE,2009.p.146.
17
Brasil: utilização do espaço
Ranking das maiores regiões metropolitanas do Brasil
Regiões metropolitanas População em 2000 População em 2010 Posição Crescimento de 2000 a 2010
São Paulo 20279627    22433448    1 10,6%
Rio de Janeiro 11481923    12528986    2 9,1%
Belo Horizonte 4819288    5457940    3 12,3%
Recife 3337565    4375642    4 10,3%
Porto Alegre 3906159    4174332    5 6,8%
Salvador 3120303    3728753    6 14,1%
Brasília 2962688    3722141    7 25,6%
Fortaleza 3056769    3671713    8 17,9%
Curitiba 2768394    3184709    9 14,4%
Campinas 2338148    2883245    10 19,5%
Goiânia/Anápolis 2054209    2538108    11 23,5%
Belém 2107581    2461102    12 16,7%
Manaus 1472987    1892981    13 28,5%
Grande Vitória 1583887    1852424    14 16,9%
Baixada Santista 1476820    1663082    15 12,6%
18
Brasil: utilização do espaço
Rede urbana
campo cidade
subordinação do à
• Fornece mão de obra e gêneros alimentícios
• Renda da exportação agrícola é utilizada
para comprar maquinário
• Vende insumos agrícolas
A partir da industrialização,
o meio rural passou a
operar em função do meio
urbano
19
Brasil: utilização do espaço
Rede de relações entre as cidades
• Sistema de relações
econômicas e sociais em
que umas cidades se
subordinam a outras.
• Cidades maiores
polarizam as cidades
menores.
cidade pequena
cidade média
cidade grande
metrópole
Brasil – urbanização e rede urbana
Adaptadode:IBGE.DiretoriadeGeociências,CoordenaçãodeGeografia,RegiõesdeInfluênciadasCidades2007.
20
Brasil: utilização do espaço
Problemas urbanos
Fatores
rápida urbanização
concentração de renda
desigualdade social
Carência e
precariedade
moradia popular
transporte coletivo
infraestrutura urbana
21
Brasil: utilização do espaço
Violência
corrupção
impunidade
desemprego
falta de preparo
das forças
policiais
Índice de violência no Brasil
ATLASdaexclusãosocialnoBrasil.SãoPaulo:Cortez,2003.
Problemas urbanos
22
Brasil: utilização do espaço
O novo rural brasileirorural
≠ agrário
refere-se às
atividades
primárias
refere-se ao campo, ao
espaço não urbano
agricultura,
pecuária e
extrativismo
podem ser realizadas na
cidade
não sedia apenas
atividades agrárias
turismo rural,
clínicas de repouso,
fábricas, etc.
agronegócio
“negócio agrícola”
integração entre
atividades primárias e o
setor industrial
“novo rural
brasileiro”
representa o último
estágio da integração
entre agricultura e
atividade industrial
23
Brasil: utilização do espaço
Ocupação da terra pela agropecuária
• 27% de todo o território nacional
6% agricultura
21% pecuária
Os melhores solos e os maiores
investimentos na agricultura estão
voltados para o cultivo de exportação.
“culturas de pobre” “culturas de rico”
feijão, milho, mandioca, arroz cana-de-açúcar, café, soja
destinadas à produção de
alimentos para a população
destina-se à exportação ou
transformação industrial
ocupam os piores solos e são
produzidos em pequenas
propriedades
ocupam os melhores solos e são
produzidos em médias e grandes
propriedades
24
Brasil: utilização do espaço
Tamanho da
propriedade
Área ocupada
do território
brasileiro
Produção de
mandioca
Produção de
feijão
Produção de
cana-de-
-açúcar
Até 100 hectares 20% 88% 75% 16%
Maior que 1 000
hectares
45% 3% 5% 50%
Café
• originário da África
• introduzido no Brasil em 1727
• principais produtores: Minas Gerais,
Espírito Santo, São Paulo e Paraná
• o Brasil é o maior produtor mundial
de café desde o século XIX
• a cultura do café esgota
rapidamente o solo
Produtos agrícolas
JOÃOPRUDENTE/PULSARIMAGENS
25
Brasil: utilização do espaço
Soja
EDUARDOKNAPP/FOLHAPRESS
26
Brasil: utilização do espaço
Cana-
-de-
-açúcar
• originária da Ásia
• introduzida no Brasil no século XVI
• principais produtores: São Paulo, Paraná, Alagoas, Goiás e
Pernambuco
• utilização para produção de açúcar e álcool combustível
• expansão na década de 1990, devido à produção para o
mercado externo (principalmente o norte-americano) e
entrada de multinacionais da indústria do suco
• hoje a área de produção diminuiu
• principal produtor: São Paulo
Laranja
EDSONSILVA/FOLHAPRESS
MARCIARIBEIRO/FOLHAPRESS
27
Brasil: utilização do espaço
Arroz
• originário da Ásia
• produto básico da alimentação brasileira
• principais produtores: Rio Grande do Sul, Santa Catarina,
Mato Grosso, Maranhão e Pará
• dois tipos:
- arroz de várzea (irrigado): cultivado nos vales fluviais, oferece
maior rendimento
- arroz sequeiro: depende das estações das chuvas
RENATOSPENCER/JCIMAGEM/FOLHAPRESS
28
Brasil: utilização do espaço
Trigo
• destina-se à exportação e às indústrias
• dois tipos:
- arbóreo (ou de fibras): produzido no Nordeste
- herbáceo (ou de caroço): produzido no Centro-Sul
Algodão
• cereal de clima temperado
• principais produtores: Paraná e Rio Grande do Sul
• único produto destinado ao mercado interno que a
produção cresceu
• o Brasil importa 50% do trigo que consome
JORGEARAÚJO/FOLHAPRESS
ERNESTOREGHRAN/PULSARIMAGENS
29
Brasil: utilização do espaço
• principais produtores: Paraná, Minas Gerais, Bahia, São
Paulo, Goiás e Ceará
• produto básico da alimentação nacional
• desvalorizado comercialmente
• produzido principalmente em pequenas propriedades
Feijão
• principais produtores: Rio Grande do Sul, São Paulo e
Pernambuco
• utilizada, principalmente, na fabricação de vinho
Uva
JOÃOPRUDENTE/PULSARIMAGENS
CHICOPORTO/JCIMAGEM/FOLHAPRESS
30
Brasil: utilização do espaço
• principais produtores: Rio Grande do Sul, Santa
Catarina e Paraná
• o tabaco produzido é destinado à indústria de cigarrosFumo
• principal produtor: Bahia (70% do total nacional)
• utilizado na fabricação de chocolate, licor, produtos
farmacêuticos e cosméticos
Cacau
EDULYRA/PULSARIMAGENS
PALÊZUPPANI/PULSARIMAGENS
31
Link para
ambiente online
Brasil: utilização do espaço
Pecuária
Pecuária
bovina
• criação nas grandes propriedades
• tipo de pecuária mais importante no Brasil
• rebanho de 207 milhões de cabeças em 2010
• o Brasil é o maior exportador de carne bovina do mundo
• concentra-se no Centro-Sul (criação intensiva)
• expansão para a Amazônia (criação extensiva): contribui
para o desmatamento da floresta
Tipo de pecuária Tamanho do rebanho Maiores produtores
Suínos 38 milhões Centro-Sul
Ovinos 17 milhões
Rio Grande do Sul, Bahia,
Ceará e Piauí
Caprinos 10 milhões Bahia, Pernambuco e Piauí
Aves 1,2 bilhão São Paulo e Paraná
32
Brasil: utilização do espaço
SIMIELLI,MariaElena.Geoatlas.SãoPaulo:Ática,2008.
Uso da terra no Brasil
33
Brasil: utilização do espaço
Estrutura fundiária
Forma de organização das
propriedades agrárias de uma
área ou país
isto é
número
tamanho
distribuição social
a propriedade
brasileira é
extremamente
concentrada
a maior parte das terras
ocupadas e os melhores
solos estão nas mãos de
poucos proprietários
latifundiário
produz, principalmente,
para o mercado externo
áreas ínfimas, insuficientes para
garantir um nível de vida e
alimentação adequado, estão
nas mãos de um imenso número
de pequenos proprietários
minifundiário
em geral, produz para o
mercado interno
34
Link para
ambiente online
Brasil: utilização do espaço
Brasil - distribuição dos imóveis rurais segundo a dimensão
Dimensão dos imóveis
(ha*)
Número de propriedades
(proporção sobre o total) Área dos imóveis (proporção sobre o total)
1970 1985 2006 1970 1985 2006
4 924 019
imóveis
5 834 799
imóveis
5 204 130
imóveis
294 862 142
ha
376 286 577
ha
354 865 534
ha
menos de 10 51,4% 53,1% N/d** 3,1% 2,6% N/d
de 10 a 100 39,3% 37,1% N/d 20,4% 18,5% N/d
de 100 a 1 000 8,5% 8,9% N/d 36,9% 35,0% N/d
mais de 1 000 0,8% 0,9% N/d 39,6% 43,9% N/d
Total 100% 100% 100% 100% 100% 100%
* ha: significa ‘hectare’, medida agrária equivalente a cem ares (um are tem 100 m2
).
** N/d: significa ‘não disponível’, ou seja, informação que não foi coletada nesse Censo.
Fonte: IBGE, Censo Agropecuário 2006.
35
Brasil: utilização do espaço
Dimensão dos imóveis
(ha)
Número de propriedades Área dos imóveis
menos de 10 3 098 278 9 783 451
mais de 1 000 52 513 165 189 807
• segundo a tabela, 3 098 278 pequenos proprietários ocupam uma área de
9 783 451 hectares, uma área, aproximadamente, 17 vezes menor que os
165 189 807 hectares ocupados pelos 52 513 grandes proprietários
1 pequeno proprietário, ocupa, em média, uma área de:
1 grande proprietário, ocupa, em média, uma área de:
3,16 ha
3 145,69 ha
ou seja:
enquanto:
36
Brasil: utilização do espaço
Reforma agrária
É a redistribuição das propriedades do meio rural
muda a estrutura fundiária do país
o Estado desapropria grandes fazendeiros com propriedades
improdutivas e distribui lotes de terras a famílias camponesas
órgão responsável: Instituto Nacional de Colonização e Reforma
Agrária (Incra)
O que impede a realização
da reforma agrária?
lobbies de grandes empresas
dificuldade jurídica
corrupção
alto custo de manutenção dos assentamentos
37

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

17302179 Espiritismo Infantil Historia 61
17302179 Espiritismo Infantil Historia 6117302179 Espiritismo Infantil Historia 61
17302179 Espiritismo Infantil Historia 61
Ana Cristina Freitas
 
Observatório da Cidade_Parque Linear Voluntários da Pátria
Observatório da Cidade_Parque Linear Voluntários da PátriaObservatório da Cidade_Parque Linear Voluntários da Pátria
Observatório da Cidade_Parque Linear Voluntários da Pátria
AAA_Azevedo Agência de Arquitetura
 
G7. 2.bim 2.0.1.3._aluno
G7. 2.bim 2.0.1.3._alunoG7. 2.bim 2.0.1.3._aluno
G7. 2.bim 2.0.1.3._aluno
Gelson Gbb
 
Resumo bimestral de geografia 4º bimestre
Resumo bimestral de geografia 4º bimestreResumo bimestral de geografia 4º bimestre
Resumo bimestral de geografia 4º bimestre
alpisveredas
 
3º bimestre geografia 9º ano ensino fundamental (salvo automaticamente) (salv...
3º bimestre geografia 9º ano ensino fundamental (salvo automaticamente) (salv...3º bimestre geografia 9º ano ensino fundamental (salvo automaticamente) (salv...
3º bimestre geografia 9º ano ensino fundamental (salvo automaticamente) (salv...
Atividades Diversas Cláudia
 
Relação rural e urbano gabarito
Relação rural e urbano gabaritoRelação rural e urbano gabarito
Relação rural e urbano gabarito
CBM
 
Espaço Industrial
Espaço IndustrialEspaço Industrial
Espaço Industrial
Almir
 

Mais procurados (20)

Celulas de Desenvolvimento Urbano_Rio de Janeiro
Celulas de Desenvolvimento Urbano_Rio de JaneiroCelulas de Desenvolvimento Urbano_Rio de Janeiro
Celulas de Desenvolvimento Urbano_Rio de Janeiro
 
Urbanizaçao[1]
Urbanizaçao[1]Urbanizaçao[1]
Urbanizaçao[1]
 
São Paulo 2020
São Paulo 2020São Paulo 2020
São Paulo 2020
 
17302179 Espiritismo Infantil Historia 61
17302179 Espiritismo Infantil Historia 6117302179 Espiritismo Infantil Historia 61
17302179 Espiritismo Infantil Historia 61
 
Observatório da Cidade_Parque Linear Voluntários da Pátria
Observatório da Cidade_Parque Linear Voluntários da PátriaObservatório da Cidade_Parque Linear Voluntários da Pátria
Observatório da Cidade_Parque Linear Voluntários da Pátria
 
O espaço urbano
O espaço urbanoO espaço urbano
O espaço urbano
 
G7. 2.bim 2.0.1.3._aluno
G7. 2.bim 2.0.1.3._alunoG7. 2.bim 2.0.1.3._aluno
G7. 2.bim 2.0.1.3._aluno
 
Resumo bimestral de geografia 4º bimestre
Resumo bimestral de geografia 4º bimestreResumo bimestral de geografia 4º bimestre
Resumo bimestral de geografia 4º bimestre
 
Geografia urbanizacao
Geografia urbanizacaoGeografia urbanizacao
Geografia urbanizacao
 
Atividades urbanizaçao
Atividades urbanizaçaoAtividades urbanizaçao
Atividades urbanizaçao
 
Geo h e_8ano_cap5_site_finalizado
Geo h e_8ano_cap5_site_finalizadoGeo h e_8ano_cap5_site_finalizado
Geo h e_8ano_cap5_site_finalizado
 
Matéria lec 1º ano geografia tudo respostas
Matéria lec 1º ano geografia tudo respostasMatéria lec 1º ano geografia tudo respostas
Matéria lec 1º ano geografia tudo respostas
 
3º bimestre geografia 9º ano ensino fundamental (salvo automaticamente) (salv...
3º bimestre geografia 9º ano ensino fundamental (salvo automaticamente) (salv...3º bimestre geografia 9º ano ensino fundamental (salvo automaticamente) (salv...
3º bimestre geografia 9º ano ensino fundamental (salvo automaticamente) (salv...
 
Apostila regiões brasileiras e exercícios
Apostila regiões brasileiras e exercíciosApostila regiões brasileiras e exercícios
Apostila regiões brasileiras e exercícios
 
Relação rural e urbano gabarito
Relação rural e urbano gabaritoRelação rural e urbano gabarito
Relação rural e urbano gabarito
 
Espaço Industrial
Espaço IndustrialEspaço Industrial
Espaço Industrial
 
Indústria e desenvolvimento rural 11-6
Indústria e desenvolvimento rural 11-6Indústria e desenvolvimento rural 11-6
Indústria e desenvolvimento rural 11-6
 
Avaliaçao completa urbanização
Avaliaçao completa urbanizaçãoAvaliaçao completa urbanização
Avaliaçao completa urbanização
 
Tópico 1. espaço urbano
Tópico 1. espaço urbanoTópico 1. espaço urbano
Tópico 1. espaço urbano
 
Espaço industrial novo
Espaço industrial   novoEspaço industrial   novo
Espaço industrial novo
 

Semelhante a Brasil utilizacao do_espaco

áReas de fixação da população
áReas de fixação da populaçãoáReas de fixação da população
áReas de fixação da população
Paula Tomaz
 
Cap. 5 - A urbanização brasileira
Cap. 5 - A urbanização brasileiraCap. 5 - A urbanização brasileira
Cap. 5 - A urbanização brasileira
profacacio
 
Revisão 2º bimestre
Revisão 2º bimestreRevisão 2º bimestre
Revisão 2º bimestre
Paulo Dantas
 

Semelhante a Brasil utilizacao do_espaco (20)

Urbanização
UrbanizaçãoUrbanização
Urbanização
 
9º Ano_Aula nº2
9º Ano_Aula nº29º Ano_Aula nº2
9º Ano_Aula nº2
 
Mariana Falcone: Movilidad sostenible y diseño urbano
Mariana Falcone: Movilidad sostenible y diseño urbanoMariana Falcone: Movilidad sostenible y diseño urbano
Mariana Falcone: Movilidad sostenible y diseño urbano
 
O EspaçO Urbano E O Processo De UrbanizaçãO
O EspaçO Urbano E O Processo De UrbanizaçãOO EspaçO Urbano E O Processo De UrbanizaçãO
O EspaçO Urbano E O Processo De UrbanizaçãO
 
Urbanização no Brasil Gaby.pptx
Urbanização no Brasil Gaby.pptxUrbanização no Brasil Gaby.pptx
Urbanização no Brasil Gaby.pptx
 
áReas de fixação da população
áReas de fixação da populaçãoáReas de fixação da população
áReas de fixação da população
 
O PROCESSO DE URBANIZAÇÃO NO BRASIL
O PROCESSO DE URBANIZAÇÃO NO BRASILO PROCESSO DE URBANIZAÇÃO NO BRASIL
O PROCESSO DE URBANIZAÇÃO NO BRASIL
 
A industrialização no Brasil - Material completo
A industrialização no Brasil - Material completoA industrialização no Brasil - Material completo
A industrialização no Brasil - Material completo
 
INDUSTRIALIZAÇÃO E URBANIZAÇÃO BRASILEIRA
INDUSTRIALIZAÇÃO E URBANIZAÇÃO BRASILEIRAINDUSTRIALIZAÇÃO E URBANIZAÇÃO BRASILEIRA
INDUSTRIALIZAÇÃO E URBANIZAÇÃO BRASILEIRA
 
Cap. 5 - A urbanização brasileira
Cap. 5 - A urbanização brasileiraCap. 5 - A urbanização brasileira
Cap. 5 - A urbanização brasileira
 
Industrialização brasileira
Industrialização brasileiraIndustrialização brasileira
Industrialização brasileira
 
Geo24
Geo24Geo24
Geo24
 
Revisão 2º bimestre
Revisão 2º bimestreRevisão 2º bimestre
Revisão 2º bimestre
 
Unidade 8 6º ano
Unidade 8   6º anoUnidade 8   6º ano
Unidade 8 6º ano
 
Brasil Industrializado
Brasil IndustrializadoBrasil Industrializado
Brasil Industrializado
 
Urbanização
UrbanizaçãoUrbanização
Urbanização
 
Características do Brasil GEOGRAFIA
Características do Brasil GEOGRAFIA Características do Brasil GEOGRAFIA
Características do Brasil GEOGRAFIA
 
Espaço urbano
Espaço urbanoEspaço urbano
Espaço urbano
 
_3. Urbanizacao Processos e dinamicas.pptx
_3. Urbanizacao Processos e dinamicas.pptx_3. Urbanizacao Processos e dinamicas.pptx
_3. Urbanizacao Processos e dinamicas.pptx
 
Tudo Virando Urbano
Tudo Virando UrbanoTudo Virando Urbano
Tudo Virando Urbano
 

Mais de O Geógrafo - Geociências

Mais de O Geógrafo - Geociências (11)

Cibercrimes e como é os ambientes relacionados ao crime digital.
Cibercrimes e como é os ambientes relacionados ao crime digital.Cibercrimes e como é os ambientes relacionados ao crime digital.
Cibercrimes e como é os ambientes relacionados ao crime digital.
 
Formacao geologica terra_relevos_rochas_solos
Formacao geologica terra_relevos_rochas_solosFormacao geologica terra_relevos_rochas_solos
Formacao geologica terra_relevos_rochas_solos
 
O espaco geografico_e_suas_representacoes
O espaco geografico_e_suas_representacoesO espaco geografico_e_suas_representacoes
O espaco geografico_e_suas_representacoes
 
Brasil territorio e_sociedade
Brasil territorio e_sociedadeBrasil territorio e_sociedade
Brasil territorio e_sociedade
 
Brasil paisagens naturais_e_acao_da_sociedade
Brasil paisagens naturais_e_acao_da_sociedadeBrasil paisagens naturais_e_acao_da_sociedade
Brasil paisagens naturais_e_acao_da_sociedade
 
Brasil diversidades regionais
Brasil diversidades regionaisBrasil diversidades regionais
Brasil diversidades regionais
 
Relevo brasileiro-e-sua-classificacao
Relevo brasileiro-e-sua-classificacaoRelevo brasileiro-e-sua-classificacao
Relevo brasileiro-e-sua-classificacao
 
Brasil localizacao territorialidade
Brasil localizacao territorialidadeBrasil localizacao territorialidade
Brasil localizacao territorialidade
 
Cartografia - História (1º parte)
Cartografia - História (1º parte)Cartografia - História (1º parte)
Cartografia - História (1º parte)
 
Normas trabalhos cartaz
Normas trabalhos cartazNormas trabalhos cartaz
Normas trabalhos cartaz
 
Normas apresentacao trabalho_ensino_medio
Normas apresentacao trabalho_ensino_medioNormas apresentacao trabalho_ensino_medio
Normas apresentacao trabalho_ensino_medio
 

Último

Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Pastor Robson Colaço
 

Último (20)

O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptx
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptxMovimento Negro Unificado , slide completo.pptx
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptx
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptxSismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 

Brasil utilizacao do_espaco

  • 1. Brasil: utilização do espaço Rodrigo Otávio G e ó g r a f o / P r o f e s s o r
  • 2. Brasil: utilização do espaço Do artesanato à indústria moderna Artesanato • Primeiro modo de fabricação • Instrumentos de trabalho simples e geralmente pertencentes ao trabalhador • Depende da capacidade de trabalho do artesão • Objetivo: atender às necessidades do artesão • Principal característica: ausência da divisão social do trabalho JOÃOPRUDENTE/PULSARIMAGENS 2
  • 3. Brasil: utilização do espaço Manufatura • Etapa intermediária entre o artesanato e a indústria moderna • Início: Europa, século XVI • A habilidade do trabalhador ainda comanda o processo de trabalho, não as máquinas • Principais características: uso de máquinas simples e início da divisão social do trabalho Artesanato Do artesanato à indústria moderna EDSONSILVA/FOLHAPRESS 3
  • 4. Brasil: utilização do espaço Indústria moderna • Etapa atual • Início: Revolução Industrial (Inglaterra, século XVII) • Principais características: uso maciço de máquinas complexas e produção em larga escala e em série Produto artesanal Produto industrial Maior qualidade Maior quantidade Maior preço X ManufaturaArtesanato Do artesanato à indústria moderna RODRIGOPAIVA/FOLHAPRESS 4
  • 5. Brasil: utilização do espaço ProdutoProdutoProdutoProdutoProduto final Divisão social do trabalho Tarefa trabalhador 2 Cada trabalhador é responsável por uma tarefa dentro do processo produtivo Tarefa trabalhador 5 + + + + Tarefa trabalhador 1 Tarefa trabalhador 3 Tarefa trabalhador 4 5
  • 6. Brasil: utilização do espaço Classificação da indústria moderna Indústria de transformação Indústria de bens de produção Indústria de bens intermediários Indústria de bens de consumo não duráveis duráveis • transforma produtos naturais (matérias-primas) em produtos industrializados • fornece os recursos necessários a outras indústrias • indústria mais comum • indústria de base • fabrica produtos que serão utilizados por outras indústrias • produz máquinas e equipamentos utilizados por outras fábricas - indústria mecânica - indústria de equipamentos • bens consumidos rapidamente • bens consumidos em um tempo relativamente longo • fabrica produtos que serão consumidos diariamente pelas pessoas 6
  • 7. Brasil: utilização do espaço Indústria extrativa Indústria de construção mecanização extração em grandes quantidades extrativismo construção mecanização produção mais veloz 7
  • 8. Brasil: utilização do espaço A industrialização no Brasil É o processo de implantação de indústria em um país ou região. fatores geradores fatores gerados urbanização subordinação do campo à cidade modificação do espaço geográfico acumulação de capitais da exportação de café substituição do trabalho escravo pelo assalariado crescimento do mercado consumidor interno 8
  • 9. Brasil: utilização do espaço Concentração industrial • No final do século XIX a lavoura cafeeira paulista experimentou uma extraordinária expansão, trazendo benefícios para a região, especialmente nos arredores da cidade de São Paulo. Desenvolvimento de meios de transporte e serviços bancários Instalação de usinas geradoras de energia • São Paulo também foi favorecida por sua posição geográfica Ponto de passagem das mercadorias produzidas no interior para o porto de Santos local preferido pelas empresas transnacionais no Brasil São Paulo: 9
  • 10. Brasil: utilização do espaço Industrialização brasileira Início Por volta de 1930 A partir de 1950 Desconcentração industrial • produção de bens de consumo não duráveis • voltada para atender às necessidades básicas da população • início da indústria de base • início da indústria de bens de consumo duráveis (a maior do país atualmente) • Na década de 1970, inicia-se uma relativa desconcentração da atividade industrial no país. • Apesar de ainda estarem mais concentradas em São Paulo, aos poucos as indústrias estão se espalhando por outras regiões. Por quê? 10
  • 11. Brasil: utilização do espaço Desconcentração industrial Deseconomia de escala Guerra fiscal ocorre quando uma aglomeração deixa de ser favorável às localizações empresariais imposto elevado falta de segurança terrenos caros congestionamentos poluição elevado custo de vida competição entre estados ou municípios para atrair novos investimentos oferecendo incentivos para as empresas que ali se instalarem terrenos baratos ou até doados pelo poder público isenção de impostos 11
  • 12. Brasil: utilização do espaço Indústria e espaço geográfico • A ação humana sobre a natureza para garantir a sobrevivência dos indivíduos é uma característica encontrada nas mais diversas sociedades. • A diferença está no quanto uma sociedade modifica a natureza. • A sociedade industrial, a partir da Revolução Industrial, passa a transformar a natureza de forma profunda. Dois lados da industrialização e modernização Positivo Negativo • elevação da expectativa de vida • aumento do bem-estar das famílias • destruição da natureza original • enorme poluição do ar e das águas • acúmulo de lixo • engarrafamentos no trânsito 12
  • 13. Brasil: utilização do espaço do Brasil crescimento urbano≠ É o crescimento do meio urbano proporcionalmente maior que o crescimento do meio rural. Expansão das cidades pode ocorrer sem que haja urbanizaçãocom a migração da população do campo para a cidade quando a indústria cresce e aumenta o número de empregos no setor secundário e terciário ocorre representa a passagem de uma economia agrário-exportadora para uma economia urbano-industrial urbanizaçãoA urbanização 20102000198019701960195019401920 84,4% 15,6% 81,2% 18,8% 32% 44% 55%64% 69%84% 68% 56% 45% 36%31% 16% 0% 20% 40% 60% 80% 100% Fonte: IBGE. Séries estatísticas & séries históricas. Censo Demográfico 2010. Disponível em: <ibge.gov.br>. Acesso em: 5 abr. 2012. População rural População urbana 13 Link para ambiente online
  • 14. Brasil: utilização do espaço Sítio urbano e situação Terreno sobre o qual a cidade se constrói Refere-se à localização geográfica da cidade área ocupada pela cidade, é o terreno com suas características de relevo local onde a cidade se situa quanto ao espaço mais amplo: ouseja meios de comunicação distância em relação aos grandes centros urbanos presença de riquezas naturais Localização relativa ouseja 14
  • 15. Brasil: utilização do espaço Função das cidades • Representa a atividade principal de uma cidade, em razão da qual ela se expandiu. • Uma mesma cidade pode exercer diferentes funções. Função principal Ocorre quando a cidade... Exemplos Político-administrativa … depende basicamente de sediar órgãos públicos, principalmente governos. Brasília, Washington, etc. Industrial … cresce principalmente por causa das indústrias. São Bernardo do Campo (SP), Volta Redonda (RJ), Cubatão (SP), etc. Comercial … vive basicamente em torno do comércio. Cidade do Panamá, Ciudad del Este (Paraguai), Uberlândia (MG), cuja situação faz dela um estratégico entreposto comercial. Portuária ... se destaca pela importância do seu porto. Paranaguá (PR), Santos (SP) e outras. Turística ... vive principalmente do turismo. Mônaco, Guarujá (SP), Camboriú (SC), Búzios (RJ), Campos do Jordão (SP), etc. Religiosa ... depende basicamente da sua importância religiosa. Fátima (Portugal), Aparecida (SP), Meca (Arábia Saudita), Jerusalém (Israel), etc. Militar ... abrigou ou abriga instalações militares estratégicas. Natal (RN), Resende (RJ), etc. Universitária ... depende bastante das faculdades ou universidades, que atraem grande número de pessoas e movimentam o seu comércio. Viçosa (MG), São Carlos (SP), etc. 15
  • 16. Brasil: utilização do espaço Centro e expansão das cidades É a área onde se concentram mais pessoas, comércio e outros serviços. Existem duas formas de expansão Não se define pela localização central, e sim, por seu movimento (de pessoas, veículos, comércio) e suas construções. Define-se pela sua centralidade. crescimento horizontal crescimentovertical • edifícios elevados • galerias subterrâneas • expansão do espaço urbano • expansão da periferia 16
  • 17. Brasil: utilização do espaço Regiões metropolitanas “Conjunto de municípios contíguos [vizinhos ou espacialmente integrados] e interligados socioeconomicamente a uma cidade central, com serviços públicos e infraestrutura comuns.” Lei federal Metropolização Concentração demográfica nas metrópoles grandes cidades que polarizam uma imensa área ao seu redor, com formação de regiões metropolitanas Regiões metropolitanas do Brasil em 2010 Adaptadode:ATLASgeográficoescolar.5.ed.RiodeJaneiro:IBGE,2009.p.146. 17
  • 18. Brasil: utilização do espaço Ranking das maiores regiões metropolitanas do Brasil Regiões metropolitanas População em 2000 População em 2010 Posição Crescimento de 2000 a 2010 São Paulo 20279627    22433448    1 10,6% Rio de Janeiro 11481923    12528986    2 9,1% Belo Horizonte 4819288    5457940    3 12,3% Recife 3337565    4375642    4 10,3% Porto Alegre 3906159    4174332    5 6,8% Salvador 3120303    3728753    6 14,1% Brasília 2962688    3722141    7 25,6% Fortaleza 3056769    3671713    8 17,9% Curitiba 2768394    3184709    9 14,4% Campinas 2338148    2883245    10 19,5% Goiânia/Anápolis 2054209    2538108    11 23,5% Belém 2107581    2461102    12 16,7% Manaus 1472987    1892981    13 28,5% Grande Vitória 1583887    1852424    14 16,9% Baixada Santista 1476820    1663082    15 12,6% 18
  • 19. Brasil: utilização do espaço Rede urbana campo cidade subordinação do à • Fornece mão de obra e gêneros alimentícios • Renda da exportação agrícola é utilizada para comprar maquinário • Vende insumos agrícolas A partir da industrialização, o meio rural passou a operar em função do meio urbano 19
  • 20. Brasil: utilização do espaço Rede de relações entre as cidades • Sistema de relações econômicas e sociais em que umas cidades se subordinam a outras. • Cidades maiores polarizam as cidades menores. cidade pequena cidade média cidade grande metrópole Brasil – urbanização e rede urbana Adaptadode:IBGE.DiretoriadeGeociências,CoordenaçãodeGeografia,RegiõesdeInfluênciadasCidades2007. 20
  • 21. Brasil: utilização do espaço Problemas urbanos Fatores rápida urbanização concentração de renda desigualdade social Carência e precariedade moradia popular transporte coletivo infraestrutura urbana 21
  • 22. Brasil: utilização do espaço Violência corrupção impunidade desemprego falta de preparo das forças policiais Índice de violência no Brasil ATLASdaexclusãosocialnoBrasil.SãoPaulo:Cortez,2003. Problemas urbanos 22
  • 23. Brasil: utilização do espaço O novo rural brasileirorural ≠ agrário refere-se às atividades primárias refere-se ao campo, ao espaço não urbano agricultura, pecuária e extrativismo podem ser realizadas na cidade não sedia apenas atividades agrárias turismo rural, clínicas de repouso, fábricas, etc. agronegócio “negócio agrícola” integração entre atividades primárias e o setor industrial “novo rural brasileiro” representa o último estágio da integração entre agricultura e atividade industrial 23
  • 24. Brasil: utilização do espaço Ocupação da terra pela agropecuária • 27% de todo o território nacional 6% agricultura 21% pecuária Os melhores solos e os maiores investimentos na agricultura estão voltados para o cultivo de exportação. “culturas de pobre” “culturas de rico” feijão, milho, mandioca, arroz cana-de-açúcar, café, soja destinadas à produção de alimentos para a população destina-se à exportação ou transformação industrial ocupam os piores solos e são produzidos em pequenas propriedades ocupam os melhores solos e são produzidos em médias e grandes propriedades 24
  • 25. Brasil: utilização do espaço Tamanho da propriedade Área ocupada do território brasileiro Produção de mandioca Produção de feijão Produção de cana-de- -açúcar Até 100 hectares 20% 88% 75% 16% Maior que 1 000 hectares 45% 3% 5% 50% Café • originário da África • introduzido no Brasil em 1727 • principais produtores: Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo e Paraná • o Brasil é o maior produtor mundial de café desde o século XIX • a cultura do café esgota rapidamente o solo Produtos agrícolas JOÃOPRUDENTE/PULSARIMAGENS 25
  • 26. Brasil: utilização do espaço Soja EDUARDOKNAPP/FOLHAPRESS 26
  • 27. Brasil: utilização do espaço Cana- -de- -açúcar • originária da Ásia • introduzida no Brasil no século XVI • principais produtores: São Paulo, Paraná, Alagoas, Goiás e Pernambuco • utilização para produção de açúcar e álcool combustível • expansão na década de 1990, devido à produção para o mercado externo (principalmente o norte-americano) e entrada de multinacionais da indústria do suco • hoje a área de produção diminuiu • principal produtor: São Paulo Laranja EDSONSILVA/FOLHAPRESS MARCIARIBEIRO/FOLHAPRESS 27
  • 28. Brasil: utilização do espaço Arroz • originário da Ásia • produto básico da alimentação brasileira • principais produtores: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso, Maranhão e Pará • dois tipos: - arroz de várzea (irrigado): cultivado nos vales fluviais, oferece maior rendimento - arroz sequeiro: depende das estações das chuvas RENATOSPENCER/JCIMAGEM/FOLHAPRESS 28
  • 29. Brasil: utilização do espaço Trigo • destina-se à exportação e às indústrias • dois tipos: - arbóreo (ou de fibras): produzido no Nordeste - herbáceo (ou de caroço): produzido no Centro-Sul Algodão • cereal de clima temperado • principais produtores: Paraná e Rio Grande do Sul • único produto destinado ao mercado interno que a produção cresceu • o Brasil importa 50% do trigo que consome JORGEARAÚJO/FOLHAPRESS ERNESTOREGHRAN/PULSARIMAGENS 29
  • 30. Brasil: utilização do espaço • principais produtores: Paraná, Minas Gerais, Bahia, São Paulo, Goiás e Ceará • produto básico da alimentação nacional • desvalorizado comercialmente • produzido principalmente em pequenas propriedades Feijão • principais produtores: Rio Grande do Sul, São Paulo e Pernambuco • utilizada, principalmente, na fabricação de vinho Uva JOÃOPRUDENTE/PULSARIMAGENS CHICOPORTO/JCIMAGEM/FOLHAPRESS 30
  • 31. Brasil: utilização do espaço • principais produtores: Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná • o tabaco produzido é destinado à indústria de cigarrosFumo • principal produtor: Bahia (70% do total nacional) • utilizado na fabricação de chocolate, licor, produtos farmacêuticos e cosméticos Cacau EDULYRA/PULSARIMAGENS PALÊZUPPANI/PULSARIMAGENS 31 Link para ambiente online
  • 32. Brasil: utilização do espaço Pecuária Pecuária bovina • criação nas grandes propriedades • tipo de pecuária mais importante no Brasil • rebanho de 207 milhões de cabeças em 2010 • o Brasil é o maior exportador de carne bovina do mundo • concentra-se no Centro-Sul (criação intensiva) • expansão para a Amazônia (criação extensiva): contribui para o desmatamento da floresta Tipo de pecuária Tamanho do rebanho Maiores produtores Suínos 38 milhões Centro-Sul Ovinos 17 milhões Rio Grande do Sul, Bahia, Ceará e Piauí Caprinos 10 milhões Bahia, Pernambuco e Piauí Aves 1,2 bilhão São Paulo e Paraná 32
  • 33. Brasil: utilização do espaço SIMIELLI,MariaElena.Geoatlas.SãoPaulo:Ática,2008. Uso da terra no Brasil 33
  • 34. Brasil: utilização do espaço Estrutura fundiária Forma de organização das propriedades agrárias de uma área ou país isto é número tamanho distribuição social a propriedade brasileira é extremamente concentrada a maior parte das terras ocupadas e os melhores solos estão nas mãos de poucos proprietários latifundiário produz, principalmente, para o mercado externo áreas ínfimas, insuficientes para garantir um nível de vida e alimentação adequado, estão nas mãos de um imenso número de pequenos proprietários minifundiário em geral, produz para o mercado interno 34 Link para ambiente online
  • 35. Brasil: utilização do espaço Brasil - distribuição dos imóveis rurais segundo a dimensão Dimensão dos imóveis (ha*) Número de propriedades (proporção sobre o total) Área dos imóveis (proporção sobre o total) 1970 1985 2006 1970 1985 2006 4 924 019 imóveis 5 834 799 imóveis 5 204 130 imóveis 294 862 142 ha 376 286 577 ha 354 865 534 ha menos de 10 51,4% 53,1% N/d** 3,1% 2,6% N/d de 10 a 100 39,3% 37,1% N/d 20,4% 18,5% N/d de 100 a 1 000 8,5% 8,9% N/d 36,9% 35,0% N/d mais de 1 000 0,8% 0,9% N/d 39,6% 43,9% N/d Total 100% 100% 100% 100% 100% 100% * ha: significa ‘hectare’, medida agrária equivalente a cem ares (um are tem 100 m2 ). ** N/d: significa ‘não disponível’, ou seja, informação que não foi coletada nesse Censo. Fonte: IBGE, Censo Agropecuário 2006. 35
  • 36. Brasil: utilização do espaço Dimensão dos imóveis (ha) Número de propriedades Área dos imóveis menos de 10 3 098 278 9 783 451 mais de 1 000 52 513 165 189 807 • segundo a tabela, 3 098 278 pequenos proprietários ocupam uma área de 9 783 451 hectares, uma área, aproximadamente, 17 vezes menor que os 165 189 807 hectares ocupados pelos 52 513 grandes proprietários 1 pequeno proprietário, ocupa, em média, uma área de: 1 grande proprietário, ocupa, em média, uma área de: 3,16 ha 3 145,69 ha ou seja: enquanto: 36
  • 37. Brasil: utilização do espaço Reforma agrária É a redistribuição das propriedades do meio rural muda a estrutura fundiária do país o Estado desapropria grandes fazendeiros com propriedades improdutivas e distribui lotes de terras a famílias camponesas órgão responsável: Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) O que impede a realização da reforma agrária? lobbies de grandes empresas dificuldade jurídica corrupção alto custo de manutenção dos assentamentos 37