SlideShare uma empresa Scribd logo
Avaliação de aprendizagem Campo Limpo Paulista-SP 01.12.2011 APRENDE BRASIL Prof. Márcio Willyans Ribeiro [email_address]
Quantos levantariam a mão e falariam com tamanha sinceridade?
AVALIAÇÃO DE APRENDIZAGEM # Partilhando responsabilidades # Recuando no tempo
RECUANDO NO TEMPO # Março de 1990, em Jomtien, Na Tailândia # 1500 participantes de 150 países => Conferência Mundial sobre  Educação para todos
RECUANDO NO TEMPO # Preocupação mundial em termos de desenvolvimento social e econômico # Do Mercado de Trabalho para o Mundo de Trabalho => Conferência Mundial sobre  Educação para todos
RECUANDO NO TEMPO # Declaração Mundial sobre Educação para todos # Plano de Ação para Satisfazer as necessidades básicas de aprendizagem => Conferência Mundial sobre  Educação para todos
RECUANDO NO TEMPO # SAEB, desde 1990 # SARESP, desde 1996 => Sistemas de Avaliação no Brasil
RECUANDO NO TEMPO # Universalizar o acesso à escola # Combater aos altos índices de repetência e distorção idade/ano => Prioridades estabelecidas pelo MEC (1995) # Elevação do número de alunos que completam o EF e chegam ao EM
RECUANDO NO TEMPO # Diversidade regional # Complexidade do Sistema Educacional => Realidade brasileira # Aumento da quantidade e da qualidade # Criação de processos avaliativos (Política Pública Educacional)
MAS, O QUE AVALIAR?
 
 
 
 
 
 
PARTILHANDO RESPONSABILIDADES # Questões curriculares # Perspectivas de ensino # Avaliações oficiais (SARESP)
AVALIAÇÕES OFICIAIS De acordo com os pressupostos teóricos que norteiam os instrumentos de avaliação, a Matriz de Referência é o referencial curricular do que será avaliado em cada disciplina e série, informando as competências e habilidades esperadas dos alunos.  => Matrizes de referência
AVALIAÇÕES OFICIAIS As competências cognitivas podem ser entendidas como as diferentes modalidades estruturais da inteligência que compreendem determinadas operações que o sujeito utiliza para estabelecer relações com e entre os objetos físicos, conceitos, situações, fenômenos e pessoas.  => Competências
AVALIAÇÕES OFICIAIS habilidades referem-se, especificamente, ao plano objetivo e prático do saber fazer e decorrem, diretamente, das competências já adquiridas e que se transformam em habilidades.  => Habilidades
AVALIAÇÕES OFICIAIS O descritor é uma associação entre conteúdos curriculares e operações mentais desenvolvidas pelo aluno, que traduzem certas competências e habilidades. Os descritores:  a) indicam habilidades gerais que se esperam dos alunos; b) constituem a referência para seleção dos itens que devem compor uma prova de avaliação. => Descritores
AVALIAÇÕES OFICIAIS => SARESP
AVALIAÇÕES OFICIAIS Os vértices contem os três aspectos fundamentais da Matriz. Ela se refere à verificação de conteúdos disciplinares, por intermédio da utilização de habilidades, graças às quais se poderá inferir o grau de proficiência das competências cognitivas desenvolvidas pelos alunos em seu processo de escolarização. => SARESP
AVALIAÇÕES OFICIAIS => SARESP
AVALIAÇÕES OFICIAIS A avaliação de competências, por intermédio destes dois indicadores (habilidades associadas a conteúdos em uma situação de prova) justifica-se pelo compromisso assumido no currículo, em fase de implementação, das escolas públicas do Estado de São Paulo. => SARESP
AVALIAÇÕES OFICIAIS => SARESP
AVALIAÇÕES OFICIAIS Trata-se do propósito de caracterizar a missão da escola, entendida como um lugar e um tempo em que competências fundamentais ao conhecimento humano são aprendidas e valorizadas. => SARESP
AVALIAÇÕES OFICIAIS Essas competências expressam a função emancipadora da escola, ao assumir que dominar competências é uma forma de garantir que houve aprendizagem efetiva dos alunos. => SARESP
AVALIAÇÕES OFICIAIS => SARESP
AVALIAÇÕES OFICIAIS A escala de Proficiência  sintetiza o domínio dos conteúdos e habilidades alcançados, o que permite inferir o nível de domínio das competências avaliadas. => SARESP
AVALIAÇÕES OFICIAIS => SARESP
AVALIAÇÕES OFICIAIS Os conteúdos e competências cuja função é o objetivo do Saresp, isto é, verificar se os professores estão ensinando (os conteúdos esperados para os anos escolares avaliados) e os alunos aprendendo (isto é, com que nível de proficiência dominam as competências avaliadas). => SARESP
AVALIAÇÕES OFICIAIS => SARESP
AVALIAÇÕES OFICIAIS O esquema também relaciona habilidades e competências avaliadas em relação aos conteúdos disciplinares. No centro do triângulo encontra-se a avaliação, ela mesma, e sua função de observar e promover o cumprimento do compromisso social da escola com a aprendizagem efetiva de seus alunos. => SARESP
AVALIAÇÕES OFICIAIS => SARESP
AVALIAÇÕES OFICIAIS É efetuado em todo o Estado de São Paulo, e as condições do exame, a estrutura e o funcionamento das escolas são equivalentes, ao menos na maioria dos casos, pode-se comparar, por um desempenho individual, um esforço coletivo, o que possibilita verificar o quanto cada escola está podendo cumprir sua função social. => SARESP
AVALIAÇÕES OFICIAIS => SARESP
AVALIAÇÕES OFICIAIS Grupo I: Competências para observar.  Esquemas presentativos ou representativos. Graças a eles, os alunos podem ler a prova, em sua dupla condição: registrar perceptivamente o que está proposto nos textos, imagens, tabelas ou quadros e interpretar este registro como informação que torna possível assimilar a questão e decidir sobre a alternativa que julgam mais correta. => SARESP
AVALIAÇÕES OFICIAIS => SARESP
AVALIAÇÕES OFICIAIS => SARESP
AVALIAÇÕES OFICIAIS Grupo II: Competências para realizar.  Caracterizam-se pelas capacidades de o aluno realizar os procedimentos necessários às suas tomadas de decisão em relação às questões ou tarefas propostas na prova. As habilidades do Grupo I estão focadas nas informações ou características das questões ou temas propostos, ou seja, nos observáveis relativos aos conteúdos avaliados. => SARESP
AVALIAÇÕES OFICIAIS => SARESP
AVALIAÇÕES OFICIAIS => SARESP
AVALIAÇÕES OFICIAIS Grupo III: Competências para compreender.  Implicam o uso de esquemas operatórios, sendo analisadas em duas perspectivas. A) Estão presentes e são mesmo essenciais às competências cognitivas ou às operações mentais destacadas nos Grupos I e II. B) Quando referidas a eles, têm um lugar de meio ou condição, mas não de fim, atuando de modo a possibilitar realizações via esquemas procedimentais (G II) ou leituras via esquemas de representação (G I). => SARESP
AVALIAÇÕES OFICIAIS => SARESP
AVALIAÇÕES OFICIAIS => SARESP
AVALIAÇÕES OFICIAIS => SARESP
QUESTÕES CURRICULARES => Matrizes de Referência => Disciplinas específicas => Competências e Habilidades
QUESTÕES CURRICULARES
PORTAL APRENDE BRASIL
PORTAL APRENDE BRASIL
PORTAL APRENDE BRASIL
PORTAL APRENDE BRASIL
PORTAL APRENDE BRASIL
PERSPECTIVAS DE ENSINO Relação Didática?
PERSPECTIVAS DE ENSINO => Processo ENSINO-APRENDIZAGEM => Processo de ENSINO E APRENDIZAGEM Metodologia?
PERSPECTIVAS DE ENSINO Níveis de complexidade? DADOS INFORMAÇÃO CONHECIMENTO
PERSPECTIVAS DE ENSINO Alteridade?
PERSPECTIVAS DE ENSINO Alteridade?
PERSPECTIVAS DE ENSINO Alteridade?
PERSPECTIVAS DE ENSINO Alteridade?
PERSPECTIVAS DE ENSINO Alteridade?
PERSPECTIVAS DE ENSINO Alteridade?
PERSPECTIVAS DE ENSINO => Relação didática => Metodologia => Níveis de complexidade => Alteridade
PERSPECTIVAS DE ENSINO Mas, principalmente, humanidade e sensibilidade!
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Prof. Márcio Willyans Ribeiro [email_address] Coordenador de Geografia APRENDE BRASIL Obrigado!

Mais conteúdo relacionado

Destaque

PROVA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 3º ANO
PROVA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 3º ANOPROVA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 3º ANO
PROVA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 3º ANO
ananiasdoamaral
 
Prova educação física teresópolis
Prova educação física teresópolisProva educação física teresópolis
Prova educação física teresópolis
Valdo Vieira
 
Apostila de esportes
Apostila de esportesApostila de esportes
Apostila de esportes
Cassio Trevisan
 
Heloisa Luck
Heloisa LuckHeloisa Luck
Heloisa Luck
Maristela Couto
 
Ava ed fisica_6ano
Ava ed fisica_6anoAva ed fisica_6ano
Ava ed fisica_6ano
Atividades Diversas Cláudia
 
Projeto atividade física_saúde
Projeto atividade física_saúdeProjeto atividade física_saúde
Projeto atividade física_saúde
prof_roseli_barbosa
 
Simulado de educação física
Simulado de educação física   Simulado de educação física
Simulado de educação física
Marcia Oliveira
 
Projeto; O corpo em movimento 2013
Projeto; O corpo em movimento 2013Projeto; O corpo em movimento 2013
Projeto; O corpo em movimento 2013
Débora Lambert
 
Avaliação global de educação física 6º e 7º ano setembro
Avaliação global de educação física 6º e 7º ano setembroAvaliação global de educação física 6º e 7º ano setembro
Avaliação global de educação física 6º e 7º ano setembro
Moesio Alves
 
Avaliação Escolar
Avaliação EscolarAvaliação Escolar
Avaliação Escolar
Cursos Profissionalizantes
 
Avaliação tipos e funções 2
Avaliação tipos e funções 2Avaliação tipos e funções 2
Avaliação tipos e funções 2
SimoneHelenDrumond
 
Atividade de diagnóstico ed. física 2012
Atividade de diagnóstico ed. física 2012Atividade de diagnóstico ed. física 2012
Atividade de diagnóstico ed. física 2012
josivaldopassos
 
Descritores de Língua Portuguesa
Descritores de Língua PortuguesaDescritores de Língua Portuguesa
Descritores de Língua Portuguesa
Edileusa Camargo
 
Apresentação1 dia d correto dia dos pais 2013 correto
Apresentação1 dia d correto dia dos pais 2013 corretoApresentação1 dia d correto dia dos pais 2013 correto
Apresentação1 dia d correto dia dos pais 2013 correto
Eunice Mendes de Oliveira
 
Maria teresa eglér mantoan inclusão escolar
Maria teresa eglér mantoan   inclusão escolarMaria teresa eglér mantoan   inclusão escolar
Maria teresa eglér mantoan inclusão escolar
ricardo couto
 
Minicurso falando de alfabetizacao e letramento
Minicurso falando de alfabetizacao e letramentoMinicurso falando de alfabetizacao e letramento
Minicurso falando de alfabetizacao e letramento
Eunice Mendes de Oliveira
 
Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01
Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01
Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01
pedagogia para licenciados
 
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da InfânciaCaderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
Jairo Felipe
 
Simulado com descritores PROEB português 5º ano
Simulado com descritores PROEB português 5º anoSimulado com descritores PROEB português 5º ano
Simulado com descritores PROEB português 5º ano
Silvânia Silveira
 

Destaque (19)

PROVA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 3º ANO
PROVA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 3º ANOPROVA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 3º ANO
PROVA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 3º ANO
 
Prova educação física teresópolis
Prova educação física teresópolisProva educação física teresópolis
Prova educação física teresópolis
 
Apostila de esportes
Apostila de esportesApostila de esportes
Apostila de esportes
 
Heloisa Luck
Heloisa LuckHeloisa Luck
Heloisa Luck
 
Ava ed fisica_6ano
Ava ed fisica_6anoAva ed fisica_6ano
Ava ed fisica_6ano
 
Projeto atividade física_saúde
Projeto atividade física_saúdeProjeto atividade física_saúde
Projeto atividade física_saúde
 
Simulado de educação física
Simulado de educação física   Simulado de educação física
Simulado de educação física
 
Projeto; O corpo em movimento 2013
Projeto; O corpo em movimento 2013Projeto; O corpo em movimento 2013
Projeto; O corpo em movimento 2013
 
Avaliação global de educação física 6º e 7º ano setembro
Avaliação global de educação física 6º e 7º ano setembroAvaliação global de educação física 6º e 7º ano setembro
Avaliação global de educação física 6º e 7º ano setembro
 
Avaliação Escolar
Avaliação EscolarAvaliação Escolar
Avaliação Escolar
 
Avaliação tipos e funções 2
Avaliação tipos e funções 2Avaliação tipos e funções 2
Avaliação tipos e funções 2
 
Atividade de diagnóstico ed. física 2012
Atividade de diagnóstico ed. física 2012Atividade de diagnóstico ed. física 2012
Atividade de diagnóstico ed. física 2012
 
Descritores de Língua Portuguesa
Descritores de Língua PortuguesaDescritores de Língua Portuguesa
Descritores de Língua Portuguesa
 
Apresentação1 dia d correto dia dos pais 2013 correto
Apresentação1 dia d correto dia dos pais 2013 corretoApresentação1 dia d correto dia dos pais 2013 correto
Apresentação1 dia d correto dia dos pais 2013 correto
 
Maria teresa eglér mantoan inclusão escolar
Maria teresa eglér mantoan   inclusão escolarMaria teresa eglér mantoan   inclusão escolar
Maria teresa eglér mantoan inclusão escolar
 
Minicurso falando de alfabetizacao e letramento
Minicurso falando de alfabetizacao e letramentoMinicurso falando de alfabetizacao e letramento
Minicurso falando de alfabetizacao e letramento
 
Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01
Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01
Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01
 
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da InfânciaCaderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
 
Simulado com descritores PROEB português 5º ano
Simulado com descritores PROEB português 5º anoSimulado com descritores PROEB português 5º ano
Simulado com descritores PROEB português 5º ano
 

Semelhante a Avaliação - Prof. Márcio Willyans Ribeiro

OT Práticas em Arte.ppt
OT Práticas em Arte.pptOT Práticas em Arte.ppt
OT Práticas em Arte.ppt
ssuser37d51f1
 
Apresentacao telefonica tania
Apresentacao telefonica taniaApresentacao telefonica tania
Apresentacao telefonica tania
EncuentroEducacion
 
Formação Módulo 33333333(2) - Copia.pptx
Formação Módulo 33333333(2) - Copia.pptxFormação Módulo 33333333(2) - Copia.pptx
Formação Módulo 33333333(2) - Copia.pptx
alexjtavares
 
Apostilha 1ºencontro 9ºano
Apostilha 1ºencontro 9ºanoApostilha 1ºencontro 9ºano
Apostilha 1ºencontro 9ºano
luciaoliv
 
DIA DO SARESP NA ESCOLA
DIA DO SARESP NA ESCOLADIA DO SARESP NA ESCOLA
DIA DO SARESP NA ESCOLA
pri_alquimim
 
Caderno subsidio
Caderno subsidioCaderno subsidio
Caderno subsidio
Angelita Fernandes
 
Pp Da Dri
Pp Da DriPp Da Dri
Apostila
ApostilaApostila
Apostila
luciaoliv
 
Análises de resultados SARESP 2021
Análises de resultados SARESP 2021Análises de resultados SARESP 2021
Análises de resultados SARESP 2021
Claudinei Silva
 
Apresentação spaece alterado 2º
Apresentação spaece   alterado 2ºApresentação spaece   alterado 2º
Apresentação spaece alterado 2º
Geraldo Alves Silva Alves
 
Matematica
MatematicaMatematica
Matematica
angelogcorrea
 
2019 07.25.plan avaliacao_napne
2019 07.25.plan avaliacao_napne2019 07.25.plan avaliacao_napne
2019 07.25.plan avaliacao_napne
Mary Andrioli
 
Matriz referencia
Matriz referenciaMatriz referencia
Matriz referencia
Edson Mamprin
 
Resumo matrizreferencia
Resumo matrizreferenciaResumo matrizreferencia
Resumo matrizreferencia
Fábio Oliveira
 
Matriz referencia
Matriz referenciaMatriz referencia
Matriz referencia
Edson Mamprin
 
Avaliação duja
Avaliação dujaAvaliação duja
Avaliação duja
prefjarinu
 
Sistemas Nacionais de Avaliação e de Informações Educacionais. São Paulo em P...
Sistemas Nacionais de Avaliação e de Informações Educacionais. São Paulo em P...Sistemas Nacionais de Avaliação e de Informações Educacionais. São Paulo em P...
Sistemas Nacionais de Avaliação e de Informações Educacionais. São Paulo em P...
Soares Junior
 
Ot apresentação saresp
Ot apresentação sarespOt apresentação saresp
Ot apresentação saresp
diretoriabragpta
 
Formação Módulo 33333333333 - Copia.pptx
Formação Módulo 33333333333 - Copia.pptxFormação Módulo 33333333333 - Copia.pptx
Formação Módulo 33333333333 - Copia.pptx
alexjtavares
 
A importancia do plano de aula
A importancia do plano de aulaA importancia do plano de aula
A importancia do plano de aula
Rê Rodrigues
 

Semelhante a Avaliação - Prof. Márcio Willyans Ribeiro (20)

OT Práticas em Arte.ppt
OT Práticas em Arte.pptOT Práticas em Arte.ppt
OT Práticas em Arte.ppt
 
Apresentacao telefonica tania
Apresentacao telefonica taniaApresentacao telefonica tania
Apresentacao telefonica tania
 
Formação Módulo 33333333(2) - Copia.pptx
Formação Módulo 33333333(2) - Copia.pptxFormação Módulo 33333333(2) - Copia.pptx
Formação Módulo 33333333(2) - Copia.pptx
 
Apostilha 1ºencontro 9ºano
Apostilha 1ºencontro 9ºanoApostilha 1ºencontro 9ºano
Apostilha 1ºencontro 9ºano
 
DIA DO SARESP NA ESCOLA
DIA DO SARESP NA ESCOLADIA DO SARESP NA ESCOLA
DIA DO SARESP NA ESCOLA
 
Caderno subsidio
Caderno subsidioCaderno subsidio
Caderno subsidio
 
Pp Da Dri
Pp Da DriPp Da Dri
Pp Da Dri
 
Apostila
ApostilaApostila
Apostila
 
Análises de resultados SARESP 2021
Análises de resultados SARESP 2021Análises de resultados SARESP 2021
Análises de resultados SARESP 2021
 
Apresentação spaece alterado 2º
Apresentação spaece   alterado 2ºApresentação spaece   alterado 2º
Apresentação spaece alterado 2º
 
Matematica
MatematicaMatematica
Matematica
 
2019 07.25.plan avaliacao_napne
2019 07.25.plan avaliacao_napne2019 07.25.plan avaliacao_napne
2019 07.25.plan avaliacao_napne
 
Matriz referencia
Matriz referenciaMatriz referencia
Matriz referencia
 
Resumo matrizreferencia
Resumo matrizreferenciaResumo matrizreferencia
Resumo matrizreferencia
 
Matriz referencia
Matriz referenciaMatriz referencia
Matriz referencia
 
Avaliação duja
Avaliação dujaAvaliação duja
Avaliação duja
 
Sistemas Nacionais de Avaliação e de Informações Educacionais. São Paulo em P...
Sistemas Nacionais de Avaliação e de Informações Educacionais. São Paulo em P...Sistemas Nacionais de Avaliação e de Informações Educacionais. São Paulo em P...
Sistemas Nacionais de Avaliação e de Informações Educacionais. São Paulo em P...
 
Ot apresentação saresp
Ot apresentação sarespOt apresentação saresp
Ot apresentação saresp
 
Formação Módulo 33333333333 - Copia.pptx
Formação Módulo 33333333333 - Copia.pptxFormação Módulo 33333333333 - Copia.pptx
Formação Módulo 33333333333 - Copia.pptx
 
A importancia do plano de aula
A importancia do plano de aulaA importancia do plano de aula
A importancia do plano de aula
 

Mais de ofpedagogica

Curso reflexão e interdisciplinaridade
Curso reflexão e interdisciplinaridade Curso reflexão e interdisciplinaridade
Curso reflexão e interdisciplinaridade
ofpedagogica
 
Correntes pedagógicas
Correntes pedagógicasCorrentes pedagógicas
Correntes pedagógicas
ofpedagogica
 
Correntes pedagógicas
Correntes pedagógicasCorrentes pedagógicas
Correntes pedagógicas
ofpedagogica
 
Generos e tipos textuais
Generos e tipos textuaisGeneros e tipos textuais
Generos e tipos textuais
ofpedagogica
 
Generos e tipos textuais considerações necessárias marcushi
Generos e tipos textuais considerações necessárias marcushiGeneros e tipos textuais considerações necessárias marcushi
Generos e tipos textuais considerações necessárias marcushi
ofpedagogica
 
Correntes pedagógicas
Correntes pedagógicasCorrentes pedagógicas
Correntes pedagógicas
ofpedagogica
 

Mais de ofpedagogica (6)

Curso reflexão e interdisciplinaridade
Curso reflexão e interdisciplinaridade Curso reflexão e interdisciplinaridade
Curso reflexão e interdisciplinaridade
 
Correntes pedagógicas
Correntes pedagógicasCorrentes pedagógicas
Correntes pedagógicas
 
Correntes pedagógicas
Correntes pedagógicasCorrentes pedagógicas
Correntes pedagógicas
 
Generos e tipos textuais
Generos e tipos textuaisGeneros e tipos textuais
Generos e tipos textuais
 
Generos e tipos textuais considerações necessárias marcushi
Generos e tipos textuais considerações necessárias marcushiGeneros e tipos textuais considerações necessárias marcushi
Generos e tipos textuais considerações necessárias marcushi
 
Correntes pedagógicas
Correntes pedagógicasCorrentes pedagógicas
Correntes pedagógicas
 

Último

said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
ThiagoRORISDASILVA1
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
KarollayneRodriguesV1
 
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Militao Ricardo
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
ConservoConstrues
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Demetrio Ccesa Rayme
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
Manuais Formação
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
jonny615148
 
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
Ailton Barcelos
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
vitorreissouzasilva
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Centro Jacques Delors
 

Último (20)

said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
 
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
 
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
 

Avaliação - Prof. Márcio Willyans Ribeiro

  • 1. Avaliação de aprendizagem Campo Limpo Paulista-SP 01.12.2011 APRENDE BRASIL Prof. Márcio Willyans Ribeiro [email_address]
  • 2. Quantos levantariam a mão e falariam com tamanha sinceridade?
  • 3. AVALIAÇÃO DE APRENDIZAGEM # Partilhando responsabilidades # Recuando no tempo
  • 4. RECUANDO NO TEMPO # Março de 1990, em Jomtien, Na Tailândia # 1500 participantes de 150 países => Conferência Mundial sobre Educação para todos
  • 5. RECUANDO NO TEMPO # Preocupação mundial em termos de desenvolvimento social e econômico # Do Mercado de Trabalho para o Mundo de Trabalho => Conferência Mundial sobre Educação para todos
  • 6. RECUANDO NO TEMPO # Declaração Mundial sobre Educação para todos # Plano de Ação para Satisfazer as necessidades básicas de aprendizagem => Conferência Mundial sobre Educação para todos
  • 7. RECUANDO NO TEMPO # SAEB, desde 1990 # SARESP, desde 1996 => Sistemas de Avaliação no Brasil
  • 8. RECUANDO NO TEMPO # Universalizar o acesso à escola # Combater aos altos índices de repetência e distorção idade/ano => Prioridades estabelecidas pelo MEC (1995) # Elevação do número de alunos que completam o EF e chegam ao EM
  • 9. RECUANDO NO TEMPO # Diversidade regional # Complexidade do Sistema Educacional => Realidade brasileira # Aumento da quantidade e da qualidade # Criação de processos avaliativos (Política Pública Educacional)
  • 10. MAS, O QUE AVALIAR?
  • 11.  
  • 12.  
  • 13.  
  • 14.  
  • 15.  
  • 16.  
  • 17. PARTILHANDO RESPONSABILIDADES # Questões curriculares # Perspectivas de ensino # Avaliações oficiais (SARESP)
  • 18. AVALIAÇÕES OFICIAIS De acordo com os pressupostos teóricos que norteiam os instrumentos de avaliação, a Matriz de Referência é o referencial curricular do que será avaliado em cada disciplina e série, informando as competências e habilidades esperadas dos alunos. => Matrizes de referência
  • 19. AVALIAÇÕES OFICIAIS As competências cognitivas podem ser entendidas como as diferentes modalidades estruturais da inteligência que compreendem determinadas operações que o sujeito utiliza para estabelecer relações com e entre os objetos físicos, conceitos, situações, fenômenos e pessoas. => Competências
  • 20. AVALIAÇÕES OFICIAIS habilidades referem-se, especificamente, ao plano objetivo e prático do saber fazer e decorrem, diretamente, das competências já adquiridas e que se transformam em habilidades. => Habilidades
  • 21. AVALIAÇÕES OFICIAIS O descritor é uma associação entre conteúdos curriculares e operações mentais desenvolvidas pelo aluno, que traduzem certas competências e habilidades. Os descritores: a) indicam habilidades gerais que se esperam dos alunos; b) constituem a referência para seleção dos itens que devem compor uma prova de avaliação. => Descritores
  • 23. AVALIAÇÕES OFICIAIS Os vértices contem os três aspectos fundamentais da Matriz. Ela se refere à verificação de conteúdos disciplinares, por intermédio da utilização de habilidades, graças às quais se poderá inferir o grau de proficiência das competências cognitivas desenvolvidas pelos alunos em seu processo de escolarização. => SARESP
  • 25. AVALIAÇÕES OFICIAIS A avaliação de competências, por intermédio destes dois indicadores (habilidades associadas a conteúdos em uma situação de prova) justifica-se pelo compromisso assumido no currículo, em fase de implementação, das escolas públicas do Estado de São Paulo. => SARESP
  • 27. AVALIAÇÕES OFICIAIS Trata-se do propósito de caracterizar a missão da escola, entendida como um lugar e um tempo em que competências fundamentais ao conhecimento humano são aprendidas e valorizadas. => SARESP
  • 28. AVALIAÇÕES OFICIAIS Essas competências expressam a função emancipadora da escola, ao assumir que dominar competências é uma forma de garantir que houve aprendizagem efetiva dos alunos. => SARESP
  • 30. AVALIAÇÕES OFICIAIS A escala de Proficiência sintetiza o domínio dos conteúdos e habilidades alcançados, o que permite inferir o nível de domínio das competências avaliadas. => SARESP
  • 32. AVALIAÇÕES OFICIAIS Os conteúdos e competências cuja função é o objetivo do Saresp, isto é, verificar se os professores estão ensinando (os conteúdos esperados para os anos escolares avaliados) e os alunos aprendendo (isto é, com que nível de proficiência dominam as competências avaliadas). => SARESP
  • 34. AVALIAÇÕES OFICIAIS O esquema também relaciona habilidades e competências avaliadas em relação aos conteúdos disciplinares. No centro do triângulo encontra-se a avaliação, ela mesma, e sua função de observar e promover o cumprimento do compromisso social da escola com a aprendizagem efetiva de seus alunos. => SARESP
  • 36. AVALIAÇÕES OFICIAIS É efetuado em todo o Estado de São Paulo, e as condições do exame, a estrutura e o funcionamento das escolas são equivalentes, ao menos na maioria dos casos, pode-se comparar, por um desempenho individual, um esforço coletivo, o que possibilita verificar o quanto cada escola está podendo cumprir sua função social. => SARESP
  • 38. AVALIAÇÕES OFICIAIS Grupo I: Competências para observar. Esquemas presentativos ou representativos. Graças a eles, os alunos podem ler a prova, em sua dupla condição: registrar perceptivamente o que está proposto nos textos, imagens, tabelas ou quadros e interpretar este registro como informação que torna possível assimilar a questão e decidir sobre a alternativa que julgam mais correta. => SARESP
  • 41. AVALIAÇÕES OFICIAIS Grupo II: Competências para realizar. Caracterizam-se pelas capacidades de o aluno realizar os procedimentos necessários às suas tomadas de decisão em relação às questões ou tarefas propostas na prova. As habilidades do Grupo I estão focadas nas informações ou características das questões ou temas propostos, ou seja, nos observáveis relativos aos conteúdos avaliados. => SARESP
  • 44. AVALIAÇÕES OFICIAIS Grupo III: Competências para compreender. Implicam o uso de esquemas operatórios, sendo analisadas em duas perspectivas. A) Estão presentes e são mesmo essenciais às competências cognitivas ou às operações mentais destacadas nos Grupos I e II. B) Quando referidas a eles, têm um lugar de meio ou condição, mas não de fim, atuando de modo a possibilitar realizações via esquemas procedimentais (G II) ou leituras via esquemas de representação (G I). => SARESP
  • 48. QUESTÕES CURRICULARES => Matrizes de Referência => Disciplinas específicas => Competências e Habilidades
  • 55. PERSPECTIVAS DE ENSINO Relação Didática?
  • 56. PERSPECTIVAS DE ENSINO => Processo ENSINO-APRENDIZAGEM => Processo de ENSINO E APRENDIZAGEM Metodologia?
  • 57. PERSPECTIVAS DE ENSINO Níveis de complexidade? DADOS INFORMAÇÃO CONHECIMENTO
  • 58. PERSPECTIVAS DE ENSINO Alteridade?
  • 59. PERSPECTIVAS DE ENSINO Alteridade?
  • 60. PERSPECTIVAS DE ENSINO Alteridade?
  • 61. PERSPECTIVAS DE ENSINO Alteridade?
  • 62. PERSPECTIVAS DE ENSINO Alteridade?
  • 63. PERSPECTIVAS DE ENSINO Alteridade?
  • 64. PERSPECTIVAS DE ENSINO => Relação didática => Metodologia => Níveis de complexidade => Alteridade
  • 65. PERSPECTIVAS DE ENSINO Mas, principalmente, humanidade e sensibilidade!
  • 66.  
  • 67.  
  • 68.  
  • 69.  
  • 70.  
  • 71.  
  • 72.  
  • 73.  
  • 74.  
  • 75.  
  • 76.  
  • 77.  
  • 78.  
  • 79.  
  • 80.  
  • 81. Prof. Márcio Willyans Ribeiro [email_address] Coordenador de Geografia APRENDE BRASIL Obrigado!