Educação espírita (fatima)

5.219 visualizações

Publicada em

Panorama da visão espírita da Educação, mostrando a trajetória da educação tradicional e como a educação espírita pode ajudar a criar um mundo melhor a partir da modificação do próprio sujeito.

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.219
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
32
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
239
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Educação espírita (fatima)

  1. 1. EDUCAÇÃO Caminhar ESPÍRITA Caminhos para um mundo melhor Organização: Fatima A.Carvalho – CEJEN – Março 2010
  2. 2. MODELOS EDUCACIONAIS
  3. 3. MODELOS EDUCACIONAIS
  4. 4. http://educarparacrescer.abril.com.br/ aprendizagem/grandes-pensadores-306046.shtml www.pedagogiaespirita.org http://www.diaadia.pr.gov.br/tvpendrive/modules/mylinks/viewcat.php?cid=59&orderby=dateA
  5. 5. A palavra Pedagogia tem origem na Grécia antiga: paidós (criança) e agogé (condução). No decurso da história do Ocidente, a Pedagogia firmou-se como correlato da educação. Entretanto, a prática educativa é um fato social, cuja origem está ligada à da própria humanidade. A compreensão do fenômeno educativo e sua intervenção intencional fez surgir um saber específico que modernamente associa-se ao termo pedagogia.
  6. 6. Principais Educadores Gregos - ARISTÓTELES (384-322 a.C) MODELOS EDUCACIONAIS
  7. 7. MODELOS EDUCACIONAIS Principais Educadores Gregos - PLATÃO (427-347 a.C.)
  8. 8. Principais Educadores Gregos - SÓCRATES (469-399 a.C.) MODELOS EDUCACIONAIS
  9. 9. MODELOS EDUCACIONAIS
  10. 10. MODELOS EDUCACIONAIS PEDAGOGIA Os grandes pensadores da Educação http://educarparacrescer.abril.com.br/ aprendizagem/grandes-pensadores-306046.shtml
  11. 11. MODELOS EDUCACIONAIS
  12. 12. Lev Semyonovitch Vigotsky PAULO FREIRE MODELOS EDUCACIONAIS
  13. 13. MODELOS EDUCACIONAIS Na vanguarda da Educação Philippe Perrenoud Fernando Hernández Edgar Morin
  14. 14. MODELOS EDUCACIONAIS Na vanguarda da Educação César Coll António Nóvoa Bernardo Toro
  15. 15. IDÉIAS VALIOSAS GRANDE CONTRIBUIÇÃO MODELOS EDUCACIONAIS
  16. 16. A GRANDE MAIORIA PRIVILEGIA A RAZÃO
  17. 17. INTELIGÊNCIA EMOCIONAL MODELOS EDUCACIONAIS
  18. 18. INTELIGÊNCIA EMOCIONAL MODELOS EDUCACIONAIS
  19. 19. CELSO ANTUNES
  20. 20. JESUS E A INTELIGÊNCIA EMOCIONAL
  21. 21. Jesus utilizou-se do “vernáculo do coração”, falava, portanto, a linguagem da emoção, e acrescentamos: do sentimento sublimado — por isto se diz que Ele trouxe a Lei de Amor. Suely Caldas Schubert http://espiriteiro.blogspot.com/2009/06/jesus-e-inteligencia-emocional.html
  22. 22. ESPIRITUAL CONCEITOS DE INTELIGÊNCIA EMOCIONAL INTELECTUAL
  23. 23. INTELIGÊNCIA ESPIRITUAL Dana Zohar
  24. 24. INTELIGÊNCIA ESPIRITUAL
  25. 25. MODELOS EDUCACIONAIS
  26. 26. MODELOS EDUCACIONAIS
  27. 27. INTELIGÊNCIA ESPIRITUAL
  28. 28. INTELIGÊNCIA ESPIRITUAL Sinopse: Entender a mente humana sempre foi um desafio para os cientistas. Divaldo narra que primeiramente as pessoas eram medidas pela inteligência Intelectual, através do QI, mas na medida em que a psicologia avançou, no século XX, constatou- se que os indivíduos possuem também uma inteligência emocional. A investigação científica, mais tarde, concluiu que somos seres espirituais imortais. A Doutrina Espírita nos ensina como desenvolvemos a inteligência espiritual, através do amor, para alcançarmos a plenitude.
  29. 29. INTELIGÊNCIA ESPIRITUAL Dana Zohar Existem 10 (dez) qualidades essenciais para se ter um alto QS – quociente de espiritualidade:
  30. 30. INTELIGÊNCIA ESPIRITUAL Dana Zohar 1 – Praticar e estimular o auto – conhecimento profundo. 2 – Ter valores morais. Ser idealista. 3 – Ter capacidade de encarar e utilizar a adversidade.
  31. 31. INTELIGÊNCIA ESPIRITUAL Dana Zohar 4 – Ser holístico (pacificador, solidário, amigo). 5 – Aceitar a diversidade (diferenças) de seres e pessoas. 6 – Procurar a independência.
  32. 32. INTELIGÊNCIA ESPIRITUAL Dana Zohar 7 – Perguntar sempre ―por quê‖? 8 – Ter capacidade de colocar as coisas num contexto mais amplo. 9 – Ter espontaneidade.
  33. 33. INTELIGÊNCIA ESPIRITUAL Dana Zohar 10 – Ter compaixão.
  34. 34. INTELIGÊNCIA ESPIRITUAL MODELOS EDUCACIONAIS http://jbonline.terra.com.br/jb/papel/colunas/boff/2003/12/04/jorcolbof20031204001.html
  35. 35. INTELIGÊNCIA ESPIRITUAL MODELOS EDUCACIONAIS A prova empírica de sua existência deriva de pesquisas muito recentes, dos últimos 10 anos, feitas por neurólogos, neuropsicólogos, neurolinguistas e técnicos em magnetoencefalografia (que estudam os campos magnéticos e elétricos do cérebro).
  36. 36. INTELIGÊNCIA ESPIRITUAL Segundo esses cientistas, existe em nós, cientificamente verificável, um outro tipo de inteligência, pela qual não só captamos fatos, idéias e emoções, mas percebemos os contextos maiores de nossa vida, totalidades significativas, e nos faz sentir inseridos no Todo. Ela nos torna sensíveis a valores, a questões ligadas a Deus e à transcendência.
  37. 37. INTELIGÊNCIA ESPIRITUAL MODELOS EDUCACIONAIS É chamada de inteligência espiritual (QS = Quociente espiritual), porque é próprio da espiritualidade captar totalidades e se orientar por visões transcendentais.
  38. 38. MODELOS EDUCACIONAIS
  39. 39. MODELOS EDUCACIONAIS
  40. 40. MODELOS EDUCACIONAIS ATUAIS
  41. 41. MODELOS EDUCACIONAIS ATUAIS
  42. 42. MODELOS EDUCACIONAIS ATUAIS
  43. 43. MODELOS EDUCACIONAIS ATUAIS
  44. 44. MODELOS EDUCACIONAIS ATUAIS
  45. 45. MODELOS EDUCACIONAIS ATUAIS
  46. 46. MODELOS EDUCACIONAIS ATUAIS
  47. 47. Opera-se, na Terra neste largo período, a grande transição anunciada pelas Escrituras e confirmada pelo Espiritismo. Joanna de Ângelis
  48. 48. MODELOS EDUCACIONAIS
  49. 49. PEDAGOGIA ESPÍRITA remonta a três grandes precursores: MODELOS EDUCACIONAIS Jan Amos Comenius (1592-1670)
  50. 50. PEDAGOGIA ESPÍRITA remonta a três grandes precursores: MODELOS EDUCACIONAIS Jean-Jacques Rousseau (1712-1778)
  51. 51. PEDAGOGIA ESPÍRITA remonta a três grandes precursores: MODELOS EDUCACIONAIS Johann Heinrich Pestalozzi (1746-1827)
  52. 52. Não foi à toa que Kardec tenha sido educador e tenha recebido influência de Pestalozzi, MODELOS EDUCACIONAIS um dos maiores educadores de todos os tempos. KARDEC : DISCÍPULO DE PESTALOZZI
  53. 53. PESTALOZZI : Recebeu influências de Rousseau e MODELOS EDUCACIONAIS Comenius
  54. 54. PESTALOZZI : Recebeu influências de Rousseau e Comenius MODELOS EDUCACIONAIS Esta descendência histórica nos faz encontrar o fio condutor que desemboca no espiritismo e, portanto, na pedagogia espírita.
  55. 55. PROPOSTA ESPÍRITA DE EDUCAÇÃO: Ao contrário de outras correntes religiosas, que têm um caráter salvacionista, a Doutrina Espírita, com seu tríplice aspecto — cientifico, filosófico e religioso — pretende promover a evolução do homem e esta evolução é um processo pedagógico. A Educação do Espírito é o cerne da proposta espírita. (Dora Incontri)
  56. 56. NEY LOBO ALESSANDRO CÉSAR BIGHETO DORA INCONTRI .
  57. 57. . DORA INCONTRI .
  58. 58. . DORA INCONTRI .
  59. 59. MODELOS EDUCACIONAIS
  60. 60. MODELOS EDUCACIONAIS
  61. 61. Seguindo os passos de Kardec, que chama a atenção MODELOS EDUCACIONAIS para a necessidade de educarmos na compreensão das potencialidades do indivíduo e no respeito ao seu modo de ser, Herculano demonstra que a educação da criança e do jovem deve levar em consideração o respeito às necessidades, aptidões e desejos do educando. Herculano Pires A possibilidade de ser feliz depende do respeito à personalidade de cada indivíduo, educado à luz dos ensinamentos do Mestre Jesus.
  62. 62. “Herculano Pires foi o metro que melhor mediu Kardec.” (Emmanuel)
  63. 63. EDUCAÇÃO TRADICIONAL Visa à formação intelectual das pessoas Prepara para o mercado de trabalho Objetiva a conquista da prosperidade material
  64. 64. EDUCAÇÃO TRADICIONAL Visa exclusivamente o progresso social, econômico e financeiro das pessoas ou da nação
  65. 65. EDUCAÇÃO ESPÍRITA Considera o educando um Espírito imortal, revestido temporariamente por um corpo material que o permite agir na vida
  66. 66. EDUCAÇÃO ESPÍRITA Complementa a educação intelectual para conseguir utilizar de um modo elevado as suas faculdades.
  67. 67. EDUCAÇÃO ESPÍRITA Possibilita ao educando: criar um destino venturoso tanto na Terra quanto na vida espiritual, para onde vai retornar após o
  68. 68. ALICERCES DA EDUCAÇÃO ESPÍRITA
  69. 69. EDUCAÇÃO ESPÍRITA PERMITE AOS EDUCANDOS CONHECER A EXISTÊNCIA DE DEUS E SUA COMPLEXA OBRA DA CRIAÇÃO OCASIONA UMA COMPLETA REVOLUÇÃO NO SABER HUMANO, NO ALCANCE E NAS FINALIDADES DA EDUCAÇÃO, ABRINDO NOVAS NECESSIDADES EDUCATIVAS PARA OS HOMENS.
  70. 70. EDUCAÇÃO ESPÍRITA APRENDEM A SE VER COMO ESPÍRITOS ENCARNADOS, CRIATURAS E FILHOS DE DEUS, QUE TÊM PELA FRENTE UMA JORNADA EVOLUTIVA COM A ESPERANÇA DE SE TORNAREM, UM DIA, POR CONQUISTAS E ESFORÇOS PRÓPRIOS, SERES PERFEITOS.
  71. 71. CD INTERATIVO
  72. 72. Segundo a filosofia espírita, MODELOS EDUCACIONAIS a existência humana é um projeto educacional para a eternidade, pois a nossa meta é a perfeição. Caminhamos, nesta trilha evolutiva, construindo a nós mesmos, experimentando ações, em liberdade, cooperando com a obra divina em nós e fora de nós.
  73. 73. MODELO EDUCACIONAL ESPÍRITA
  74. 74. MODELO EDUCACIONAL ESPÍRITA
  75. 75. MODELO EDUCACIONAL ESPÍRITA
  76. 76. MENSAGEM DE EMMANUEL Agir ajudando, criar alegria, concórdia e esperanças, abrir novos horizontes ao conhecimento superior e melhorar a vida, onde estivermos, é o apostolado de quantos se devotaram 69 - Boa Nova. Fonte Viva - mensagem à Firmeza e Constância

×