Introdução

919 visualizações

Publicada em

Aula 1 da disciplina Oc. Quím. de Estuários - UFPA (2012)

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
919
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
283
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Introdução

  1. 1. AULA 2 OCEANOGRAFIA QUÍMICA DE ESTUÁRIOSEstag. Doc.: Camila C. Santos - santos.camilac@gmail.com Profa.: Susy E. M. Gouveia
  2. 2. BIOGEOQUÍMICA Estuda a relação entre as composições químicas da biosfera, atmosfera, litosfera, hidrosfera e criosfera; O estudo desta interação permite determinar fontes, sumidouros e fluxos de elementos químicos através dos diferentes reservatórios terrestres;
  3. 3. BIOGEOQUÍMICA BIOGEOQUÍMICA Uma das primeiras aplicações da biogeoquímica foi umestudo que aplicava a geoquímica orgânica em organismos esua bioquímica molecular, como uma estrutura inicial para ainterpretação de fontes de matéria orgânica sedimentar; O desenvolvimento sustentável requer um conhecimentoprévio e aprofundado dos ciclos biogeoquímicos; POR QUE?
  4. 4. CICLO HIDROLÓGICO Revisão É o contínuo movimento da água de um reservatório para outro - do oceano para a atmosfera pela evaporação, de volta para a superfície por meio da precipitação (chuva e neve) e, então, para os rios e aquíferos por meio do escoamento, retornando aos oceanos.
  5. 5. CICLO HIDROLÓGICO Reservatório: lugar onde a água é armazenada. estuários
  6. 6. CICLO HIDROLÓGICO
  7. 7. CICLO HIDROLÓGICOO tamanho de cadareservatóriopermanece
  8. 8. CICLO HIDROLÓGICO Tempo de residência (t): é a quantidade média de tempo que uma partícula reside (permanece) em um sistema em particular; V = volume de água doce do estuário (m3); t = V/Q Q = taxa de entrada de água doce (m3.s-1). Nos estuários, o tempo de residência tem grandes consequências para o ciclo dos elementos químicos; O tempo de residência médio das águas dos estuários do Golfo do México é de 200 dias.
  9. 9. CICLO HIDROLÓGICOHidrologia local - mais importante que a hidrologia global -clima (temperatura e precipitação);Regiões quentes → chuvas frequentes → estoque de águasuperficial e subterrânea abundante;Regiões áridas ou semi-áridas quentes → raramente chove→ a água é um recurso inestimável. Climas frios → água do degelo da neve e das geleiras. QUAL A IMPORTÂNCIA DO CONHECIMENTO DO CLIMA REGIONAL E DO CICLO HIDROLÓGICO REGIONAL NO ESTUDO DO QUIMISMO DAS ÁGUAS?
  10. 10. PARÂMETROS HIDROQUÍMICOS São normalmente utilizados para se avaliar a qualidade hídrica de um corpo aquático. pH: grandeza físico-química que indica a acidez,neutralidade ou basicidade de uma solução aquosa.Eh: indica o estado REDOX de um corpo aquático; Alcalinidade: capacidade que uma solução tem em neutralizaríons H+;
  11. 11. PARÂMETROS HIDROQUÍMICOS Salinidade: quantidade de sais, em gramas, dissolvidos em 1 kg de água; Condutividade elétrica: capacidade que a água possui de conduzir corrente elétrica; Turbidez: medida da redução de transparência da água devido à presença de sólidos em suspenção
  12. 12. PARÂMETROS HIDROQUÍMICOS Dureza: propriedade relacionada com a concentraçãode íons cálcio e magnésio; Temperatura: grau de agitação térmica das moléculas deágua, importante papel nas reações químicas; Demanda Bioquímica de Oxigênio (DBO): quantidade deoxigênio necessária para oxidar a matéria orgânica presentena água.
  13. 13. PARÂMETROS HIDROQUÍMICOS Exercício para a próx. aula Breve apresentação (10 slides); Definição do parâmetro; Métodos analíticos mais utilizados para determiná-lo; Comentários e conclusões com base nos papers.1. Caracterização Oceanográfica E Biogeoquímica DosEstuários Dos Rios Tavares E Defuntos, Reserva Extrativista DePirajubaé, Florianópolis, SC (pH);
  14. 14. PARÂMETROS HIDROQUÍMICOS2. Caracterização Física, Físico-química E Química Do Estuário Ceará-Mirim, Litoral Oriental do Estado do Rio Grande do Norte (AT);3. Caracterização Física, Físico-química E Química Do Estuário Potengi, Litoral Oriental do Estado do Rio Grande do Norte (OD);4. Interpretação Química Da Salinidade De Um Estuário Da Costa Nordeste Oriental Ao Longo De Um Ciclo De Maré (Salinidade).
  15. 15. REFERÊNCIAS

×