SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 39
Baixar para ler offline
Transformações no
ambiente de marketing !
De usp a xsp!




Leitura recomendada “USP, ESP E XSP”!
USP!
Unique Selling Proposition!



PROPOSICAO UNICA DE VENDA!
slp!
 Selling Proposition emocional!


PROPOSICAO EMOCIONAL DE VENDA!
compreender mais profundamente
consumidor quer e precisa, a fim de
entender que as emoções de manipular
para cada um dos públicos marcas.!
!
xsp!
 Selling Proposition Experiencial !


PROPOSICAO EXPERIENCIA DE
VENDA!
A Cauda Longa
O que é Cauda Longa?!
A partir de um artigo do Editor Chefe da Revista Wired –
Chris Anderson, surge o livro que trata do conceito de
Cauda Longa (The Long Tail).!
Podemos dizer que a Cauda Longa é uma evolução da Curva
ABC ou 80-20, é baseada no teorema do economista Vilfredo
Pareto, na Itália, no século XIX.!
No mercado de produtos e serviços as empresas adotavam a
Curva ABC como regra para controle de estoque, investindo
nos produtos de maior saída, sempre os colocando como
destaque.!
Foi gerada uma economia de mercado de Hits.!
Marcas fortes X Concorrência Fraca.!
 Mas, graças à internet e com a democratização da
tecnologia isso mudou!!
Os bits se tornaram os novos átomos!!
Os custos de produção, estocagem e distribuição ficaram bem
mais reduzidos. E a facilidade de encontrar produtos, antes
raros, e comprá-los facilmente por e-commerce gerou um
grande mercado de nichos.!
Com isso a parte da curva que não representa os Hits se
alongou, tornando a parte horizontal do gráfico mais
representativa do que a parte vertical.!
AS 3 GRANDES FORÇAS
  DA CAUDA LONGA!
1 – Democratização da Produção!
Com a revolução tecnológica muito mais indivíduos podem
produzir produtos ou oferecer serviços que antes só podiam
ser oferecidos por corporações. Muito mais pessoas podem se
tornar empreendedoras.!




                     Maior oferta de bens, o que
                           alonga a cauda
2 – Democratização da Propagação!
Ao invés de ter de investir em mídias caríssimas como TV e
Rádio, ou ter que mandar imprimir 10 mil folhetos para
atingir poucos clientes a internet possibilita que o custo
para divulgar uma oferta de mercado seja até mesmo zero, se
forem usados blogs ou redes sociais por exemplo. Anunciar
na internet também tem um custo bem mais reduzido em
comparação as outras mídias.!




                Maior acesso aos nichos, o que torna a
                   cauda cada vez mais horizontal
3 – Relação Oferta demanda.!
Através de buscadores como o Google (que é muito maior que
qualquer outro buscador), Blogs, Sites de e-commerce e
outras ferramentas da internet, fica muito mais fácil para os
consumidores acharem exatamente o que procuram, e com a
possibilidade de adquirir-los sem desgaste de locomoção ou
perda tempo, podendo comprar online!




                     Deslocamento dos negócios
                        dos hits para os nichos
A Cauda Longa


  Sabe aquele livro obscuro, ausente de todas as bibliotecas, que
              você finalmente encontrou em livrarias virtuais?


E aquela música de um disco em vinil que nunca foi lançado no
formato de CD, que você achou em sites de download?


    O filme raro que você não viu em nenhum festival, que nunca
  caberia na prateleira da sua locadora, mas que um fã da Suécia
                                               colocou na rede?


                    Bem-vindo à Economia da Cauda Longa!
A Cauda Longa é catalizada pela internet
A Cauda Longa do E-Commerce
A Amazon.com começou através de uma simples livraria e na última
década ampliou para outras áreas e para as vendas de terceiros (alguns
estimam que aproximadamente 25% da receita provenham de
terceiros).

Tanto os varejistas quanto os vendedores individuais utilizam a
Amazon.com para vender seus produtos (grandes varejistas como
Nordstrom, Land's End e Target usam a Amazon.com para vender
seus produtos além de vendê-los em seus próprios sites).


A Amazon basicamente aluga o espaço para estes varejistas,
que usam a Amazon.com como um ponto de venda adicional
na Internet.
A Cauda Longa do E-Commerce
•    Faturamento: US$ 10.7 bilhões (2006)
•    Lucro: US$ 190 milhões (2006)
•    Valor de mercado: US$ 16.1 bilhões (2007)
•    Valor da marca: US$ 5.41 bilhões (2007)
•    Presença global: + 160 países
•    Sites internacionais: 7
•    Funcionários: 13.900
•    Clientes: 50 milhões
•    Acessos: 32º site mais visitado da Internet
A Cauda Longa da Informação
A Wikipédia é uma enciclopédia multilíngüe online livre, colaborativa, ou
seja, escrita internacionalmente por várias pessoas comuns de diversas
regiões do mundo, todas elas voluntárias.



A Wikipedia oferece mais 860 mil artigos em inglês em comparação com
80 mil da Britannica e com os 4.500 da Encarta, elaborados por mais de
16 mil colaboradores.



TOTAL DE ARTIGOS DA WIKIPEDIA: mais de 3,5 milhões
A Cauda Longa da Informação


O empresário americano Jimmy Wales, co-fundador da enciclopédia livre
online Wikipedia, previu que a rede trará no futuro um "fascinante
diálogo entre culturas" com a incorporação de 1 bilhão de novos
usuários não ocidentais.




"A mudança mais importante que vamos ver na Internet é que nos
próximos 5 a 10 anos os 1 bilhão de usuários atuais serão somados por
outros 1 bilhão, que não serão dos EUA, da Europa ou do Japão, mas da
Índia, China e do Brasil", afirmou Wales.
A Cauda Longa da Publicidade



O maior representante da Cauda Longa da publicidade. Passou a atender
uma grande quantidade de nichos que não eram atendidos pelas formas
tradicionais de venda de propaganda, baseadas em grandes anunciantes,
grandes veículos e grandes agências.

Pequenas e até micro-empresas sem verba alguma para a mídia, podem
comprar palavras por meio de leilão no Google e atingir milhões de pessoas
que nunca os encontraria de outra maneira.


As receitas do Google já ultrapassaram US$ 5 bi/ano.
Outros Exemplos
A Cauda Longa da Música




A Cauda Longa do Cinema
9 regras para o sucesso no mundo da Cauda Longa

Pontos importantes:
Disponibilizar tudo!

Ajudar-me a encontrá-lo!



Regra 1. Movimente os estoques para dentro...ou para fora
Regra 2. Deixe os clientes fazerem o seu trabalho
Regra 3. Um método de distribuição não é adequado a todas as situações
Regra 4. Um produto não atende a todas as necessidades
Regra 5. Um preço não serve para todos
Regra 6. Compartilhe informações – Transparência
Regra 7. Pense “e”, não “ou”
Regra 8. Ao fazer o seu trabalho, confie no mercado
Regra 9. Compreenda o poder da gratuidade

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A Cauda Longa e o Caos Mundial
A Cauda Longa e o Caos MundialA Cauda Longa e o Caos Mundial
A Cauda Longa e o Caos MundialRenato Melo
 
POR QUE ESTAMOS EM CRISE?
POR QUE ESTAMOS EM CRISE?POR QUE ESTAMOS EM CRISE?
POR QUE ESTAMOS EM CRISE?Renato Melo
 
Palestra Google Marketing - 22jun2010 - São Paulo
Palestra Google Marketing - 22jun2010 - São PauloPalestra Google Marketing - 22jun2010 - São Paulo
Palestra Google Marketing - 22jun2010 - São PauloConrado Adolpho
 
Planejamento - Hippo - Experiência de Compra
Planejamento - Hippo - Experiência de CompraPlanejamento - Hippo - Experiência de Compra
Planejamento - Hippo - Experiência de CompraLucas Schwantes
 
10 tendências para o Marketing Digital em 2014
10 tendências para o Marketing Digital em 201410 tendências para o Marketing Digital em 2014
10 tendências para o Marketing Digital em 2014Hugo Lopes
 
Aula03 - A Cauda Longa
Aula03 - A Cauda LongaAula03 - A Cauda Longa
Aula03 - A Cauda LongaMarcio Nunes
 
Case Delas - Botique Erótica
Case Delas - Botique EróticaCase Delas - Botique Erótica
Case Delas - Botique EróticaRoberto Gaspar
 
Mais DIFERENTE que o DIFERENTE
Mais DIFERENTE que o DIFERENTEMais DIFERENTE que o DIFERENTE
Mais DIFERENTE que o DIFERENTEMichele Silveira
 
E-commerce - Aula 11 - Webdesign
E-commerce - Aula 11 - WebdesignE-commerce - Aula 11 - Webdesign
E-commerce - Aula 11 - WebdesignRenato Melo
 
Espm midia online_lf_aula3
Espm midia online_lf_aula3Espm midia online_lf_aula3
Espm midia online_lf_aula3Bruno Kaneoya
 
Planejamento de Marketing Digital Sex Shop SexyCommerce - Faculdade Impacta P...
Planejamento de Marketing Digital Sex Shop SexyCommerce - Faculdade Impacta P...Planejamento de Marketing Digital Sex Shop SexyCommerce - Faculdade Impacta P...
Planejamento de Marketing Digital Sex Shop SexyCommerce - Faculdade Impacta P...Ronaldo Santana
 

Mais procurados (18)

A Cauda Longa e o Caos Mundial
A Cauda Longa e o Caos MundialA Cauda Longa e o Caos Mundial
A Cauda Longa e o Caos Mundial
 
Missao Las Vegas 2008 Varejo 2.0 Agnaldo
Missao Las Vegas 2008 Varejo 2.0 AgnaldoMissao Las Vegas 2008 Varejo 2.0 Agnaldo
Missao Las Vegas 2008 Varejo 2.0 Agnaldo
 
Princípios básicos da web 2 cauda longa
Princípios básicos da web 2 cauda longaPrincípios básicos da web 2 cauda longa
Princípios básicos da web 2 cauda longa
 
POR QUE ESTAMOS EM CRISE?
POR QUE ESTAMOS EM CRISE?POR QUE ESTAMOS EM CRISE?
POR QUE ESTAMOS EM CRISE?
 
Palestra Google Marketing - 22jun2010 - São Paulo
Palestra Google Marketing - 22jun2010 - São PauloPalestra Google Marketing - 22jun2010 - São Paulo
Palestra Google Marketing - 22jun2010 - São Paulo
 
Planejamento - Hippo - Experiência de Compra
Planejamento - Hippo - Experiência de CompraPlanejamento - Hippo - Experiência de Compra
Planejamento - Hippo - Experiência de Compra
 
Trendwatching 3 4
Trendwatching 3 4Trendwatching 3 4
Trendwatching 3 4
 
10 tendências para o Marketing Digital em 2014
10 tendências para o Marketing Digital em 201410 tendências para o Marketing Digital em 2014
10 tendências para o Marketing Digital em 2014
 
Tendências 2013
Tendências 2013Tendências 2013
Tendências 2013
 
Pptx Amazon
Pptx AmazonPptx Amazon
Pptx Amazon
 
Aula03 - A Cauda Longa
Aula03 - A Cauda LongaAula03 - A Cauda Longa
Aula03 - A Cauda Longa
 
Case Delas - Botique Erótica
Case Delas - Botique EróticaCase Delas - Botique Erótica
Case Delas - Botique Erótica
 
Mais DIFERENTE que o DIFERENTE
Mais DIFERENTE que o DIFERENTEMais DIFERENTE que o DIFERENTE
Mais DIFERENTE que o DIFERENTE
 
Caso Delas Comportamento do consumidor - #DIG6
Caso Delas Comportamento do consumidor - #DIG6Caso Delas Comportamento do consumidor - #DIG6
Caso Delas Comportamento do consumidor - #DIG6
 
Presença Digital CCPR
Presença Digital CCPRPresença Digital CCPR
Presença Digital CCPR
 
E-commerce - Aula 11 - Webdesign
E-commerce - Aula 11 - WebdesignE-commerce - Aula 11 - Webdesign
E-commerce - Aula 11 - Webdesign
 
Espm midia online_lf_aula3
Espm midia online_lf_aula3Espm midia online_lf_aula3
Espm midia online_lf_aula3
 
Planejamento de Marketing Digital Sex Shop SexyCommerce - Faculdade Impacta P...
Planejamento de Marketing Digital Sex Shop SexyCommerce - Faculdade Impacta P...Planejamento de Marketing Digital Sex Shop SexyCommerce - Faculdade Impacta P...
Planejamento de Marketing Digital Sex Shop SexyCommerce - Faculdade Impacta P...
 

Semelhante a Transformações no marketing: USP, ESP e XSP

Espm Midia Online Lf Aula3
Espm Midia Online Lf Aula3Espm Midia Online Lf Aula3
Espm Midia Online Lf Aula3Bruno Kaneoya
 
Espm midia online_lf_aula3
Espm midia online_lf_aula3Espm midia online_lf_aula3
Espm midia online_lf_aula3Bruno Kaneoya
 
As Organizações e a Web
As Organizações e a WebAs Organizações e a Web
As Organizações e a WebClaudio Toldo
 
Inovação pb 08_11
Inovação pb 08_11Inovação pb 08_11
Inovação pb 08_11ofc-planners
 
61 ideias marketing
61 ideias marketing61 ideias marketing
61 ideias marketingrapidoclick
 
61 ideias marketing
61 ideias marketing61 ideias marketing
61 ideias marketinganafranca
 
Rakuten EC Service - 2007 Ikeda - Social Networking
Rakuten EC Service - 2007 Ikeda - Social NetworkingRakuten EC Service - 2007 Ikeda - Social Networking
Rakuten EC Service - 2007 Ikeda - Social NetworkingRakuten Brasil
 
Varejo 2.0: como as redes sociais podem influenciar negócios
Varejo 2.0: como as redes sociais podem influenciar negóciosVarejo 2.0: como as redes sociais podem influenciar negócios
Varejo 2.0: como as redes sociais podem influenciar negóciosRenée Danielle Almeida
 
Curso de competitivdade mudanças no mercado seculo xxi
Curso de competitivdade mudanças no mercado seculo xxiCurso de competitivdade mudanças no mercado seculo xxi
Curso de competitivdade mudanças no mercado seculo xxiNanne Nayla
 

Semelhante a Transformações no marketing: USP, ESP e XSP (20)

A Cauda Longa
A Cauda LongaA Cauda Longa
A Cauda Longa
 
Espm Midia Online Lf Aula3
Espm Midia Online Lf Aula3Espm Midia Online Lf Aula3
Espm Midia Online Lf Aula3
 
Espm midia online_lf_aula3
Espm midia online_lf_aula3Espm midia online_lf_aula3
Espm midia online_lf_aula3
 
Aula6 Cauda Longa E Economia Da Colaboracao Catia Lassalvia 28 4 08
Aula6 Cauda Longa E Economia Da Colaboracao  Catia Lassalvia 28 4 08Aula6 Cauda Longa E Economia Da Colaboracao  Catia Lassalvia 28 4 08
Aula6 Cauda Longa E Economia Da Colaboracao Catia Lassalvia 28 4 08
 
Trendwatching 3 4
Trendwatching 3 4Trendwatching 3 4
Trendwatching 3 4
 
As Organizações e a Web
As Organizações e a WebAs Organizações e a Web
As Organizações e a Web
 
Inovação pb 08_11
Inovação pb 08_11Inovação pb 08_11
Inovação pb 08_11
 
8 Tendências para 2016
8 Tendências para 2016 8 Tendências para 2016
8 Tendências para 2016
 
Cauda longa - “The Long Tail˜
Cauda longa - “The Long Tail˜Cauda longa - “The Long Tail˜
Cauda longa - “The Long Tail˜
 
61 ideias marketing
61 ideias marketing61 ideias marketing
61 ideias marketing
 
61 ideias marketing
61 ideias marketing61 ideias marketing
61 ideias marketing
 
61 ideias de marketing
61  ideias de marketing61  ideias de marketing
61 ideias de marketing
 
61 grandes ideias de vendas e marketing raul candeloro
61 grandes ideias de vendas e marketing   raul candeloro61 grandes ideias de vendas e marketing   raul candeloro
61 grandes ideias de vendas e marketing raul candeloro
 
61 ideias marketing
61 ideias marketing61 ideias marketing
61 ideias marketing
 
Publicidade Online
Publicidade OnlinePublicidade Online
Publicidade Online
 
Rakuten EC Service - 2007 Ikeda - Social Networking
Rakuten EC Service - 2007 Ikeda - Social NetworkingRakuten EC Service - 2007 Ikeda - Social Networking
Rakuten EC Service - 2007 Ikeda - Social Networking
 
Aula Cauda Longa
Aula Cauda LongaAula Cauda Longa
Aula Cauda Longa
 
Revista 2.0
Revista 2.0Revista 2.0
Revista 2.0
 
Varejo 2.0: como as redes sociais podem influenciar negócios
Varejo 2.0: como as redes sociais podem influenciar negóciosVarejo 2.0: como as redes sociais podem influenciar negócios
Varejo 2.0: como as redes sociais podem influenciar negócios
 
Curso de competitivdade mudanças no mercado seculo xxi
Curso de competitivdade mudanças no mercado seculo xxiCurso de competitivdade mudanças no mercado seculo xxi
Curso de competitivdade mudanças no mercado seculo xxi
 

Mais de Pedro Alexandre Cabral

Mais de Pedro Alexandre Cabral (15)

Novos caminhos do Marketing 3.0
Novos caminhos do Marketing 3.0Novos caminhos do Marketing 3.0
Novos caminhos do Marketing 3.0
 
Sociedade na era big data, dados demais filtros de menos
Sociedade na era big data, dados demais filtros de menosSociedade na era big data, dados demais filtros de menos
Sociedade na era big data, dados demais filtros de menos
 
Sociedade na era do big data: Dados demais, filtros de menos
Sociedade na era do big data: Dados demais, filtros de menosSociedade na era do big data: Dados demais, filtros de menos
Sociedade na era do big data: Dados demais, filtros de menos
 
O USO DO DATA MINING NA DESCOBERTA DE MARCAS IDENTITÁRIAS DO PIAUÍ: UM ESTUDO...
O USO DO DATA MINING NA DESCOBERTA DE MARCAS IDENTITÁRIAS DO PIAUÍ: UM ESTUDO...O USO DO DATA MINING NA DESCOBERTA DE MARCAS IDENTITÁRIAS DO PIAUÍ: UM ESTUDO...
O USO DO DATA MINING NA DESCOBERTA DE MARCAS IDENTITÁRIAS DO PIAUÍ: UM ESTUDO...
 
A transformação da visibilidade
A transformação da visibilidadeA transformação da visibilidade
A transformação da visibilidade
 
Neuromarketing
NeuromarketingNeuromarketing
Neuromarketing
 
Aula analise competitividade
Aula analise competitividadeAula analise competitividade
Aula analise competitividade
 
Aula sobre Brand
Aula sobre BrandAula sobre Brand
Aula sobre Brand
 
Conceitos básicos - Marketing
Conceitos básicos - MarketingConceitos básicos - Marketing
Conceitos básicos - Marketing
 
A utilização da tecnologia da informação na gestão de planos de saúde
 A utilização da tecnologia da informação na gestão de planos de saúde A utilização da tecnologia da informação na gestão de planos de saúde
A utilização da tecnologia da informação na gestão de planos de saúde
 
Previsao de Demanda
Previsao de DemandaPrevisao de Demanda
Previsao de Demanda
 
SENSE - INFOWAY
SENSE - INFOWAYSENSE - INFOWAY
SENSE - INFOWAY
 
Desafio chemtech
Desafio chemtechDesafio chemtech
Desafio chemtech
 
Analise Dos Mercados Consumidores
Analise Dos Mercados ConsumidoresAnalise Dos Mercados Consumidores
Analise Dos Mercados Consumidores
 
Analise Dos Mercados Consumidores
Analise Dos Mercados ConsumidoresAnalise Dos Mercados Consumidores
Analise Dos Mercados Consumidores
 

Transformações no marketing: USP, ESP e XSP

  • 2. De usp a xsp! Leitura recomendada “USP, ESP E XSP”!
  • 4. slp! Selling Proposition emocional! PROPOSICAO EMOCIONAL DE VENDA!
  • 5.
  • 6. compreender mais profundamente consumidor quer e precisa, a fim de entender que as emoções de manipular para cada um dos públicos marcas.! !
  • 7. xsp! Selling Proposition Experiencial ! PROPOSICAO EXPERIENCIA DE VENDA!
  • 8.
  • 9.
  • 10.
  • 12. O que é Cauda Longa?! A partir de um artigo do Editor Chefe da Revista Wired – Chris Anderson, surge o livro que trata do conceito de Cauda Longa (The Long Tail).!
  • 13. Podemos dizer que a Cauda Longa é uma evolução da Curva ABC ou 80-20, é baseada no teorema do economista Vilfredo Pareto, na Itália, no século XIX.!
  • 14. No mercado de produtos e serviços as empresas adotavam a Curva ABC como regra para controle de estoque, investindo nos produtos de maior saída, sempre os colocando como destaque.!
  • 15. Foi gerada uma economia de mercado de Hits.! Marcas fortes X Concorrência Fraca.!
  • 16.  Mas, graças à internet e com a democratização da tecnologia isso mudou!! Os bits se tornaram os novos átomos!!
  • 17. Os custos de produção, estocagem e distribuição ficaram bem mais reduzidos. E a facilidade de encontrar produtos, antes raros, e comprá-los facilmente por e-commerce gerou um grande mercado de nichos.!
  • 18. Com isso a parte da curva que não representa os Hits se alongou, tornando a parte horizontal do gráfico mais representativa do que a parte vertical.!
  • 19. AS 3 GRANDES FORÇAS DA CAUDA LONGA!
  • 20. 1 – Democratização da Produção! Com a revolução tecnológica muito mais indivíduos podem produzir produtos ou oferecer serviços que antes só podiam ser oferecidos por corporações. Muito mais pessoas podem se tornar empreendedoras.! Maior oferta de bens, o que alonga a cauda
  • 21. 2 – Democratização da Propagação! Ao invés de ter de investir em mídias caríssimas como TV e Rádio, ou ter que mandar imprimir 10 mil folhetos para atingir poucos clientes a internet possibilita que o custo para divulgar uma oferta de mercado seja até mesmo zero, se forem usados blogs ou redes sociais por exemplo. Anunciar na internet também tem um custo bem mais reduzido em comparação as outras mídias.! Maior acesso aos nichos, o que torna a cauda cada vez mais horizontal
  • 22. 3 – Relação Oferta demanda.! Através de buscadores como o Google (que é muito maior que qualquer outro buscador), Blogs, Sites de e-commerce e outras ferramentas da internet, fica muito mais fácil para os consumidores acharem exatamente o que procuram, e com a possibilidade de adquirir-los sem desgaste de locomoção ou perda tempo, podendo comprar online! Deslocamento dos negócios dos hits para os nichos
  • 23. A Cauda Longa Sabe aquele livro obscuro, ausente de todas as bibliotecas, que você finalmente encontrou em livrarias virtuais? E aquela música de um disco em vinil que nunca foi lançado no formato de CD, que você achou em sites de download? O filme raro que você não viu em nenhum festival, que nunca caberia na prateleira da sua locadora, mas que um fã da Suécia colocou na rede? Bem-vindo à Economia da Cauda Longa!
  • 24. A Cauda Longa é catalizada pela internet
  • 25. A Cauda Longa do E-Commerce A Amazon.com começou através de uma simples livraria e na última década ampliou para outras áreas e para as vendas de terceiros (alguns estimam que aproximadamente 25% da receita provenham de terceiros). Tanto os varejistas quanto os vendedores individuais utilizam a Amazon.com para vender seus produtos (grandes varejistas como Nordstrom, Land's End e Target usam a Amazon.com para vender seus produtos além de vendê-los em seus próprios sites). A Amazon basicamente aluga o espaço para estes varejistas, que usam a Amazon.com como um ponto de venda adicional na Internet.
  • 26. A Cauda Longa do E-Commerce •  Faturamento: US$ 10.7 bilhões (2006) •  Lucro: US$ 190 milhões (2006) •  Valor de mercado: US$ 16.1 bilhões (2007) •  Valor da marca: US$ 5.41 bilhões (2007) •  Presença global: + 160 países •  Sites internacionais: 7 •  Funcionários: 13.900 •  Clientes: 50 milhões •  Acessos: 32º site mais visitado da Internet
  • 27. A Cauda Longa da Informação A Wikipédia é uma enciclopédia multilíngüe online livre, colaborativa, ou seja, escrita internacionalmente por várias pessoas comuns de diversas regiões do mundo, todas elas voluntárias. A Wikipedia oferece mais 860 mil artigos em inglês em comparação com 80 mil da Britannica e com os 4.500 da Encarta, elaborados por mais de 16 mil colaboradores. TOTAL DE ARTIGOS DA WIKIPEDIA: mais de 3,5 milhões
  • 28. A Cauda Longa da Informação O empresário americano Jimmy Wales, co-fundador da enciclopédia livre online Wikipedia, previu que a rede trará no futuro um "fascinante diálogo entre culturas" com a incorporação de 1 bilhão de novos usuários não ocidentais. "A mudança mais importante que vamos ver na Internet é que nos próximos 5 a 10 anos os 1 bilhão de usuários atuais serão somados por outros 1 bilhão, que não serão dos EUA, da Europa ou do Japão, mas da Índia, China e do Brasil", afirmou Wales.
  • 29. A Cauda Longa da Publicidade O maior representante da Cauda Longa da publicidade. Passou a atender uma grande quantidade de nichos que não eram atendidos pelas formas tradicionais de venda de propaganda, baseadas em grandes anunciantes, grandes veículos e grandes agências. Pequenas e até micro-empresas sem verba alguma para a mídia, podem comprar palavras por meio de leilão no Google e atingir milhões de pessoas que nunca os encontraria de outra maneira. As receitas do Google já ultrapassaram US$ 5 bi/ano.
  • 30.
  • 31.
  • 32.
  • 33.
  • 34. Outros Exemplos A Cauda Longa da Música A Cauda Longa do Cinema
  • 35.
  • 36.
  • 37.
  • 38.
  • 39. 9 regras para o sucesso no mundo da Cauda Longa Pontos importantes: Disponibilizar tudo! Ajudar-me a encontrá-lo! Regra 1. Movimente os estoques para dentro...ou para fora Regra 2. Deixe os clientes fazerem o seu trabalho Regra 3. Um método de distribuição não é adequado a todas as situações Regra 4. Um produto não atende a todas as necessidades Regra 5. Um preço não serve para todos Regra 6. Compartilhe informações – Transparência Regra 7. Pense “e”, não “ou” Regra 8. Ao fazer o seu trabalho, confie no mercado Regra 9. Compreenda o poder da gratuidade