O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Apresentação Tao

445 visualizações

Publicada em

Apresentação de minha monografia do curso de Lic em Computação da UEPB.

Publicada em: Educação, Tecnologia
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Apresentação Tao

  1. 1. Universidade Estadual da Paraíba Centro de Ciências e Tecnologia Departamento de Matemática, Estatística e Computação Curso de Licenciatura Plena em Computação Victor Mateus Menezes Melo ADAPTAÇÃO DE UM OBJETO DE APRENDIZAGEM PARA O M-LEARNING – DESAFIOS E PERSPECTIVAS Orientadora: Prof. Patrícia Araújo Campina Grande 2010
  2. 2. ROTEIRO ● Introdução ● Fundamentação teórica ● E-Learning ● M-Learning ● Objetos de Aprendizagem ● Plataforma JavaME ● Resultados ● Conclusão ● Referências 2
  3. 3. INTRODUÇÃO ● Atualmente observa-se a grande necessidade de locomoção de profissionais e estudantes. ● O E-Learning nesse cenário é deficiente. ●O M-Learning surge como boa opção para essas pessoas. ●Os Objetos de Aprendizagem têm ganhado destaque na comunidade acadêmica. 3
  4. 4. INTRODUÇÃO ● Unindo os conceitos para alcançar uma solução. ●Já se encontram pesquisas no tema mas para dispositivos de maior porte. ●Adaptar um Objeto de Aprendizagem para um celular comum. ● Contribuição para a difusão do M-Learning 4
  5. 5. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA ● E-Learning: ● Características: ● Alcance ● Flexibilidade ● Auto-aprendizagem/Autonomia ● Diversidade de fontes de informação ● Diferentes formas de avaliação 5
  6. 6. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA ● M-Learning: ● Ideia para superar a insatisfação percebida nas instituições. ● Para difusão é preciso melhorar as práticas pedagógicas: compreender e avaliar as suas potencialidades e preparar o professor. ● Podem ser usados: celulares, PDAs, Pocket PCs e Tablet PCs. ● Vantagens e desvantagens. 6
  7. 7. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA ● Objetos de Aprendizagem: ● Objetivam aprimorar a educação e incentivar a pesquisa. ● Aprendizagem Significativa. ● Interativo, adaptável. ● JavaME: ● Implementações dentro de restrições. ● Disponível em inúmeros aparelhos celulares. 7
  8. 8. RESULTADOS: Fisinuca Mobile ●Objetiva que o aluno relacione os conceitos através da aplicabilidade dos mesmos. 8
  9. 9. RESULTADOS – Fisinuca Mobile ●Apresentação das informações por falas de personagens. ● Cenários familiares. ● Terminologia de fácil entendimento. ● Uso de áudio. ● Vídeo e questões. ● Feedback. 9
  10. 10. RESULTADOS – Fisinuca Mobile ●Desenvolvido em JavaME (MIDP 2.0, CLDC 1.1, JSR- 135). 10
  11. 11. CONCLUSÃO ● Poucas pesquisas na área. ● Facilidade na adoção por parte das instituições. ● Teste do Fisinuca Mobile em emuladores satisfatório. ● Dificuldades encontradas: ● Relação de vídeos e tamanho do Objeto de Aprendizagem. ● Extrapolação dos recursos de alguns celulares. ● Diversidade de resoluções de tela. ● Ausência da JSR-135 em alguns modelos e marcas.11
  12. 12. CONCLUSÃO ● Trabalhos futuros: ● Opção de voltar as telas. ● Animações ao invés de imagens estáticas. ● Redução do tamanho. ● Avaliação/Validação 12
  13. 13. CONCLUSÃO ● Outras considerações sobre o M-Learning: ● Serviços “online” para dispositivos móveis. ● Ter a preocupação nas questões didático- pedagógicas. ● Amplo caminho para o M-Learning devido à inovação e expectativa de futuro. 13
  14. 14. REFERÊNCIAS AUSUBEL. David Paul. Educational Psychology: A Cognitive View. 2. ed. New York: Holt, Rinehart & Winston, 1978. AZEVEDO, Wilson. Pioneiros da educação online: o que eles tem a nos ensinar? Revista Discursos. Lisboa, 2003. p. 103-110. Disponível em: <http://repositorioaberto.univ-ab.pt/>. Acesso em: 13 Out 2009. MARÇAL, Edgar; SANTOS, Raniery; VIDAL, Creto; ANDRADE, Rossana; RIOS, Riverson. MuseuM: Uma Aplicação de m-learning com Realidade Virtual. In: SEMINÁRIO INTEGRADO DE SOFTWARE E HARDWARE, 32., São Leopoldo, 2005. Anais... São Leopoldo: Unisinos, 2005. p. 1902-1913. MASON, Robin. Models of Online Courses. ALN Magazine, [S. l.: s. n.], 1998. Disponível em: <http://www.aln.org/publications/magazine/v2n2/mason.asp>. Acesso em: 13 Out 2009. McGREAL, Rory. Learning objects: A practical definition. International Journal of Instructional Technology and Distance Learning (IJITDL), v. 9, n. 1, 2004. Disponível em <http://auspace.athabascau.ca:8080/dspace/>. Acesso em 9 Fev 2010. 14
  15. 15. REFERÊNCIAS MORAN, José Manuel. O que é educação a distância. Escola de Comunicação e Artes. Disponível em: <http://www.eca.usp.br/prof/moran/>. Acesso em: 8 Set 2009. MUZIO, J.; HEINS, T.; MUNDELL, R. Experiences with Reusable eLearning Objects: From Theory to Practice. Victoria: Canadá, 2001. PIAGET, Jean. Desenvolvimento e aprendizagem. Tradução de Paulo Francisco Slomp. In LAVATTELLY, C. S. e STENDLER, F. Reading in child behavior and development. New York: Hartcourt Brace Janovich, 1972. Título original: Development and learning. SUN MICROSYSTEMS. Java ME. Disponível em: <http://java.sun.com/javame/index.jsp>. Acesso em: 6 Nov 2009. WILEY, David A.. Connecting learning objects to instructional design theory: A definition, a metaphor, and a taxonomy. Disponível em <http://reusability.org/read/>. Acesso em: 9 Fev 2010. 15
  16. 16. ADAPTAÇÃO DE UM OBJETO DE APRENDIZAGEM PARA O M-LEARNING – DESAFIOS E PERSPECTIVAS Victor Mateus Menezes Melo (obrmateus@hotmail.com) Com perseverança e Deus adiante, no fim tudo dá certo! 16

×