Aula 3 – Fontes de consulta
Internet no ensino de Ciências e
Biologia
Janeiro 2015
Atila Iamarino e Sonia Lopes
Outras fontes de referência
Saindo do ambiente acadêmico
http://www.someecards.com/somewhat-topical-cards/wikipedia-blacko...
Wikipedia é confiável?
Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015
Giles, J. (2005). Internet encyclopaedias go head to head. Nat...
Wikipedia é confiável?
Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015
http://www.nature.com/nature/journal/v440/n7084/full/440582b.h...
Fontes
Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015
Fontes confiáveis
Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015
Evans, P., & Krauthammer, M. (2011). Exploring the use of social
me...
Wikimedia commons
Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015
https://commons.wikimedia.org/wiki/Main_Page
Blogs
Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015
Editorial. (2009). It’s good to blog. Nature, 457(7233), 1058.
doi:10.1038/4571...
Experiência
Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015
http://sandwalk.blogspot.com.br/2008/02/theme-genomes-junk-
dna.html
Experiência
Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015
http://schaechter.asmblog.org/
Atualidades
Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015
http://phenomena.nationalgeographic.com/blog/the-loom/
Atualidades
Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015
http://phenomena.nationalgeographic.com/blog/not-exactly-rocket-science/
Atualidades
Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015
http://periodico.blog.br/
Tumblr também
Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015
http://wtfevolution.tumblr.com/
Twitter
Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015
https://twitter.com/cienciahoje
Twitter
Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015
https://twitter.com/biologianaweb
Twitter
Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015
https://twitter.com/neiltyson
O tuíte do Oscar 2014 é o mais compartilhado da...
Twitter
Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015
https://twitter.com/stevensrehen
Twitter
Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015
http://www.nature.com/news/online-collaboration-scientists-and-the-social-net...
Facebook
Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015
https://pt-br.facebook.com/UniversoRacionalista
Podcasts
Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015
This Week in Virology - http://www.twiv.tv/
This Week in Microbiology - http...
Podcasts
Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015
Vídeos
Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015
https://www.youtube.com/user/TEDEducation
iTunesU
Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015
Vídeos
Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015
http://www.tabelaperiodica.org/
Vídeos
Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015
https://www.youtube.com/channel/UCs_n045yHUiC-CR2s8AjIwg
Slideshare
Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015
http://www.slideshare.net/
Khan Academy
Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015
https://pt.khanacademy.org/
Coursera
Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015
https://www.coursera.org/usp
EMBRIAO
Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015
http://www.embriao.ib.unicamp.br/embriao2/index.php
e-unicamp
Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015
http://www.ggte.unicamp.br/e-unicamp/public/
Jogos
Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015
Plague Inc.
Sequência didática
Preparando o projeto
Sequência didática! O que é?
Sonia Lopes| IB/USP Janeiro 2015
• “um conjunto de atividades ordenadas, estruturadas e artic...
Como organizar uma sequência
didática no nosso caso
Sonia Lopes| IB/USP Janeiro 2015
• PÚBLICO ALVO: Alunos do ...(ensino ...
Como organizar uma sequência
didática no nosso caso
Sonia Lopes| IB/USP Janeiro 2015
• OBJETIVO GERAL: Descrever o que se ...
Algumas referências
Sonia Lopes| IB/USP Janeiro 2015
Méheut, M. & Psillos, D. 2004. Teaching-learning sequences: aims and ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Fontes de consulta e sequência didática - Ensino de ciências com internet - Aula 3

877 visualizações

Publicada em

Terceira aula do curso de difusão "Internet no ensino de Ciências e Biologia"

Fontes de consulta para ensino e como construir uma sequência didática


Professores ­ Sonia Lopes e Atila Iamarino
Monitora ­ Mariana Fioravanti
Material do curso disponível em: http://pt­br.eduweb.wikia.com

Publicada em: Educação
2 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
877
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
2
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Não confundir limitações de uma mídia, como assistir passivamente, com o que ela oferece. Queremos criar e compartilhar
  • Não confundir limitações de uma mídia, como assistir passivamente, com o que ela oferece. Queremos criar e compartilhar
  • Não confundir limitações de uma mídia, como assistir passivamente, com o que ela oferece. Queremos criar e compartilhar
  • Não confundir limitações de uma mídia, como assistir passivamente, com o que ela oferece. Queremos criar e compartilhar
  • Não confundir limitações de uma mídia, como assistir passivamente, com o que ela oferece. Queremos criar e compartilhar
  • Não confundir limitações de uma mídia, como assistir passivamente, com o que ela oferece. Queremos criar e compartilhar
  • Não confundir limitações de uma mídia, como assistir passivamente, com o que ela oferece. Queremos criar e compartilhar
  • Não confundir limitações de uma mídia, como assistir passivamente, com o que ela oferece. Queremos criar e compartilhar
  • Não confundir limitações de uma mídia, como assistir passivamente, com o que ela oferece. Queremos criar e compartilhar
  • Não confundir limitações de uma mídia, como assistir passivamente, com o que ela oferece. Queremos criar e compartilhar
  • Não confundir limitações de uma mídia, como assistir passivamente, com o que ela oferece. Queremos criar e compartilhar
  • Não confundir limitações de uma mídia, como assistir passivamente, com o que ela oferece. Queremos criar e compartilhar
  • Não confundir limitações de uma mídia, como assistir passivamente, com o que ela oferece. Queremos criar e compartilhar
  • Não confundir limitações de uma mídia, como assistir passivamente, com o que ela oferece. Queremos criar e compartilhar
  • Não confundir limitações de uma mídia, como assistir passivamente, com o que ela oferece. Queremos criar e compartilhar
  • Não confundir limitações de uma mídia, como assistir passivamente, com o que ela oferece. Queremos criar e compartilhar
  • Não confundir limitações de uma mídia, como assistir passivamente, com o que ela oferece. Queremos criar e compartilhar
  • Não confundir limitações de uma mídia, como assistir passivamente, com o que ela oferece. Queremos criar e compartilhar
  • Não confundir limitações de uma mídia, como assistir passivamente, com o que ela oferece. Queremos criar e compartilhar
  • Não confundir limitações de uma mídia, como assistir passivamente, com o que ela oferece. Queremos criar e compartilhar
  • Não confundir limitações de uma mídia, como assistir passivamente, com o que ela oferece. Queremos criar e compartilhar
  • Não confundir limitações de uma mídia, como assistir passivamente, com o que ela oferece. Queremos criar e compartilhar
  • Não confundir limitações de uma mídia, como assistir passivamente, com o que ela oferece. Queremos criar e compartilhar
  • Não confundir limitações de uma mídia, como assistir passivamente, com o que ela oferece. Queremos criar e compartilhar
  • Não confundir limitações de uma mídia, como assistir passivamente, com o que ela oferece. Queremos criar e compartilhar
  • Não confundir limitações de uma mídia, como assistir passivamente, com o que ela oferece. Queremos criar e compartilhar
  • Não confundir limitações de uma mídia, como assistir passivamente, com o que ela oferece. Queremos criar e compartilhar
  • Não confundir limitações de uma mídia, como assistir passivamente, com o que ela oferece. Queremos criar e compartilhar
  • Fontes de consulta e sequência didática - Ensino de ciências com internet - Aula 3

    1. 1. Aula 3 – Fontes de consulta Internet no ensino de Ciências e Biologia Janeiro 2015 Atila Iamarino e Sonia Lopes
    2. 2. Outras fontes de referência Saindo do ambiente acadêmico http://www.someecards.com/somewhat-topical-cards/wikipedia-blackout-internet- knowledge-funny-ecard
    3. 3. Wikipedia é confiável? Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015 Giles, J. (2005). Internet encyclopaedias go head to head. Nature, 438(7070), 900–1. doi:10.1038/438900a
    4. 4. Wikipedia é confiável? Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015 http://www.nature.com/nature/journal/v440/n7084/full/440582b.html http://corporate.britannica.com/britannica_nature_response.pdf
    5. 5. Fontes Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015
    6. 6. Fontes confiáveis Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015 Evans, P., & Krauthammer, M. (2011). Exploring the use of social media to measure journal article impact. Annual Symposium proceedings / AMIA Symposium. AMIA Symposium, 2011(January), 374–81. ”We conclude that Wikipedia selectively lists high impact journal articles soon after they are published, and thus represents a useful resource for identifying relevant articles.” • Maior impacto • Mais citações • Citados em menos de 1 mês depois de publicados
    7. 7. Wikimedia commons Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015 https://commons.wikimedia.org/wiki/Main_Page
    8. 8. Blogs Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015 Editorial. (2009). It’s good to blog. Nature, 457(7233), 1058. doi:10.1038/4571058a • Escrito por especialistas • Sem compromissos de prazo ou tema • Promove debates • Diferentes formatos - de divulgação a experiências
    9. 9. Experiência Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015 http://sandwalk.blogspot.com.br/2008/02/theme-genomes-junk- dna.html
    10. 10. Experiência Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015 http://schaechter.asmblog.org/
    11. 11. Atualidades Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015 http://phenomena.nationalgeographic.com/blog/the-loom/
    12. 12. Atualidades Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015 http://phenomena.nationalgeographic.com/blog/not-exactly-rocket-science/
    13. 13. Atualidades Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015 http://periodico.blog.br/
    14. 14. Tumblr também Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015 http://wtfevolution.tumblr.com/
    15. 15. Twitter Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015 https://twitter.com/cienciahoje
    16. 16. Twitter Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015 https://twitter.com/biologianaweb
    17. 17. Twitter Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015 https://twitter.com/neiltyson O tuíte do Oscar 2014 é o mais compartilhado da história, com 2,4 milhões de RTs; seguido pela foto de Michelle e Barack Obama, com 779 mil RTs.
    18. 18. Twitter Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015 https://twitter.com/stevensrehen
    19. 19. Twitter Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015 http://www.nature.com/news/online-collaboration-scientists-and-the-social-network-1.15711 Twitter Facebookversus
    20. 20. Facebook Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015 https://pt-br.facebook.com/UniversoRacionalista
    21. 21. Podcasts Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015 This Week in Virology - http://www.twiv.tv/ This Week in Microbiology - http://www.microbeworld.org/podcasts/this-week-in-microbiology This Week in Parasitism - http://www.microbeworld.org/podcasts/this-week-in-parasitism
    22. 22. Podcasts Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015
    23. 23. Vídeos Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015 https://www.youtube.com/user/TEDEducation
    24. 24. iTunesU Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015
    25. 25. Vídeos Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015 http://www.tabelaperiodica.org/
    26. 26. Vídeos Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015 https://www.youtube.com/channel/UCs_n045yHUiC-CR2s8AjIwg
    27. 27. Slideshare Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015 http://www.slideshare.net/
    28. 28. Khan Academy Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015 https://pt.khanacademy.org/
    29. 29. Coursera Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015 https://www.coursera.org/usp
    30. 30. EMBRIAO Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015 http://www.embriao.ib.unicamp.br/embriao2/index.php
    31. 31. e-unicamp Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015 http://www.ggte.unicamp.br/e-unicamp/public/
    32. 32. Jogos Atila Iamarino | IB/USP Janeiro 2015 Plague Inc.
    33. 33. Sequência didática Preparando o projeto
    34. 34. Sequência didática! O que é? Sonia Lopes| IB/USP Janeiro 2015 • “um conjunto de atividades ordenadas, estruturadas e articuladas para a realização de certos objetivos educacionais em relação a um conteúdo concreto” (Zabala, 1998, p.78) • Assim, cada sequência é um conjunto de atividades ligadas entre si, planejadas para ensinar um conteúdo, etapa por etapa. - A Sequência Didática: Trabalha com os conhecimentos prévios dos alunos. Permite a interação de conhecimentos. Promove aprendizagem significativa. Realiza avaliação - Como ativar os conhecimentos prévios? Oferecer materiais estimulantes. Saber elaborar e interpretar situações-problema instigantes. Possibilitar que os alunos teçam comentários e ponham em jogo tudo o que sabem.
    35. 35. Como organizar uma sequência didática no nosso caso Sonia Lopes| IB/USP Janeiro 2015 • PÚBLICO ALVO: Alunos do ...(ensino fundamental, médio ou superior, e dizer o ano). Por exemplo: segundo ano do ensino médio. • APRESENTAÇÃO: resumo com a descrição geral da sequência didática a ser desenvolvida usando internet. Por exemplo: A sequência didática visa tratar da história da vida animal sob uma perspectiva evolutiva, abordando as diferentes épocas geológicas empregando ......(citar o tipo de material da internet que será usado, como blog, facebook ...) • CONTEXTUALIZAÇÃO: onde se insere no currículo, citando conteúdos conceituais já trabalhos. Por exemplo: Essa sequência didática é idealmente aplicada depois que os alunos já trabalharam os conteúdos de evolução...
    36. 36. Como organizar uma sequência didática no nosso caso Sonia Lopes| IB/USP Janeiro 2015 • OBJETIVO GERAL: Descrever o que se pretende alcançar quanto aos conteúdos conceituais, atitudinais e procedimentais. Por exemplo: Conteúdos conceituais: tempo geológico, grandezas e escalas. Conteúdos procedimentais: uso de software, exposição de ideias por meio de redação e apresentação oral. Conteúdos atitudinais: trabalho em equipe, capacidade de debater ideias com seus colegas. • NÚMERO DE AULAS: duas • PARA CADA AULA CITAR: objetivos específicos (os alunos deverão ser capazes de...), listar conteúdos, descrever estratégias. • REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: listar os todos os materiais consultados como livros, sites, artigos de periódicos, revistas de divulgação científica, jornais etc.
    37. 37. Algumas referências Sonia Lopes| IB/USP Janeiro 2015 Méheut, M. & Psillos, D. 2004. Teaching-learning sequences: aims and tools for science education research. International Journal of Science Education,26:5,515 — 535. MOREIRA, M. A. 1982. Aprendizagem significativa: a teoria de David Ausubel. São Paulo: Moraes. NOVAK, J. D. 1981. Uma teoria da educação. São Paulo. Editora Pioneira. ZABALA, A. 1998. A prática educativa: como ensinar. Porto Alegre: Artmed.

    ×