O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.
As funções das mídias sociais na
comunicação científica
Atila Iamarino
atila@usp.br
@oatila
https://impactstory.org/iamari...
Mídias sociais geram métricas
Priem, J., Piwowar, H. A., & Hemminger, B. M. (2012). Altmetrics in the wild: Using social m...
Métricas de valor
Priem, J., Piwowar, H. A., & Hemminger, B. M. (2012). Altmetrics in the wild: Using social media to expl...
Por isso
Por isso
http://www.altmetric.com/
Redes têm suas funções
http://www.nature.com/news/online-collaboration-scientists-and-the-social-network-1.15711
Twitter F...
Temos nossas particularidades
Reuters Institute Digital News Report 2013
“Brazilians are around five times more likely to ...
Facebook
https://pt-br.facebook.com/RevistaHCSM/posts/804633336325289
Pequenas atitudes
https://en.wikipedia.org/wiki/Homo_naledi
Redes diferentes, finalidades diferentes
http://blog.impactstory.org/2012/09/14/31524247207/
Balanço
Rede Positivo Negativo
Facebook Grande público
Indexação/distrib
uição
Twitter Acadêmico Menos popular
Blogs
Contr...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

As funções das mídias sociais na comunicação científica: como os periódicos podem explorar os sistemas de redes sociais para ampliar a disseminação das pesquisas que publicam

420 visualizações

Publicada em

Apresentação sobre métricas alternativas e uso de redes sociais por periódicos, feita na Reunião Anual do SciELO, de 2015.

http://eventos.scielo.org/vreuniaoscielo/programa/

Publicada em: Ciências
  • Seja o primeiro a comentar

As funções das mídias sociais na comunicação científica: como os periódicos podem explorar os sistemas de redes sociais para ampliar a disseminação das pesquisas que publicam

  1. 1. As funções das mídias sociais na comunicação científica Atila Iamarino atila@usp.br @oatila https://impactstory.org/iamarino
  2. 2. Mídias sociais geram métricas Priem, J., Piwowar, H. A., & Hemminger, B. M. (2012). Altmetrics in the wild: Using social media to explore scholarly impact. http://arxiv.org/abs/1203.4745 A: Citados e lidos B: Lidos e pouco citados C: Populares D: Escolhidos por especialistas E: Pouco impacto por estas medidas
  3. 3. Métricas de valor Priem, J., Piwowar, H. A., & Hemminger, B. M. (2012). Altmetrics in the wild: Using social media to explore scholarly impact. http://arxiv.org/abs/1203.4745
  4. 4. Por isso
  5. 5. Por isso http://www.altmetric.com/
  6. 6. Redes têm suas funções http://www.nature.com/news/online-collaboration-scientists-and-the-social-network-1.15711 Twitter Facebookversus
  7. 7. Temos nossas particularidades Reuters Institute Digital News Report 2013 “Brazilians are around five times more likely to comment than Germans or Japanese.” “Our survey found a strong preference in all countries for news that has ‘no point of view’ – led by Japan (81%), France (78%), Germany (76%), and the UK (70%). Brazil was the big outlier with only 28%.”
  8. 8. Facebook https://pt-br.facebook.com/RevistaHCSM/posts/804633336325289
  9. 9. Pequenas atitudes https://en.wikipedia.org/wiki/Homo_naledi
  10. 10. Redes diferentes, finalidades diferentes http://blog.impactstory.org/2012/09/14/31524247207/
  11. 11. Balanço Rede Positivo Negativo Facebook Grande público Indexação/distrib uição Twitter Acadêmico Menos popular Blogs Controle e indexação Alcance Vídeos Alcance/acessibili dade Produção

×