Nuno Correia




TRATAMENTO DE
RESÍDUOS SÓLIDOS
Biologia 12º - Unidade 5
Itália
Crise do lixo em Nápoles faz sete
   feridos entre os bombeiros.
   Sete bombeiros ficaram feridos
   perto de Nápo...
Nuno Correia
Tratamento de Resíduos


As soluções para os resíduos resultantes de
  actividades humanas (e consequente poluição)
  são ...
Nuno Correia
Em Portugal, o tratamento de resíduos está associado a
  processos, como a reciclagem, a incineração, a
  deposição em ate...
Reciclagem




             Nuno Correia
A reciclagem consiste na recolha
  e no reprocessamento de um
  recurso. Actualmente, em
  Portugal, faz-se a reciclagem
 ...
É lícito dizer que a reciclagem destes materiais
   começa em casa, pois este processo está
   dependente da separação dom...
A separação doméstica de
  resíduos recicláveis é uma
  acção simples, mas de
  grande importância para o
  ambiente



  ...
Os materiais separados
 devem ser depositados
 em ecopontos, de forma
 a poderem ser
 facilmente recolhidos,
 tratados e e...
Vantagens




            Nuno Correia
Apesar dos muitos benefícios
 para as pessoas e para o
 meio ambiente, a
 reciclagem ainda é
 encarada como uma
 solução d...
Incineração




      Nuno Correia
A incineração consiste na
  queima de resíduos que,
  de outra forma, poderiam
  poluir os solos e as águas.



          ...
A incineração implica a emissão de gases e poeiras
 que poderão provocar poluição atmosférica.




                       ...
A poluição atmosférica
  causada pela incineração
  poderá ser minimizada,
  recorrendo a sistemas de
  redução de emissão...
Alguns tipos de filtros de partículas




                    Nuno Correia
Vantagens

A principal vantagem da
  incineração é o reduzido
  volume de cinzas que resta
  no final do processo, mas
  q...
Esquema de uma incineradora




                 Nuno Correia
Aterro Sanitário




         Nuno Correia
Aterro Sanitário


Grande parte dos
 resíduos sólidos tem
 como principal destino
 os aterros, vulgarmente
 conhecidos com...
Os aterros apresentam
 inúmeros inconvenientes,
 entre os quais se contam a
 lixiviação de substâncias
 perigosas, com
 co...
Em alguns países,
  grande parte dos
  resíduos sólidos
  urbanos é depositada
  em aterros sanitários.



               ...
Nuno Correia
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Tratamento De ResíDuos SóLidos

24.212 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Negócios
1 comentário
30 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
24.212
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.130
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
30
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tratamento De ResíDuos SóLidos

  1. 1. Nuno Correia TRATAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS Biologia 12º - Unidade 5
  2. 2. Itália Crise do lixo em Nápoles faz sete feridos entre os bombeiros. Sete bombeiros ficaram feridos perto de Nápoles quando o seu camião foi atacado por vândalos à margem de manifestações contra a reabertura de uma lixeira para armazenar as toneladas de desperdícios que se acumulam na região. Maio, 2008 - Lusa / SOL Nuno Correia
  3. 3. Nuno Correia
  4. 4. Tratamento de Resíduos As soluções para os resíduos resultantes de actividades humanas (e consequente poluição) são a prevenção e o tratamento. Os resíduos sólidos podem afectar a atmosfera, a água e o solo. Nuno Correia
  5. 5. Nuno Correia
  6. 6. Em Portugal, o tratamento de resíduos está associado a processos, como a reciclagem, a incineração, a deposição em aterros sanitários e o tratamento de efluentes líquidos (e sólidos) em Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR). Nuno Correia
  7. 7. Reciclagem Nuno Correia
  8. 8. A reciclagem consiste na recolha e no reprocessamento de um recurso. Actualmente, em Portugal, faz-se a reciclagem de vidro, de papel, de plástico e de metal. Nuno Correia
  9. 9. É lícito dizer que a reciclagem destes materiais começa em casa, pois este processo está dependente da separação domiciliária dos mesmos. Doutra forma, tornar-se-ia demasiado oneroso separá-los dos restantes resíduos domésticos. Nuno Correia
  10. 10. A separação doméstica de resíduos recicláveis é uma acção simples, mas de grande importância para o ambiente Nuno Correia
  11. 11. Os materiais separados devem ser depositados em ecopontos, de forma a poderem ser facilmente recolhidos, tratados e enviados para locais que os utilizem no fabrico de novos objectos. Nuno Correia
  12. 12. Vantagens Nuno Correia
  13. 13. Apesar dos muitos benefícios para as pessoas e para o meio ambiente, a reciclagem ainda é encarada como uma solução de recurso para os resíduos produzidos, e não como uma forma de reduzir a utilização global de recursos. Nuno Correia
  14. 14. Incineração Nuno Correia
  15. 15. A incineração consiste na queima de resíduos que, de outra forma, poderiam poluir os solos e as águas. Nuno Correia
  16. 16. A incineração implica a emissão de gases e poeiras que poderão provocar poluição atmosférica. Nuno Correia
  17. 17. A poluição atmosférica causada pela incineração poderá ser minimizada, recorrendo a sistemas de redução de emissão de partículas. Nuno Correia
  18. 18. Alguns tipos de filtros de partículas Nuno Correia
  19. 19. Vantagens A principal vantagem da incineração é o reduzido volume de cinzas que resta no final do processo, mas que, no entanto, tem um custo financeiro elevado. Para além disso, causa poluição atmosférica (por exemplo, CO2, dioxinas). Nuno Correia
  20. 20. Esquema de uma incineradora Nuno Correia
  21. 21. Aterro Sanitário Nuno Correia
  22. 22. Aterro Sanitário Grande parte dos resíduos sólidos tem como principal destino os aterros, vulgarmente conhecidos como lixeiras. Nuno Correia
  23. 23. Os aterros apresentam inúmeros inconvenientes, entre os quais se contam a lixiviação de substâncias perigosas, com consequente poluição de águas subterrâneas, os maus odores e a proliferação de animais indesejáveis, tais como ratazanas e moscas. Nuno Correia
  24. 24. Em alguns países, grande parte dos resíduos sólidos urbanos é depositada em aterros sanitários. Nuno Correia
  25. 25. Nuno Correia

×