TectóNica De Placas Final

8.095 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Tecnologia
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.095
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
780
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
797
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

TectóNica De Placas Final

  1. 1. TECTÓNICA DE PLACAS - IV Dinâmica Interna da Terra
  2. 2. 2 Por que razão a crusta oceânica é mais jovem do que a crusta continental? Nuno Correia 08-09
  3. 3. Uma crosta que mergulha 3 Através de inúmeras  pesquisas, os cientistas chegaram à conclusão que, devido ao facto da crusta oceânica ser mais densa do que a crusta continental, quando os bordos de ambas se encontram, a crusta oceânica quot;mergulhaquot; sob a crusta continental. Nuno Correia 08-09
  4. 4. Nuno Correia 08-09 4
  5. 5. Movimento das Placas Litosféricas 5 Nuno Correia 08-09
  6. 6. 6 O quot;motorquot; que gera este movimento de convecção  (desconhecido na época de Wegener), capaz de deslocar a litosfera, é o calor produzido no interior da Terra. Nuno Correia 08-09
  7. 7. Placas litosféricas 7 Segundo a Teoria da  Tectónica de Placas, a litosfera encontra-se dividida em placas tectónicas. O movimento dessas  placas é a causa fundamental da deriva dos continentes . Nuno Correia 08-09
  8. 8. O magma do manto, situado sob a litosfera, ascende à superfície através do rifte das dorsais.  •Ao atingir a superfície, esse magma arrefece e empurra as placas de cada lado da dorsal, em sentidos opostos,  em direcção às margens dos continentes. •À medida que o novo fundo do oceano se produz, o mais antigo (mais próximo das margens continentais) mergulha  e funde-se na zona de encontro entre a placa oceânica e a placa continental - zona de subducção - à qual se associa uma fossa oceânica. Dá-se, assim, a destruição da placa oceânica . •O material fundido ascende .  •Este movimento ocorre continuamente e deve-se a correntes de convecção do manto.  Nuno Correia 08-09 8
  9. 9. Limites de Placas 9 Nuno Correia 08-09
  10. 10. Limites Divergentes 10 Ao nível do rifte das  dorsais, as duas placas tectónicas, que se estão constantemente a formar, afastam-se em sentidos opostos. Nas dorsais gera-se,  continuamente, nova litosfera. Nuno Correia 08-09
  11. 11. Limites convergentes 11 Nas zonas de subducção,  as placas tectónicas convergem e colidem. Nestas zonas, destrói-se, continuamente, a litosfera. Nuno Correia 08-09
  12. 12. Limites conservativos 12 As zonas onde duas  placas tectónicas deslizam, horizontalmente, uma em relação à outra Nuno Correia 08-09
  13. 13. Nuno Correia 08-09 13
  14. 14. Resumindo… 14 A Teoria da Tectónica de Placas dá uma  explicação científica da mobilidade da litosfera. Permite, ainda, compreender muitos fenómenos geológicos, tais como, a formação de cadeias montanhosas, os sismos, o vulcanismo e até a evolução e distribuição da Vida na Terra. Nuno Correia 08-09
  15. 15. Nuno Correia 08-09 15
  16. 16. Nuno Correia 08-09 16

×