   Foi a figura mais
    importante e influente
    na classificação e
    descrição dos diferentes
    organismos vivos....
   Mas, como muitos
    outros naturalistas que
    acreditavam na Criação
    Divina, Lineu não seguia
    integralmente...
   Conhecido como
    "Príncipe dos Botânicos"
    e "Rei das Flores", Lineu
    ampliou notavelmente o
    número de pla...
   Era um materialista, isto é,
    pensava que a vida não
    tinha sido criada por Deus,
    mas sim gerada
    esponta...
   Durante a sua vida, Buffon foi-se
    convencendo de que as espécies
    eram plásticas, podendo
    "degenerar" quand...
   Os leões e os tigres descenderiam de um
    antepassado comum, o "grande felino". Este
    "grande felino", contudo, n...
   No quarto volume da sua obra-prima Histoire Naturelle,
    Buffon escreveu um capítulo sobre o burro em que refere
   ...
   Foi através do estudo de espécies de conchas
    fossilizadas de invertebrados marinhos extintos
    que Lamarck concl...
   organiza as espécies de forma linear e
    ascendente, das mais simples para as
    mais complexas.

        Geração  ...
 Lamarck defendia também que
  estas linhas poderiam ser
  "distorcidas" por um processo
  de adaptação ao ambiente.
 De...
As ideias de Lamarck, para explicar a existência
 da evolução, podem resumir-se em dois
 princípios fundamentais:
   lei ...
"O ambiente afecta a organização dos animais, o que significa que, quando o ambiente se
  toma muito diferente, produz no ...
Como resultado da necessidade de chegar aos rebentos mais
  altos das árvores, as girafas, tanto se esforçarem e esticam
 ...
   Faculdade dos seres vivos de desenvolverem
    características estruturais ou funcionais que
    lhes permitissem sobr...
Mamífero



           Peixe
   Segundo a lei da herança dos
    caracteres adquiridos, as
    modificações que se produzem nos
    indivíduos ao long...
Família Rheidae   Família Struthionidae
As modificações que levam à adaptação
 são explicadas pela lei do uso e desuso.
Há milhares de       Tanto tempo
                 anos os meus       geológico para
                   ancestrais        c...
   os organismos complexos originaram-se
    progressivamente, a partir de outros mais
    simples.
   Em resposta às so...
   Embora incorrecto, o
    mecanismo evolutivo
    preconizado por Lamarck foi
    o primeiro modelo evolutivo
    propo...
   A teoria possui pontos não testáveis cientificamente. Não se
    conseguiu provar cientificamente a "necessidade de ad...
Ppt 22    Rumo Ao Evolucionismo
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ppt 22 Rumo Ao Evolucionismo

2.375 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.375
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
216
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
126
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ppt 22 Rumo Ao Evolucionismo

  1. 1.  Foi a figura mais importante e influente na classificação e descrição dos diferentes organismos vivos.  Acreditava também que as espécies, uma vez criadas por Deus, permaneciam basicamente imutáveis (Fixismo).
  2. 2.  Mas, como muitos outros naturalistas que acreditavam na Criação Divina, Lineu não seguia integralmente o Génesis.  Admitia, por exemplo, que poderiam aparecer novas espécies por hibridização, isto é, pelo cruzamento de espécies já existentes.
  3. 3.  Conhecido como "Príncipe dos Botânicos" e "Rei das Flores", Lineu ampliou notavelmente o número de plantas do Jardim Botânico de Uppsala, tendo este atingido as 3000 espécies.
  4. 4.  Era um materialista, isto é, pensava que a vida não tinha sido criada por Deus, mas sim gerada espontaneamente, na sequência de uma reorganização da matéria inanimada.
  5. 5.  Durante a sua vida, Buffon foi-se convencendo de que as espécies eram plásticas, podendo "degenerar" quando sujeitas a novas condições ambientais.
  6. 6.  Os leões e os tigres descenderiam de um antepassado comum, o "grande felino". Este "grande felino", contudo, não tinha evoluído a partir de outro organismo, tinha aparecido espontaneamente.
  7. 7.  No quarto volume da sua obra-prima Histoire Naturelle, Buffon escreveu um capítulo sobre o burro em que refere que os esqueletos dos vertebrados possuem todos a mesma estrutura básica, sendo por isso possível identificar facilmente as partes equivalentes.
  8. 8.  Foi através do estudo de espécies de conchas fossilizadas de invertebrados marinhos extintos que Lamarck concluiu que as espécies deveriam evoluir, isto é, transformar-se, ao longo do tempo.
  9. 9.  organiza as espécies de forma linear e ascendente, das mais simples para as mais complexas. Geração Espécie Espécie Espécie espontânea A B C Tempo
  10. 10.  Lamarck defendia também que estas linhas poderiam ser "distorcidas" por um processo de adaptação ao ambiente.  Dentro de cada linha evolutiva podiam surgir novos ramos através de mudanças adaptativas que ocorriam nos indivíduos adultos e eram depois transmitidas à descendência.
  11. 11. As ideias de Lamarck, para explicar a existência da evolução, podem resumir-se em dois princípios fundamentais:  lei do uso e do desuso;  lei da herança dos caracteres adquiridos.
  12. 12. "O ambiente afecta a organização dos animais, o que significa que, quando o ambiente se toma muito diferente, produz no decurso do tempo as correspondentes modificações na forma e na organização dos animais. Em primeiro lugar, inúmeros factos conhecidos provam que o emprego continuado de um concorre para o seu desenvolvimento, fica-o, e fá-lo aumentar de tamanho, enquanto a falta de uso, tornada habitual, prejudica o seu desenvolvimento, deteriora-o gradualmente e acaba por fazê-lo desaparecer… Tudo o que a Natureza fez os indivíduos adquirirem ou perderem pela influência das circunstâncias a que estão expostos há muito tempo é conservado nos novos indivíduos que provêm por reprodução desses indivíduos." Lamarck, 1809 1. Seleccione do texto frases que apoiem as duas leis fundamentais de Lamarck. 2. De acordo com este cientista, qual é o factor que impulsiona a evolução? Ambiente 3. Sugira uma explicação para o desenvolvimento do pescoço das girafas à luz das ideias de Lamarck. Página 122 – Manual 11º - Porto Editora
  13. 13. Como resultado da necessidade de chegar aos rebentos mais altos das árvores, as girafas, tanto se esforçarem e esticam o pescoço, foram apresentando este órgão cada vez maior, a característica foi sendo passada aos descendentes. Actualmente, as girafas apresentam, por isso, longos pescoços.
  14. 14.  Faculdade dos seres vivos de desenvolverem características estruturais ou funcionais que lhes permitissem sobreviver e reproduzir-se em determinado ambiente.
  15. 15. Mamífero Peixe
  16. 16.  Segundo a lei da herança dos caracteres adquiridos, as modificações que se produzem nos indivíduos ao longo da sua vida, como consequência do uso ou do desuso dos órgãos, são hereditárias, originando mudanças morfológicas no conjunto da população.
  17. 17. Família Rheidae Família Struthionidae
  18. 18. As modificações que levam à adaptação são explicadas pela lei do uso e desuso.
  19. 19. Há milhares de Tanto tempo anos os meus geológico para ancestrais chegar aqui! esticaram as Tenho de me patas e o pescoço! contentar sempre com os peixes pequenos !!
  20. 20.  os organismos complexos originaram-se progressivamente, a partir de outros mais simples.  Em resposta às solicitações do ambiente, os organismos adquirem ou perdem determinadas características e essas alterações são transmitidas à descendência.
  21. 21.  Embora incorrecto, o mecanismo evolutivo preconizado por Lamarck foi o primeiro modelo evolutivo proposto para a história da Vida, bem como a primeira proposta influente oferecida como alternativa ao criacionismo. Climacoceras
  22. 22.  A teoria possui pontos não testáveis cientificamente. Não se conseguiu provar cientificamente a "necessidade de adaptação" e a "procura da perfeição“.  As modificações provenientes do uso e desuso dos órgãos são adaptações somáticas e individuais, não transmissíveis à descendência.  Weissmann, nas sua experiência com ratos, nunca obteve ratos sem cauda, após ter passado vinte gerações de ratos a corta-lhes a cauda; logo, essa característica não foi transmitida.  A função não determina a estrutura, já que surgem caracteres sem função específica nos seres vivos (é o caso das mamas nos homens). O hábito já antigo de cortar A função não faz o órgão. a cauda aos cachorros,  Existe uma reacção biunívoca, ou seja, a função resulta da estrutura não faz com que os existente e esta desenvolve-se mais ou menos de acordo com a descendentes nasçam sem função. cauda  Nem sempre o uso modifica o órgão, como por exemplo, não é pelo facto de um indivíduo ler muito que os seus olhos se vão modificar.

×