Ppt 21 EvoluçãO

2.348 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.348
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
14
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
144
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ppt 21 EvoluçãO

  1. 1.  A perspectiva evolutiva que foi sendo descrita desde os seres procariontes até aos organismos multicelulares mantém-se como ideia central na explicação da diversidade da vida e explicam o mundo natural.
  2. 2.  O que é uma Hipótese?  O que é uma Teoria?  O que é o Método Científico?
  3. 3. Consistente Não Consistentes Alterar a Hipótese
  4. 4.  é um conjunto de regras básicas para desenvolver uma experiência a fim de produzir novo conhecimento, bem como corrigir e integrar conhecimentos pré- existentes.  Na maioria das disciplinas científicas consiste em juntar evidências observáveis, empíricas (ou seja, baseadas apenas na experiência) e mensuráveis e as analisar com o uso da lógico "Ciência é muito mais uma maneira de pensar do que um corpo de conhecimentos." - Carl Sagan "...ciência consiste em agrupar factos para que leis gerais ou conclusões possam ser tiradas deles." - Charles Darwin
  5. 5.  Esquema ou sistema de ideias ou afirmações que consiste numa explicação ou num relato de um grupo de factos ou fenómenos; hipótese que foi confirmada ou estabelecida pela observação ou pela experiência, e é proposta ou aceite como explicativa dos factos conhecidos; formulação daquilo que é tido como lei geral, princípio ou causa de algo conhecido ou observado.
  6. 6.  A história do método científico mistura-se com a história da ciência.
  7. 7. Hipóteses fixistas, aceites sem qualquer discussão até meados do séc. XVIII, defendiam que as diferentes espécies, uma vez surgidas, se mantinham inalteradas ao longo do tempo.
  8. 8.  Para Platão, a «realidade» que julgamos ver não passa de sombras projectadas na parede da nossa caverna pela luz trémula de uma fogueira. Todos os seres vivos eram cópias de formas perfeitas, imutáveis e eternas que existiam numa dimensão espiritual.
  9. 9.  triângulo na areia, para Platão, é apenas uma sombra instável do ideal, o triângulo essencial.
  10. 10.  O essencialismo biológico trata os “coelhos”, como se fossem triângulos. Os coelhos que vemos são meras sombras da ideia «perfeita» de coelho, o ideal, essencial, platónico, pairando algures no espaço conceptual junto com todas as formas geométricas perfeitas.
  11. 11.  Questionou a platónica visão da existência dos dois mundos.  De acordo com Aristóteles, os organismos podem surgir por geração espontânea, isto é, a partir de matéria inerte, por acção de um principio activo.  Todas as formas vivas poderiam ser organizadas numa escala crescente de complexidade, mais tarde chamada a «scala naturae» (escada da natureza).  Cada espécie tinha o seu lugar atribuído ao longo dessa escada da vida, e todos os degraus estavam ocupados.
  12. 12. Desenvolvimento humano, a partir de um coágulo de sangue e de sémen, no útero.
  13. 13.  As teorias fixistas foram ainda fortalecidas, mais tarde, através da cultura judaico- cristã, cujas ideias da «criação», expressas no VelhoTestamento, constituem o primeiro registo sobre a formação das espécies.
  14. 14.  O dogma criacionista-essencialista, afirmava que as espécies haviam sido planeadas individualmente pelo Criador e eram imutáveis, dominou firmemente o pensamento ocidental durante séculos.
  15. 15.  criacionista convicto;  “[...] existem tantas espécies quantas o Deus criador produziu desde a origem[...]”;  Admitia a variabilidade das espécies, considerando essas variações como simples acidentes sem importância.
  16. 16.  Atribui a biodiversidade à ocorrência de catástrofes que eliminaram os seres vivos e os substituíram por outros diferentes.  Cuvier baseou as suas ideias na análise dos fósseis.
  17. 17.  Segundo Cuvier, os seres vivos que estavam representados nos fósseis não eram seus contemporâneos, uma vez que tinham desaparecido por efeito de catástrofes, de maiores ou menores dimensões.
  18. 18.  Algumas formas fósseis não correspondiam a formas actuais;  Fósseis muito diferentes existiam em estratos próximos;  Existência de lacunas estratigráficas (ausência de fósseis em determinados estratos).
  19. 19. Criacionismo Lineu Fixismo Espontaneísmo Aristóteles Catastrofismo Cuvier

×