Geologia 11 serra da estrela

2.918 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Turismo, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.918
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
72
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Geologia 11 serra da estrela

  1. 1. Geologia 11Serra da Estrela
  2. 2. Nuno Correia 2
  3. 3. A Serra da Estrela é um maciço montanhoso culminante de Portugal e constituia parte oriental de um alinhamento, que se estende cerca de 115 Km, desde aregião da Guarda até ao maciço da Lousã (Galopim de Carvalho et al., 1990).A Serra da Estrela é constituída por planaltos alongados na direcção SW-NE. Asaltitudes mais elevadas encontram-se do lado Sudoeste, no chamado Planalto daTorre, onde se atinge a maior altitude de Portugal continental, a 1993 metros. Asaltitudes vão diminuindo gradualmente para Noroeste, até que, por alturas daGuarda, a montanha quase se confunde com os planaltos da Beira Transmontana.Isto significa que a Serra da Estrela é sobretudo imponente do lado Sudoeste,levantando-se dos planaltos e depressões circunstantes por vertentes de váriascentenas de metros de altura (Ferreira & Vieira, 1999).Este dispositivo geral da topografia é devido, essencialmente, a deslocaçõestectónicas, que levantaram a montanha dos planaltos envolventes e a balançarampara Nordeste. As escarpas que a limitam são escarpas de falha, com umaevolução relativamente longa, que devem ter dado origem à actual Serra daEstrela há, pelo menos, 200 milhões de anos (Ferreira & Vieira, 1999). Nuno Correia 3
  4. 4. No entanto, os grandes desníveis que se observam na Serra da Estrela não sãodevidos, apenas, a deslocações tectónicas. Eles devem-se, em grande medida,aos profundos entalhes dos rios, induzidos pelo próprio levantamento damontanha, a partir dos planaltos marginais. Por sua vez, as falhas que cindem ointerior da montanha são também responsáveis pelos entalhes fluviais maisprofundos, pois o esmagamento tectónico das rochas facilitou o encaixe dosrios. Exemplo disso é o majestoso Vale do Zêzere, a montante de Manteigas.Isto significa que, na formação das linhas gerais do relevo da Serra da Estrela,houve uma interacção permanente entre a tectónica e a erosão fluvial (Brigas,1992). Mas, se descermos algumas dezenas ou centenas de metros apenas,as formas de terreno que observamos a cada passo podem ter origens bemdiversas. Umas dependem da natureza das rochas, nomeadamente das rochasgraníticas, outras estão relacionadas com climas muito mais frios que o actual,que ocorreram no Quaternário recente, particularmente à cerca de 20 000anos, em que a temperatura atmosférica desceu pelo menos 10º C e a partemais alta da Serra da Estrela ficou coberta por glaciares (Galopim de Carvalhoet al., 1990). Nuno Correia 4
  5. 5. Ficha de trabalho Nuno Correia 5
  6. 6. Bloco Diagrama Nuno Correia 6
  7. 7. Questão 6A formação da Serra da Estrela foi um processo longo, iniciado no Pré-câmbrico.Explique, a partir do texto, a génese do Complexo Xistograuváquico e agénese do granito, desde a formação deste até ao seu afloramento, nomaciço montanhoso da Serra da Estrela. Nuno Correia 7
  8. 8. Nuno Correia 8
  9. 9. Nuno Correia 9
  10. 10. Questão extra5. Seleccione a única opção que contém os termos que preenchem, sequencialmente, os espaços seguintes, de modo a obter uma afirmação correcta. As águas termais das Caldas de Manteigas, acumuladas num reservatório hidromineral _______, afloram à superfície a cotas superiores às do aquífero, porque se encontram a uma pressão _______ à pressão atmosférica.(A) livre … superior(B) livre … igual(C) confinado … superior(D) confinado … igual Nuno Correia 10
  11. 11. Cabeço do VelhoNuno Correia 11
  12. 12. Fontes http://www.prof2000.pt/users/geologia/ge ologia.htm GAVE Nuno Correia 12

×