Geo 4 ocupação antrópica e problemas de ordenamento - zonas de vertente

2.353 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.353
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
186
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Geo 4 ocupação antrópica e problemas de ordenamento - zonas de vertente

  1. 1. Ocupação antrópica e problemas deordenamento – Zonas de Vertente
  2. 2. Nuno Correia 10/11 2
  3. 3. Comente a afirmação: “ a erosão costeira e as cheias podem estar associados amovimentos de massa”. Nuno Correia 10/11 3
  4. 4.  As vertentes naturais, sobretudo quando apresentam um declive pronunciado, são locais onde a erosão pode avançar de forma mais rápida. Nuno Correia 10/11 4
  5. 5.  As alterações que se verificam numa encosta e a forma como ela vai evoluindo devem-se essencialmente a dois tipos de causas naturais:  a erosão hídrica;  os movimentos de terreno, também designados movimentos em massa. Nuno Correia 10/11 5
  6. 6. Nuno Correia 10/11 6
  7. 7. Nuno Correia 10/11 7
  8. 8.  Existem dois tipos principais de causas, as naturais e as relacionadas com a actividade humana. Nuno Correia 10/11 8
  9. 9.  Estas causas poderão estar relacionadas com diferentes conjuntos de factores, nomeadamente:  factores condicionantes;  factores desencadeantes. Nuno Correia 10/11 9
  10. 10.  Correspondem às condições mais ou menos permanentes que podem favorecer ou não os movimentos em massa Nuno Correia 10/11 10
  11. 11.  Correspondem a factores que resultam de alterações que foram introduzidas numa vertente e que podem despoletar um movimento em massa. Nuno Correia 10/11 11
  12. 12.  Inclinação do terreno Força da gravidade. Contexto geológico Características geomorfológicas da área Nuno Correia 10/11 12
  13. 13. Nuno Correia 10/11 13
  14. 14. Nuno Correia 10/11 14
  15. 15.  Além dos factores geológicos, se o declive da área for muito pronunciado, o risco de ocorrência de um movimento de massa será mais elevado. Se o declive for pouco pronunciado, a probabilidade de ocorrerem movimentos de massa será menor. Nuno Correia 10/11 15
  16. 16. Nuno Correia 10/11 16
  17. 17.  As características litológicas das rochas; A disposição no terreno, em particular a orientação e inclinação das camadas, ou da clivagem xistenta; O grau de alteração e de fracturação dos materiais rochosos. Nuno Correia 10/11 17
  18. 18. Nuno Correia 10/11 18
  19. 19.  Os principais factores desencadeantes são:  a precipitação;  a acção do Homem;  a ocorrência de sismos;  a ocorrência de tempestades nas zonas costeiras. Nuno Correia 10/11 19
  20. 20.  Elevada precipitação durante um curto período de tempo ou precipitação moderada durante um longo período são factores que alteram o equilíbrio em que se encontram os solos e as formações rochosas, podendo vir a desencadear um movimento de massa. Este fenómeno é mais frequente nas regiões tropicais. Nuno Correia 10/11 20
  21. 21. Nuno Correia 10/11 21
  22. 22. Nuno Correia 10/11 22
  23. 23.  A acção do Homem pode assumir diferentes aspectos para desencadear estes fenómenos.  Um dos factores mais comuns é a destruição do coberto vegetal. Nuno Correia 10/11 23
  24. 24.  Os sismos poderão fazer com que formações rochosas que se encontram em posições instáveis venham a sofrer uma derrocada. Cicatrizes de um significativo movimento de massa desencadeado por um sismo http://geocrusoe.blogspot.com/ Nuno Correia 10/11 24
  25. 25. Todas as medidas que possam ser adoptadas para minimizar, ou mesmo anular, o risco geológico associado aos movimentos em massa, assumem um papel muito importante. Nuno Correia 10/11 25
  26. 26. Nuno Correia 10/11 26
  27. 27. Nuno Correia 10/11 27
  28. 28. Nuno Correia 10/11 28
  29. 29. Nuno Correia 10/11 29
  30. 30. Nuno Correia 10/11 30
  31. 31. Nuno Correia 10/11 31

×