ExploraçãO Das Potencialidades Da Biosfera (2)

3.786 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Turismo
  • Seja o primeiro a comentar

ExploraçãO Das Potencialidades Da Biosfera (2)

  1. 1. EXPLORAÇÃO DAS POTENCIALIDADES DA BIOSFERA Biologia 12º
  2. 2. <ul><li>Wangari Maathai is the founder of the Green Belt Movement, an environmentalist, a civil society and women's rights activist, and a parliamentarian. You can read about her life and her organization through her two books, Unbowed: A Memoir and The Green Belt Movement . You can also scan condensed versions of her life and achievements , including being awarded the 2004 Nobel Peace Prize . </li></ul>
  3. 4. Biosfera <ul><li>Parte do planeta ocupada pelos seres vivos. </li></ul><ul><li>Inclui os ecossistemas da Terra. </li></ul><ul><li>Incluem-se na Biosfera todos os organismos vivos e os seus habitats . </li></ul>http://www.esa.int
  4. 5. Exploração da Biosfera <ul><li>Interacções que possibilitam : </li></ul><ul><li>Transformações de energia. </li></ul><ul><li>Circulação de materiais. </li></ul><ul><li>O crescimento populacional tem sido acompanhado por um aumento da exploração de recursos da biosfera e pela introdução de desequilíbrios . </li></ul><ul><li>O Homem desenvolveu estratégias que permitem aumentar estes recursos. </li></ul>Amparo Dias da Silva et al. Terra Universo de Vida, 10º. Porto Editora
  5. 6. Cultivo de Plantas e Criação de animais <ul><li>A necessidade crescente de alimentos ganhou expressão a partir da segunda metade do séc. XX, a par do crescente desenvolvimento científico e tecnológico. </li></ul><ul><li>As plantas, os animais e os produtos que deles derivam constituem, na sua quase totalidade, os recursos alimentares do Homem que são obtidos, essencialmente pela agricultura , pecuária e pesca . </li></ul>
  6. 7. <ul><li>As florestas portuguesas pagaram o preço dos descobrimentos </li></ul>ESTUDO DE UM CASO
  7. 8. <ul><li>“ As gerações actuais estão a pagar a herança deixada pelo período dos Descobrimentos Portugueses” </li></ul>
  8. 9. Havai – um paraíso ameaçado <ul><li>Caça indiscriminada </li></ul><ul><li>Introdução de espécies </li></ul><ul><li>Poluição de águas. </li></ul><ul><li>Aumento da população </li></ul>National Geographic, Outubro 2007
  9. 10. Ameaças à biodiversidade http://www.alaskafishwish.com
  10. 11. Destruição de habitats <ul><li>Desflorestação </li></ul><ul><li>Agricultura </li></ul><ul><li>Degradação de solos </li></ul>
  11. 12. Tipos de Florestas
  12. 13. Redução de florestas por razões antrópicas
  13. 15. Factores antrópicos <ul><li>Conversão em áreas agrícolas </li></ul><ul><li>Incêndios florestais </li></ul><ul><li>Sobrexploração de madeiras </li></ul><ul><li>Fragmentação devido à construção de vias de comunicação e expansão de centros urbanos. </li></ul><ul><li>Poluição atmosférica </li></ul><ul><li>Introdução de espécies exóticas </li></ul>
  14. 16. <ul><li>Puszcza, uma velha palavra polaca, significa «floresta primitiva». Estendendo-se ao longo da fronteira entre a Polónia e a Bielorússia, o meio milhão de hectares da Bielowieza Puszcza contêm o último fragmento que resta de floresta selvagem e primitiva. Pense na floresta escura e brumosa que lhe vinha ao espírito quando, em criança, lhe liam as histórias de fadas dos irmãos Grimm. Aqui, freixos e tílias crescem a quase trinta metros de altura, com as suas enormes copas coroando um mundo intrincado de abetos europeus, fetos, vegetação pantanosa e cogumelos das mais variadas formas. Os carvalhos, envoltos pelo musgo de meio milénio, crescem tanto neste lugar que os grandes pica-paus guardam sementes de abeto nas fendas da casca. O ar, espesso e frio, está envolto em silêncio, brevemente interrompido pelo grasnar de um quebra-nozes, pelo piar rouco de um mocho ou pelo uivo de um lobo, para logo regressar à quietude. </li></ul><ul><li>Excerto de “O mundo sem nós” Alan Weisman </li></ul>

×