Ciências naturais 7 história da terra - processos de fossilização

1.469 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Ciências naturais 7 história da terra - processos de fossilização

  1. 1. CIÊNCIAS NATURAIS 7
  2. 2. 2Nuno Correia 2012/13
  3. 3. FOSSILIZAÇÃO Nuno Correia 2012/13 3 2/6
  4. 4. A existência de partes duras e uma rápida cobertura do organismo por sedimentos finos favorecem a fossilização.Imagens – Cientic 7º ano – Porto Editora Nuno Correia 2012/13 4
  5. 5. As belemnites eram animais marinhos que possuíam um esqueleto interno carbonatado que sustentava um corpo de tecidos molesOs tecidos moles sofrem umadecomposição rápida, sendo difíceisde preservar e de fossilizar.Os tecidos duros, de decomposiçãomais lenta, fossilizam com relativafacilidade. Nuno Correia 2012/13 5 3/6
  6. 6. MINERALIZAÇÃOA mineralização é um processo de fossilização em que existesubstituição (lenta) dos componentes orgânicos por minerais. 6 Tronco mineralizado Nuno Correia 2012/13
  7. 7. Nuno Correia 2012/13 7
  8. 8. Crânios mineralizados Nuno Correia 2012/13 8 5/6
  9. 9. Esqueleto de Mamute mineralizado Nuno Correia 2012/13 9
  10. 10. MOLDAGEMNa fossilização por moldagem, o registo obtido consiste nareprodução da morfologia do ser vivo, ou de parte deste, pelossedimentos consolidados que o envolveram ou preencheram.Fotos – Manuel Valério – Centro de Interpretação Geológica de Arouca 10 Nuno Correia 2012/13
  11. 11. Moldagem – Processo de fossilização em que o desaparecimentodas partes moles e duras do organismo deixa na rocha um moldedas partes duras. 11 Nuno Correia 2012/13 4/6
  12. 12. Se o fóssil reproduz a morfologia interna do organismo, édesignado por molde interno.Se o fóssil reproduz a morfologia externa, é classificado comomolde externo. Fotos – Manuel Valério – Centro de Interpretação Geológica de Arouca Nuno Correia 2012/13 12
  13. 13. Fotos – Manuel Valério – Centro de Interpretação Geológica de Arouca Nuno Correia 2012/13 13
  14. 14. CONSERVAÇÃONa fossilização por conservação, embora muito raramente, os tecidos e órgãos dosorganismos podem ser preservados parcialmente ou na totalidade, o que permiteaos paleontólogos fazerem a reconstituição fiel das espécies.Ocorre em situações ambientais específicas, como os locais de gelo permanente . Nuno Correia 2012/13 14
  15. 15. Nuno Correia 2012/13 15
  16. 16. A conservação também pode ocorrer em resina, que, aoescorrer das árvores coníferas (como os pinheiros), aprisionainsetos ou outros seres vivos que podem ficar preservados natotalidade, incluindo os órgãos internos. Após algum tempo, aresina fossiliza e transforma-se em âmbar. Nuno Correia 2012/13 16
  17. 17. Nuno Correia 2012/13 17
  18. 18. Podem ainda encontrar-se seres conservados em asfalto — substância de origem orgânica, que também mantém os organismos completamente preservados. Nuno Correia 2012/13 18
  19. 19. ICNOFÓSSEISOs vestígios da atividade dos seres vivos, como trilhos,pegadas, ninhos e coprólitos (fezes fossilizadas), tambémpodem sofrer fossilização. Estes fósseis são conhecidospor icnofósseis. Nuno Correia 2012/13 19
  20. 20. As pegadas e os trilhos permitem determinar se a espécie erabípede ou quadrúpede e, quando muito abundantes numdeterminado local, indicam locais de passagem frequente. Adimensão da pegada, bem como o afastamento entrepegadas, possibilita o cálculo do tamanho aproximado doanimalhttp://chaodeareia.agcolares.org/2010/02/pegadas-de-dinossauros/ Nuno Correia 2012/13 20
  21. 21. Nuno Correia 2012/13 Foto: Maria Paula Abreu 21
  22. 22. Os ovos de dinossauro - encontrados até agora divergemmuito no tamanho (de 8 a 53 cm) e na forma: arredondadaou alongada. Estes ovos encontram-se em ninhos que, emalguns casos, parecem ter sido cuidados pelos progenitores,como ocorre atualmente com as aves, pois já seencontraram esqueletos de dinossauros fossilizados emcima dos ovos. Nuno Correia 2012/13 22
  23. 23. Nos coprólitos podem observar-se os restos dos alimentosingeridos pelos animais que os produziram, por isso, são considerados bons indicadores dos hábitos alimentares. Nuno Correia 2012/13 23
  24. 24. Nuno Correia 2012/13 24

×