Bg21 transformação e utilização de energia pelos seres vivos - fermentação

10.649 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
10.649
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.710
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
626
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Bg21 transformação e utilização de energia pelos seres vivos - fermentação

  1. 1. Biologia 10º Obtenção de Energia - Fermentação
  2. 2. Fluxo e transformação de energia 2 Nuno Correia 09/10
  3. 3. Entrada de matéria do ambiente Entrada de energia Saída de matéria Saída de energia para o ambiente 3 Nuno Correia 09/10
  4. 4. Que processos metabólicos utilizam os seres vivos? Os compostos orgânicos Formação de são degradados, biomoléculas, ocorrendo ocorrendo libertação de consumo de energia energia. 4 Nuno Correia 09/10
  5. 5. Relação entre anabolismo e catabolismo 5 Nuno Correia 09/10
  6. 6. As células obtêm energia 6 Nuno Correia 09/10
  7. 7. 7 Nuno Correia 09/10
  8. 8. 8 Nuno Correia 09/10
  9. 9. Rendimento energético em condições aeróbias e anaeróbias. 9 Nuno Correia 09/10
  10. 10. Actividade Experimental Pasteur observou em 1861 que uma dada quantidade de glicose sustenta uma quantidade de levedura maior na presença de oxigénio do que na sua ausência. Saccharomyces cerevisiae 10 Nuno Correia 09/10
  11. 11. Experiência 1 Alguns resultados obtidos por Pasteur (1861), a partir de culturas com a mesma massa de leveduras. Em qual das situações (A ou B) as leveduras se teriam reproduzido mais activamente? Justifique, com base nos valores registados no quadro. 11 Nuno Correia 09/10
  12. 12. Experiência 1 Alguns resultados obtidos por Pasteur (1861), a partir de culturas com a mesma massa de leveduras. Como interpreta a diferença de capacidade de multiplicação das leveduras em cada um dos ambientes, aeróbio e anaeróbio? 12 Nuno Correia 09/10
  13. 13. Experiência 2 Numa proveta e num balão, lançaram-se, em cada um, 200 ml de uma solução de glicose a 5 %o adicionada de uma suspensão de levedura de cerveja a l %. Depois de agitados, esses recipientes foram colocados em banho-maria a 37 °C. Um borbulhador de aquário oxigenou as leveduras contidas na proveta, enquanto que o balão foi rolhado para evitar a entrada de ar. 13 Nuno Correia 09/10
  14. 14. Seguiu-se a evolução da quantidade de glicose, retirando, a intervalos regulares (l hora, por exemplo), uma gota de cada mistura para análise. Os resultados obtidos foram registados num quadro: 14 Nuno Correia 09/10
  15. 15. Mediu-se o aumento de massa em 2 gramas de levedura, utilizando um grama de glicose. Os resultados obtidos estão registados no quadro que se segue: 15 Nuno Correia 09/10
  16. 16. - Em que condições experimentais: • É mais elevado o rendimento do consumo de glicose? • Há mais consumo de glicose por grama de levedura formada? - Como se justifica a relação entre o consumo de glicose e o crescimento das leveduras? 16 Nuno Correia 09/10
  17. 17. 17 Nuno Correia 09/10
  18. 18. Conceitos importantes  Respiração aeróbia  Respiração anaeróbia  Fermentação  Seres anaeróbios  Seres aeróbios 18 Nuno Correia 09/10
  19. 19. Respiração celular  conjunto de reacções através das quais a glicose é totalmente convertida em CO2, H2O e energia. 19 Nuno Correia 09/10
  20. 20. Respiração aeróbia  Via catabólica para produção de ATP a partir da glicose, em que o aceitador final de electrões é o oxigénio. C6H12O6 + 6 O2 ----> 6 CO2 + 6H2O 20 Nuno Correia 09/10
  21. 21. Respiração anaeróbia  Via catabólica para produção de ATP a partir da glicose, em que o aceitador final de electrões é uma molécula inorgânica que não o oxigénio. Bactérias sulfurosas 21 Nuno Correia 09/10
  22. 22. Fermentação  Processo anaeróbico,em que o ATP é produzido por uma série de reacções em que os compostos orgânicos actuam como dadores e aceitadores finais de electrões. 22 Nuno Correia 09/10
  23. 23. Seres anaeróbios  Organismos que metabolizam na ausência de oxigénio. 23 Nuno Correia 09/10
  24. 24. Seres aeróbios  Organismos que metabolizam na presença de oxigénio. 24 Nuno Correia 09/10
  25. 25. Fermentação Organismos Anaeróbios Anaeróbios facultativos obrigatórios Mobilizam os Mobilizam os compostos compostos orgânicos em orgânicos condições de exclusivamente anaerobiose e por de aerobiose fermentação 25 Nuno Correia 09/10
  26. 26. Glicólise – etapa comum à fermentação e respiração 26 Nuno Correia 09/10
  27. 27.  A palavra glicólise vem do grego glykys, que significa doce, e lysis que significa divisão. A glicólise é, portanto, a transformação e divisão da glucose. 27 Nuno Correia 09/10
  28. 28. Glicólise 28 Nuno Correia 09/10
  29. 29. Glicólise Justifique as designações "fase de activação" e "fase de rendimento" Durante a fase de activação, é fornecida energia à glicose para que esta se torne quimicamente activa e dê início ao processo de degradação. Durante a fase de rendimento, a oxidação dos compostos orgânicos permite libertar energia que é utilizada para formar ATP. 29 Nuno Correia 09/10
  30. 30. Glicólise Quantas moléculas de ATP foram gastas para activar a glicose? Foram gastas 2 moléculas de ATP. 30 Nuno Correia 09/10
  31. 31. Glicólise Qual a função do NAD+? NAD+ é um transportador de electrões e H+. 31 Nuno Correia 09/10
  32. 32. Glicólise Indique o saldo energético, em moléculas de ATP, da glicólise. 0 saldo é de 2 moléculas de ATP. 32 Nuno Correia 09/10
  33. 33. A fermentação ocorre na ausência de oxigénio 33 Nuno Correia 09/10
  34. 34. Comparação entre fermentações Indique as diferenças e os aspectos comuns à fermentação alcoólica e à fermentação láctica 34 Nuno Correia 09/10

×